Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Vale

Acordo Coletivo: maioria dos funcionários Vale aceita proposta da empresa

Sindicato diz que é a pior proposta apresentada em todos os tempos, mas trabalhadores temem perder benefícios na primeira das três Assembleias programadas

Funcionários Vale aceitam, a maioria, proposta da empresa

O Sindicato dos Trabalhadores da Mineração – Metabase Carajás – iniciou hoje (17) a Assembleia com funcionários da Vale das Minas de Carajás, Manganês e Serra Leste para posicionarem sobre o Acordo Coletivo 2017/2018.

Com quase uma hora de reunião, que eram esperados cerca de quatro mil funcionários para a primeira votação, o Metabase leu a minuta da proposta apresentada na última terça-feira aos sindicatos em Belo Horizonte e a maioria dos funcionários aprovou a proposta da empresa.

A Vale ofereceu o reajuste de 2,5% nos salários e cartão alimentação. Ofereceu, ainda, crédito extra de 13º no cartão alimentação, indenização de R$ 1.200,00 para a retirada na cobertura do tratamento de ortodontia e implante, além do reajuste de 1,83% nos demais itens econômicos como limites de reembolso do plano de saúde, piso salarial, benefício de auxílio creche e babá conforme acordos regionais.

O Blog conversou com alguns funcionários que participaram da votação no Clube do DEC, em Carajás, mas estes pediram para não serem identificados na entrevista por medo de represália da empresa.

Segundo um deles, “foi a primeira vez que ele viu o presidente do Sindicato falando mal da proposta da empresa e que foi obrigado a levar para a apreciação dos funcionários”.

Outra funcionária saiu extremamente desanimada da reunião, depois de votar não na proposta. “Tenho mais dez anos de Vale e nunca vi uma proposta tão ruim para o trabalhador. Olha que já presenciei crises piores da empresa. Mas, escutei do presidente que a meta é pagar as dívidas e para conseguir terá que cortar custos, ou seja, mais uma vez o trabalhador, que gera o lucro, paga a conta final”, desabafou.

Já outro funcionário, que votou a favor da proposta, disse que a Vale melhorou muito a oferta desde a primeira apresentação e está satisfeito com o abono de R$ 1.200,00 para cobrir as perdas dos benefícios odontológicos. “Chegamos aqui cientes de que iríamos aprovar a proposta, pois tivemos várias reuniões na empresa. Pra mim, particularmente, a proposta é boa. Então, volto para casa hoje satisfeito com meu voto e com a votação rápida. No meu setor, todos eram a favor da aprovação depois que aumentaram o valor da indenização. Achávamos R$ 800 pouco, pensamos em R$ 1.000, entretanto ficamos felizes com os R$ 1.200,00”, comemorou o trabalhador.

“A aprovação de hoje deve ser o reflexo das próximas assembleias, já que a empresa tem feito reuniões constantes nos setores. Mas agora a decisão é dos trabalhadores”, explicou o presidente do Metabase Carajás, Raimundo Amorim, conhecido como “Macarrão”.

Na próxima segunda-feira, o Sindicato faz Assembleia com os funcionários de Canaã dos Carajás, das Minas S11D e Sossego. E na terça-feira encerram-se as Assembleias, na Mina do Salobo.

A vigência do Acordo Coletivo será de um ano e se os funcionários assinarem até 28 de novembro, o que parece que vai acontecer, os valores serão depositados no dia 30. A comemoração maior será do comércio local que sentirá o reflexo na economia.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!