Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Redenção

Agricultor precisou apelar ao Ministério Público para realizar cirurgia na perna

Ele fraturou a perna direita em três partes, mas não encontrou ajuda em Redenção
Continua depois da publicidade

Após 14 dias de muita luta, voltou a Redenção, na noite do último sábado (16), o agricultor Josiel Nascimento Rodrigues, 32 anos. Ele estava internado no Hospital Regional de Conceição do Araguaia, onde passou por cirurgia na perna direita, que estava quebrada em três lugares. De acordo com o agricultor, ele sofreu as fraturas em um acidente de moto, em um vicinal a cerca de 90 km de Redenção, quando retornava para sua chácara, no último dia 5 de maio.

Após 30 dias do acidente, Josiel sentia muitas dores e procurou o Hospital Municipal “Iraci Machado de Araújo”. Porém, a equipe médica, segundo ele, disse que nada poderia fazer e recomendou que ele esperasse um pouco mais.

“Ao chegar lá no hospital, eles disseram que não podiam fazer nada por mim. Teria que esperar a regulação me chamar. Eu não estava mais aguentando de muitas dores”, contou Josiel que, após sair da casa de saúde pública, desalentado, pediu ajuda ao Ministério Público Estadual. Imediatamente, o promotor Leonardo Caldas entrou em contato, por telefone, com o HR de Conceição do Araguaia, que marcou a cirurgia para o mesmo dia.

Veja também:  1 mil pessoas foram atendidas durante Mutirão de Ultrassonografias em Tucuruí

Josiel foi levado em uma ambulância de Redenção e submetido a cirurgia em 8 de maio, ficando sob observação por sete dias.

 

“Fui muito bem atendido, agradeço a Deus por colocar pessoas certas em minha vida, agradeço ao promotor, à Imprensa, que muito contribuiu e ao médico que fez a operação em mim” disse o agricultor.

De acordo com Josiel, ele foi operado pelo médico Bruno Coelho. Ele terá de retornar a Conceição nos próximos dias 15 dias para avaliação. Ele lamenta pela situação da Saúde de Redenção e afirma que é um direito de todos. “A Constituição brasileira garante que nós temos direitos à vida, à saúde, mas aqui em Redenção isso não funciona. Para ter direito à saúde é preciso acionar a justiça”, desabafou Josiel.

Deixe uma resposta