Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Futebol

Águia de Marabá lança campanha para pagar dívida de R$ 500 mil

Crise financeira leva presidente Ferreirinha a prever equipe “caseira” para disputar Parazão 2017

Por Ulisses Pompeu – de Marabá

 

Embora esteja há 16 anos à frente do Águia de Marabá Futebol Clube como presidente, Sebastião Ferreira Neto, o Ferreirinha, está disposto a abrir mão de lançar chapa em prol de alguém que tenha interesse em comandar o clube que representa Marabá no futebol profissional.

Em entrevista, Ferreirinha revelou que o foco neste momento está sendo correr atrás de apoiadores para pagar a dívida do clube, que atualmente gira em torno de R$ 500 mil, entre jogadores e fornecedores.

Ele disse que além de procurar empresários, políticos e outras pessoas de influência na cidade, a diretoria do Águia está deslanchando uma campanha para conseguir 100 pessoas que possam doar R$ 500,00 por mês durante dez meses, o que arrecadaria R$ 50 mil a cada 30 dias. “Não é o suficiente, mas ajudaria muito”, avalia o presidente.

Ferreira diz que as pessoas que aderirem a essa campanha terão título de sócio torcedor vitalício do Águia, além de outros benefícios relacionados ao clube. Por enquanto, revela, 20 pessoas já toparam a empreitada e começaram a contribuir. As despesas mensais do Águia em 2016, quando o time disputava a Série C, giravam em torno de R$ 300 mil, de acordo com Ferreirinha. Aí estão incluídos gastos com escolinha, aluguel de casas, veículos, entre outros.

Prata da casa em alta

Ferreirinha avisou que o time que o Águia vai montar para disputar o Parazão 2017, que começa no final de janeiro, terá um custo em torno de R$ 150 mil por mês, cerca da metade deste ano. Todavia, boa parte do elenco será de jogadores locais, alguns deles oriundos do sub-20 do Águia, que disputaram o estadual da categoria recentemente. “Vamos tentar aproveitar bastante a prata da casa para não gastar muito. Então, teremos um time bastante caseiro, até mesmo para a Copa Verde, que começa em março”.

Eleição

Ainda sobre a eleição para a diretoria, Ferreirinha reconhece que o Estatuto do clube diz que o candidato precisa ser sócio do clube, mas ressalta que a assembleia geral é soberana e pode aceitar que um candidato que apareça daqui para frente possa se candidatar. “Se alguém quiser ser presidente, eu oriento para que Assembleia Geral possa fazer concessão”.

O atual presidente faz uma reflexão e avalia que o poder sempre causa desgastes e talvez esteja na hora de ele deixar a presidência do clube. “Sou Águia acima de tudo. No momento de dificuldade, é hora de todos se unirem para fortalecer a equipe. Já procurei várias pessoas com idoneidade para tentar encontrar alguém com perfil de dirigir a equipe, mas não querem. Se não aparecer ninguém, será o jeito eu ir de novo, e gostaria de contar com o apoio da sociedade e conclamar todos para se unirem. Não podemos deixar o time que leva o nome da nossa cidade acabar”, diz Ferreirinha.

Seja o primeiro a escrever um comentário

  1. Ei ferreirinha toma vergonha na cara e presta conta ,pois vcs vem xxxxxxxx do Aguia a muito tempo, des do primeiro ano quando a vale patrocinou vcs vem xxxxxxxx

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!