Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Pará

Algumas curiosidades da eleição 2016

  • Em São Bernardo do Campo, São Paulo, o filho do ex-presidente Lula, Marcos Lula da Silva conquistou apenas 1.504 votos e não conseguiu se reeleger vereador no município que é o berço do partido criado pelo pai, o PT.
  • No último domingo (2), 57.941 vereadores conquistaram vagas nas Câmaras Municipais de todo o Brasil. Os partidos que mais conquistaram vagas foram o PMDB, com 7.571 candidatos eleitos; o PSDB, com 5.371, e o PP, que contabilizou 4.747 vereadores.
  • Por outro lado, 12 partidos (PSDB, PDT, PSB, PRB, PSC, PCdoB, PSL, PHS, PTN, PRP, PTC e Psol) conseguiram aumentar suas bancadas nos legislativos municipais. Apenas duas legendas, de extrema-esquerda, não elegeram ninguém: o PCO e o PSTU.
  • Apenas uma candidatura foi registrada em uma cidade do Ceará nas Eleições 2016. Em Jati, a 524 quilômetros de Fortaleza, o eleitor só teve como opção Maria de Jesus Diniz Nogueira, a Neta, do PSD. Ela se elegeu com 3.971 votos. Outros 1.533 eleitores anularam o voto e 229 votaram em branco.
  • Em Cariús (CE), cidade de pouco menos de 20 mil habitantes, dois candidatos tiveram o mesmo número de votos: 5.811. Nizo (PMB) e Iran (PSDB) tiveram, cada um, 48,34% dos votos válidos. Com o empate, a eleição foi decidida de modo inusitado: pelo critério “idade”. Iran, de 46 anos, desbancou Nizo, de 41.
  • Maricleide (PSD) foi eleita para a Prefeitura de Algodão de Jandaíra (PB) neste domingo (2), ao obter 1.234 votos, o que corresponde a 50,04% dos votos válidos para a disputa na cidade do Agreste da Paraíba. A vitória foi por apenas dois votos de diferença em relação ao segundo colocado, o candidato Cícero de Preto (PSB), que somou 1.232 votos, o equivalente a 49,96%. A disputa contou com apenas dois candidatos.
  • Ponte Alta do Norte, no Vale do Itajaí, foi o primeiro município do Brasil a concluir a apuração nas eleições 2016. O resultado dos votos da cidade foi conhecido às 17h12. O prefeito eleito foi Beto, do PMDB, com 55,44% dos votos válidos. Tinco (PSDB) teve 44,56% dos votos válidos.
  • Zé Antônio (PTB), de 27 anos, foi eleito prefeito de Itumbiara, no sul de Goiás. Ele é o substituto de José Gomes da Rocha (PTB), de 58 anos, que morreu após um atentado durante uma carreata, no último dia 28.
  • Só 32,5%, ou 27 dos 83 deputados ou senadores que lançaram candidatura conseguiram se sair bem nas urnas. Dos 83 parlamentares, 81 eram deputados federais e dois senadores (Marta Suplicy, do PMDB, disputava em São Paulo, e Marcelo Crivella, do PRB, no Rio)
  • Eduardo Suplicy, do PT, em São Paulo, foi o candidato a vereador mais votado do Brasil, com 301.446 votos (5,62%).
  • No Pará, o partido que mais elegeu prefeitos foi o PMDB. O partido comandado pelos Barbalho no Estado obteve êxito em 42 municípios.
  • Com apenas 3.141 eleitores, o município paraense de Bannach foi o que registrou o menor número de eleitores. Lá, Geraldo Garrafa, do PEN, se elegeu vereador com apenas 92 votos.
  • Às 22h34 do domingo (02), o Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA) totalizou a apuração nas 16.920 Seções Eleitorais em todo o estado. Nas Eleições Municipais 2016, 5.509.941 eleitores estavam aptos para escolher candidatos a prefeito e vereador nos 144 municípios do estado.
  • Na capital do Pará, que tem 35 vagas para vereador, 14 candidatos se reelegeram e 21 assumirão como novos vereadores. Uma renovação de 60% da Câmara Municipal de Belém.
  • No Pará foram registradas pelo Disque Denúncia, até o dia de votação, 5.736 denúncias. Dessas, 5.530 foram recebidas pelo aplicativo “Pardal”, da Justiça Eleitoral. Casos de propaganda eleitoral irregular foram os mais denunciados, com 2.240 denúncias, e crimes eleitorais diversos em segundo lugar com 1.348.
  • No dia da eleição, o Sistema “Ocorre JE” registrou 32 ocorrências ligadas a prisões de eleitores e candidatos, entre elas por compra de votos, boca de urna, transporte ilegal de eleitores, propaganda irregular. Já a Polícia Civil atendeu a 156 ocorrências em todo o estado do Pará.
  • Os eleitores não tiveram problemas com urnas eletrônicas no Pará. Em todo o estado foram registradas 108 substituições por urnas de contingência, o que representa menos de 1% do total. Apenas no município de Óbidos houve votação manual, pois, a bateria da urna acabou e não havia energia elétrica no local. Foram registrados 16 votos dessa forma, que foram apurados devidamente na Junta Apuradora da Zona Eleitoral.
  • Em Barcarena, o candidato Vilaça, do PSC, apontou a maior diferença percentual entre o eleito e o segundo colocado no Pará, 95,3%. Vilaça teve 36.055 votos (97,65%), contra 869 votos (2,35%) do candidato Pastor Medeiros, que chegou em segundo lugar.
  • Em Santa Maria das Barreiras aconteceu a menor diferença entre o prefeito eleito e o segundo colocado, 6 votos, ou 0,05%. O candidato Mussun, do PMDB, obteve 4,748 votos (45,72%) contra 4,742 votos (45,67%) da candidata Bruna Amâncio, do PROS.
  • Proporcionalmente, o vereador mais votado no Pará foi Léo, do PSDB do município de Rio Maria com 1.151 votos, o que equivaleu a 11,22% dos votos válidos. Se Leo estivesse disputando a eleição em Belém, o maior colégio eleitoral do Estado, esse percentual daria a ele nada menos que 85.326 votos.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!