Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Ministério Público

Associação dos Promotores de Justiça do Estado do Pará repudia intimidações a Promotores.

A Associação do Ministério Público do Estado do Pará (AMPEP) vem a público prestar apoio e postar-se ao lado dos associados Guilherme Lima Carvalho, Promotor de Justiça no exercício da Promotoria de Justiça de Parauapebas. Ilações intimidatórias foram proferidas por envolvidos em processos por homicídios que tiveram grande repercussão no município e estão sendo investigados pelo Ministério Público.

A AMPEP assegura que as condutas do associado é inteiramente compatíveis com os princípios que devem orientar suas atuações funcionais. Todas as infelizes afirmações são infundadas. Esta Associação repele atitudes ou comportamentos que tenham a intenção de intimidar ou agredir independências funcionais de membros do Ministério Público do Estado do Pará e que sejam contrárias ao tratamento cordial, urbano e respeitoso.

Declara, outrossim, seu apoio total e irrestrito ao supracitado Promotor de Justiça, cuja atuações são alvo do reconhecimento de toda classe. Não apenas pela qualidade do trabalho que realizam, mas pela isenção, imparcialidade, combatividade na defesa dos princípios constitucionais e compromisso com a promoção da cidadania – o que tem assegurado o cumprimento do papel institucional do MP nas Comarcas nas quais já atuou.

Reafirmamos o compromisso com a sociedade, com a ordem jurídica e com o regime democrático, ressaltando que jamais se quedará aos insultos e tentativas de intimidação, garantindo ao associado todo o auxílio necessário. Ministério Público independente não se intimida e, em Parauapebas, o associado Guilherme Lima Carvalho é exemplo de membro dedicado e combativo, tendo total apoio da AMPEP.

A Diretoria

Seja o primeiro a escrever um comentário

  1. Parauapebas não é uma terra sem lei como acreditam os que se acham poderosos acima do bem e do mal, acusados de homicidio ameaçando promotores por estarem fazendo os seus trabalhos, nada mais que a sua obrigação imposta pela Lei e esperada pela sociedade. Infelizmente na nossa cidade ainda tem muita gente que acredita na impunidade e que por isso pode sempre ir mais longe mas as coisas mudaram tanto que até a
    pressente da República foi tirada. Aqui não tem que imperar o medo, tem o apoio da sociedade Ministério Público. Queremos justiça

Deixe uma resposta