Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Parazão

Atacante Aleílson do PFC é o artilheiro da Segundinha do Parazão com quatros gols marcados

O Gigante de Aço disputou três jogos na competição e Aleílson marcou em todas as partidas
Por Fábio Relvas

O atacante Aleílson, de 32 anos, natural de Marabá, foi contratado para ser o homem gol do Parauapebas Futebol Clube (PFC), na Segundinha do Parazão e até o momento não vem decepcionando a diretoria e nem a torcida do Gigante de Aço. Aleílson marcou quatro vezes, em três jogos com a camisa do PFC, um contra a Desportiva, um diante do Tiradentes e dois assinalados em cima do Izabelense, sendo o artilheiro da competição estadual. O atleta não se importa muito com a artilharia e quer mesmo o acesso para a elite do futebol paraense.

“A artilharia para mim é o que menos importa no momento, até porque o mais importante não só para mim, mas para todos os meus companheiros, é levar o PFC a primeira divisão, esse é o nosso objetivo. Tendo a artilharia, isso é consequência. A gente sabe que para poder ganhar as partidas, a gente tem que está fazendo gols, mas independente de quem faz, o time tem esse objetivo de conquistar o acesso”, afirmou Aleílson.

Com uma grande trajetória no futebol, passando pelo Águia de Marabá-PA, onde teve um grande destaque, além de Flamengo-RJ, Olaria-RJ, Bahia-BA, Noroeste-SP, Red Bull Brasil-SP, Gavião Kyikatejê-PA, Paragominas-PA, Paysandu-PA, Clube do Remo-PA, São Francisco-PA, Rio Verde-GO e Aparecidense-GO, Aleílson tem a fama de goleador por onde passa e a fase de artilheiro no PFC,  não é inédita para o atacante.  Ao longo de sua carreira, sempre balançou e muito as redes dos adversários.

“Pelo Olaria do Rio de Janeiro, pelo próprio Águia onde eu comecei, no Paragominas que é PFC também, Rio Verde-GO, então tem outros clubes e graças a Deus por onde eu passei, em termo de fazer gols, eu sempre fiz. Dei sempre o meu melhor e sempre buscando os nossos objetivos. Às vezes não dá certo, mas sempre com aquele pensamento positivo e espero que esse ano o PFC possa subir e fazer uma boa campanha no Campeonato Paraense”, disse o atacante do Gigante de Aço.

O atleta chegou bem no início da preparação do time para a disputa da Segundinha do Parazão e teve como entrosar rapidamente com seus companheiros de equipe. Apesar da boa fase do atacante Aleílson com a camisa do Parauapebas Futebol Clube, seu futuro segue incerto para o próximo ano, em relação a sua permanência no PFC, já que o atleta apalavrou com a equipe do Aparecidense-GO para a temporada de 2018.

“O futuro a Deus pertence e que vai dizer como será para mim na próxima temporada. Eu tenho um contrato no Aparecidense, time do estado de Goiás, até outubro do ano que vem. Então a gente tem que pensar primeiramente em por o PFC lá em cima, que é na primeira divisão do futebol paraense. Depois vamos ver e sentar com a diretoria do clube para ver como é que vai ficar”, finalizou Aleílson.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!