Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Publieditorial - vale

Com boas parcerias, produtores de Parauapebas dão salto de produtividade

Com o projeto Leite a Pasto, da Fundação Vale, é oferecido suporte técnico, máquinas e tecnologia.

O pasto verde durante o ano inteiro é novidade para os produtores da comunidade de Palmares Sul e Palmares II, zona rural de Parauapebas. Há três anos, o grupo de 52 agricultores da Associação dos Produtores Rurais de Parauapebas (Assopar) experimenta novas técnicas de manejo da terra e de produção de leite, principal fonte de renda local.

A associação passou a fazer parte do projeto Leite a Pasto, da Fundação Vale, que oferece suporte técnico, máquinas e tecnologia aos associados.

Luís Carlos Oliveira Campos sabe bem o valor de tudo isso. Em seu sítio, Mata Verde, as mudanças multiplicaram a produtividade. Depois da consultoria e da instalação do kit de irrigação, a produção chegou a 173 litros por dia – média de10,8 litros por animal. Melhoria que se reflete em seu sorriso.

Os associados também foram estimulados a criar uma cooperativa, que vem organizando o trabalho e facilitando o acesso aos insumos. Para o futuro, o presidente da Assopar, Luís dos Santos Ferreira, prevê aumento da produção individual de cada produtor em 500 litros de leite por dia. “Os produtores locais tomaram uma nova consciência de produção e esse é o ponto mais importante do projeto”, afirma.

O apoio também se estende à piscicultura, fruticultura e avicultura, ampliando o raio de alcance do projeto, para beneficiar os agricultores que não trabalham com rebanho.

Parcerias que vão tornando a vida no campo bem mais produtiva e boa de se viver.

Conheça esta e outras histórias no site www.vale.com/ladoalado

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!