Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Marabá

Com pressão nas alturas, prefeito interino de Marabá pede pra sair

Luiz Carlos Pies (PT), o prefeito interino de Marabá, não é Capitão Nascimento – personagem do filme Tropa de Elite -, mas mesmo assim está pedindo à Câmara Municipal de Marabá para deixar o cargo. Pelo menos pelo prazo de cinco dias para cuidar da saúde.

É que o reserva de João Salame Neto, afastado pela Justiça por dívidas milionárias com o Ipasemar (Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Marabá) estaria sofrendo com pressão alta. Segundo uma fonte ligada ao “Prefeito Chapéu”, como Luiz Carlos é chamado por usar sempre um chapéu no dia a dia, um médico de sobrenome Miranda aferiu a pressão de Pies e constatou que ela media 13 por 19, ou seja, bem mais alta do que o recomendável para sua idade. Ele recebeu ultimato médico para cuidar do problema com urgência.

Diante disso, o prefeito em exercício enviou documento para a Câmara nesta terça-feira, dia 19, solicitando seu afastamento por cinco dias, de 20 a 25 de julho. A Reportagem do blog apurou que os 21 vereadores de Marabá deverão se reunir na manhã desta quarta-feira, 20, para analisar o pedido de Luiz Carlos Pies.

O dilema está em quem vai substituir o prefeito que já é substituto. O presidente Miguel Gomes Filho, o Miguelito, não deverá assumir o cargo porque perderia o direito de candidatar-se à sétima reeleição no dia 2 de outubro deste ano. Os outros cinco nomes na cadeia sucessória no Legislativo marabaense: Beto Miranda, Leodato Marques, Gerson do Badeco, Pedro Correa e Ubirajara Sompré também evitam assumir a cadeira de prefeito para não ficarem inelegíveis.

Em Marabá, especula-se entre militantes do PT que Luiz Carlos não teria um problema tão grave assim, devendo bater em retirada antes do retorno de João Salame ao cargo de prefeito ainda esta semana.

Motivos para estar estressado o prefeito interino tem de sobras. Travou embates recentes com 1.100 educadores a quem diminuiu drasticamente seus salários; demitiu 80 agentes de endemias que atuavam em programa financiado diretamente pelo governo federal e ainda liderou uma batalha contra o vereador e ex-secretário de Educação Pedro Souza, braço direito de João Salame e que ainda exerce uma grande influência em setores específicos da Secretaria Municipal de Educação.

Atualização às 9h30

Hoje pela manhã, o prefeito interino Luiz Carlos Pies enviou nota pelas redes sociais onde afirma: “desmentindo boatos oportunistas de caluniadores, informo que não deixei o comendo interino da prefeitura de Marabá. Acontece que por recomendações médicas, tive que reduzir o ritmo de trabalho para respeitar o repouso necessário para manter o controle da minha pressão arterial. Até o início da próxima semana espero estar melhor”.

NOTA OFICIAL
Por motivo de tratamento de saúde, o Prefeito Municipal interino Luiz Carlos Pies licenciou-se cargo durante cinco dias, a partir desta quarta-feira, dia 20 de julho de 2016.
Em ofício, enviado na manhã desta terça-feira (19), ao qual foi anexado atestado médico, o Presidente da Câmara Municipal, Miguel Gomes Filho, foi comunicado para tomar as devidas providências, devido à vacância do cargo.
Assessoria de Comunicação – Ascom
Atualização às 10 horas
Com o impedimento do presidente da Câmara Municipal de Marabá, vereador Miguel Gomes Filho de assumir o cargo, já que é candidato à reeleição, deve assumir nesse período o juiz Amarildo José Mazzuti, diretor do Fórum e titular da Vara Agrária de Marabá, já que houve uma reunião entre alguns dos 11 juízes da Comarca de Marabá onde foi decidido que ele assumirá por ser o diretor do Fórum local.

Comentários ( 14 )

  1. A Constituição estadual diz que é a lei orgânica que deve regulamentar esta situação, a de marabá prevê a mesa diretora inteira na linha sucessória, mas não prevê a presença de juiz nenhum, de nenhum representante do Judiciário, nem da juíza da vara da fazenda pública. Marabá vai ficar de pernas por ar. Quero ver como a mesa diretora vai dividir a licença, pois é preciso anuência do legislativo para a licença médica e os integrantes da linha de sucessão estarão lá na sessão e como vão dizer que não estão? Vão mentir? Que coisa! Ou vão aprovar a licença do prefeito e imediatamente sair de Marabá? Cumé que vai ser esse negócio? Vou ficar daqui de cima do peba assitindo rs rs

  2. “Até o início da manhã está melhor”
    NÃOOOOOOOOOO,se Deus quiser vai está pior,aproveita a deixa e sai de vez.
    Pessoal vejam como em nosso país as barbaridades do passado parecem coisas banais no presente,por mais absurdos que o Maurino cometeu,já ouso na boca”miúda”que tem gente com saudades daquele que ao sair foi achincalhado em todos os níveis,eu mesmo desci o “cacete”nele e o faria de novo,mas diante do que vemos hoje,não tem como não traçar um paralelo.
    Quem lembra do Salame(prefeito pidão)puxando o saco da Dilma no comício no aeroporto?
    Pois bem,agora me vem esse pies com essa cara de cachorro lambendo pilão e supera tudo que já vimos de pior em nosso município.
    Vou sugerir à esse “distinto”cidadão que tire uma licença vitalícia,cuide da pressão,aproveite o tempo de sobra, ache marceneiro dê um retoque nessa cara de pau,óleo de peroba ajuda!e suma da nossa cidade.
    Tem gente que tem cabeça só para dá piolho,usar chapéu,ter chifre(o chapéu esconde),no caso dessa íngua,veio o pacote completa e de brinde,é o intestino que preenche sua caixa craniana.
    Pronto falei!!!!!!!!!!!!!!!!
    E pelo que vejo Zé a coisa tá ficando RUSSA!
    um abraço.
    Molotov odievsk latrovosk

  3. O blog do Hiroshi informa que é a magistrada Maria Aldeci de Sousa Pissolati ocupará o Executivo na vacância do prefeito interior. Está confirmada essa versão?

    1. Cuidado com o que você lê em determinados “BROGS”.
      Tem gente que lança nota como “balão de ensaio”,vão lambendo o selo se colar,colou!!!
      Tem gente que se diz jornalista e não o é,se diz publicitário e não o é,tem nome de japonês e não o é,ou seja,é um soldado de sua própria causa,buscando uma identidade perdida na defesa de interesses alheios às suas próprias convicções.
      Para ser bem específico e ilustrar meu raciocínio, vou citar um episódio de quando o Tancredo(avô do Aécio “sumido” neves)estava formando seu ministério para o possível governo.(que não ocorreu).
      Um amigo seu(tancredo)plantava notícias nos jornais que seria um ministeriável,depois de várias notas na imprensa e sabedor da repercussão ele( o tal político)resolveu,em tom “indignado”sondar se colheria frutos de sua “plantação” dizendo ao Tancredo:”presidente,já não sei mais o que fazer com tanta especulação na imprensa,todo dia sai uma nota que eu serei ministro,o que que eu faço?”perguntou ele.
      E Tancredo mineiramente disse-lhe:”diga que não,você não será convidado”

  4. Este e um exemplo desrespeitoso com a população Marabaense, com certeza isso e uma desfaçatez deste prefeito interino, alias ele parece aqueles dançarinos de cabaré dos anos 30, a pessoa que e portadora de hipertensão arterial, com certa toma medicações controladas, eu infelizmente convivo com doença crônica, mas nunca abandonei as minha atividades laborais por esse motivo, pois utilizo medicações continuas, para hipertensão arterial e diabetes, trabalho cerca de 12 horas por dia, supervisiono uma obra imensa, com grande quantitativo de Empregados, por tanto esse cidadão esta mentindo mais uma vez.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!