Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Futebol

Com três gols do atacante Bergson, Paysandu vence o rebaixado Santa Cruz na Curuzu pela Série B

Em tarde inspirada, Bergson marcou três vezes e se igualou a Mazinho do Oeste-SP como artilheiro da competição com 16 gols

Por Fábio Relvas

Devido ao empate sem gols entre Guarani-SP e Luverdense-MT, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, o time do Mato Grosso foi rebaixado para a Série C e com isso, o Paysandu entrou em campo diante do Santa Cruz-PE, livre do rebaixamento. O Papão venceu a Cobra Coral, por 4 a 2, na tarde deste sábado (18/11), no estádio Leônidas Castro, a Curuzu, em Belém. Destaque para o atacante Bergson, que estava em uma tarde inspirada e assinalou três gols, chegando aos 16 na Série B, se igualando a Mazinho do Oeste-SP como artilheiro da
competição.

O Papão marcou primeiro com Bergson aos 27 minutos do 1º tempo e ampliou com Fábio Matos, aos 29. Na etapa derradeira a Cobra Coral diminuiu com o atacante Augusto, aos 12. Bergson não deixou o adversário respirar e marcou o terceiro gol bicolor aos 16. O Santinha descontou mais uma vez com Marcílio em um golaço de fora da área, aos 30. Para fechar o placar, Bergson marcou o quarto do time bicolor e o seu terceiro no jogo, aos 41 minutos. Com a vitória, o Paysandu chegou aos 48 pontos e assumiu a 11ª posição na tabela de classificação da Série B. Já o Santa Cruz ficou em 19º lugar com apenas 34 pontos e rebaixado para a Série C em 2018. A partida foi válida pela 37ª rodada da competição nacional.

O Paysandu se despede do Campeonato Brasileiro da Série B 2017, atuando fora de casa na última rodada diante do Figueirense-SC, no próximo sábado (25/11), às 16h30, no estádio Orlando Scarpelli, em Santa Catarina.

A partida: Papão 4 x 2 Cobra Coral

O Paysandu entrou em campo já confirmado na Série B em 2018 e o Santa Cruz rebaixado para a Série C. O Papão que tomou a iniciativa do jogo. Em uma jogada ensaiada, o atacante Bergson experimentou de fora da área para a boa defesa do goleiro Jacsson. No lance seguinte, Bergson fez um pivô e Fabio Matos ficou na boa, se livrou da marcação, mas atirou por cima da meta adversária.

O combalido Santa Cruz chegou pela primeira vez com o atacante Halef Pitbull, que chutou para a defesa do goleiro Marcão. Outra vez o time paraense chegou com Bergson, que recebeu ótimo passe de Fábio Matos e chutou para a defesa de Jacsson. De tanto insistir, o Papão chegou lá. O lateral-direito Ayrton levantou na entrada da área, Caion desviou de cabeça para Bergson, que dominou e fuzilou para o fundo do  barbante, aos 27 minutos, 1 a 0 Paysandu.

A torcida bicolor ainda comemorava o primeiro gol quando veio o segundo. O atacante Magno Ribeiro fez boa jogada pelo lado direito de deixou de bandeja para Fábio Matos, que sozinho só empurrou para dentro da meta adversária, aos 29 minutos, 2 a 0 Papão. Sem força para chegar tocando, o time pernambucano resolveu arriscar de fora da área através do volante Marclio, o goleiro Marcão defendeu. O Paysandu foi pressão total no final do primeiro tempo. O atacante Caion invadiu a área e bateu para a boa defesa de Jacsson, na volta Rodrigo Andrade disparou e o zagueiro Anderson Salles salvou quase que em cima da linha.

No segundo tempo, o Santinha voltou até acesso para o jogo e chegou a descontar. William Barbio deu um belo passe para o atacante Augusto, que sozinho teve muita tranquilidade para escorar para o fundo do gol paraense, aos 12 minutos, 2 a 1. Só que o time bicolor não queria dá chance ao adversário e marcou novamente. Ayrton cruzou da direita para o artilheiro Bergson, que completamente livre marcou o terceiro gol do Papão e o segundo dele no jogo, 3 a 1, aos 16 minutos.

A Cobra Coral saiu mais para o jogo e acabou surpreendendo com o volante Marcílio, que arriscou de fora da área e marcou um golaço na Curuzu, aos 30 minutos, diminuindo mais uma vez o placar, 3 a 2. Mas o dia era mesmo do Paysandu e do atacante Bergson. Ayrton outra vez
deu uma boa assistência para Bergson, que dominou no peito e fuzilou para a meta de Jacsson, aos 41 minutos, 4 a 2 Papão. Com mais um tento marcado, Bergson chegou aos 16 gols na Série B, se igualando a Mazinho do Oeste-SP como artilheiro da competição. Ao apagar das luzes, quase o time bicolor marcava o quinto gol na partida. O atacante Magno Ribeiro fez uma jogadaça, passando por dois adversários, mas o chute foi para fora, a direita da meta de Jacsson. Placar final: Paysandu 4 x 2 Santa Cruz.

FICHA TÉCNICA

PAYSANDU: Marcos Milanezi; Ayrton, Rafael Dumas, Diego Ivo e Guilherme Santos; Rodrigo Andrade (Augusto Recife), Renato Augusto e Fábio Matos (Jhonnatan); Magno, Caion (Marcão) e Bergson. Técnico: Marquinhos Santos.

SANTA CRUZ: Jacsson; Bruno Silva, Anderson Salles, Sandro e Yuri; Wellington Cézar (Italo), Lucas Gomes e Natan (Marcílio); Bruno Paulo (Wiliam Barbio), Augusto e Halef Pitbull. Técnico:Adriano Teixeira

Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)

Assistentes: Lúcio Beiersdorf Flor (RS) e Leirson Peng Martins (RS)

Cartões amarelos: Fábio Matos (Paysandu); Bruno Paulo, Yuri e Augusto (Santa Cruz)

Gols: Bergson, aos 27, e Fábio Matos, aos 29 minutos do primeiro tempo; Bergson, aos 16 e aos 41 minutos do segundo tempo (Paysandu); Augusto, aos 12, e Marcílio, aos 30 minutos do segundo tempo (Santa Cruz)

Local: Estádio Leônidas Castro, a Curuzu, em Belém

Renda: R$ 89.815,00

Pagantes: 3.878

Sócio Bicolor: 1.484

Credenciados: 1.370

Total: 6.732

 Foto: Fernando Torres / Paysandu

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!