Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
marabá

Consumidores reclamam da atuação da Celpa e de sua terceirizada em Marabá

Vereador Pastor Ronisteu já recebeu mais de uma dezena de queixas, está reunindo vasta documentação e diz que vai tomar uma providência

Por Eleutério Gomes – de Marabá

O vereador Ronisteu da Silva Araújo (PTB) – Pastor Ronisteu –, da Câmara Municipal de Marabá (CMM), vem se tornando a última salvaguarda para consumidores que denunciam virem sendo vítimas de abusos cometidos pela empresa Dínamo, terceirizada da Celpa, e da própria concessionária de energia elétrica no Pará. Quase diariamente, nas últimas semanas, ele recebe queixas de pessoas, de origem humilde e de pouca instrução, relatando prejuízos e truculência.

Pastor Ronisteu conta que uma das mais recorrentes é a cobrança, segundo os queixosos, superfaturada, com valores bem acima do que consomem e de contas anteriores. Depois vêm as reclamações de desligamentos feitos no fim de semana – contrariando a lei – e sem avisar o consumidor.

Porém, um tipo de queixa que Pastor Ronisteu tem recebido se refere, ao que parece, a uma fraude: “Entre as pessoas que têm nos procurado, várias reclamam do seguinte, após pagarem a fatura atrasada solicitam o religamento. A empresa vai lá e religa, mas, depois o consumidor recebe uma multa cuja descrição diz que ele está sendo penalizado porque religou a energia por conta própria”, detalha o vereador.

Na última semana, segundo Ronisteu, ele foi procurado por uma senhora queixando-se de que recebeu um documento entregue pela Dínamo e, sem saber direito do que se tratava, assinou. Depois, segundo a mulher, ela ficou sabendo que havia assumido uma multa de R$ 5 mil. “Isso, para mim, é até um ato de covardia”, indigna-se Pastor Ronisteu.
Na sessão desta terça-feira (12) ele foi aparteado pela vereadora Irismar Melo (PR), que disse ter recebido uma denúncia muito grave, mas que deve ser apurada com cuidado. Segundo a pessoa que denunciou, funcionários da terceirizada, na calada da noite, estariam instalando “gatos” nas casas dos consumidores, os quais, depois recebem uma alta multa pela ligação clandestina que afirmam não terem feito.

“Estamos reunindo documentos e também verificando com responsabilidade cada uma dessas mais de uma dezena de denúncias. Vamos tomar uma providência, a Celpa não pode continuar agindo com essa truculência contra o consumidor, sobretudo o mais humilde, o menos instruído”, protesta Pastor Ronisteu, que pretende chamar às falas, Câmara Municipal, os dirigentes regionais da Celpa para que se expliquem diante dos vereadores e do consumidor.

Outro lado
Procurada pelo Blog, a Celpa, por meio de sua Assessoria de Comunicação, respondeu:
“A Celpa informa que está à disposição da Câmara dos Vereadores de Marabá para esclarecer qualquer fato sobre a sua atuação e procedimentos adotados e reitera que quando as demandas forem de conhecimento da concessionária, cada caso será analisado individualmente e o retorno repassado ao consumidor.

Vale destacar que os clientes podem acessar os canais de atendimentos da Celpa para solicitar serviços ou registar reclamações, como o site (www.celpa.com.br), a central de atendimento (0800 091 0196) e também as agências de atendimento presencial.”

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!