Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Pará

Curso vai debater monitoramento de mídias sociais para a campanhas políticas

A ideia da utilização da internet, sobretudo, das mídias sociais nas eleições já está nos projetos de vários candidatos este ano, mas a pergunta é: será que candidatos e equipes de campanha estão preparados para enfrentar esse desafio?

Para o publicitário e consultor político, Diego Pereira, esta é uma eleição única. “Com a reforma eleitoral a internet ganhou força, menos dinheiro, menos tempo de campanha e menos glamour. Antes de ir para as ruas, as campanhas deve ir para as redes”, afirmou.

Mas se levarmos em consideração o que vimos nas últimas eleições no ambiente digital, podemos concluir que os candidatos ainda não encontraram o caminho. Pois para grande parte deles marketing eleitoral nas mídias sociais seria apenas uma questão de jogar para o formato digital, peças criadas para a campanha convencional, o que certamente não é o caminho. “Quando levamos a campanha política para a web, é fundamental que se tenha a consciência que o processo é interativo, é preciso engajar o público através de uma interação continua e não somente despejar conteúdo na timeline do eleitor.” Afirma o consultor.

Vários especialistas afirmam que este será o ano das mídias sociais no que se diz respeito as eleições e não há como fazer campanhas digitais de alto impacto e de eficácia sem o suporte do monitoramento de mídias sociais.

Para abrir novos horizontes neste mercado no estado do Pará, a Yesbil em parceria com a CincoCinco91 Marketing Político, realizará de 14 a 17 de junho o curso intensivo de Monitoramento de Mídias Sociais para Campanhas Politicas, com carga horária de 30 horas. Nele os participantes irão aprender os conceitos necessários para planejar e executar um monitoramento de campanha política.

Por se tratar de um curso 100% prático e focado em marketing digital, a instituição já iniciou uma série de estudos e testes para produção do material do curso. Dentre esses estudos a analise e as conexões (seguidores) dos pré-candidatos à prefeitura de Belém no Instagram.

O estudo é interessante para compreendermos a relação de públicos dos pré-candidatos observando como os elementos estão ligados entre si. Nesse foram analisados os seguidores dos perfis edermaurooficial (01), edmilsonpsol (02), leliocostadasilva (03), professormaneschy (04), regina.barata (05), ursula.vidal (06) e zenaldoprefeito (07).

Pauta: Curso de Monitoramento de Mídias Sociais para Campanhas politicas
Data: de 14 a 17 de junho
Hora: 08 às 12h e 14h às 18h
Local: Yesbil
End: Travessa Benjamin Constant, 951 – Reduto – Belém – PA
Inscrições: http://yesbil.com/curso/monitoramento-campanhas/

Seja o primeiro a escrever um comentário

  1. Muito interessante, as redes sociais é um instrumento de interação e de interlocução com o cidadão e com a coletividade. O que falta é saber usar esse recurso.
    Como está sendo usado fica banalizado, vou colocar como exemplo, o seguinte fato sobre o evento programado pela Prefeitura, está circulando nos grupos – pró e contra o Prefeito Valmir – uma informação no mínimo indecorosa, onde o Prof. Luiz Vieira e o radialista Laércio de Castro (cito os nomes do professor e do radialista porque está público nos grupos) dizem:
    Luiz Vieira: “que tal arrumarmos um grupo de atletas para se inscrever e no dia fazer um protesto contra o velho corrupto?”
    Laércio de Castro: “durante o percurso vamos ‘divulgar’ muito o lançamento da campanha do Darci… também, ótima idéia… o pessoal do esporte pode nos dar apoio nesse sentido”
    Entendo assim, são dois profissionais de grande importância para nossa comunidade, formadores de opinião, mas se prestam a essas ações absolutamente nefastas e astutas. Isso é um incentivo à anarquia e à bagunça, e, requer que o Poder Público mande organizar um esquema de segurança para que os participantes do evento não corram qualquer risco de violência. É lamentável!
    O que tem a ver isso com o curso supra citado, é a importância e significativo avanço na capilaridade social das ditas redes sociais. Oxalá, o curso venha dar uma dinâmica e significado diferente para uma campanha eleitoral esclarecedora verdadeiramente.

Deixe uma resposta