Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Jacundá

Dança das cadeiras segue em Jacundá com troca constante de secretários

Tem auxiliar do prefeito que nem bem esquenta o assento é já levanta para dar o lugar a outro. A Secretaria de Finanças, por exemplo, já foi ocupada por 11 pessoas em um ano e meio de governo
Continua depois da publicidade

De 1º de janeiro de 2017 a julho deste ano, a rotatividade de secretariado da administração municipal de Jacundá tem sido intensa. 67 alterações nas 12 secretarias, chefia de gabinete e Procuradoria Geral de Advocacia já é um recorde entre as ex-gestões. E mais duas ou três mudanças podem acontecer nos próximos dias. A campeã de alternância na cadeira de secretários continua sendo Secretaria de Finanças. Nela já sentaram 11 ocupantes. Atualmente o advogado Sérgio Ribeiro mantém o detentor do posto e bate um recorde.

Leila Barbosa só saiu do posto de secretária de Educação, no final de dezembro do ano passado, enquanto a primeira-dama Marilene, da Assistência Social abriu lugar para a ex-vereadora Geane de Deus, que perdeu o posto para Priscila do Nascimento. Esta perdeu seu lugar a pedido da vereadora Lane Pinheiro, que negou ter indicado Claudia Barbalho.

Permaneceu na corda bamba até cair o secretário de Meio Ambiente e Turismo (Sematur), engenheiro florestal João Victor Morais Rios, filho do ex-secretário de Obras do governo Dino Altoé, Agnaldo Pezzin. Ele perdeu o lugar para a professora Nacy Guedes no mês passado, indicada pela vereadora Marta Costa.

Agora quem está na corda bamba são os secretários de Adriano Queiroz, da pasta da Agricultura e Pesca, e pastor Ednelson de Andrade Lobato, da Secretaria de Indústria, Comércio e Agronegócio, e por último, a secretária de Educação, Leila Barbosa. As secretarias estariam pleiteadas pelos vereadores Lindomar Marinho e Weslimar Mulato. À Reportagem, o vereador Lindomar negou. Nego Lima, como é conhecido o Mulato, não foi localizado.

Na semana passada o Departamento Municipal de Trânsito Urbano (DMTU) mudou de direção. Saiu o servidor Eduardo Valmini, e entrou o pastor Halsen do Nascimento, ligado ao vereador José Wilson.

Procurado, o secretário de Administração e Planejamento, Eduardo Barth, genro do gestor, não quis comentar.

Veja a evolução

Secretaria Municipal Nomeações
Secretaria de Saúde 5
Mulher 3
Administração 6
Educação 3
Obras 3
Agricultura 4
Meio Ambiente 5
Finanças 11
Cultura 5
Terras 3
Indústria 2
Assistência Social 4
Chefe de Gabinete 6
Procuradoria 7

Deixe uma resposta