Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Pará

Delegado Gabriel deixa Parauapebas para assumir delegacia da recém criada Divisão Estadual de Narcóticos

A Secretaria de Segurança Pública do Pará acaba de criar a Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), substituindo a antiga Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE). A nova divisão terá atuação em nível estadual voltada à prevenção e à repressão ao tráfico e consumo de entorpecentes no Estado do Pará. Hennison Jacob Azevedo, diretor da antiga DRE – Delegacia de Repressão a Entorpecentes, assume a direção da Denarc.

E quem assumiu a mais nova delegacia da Denarc em Belém foi um velho conhecido da população de Parauapebas, o delegado Gabriel Henrique Alves Costa, que deixou o cargo de diretor da 20ª Seccional de Polícia de Parauapebas para assumir a nova função.

As instalações da delegacia que abriga a Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), localizada no bairro do Telégrafo, em Belém, foram inauguradas na última terça-feira (25) pelo governador Simão Jatene. A unidade policial conta com dois pavimentos, salas de atendimento ao público, recepção, auditório, estacionamento, depósito de apreensões, sala de Chefia de Operações e outros ambientes. Na solenidade, o governador destacou que o tráfico de drogas está na raiz da maioria dos atos de violência que afetam a sociedade atual.

Segundo estatísticas da Polícia Civil do Pará, hoje no sistema penal, 17% dos presos foram envolvidos com tráfico de drogas. E quando se passa para o campo feminino esse número sobre para 60%.

Desde 2011, o enfrentamento ao narcotráfico se tornou uma das prioridades do Sistema de Segurança Pública do Pará, que registrou um aumento significativo no volume de apreensões e prisões ligadas a esse tipo de crime. Em 2015, foram realizadas 958 operações de combate ao tráfico de drogas no Pará, com apreensão de 1.626 quilos de maconha e 326 quilos de cocaína. Essas operações resultaram em 4.996 prisões – o equivalente a 416 prisões por mês, ou 14 traficantes presos por dia no Pará durante todo o ano. Somente no primeiro semestre de 2016 foram apreendidas quase 200 toneladas de maconha e derivados, o equivalente a mais de mil quilos por dia, além de 46 prisões efetuadas e 235 denúncias de tráfico de drogas recebidas pelo disque-denúncia e atendidas pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes.

 No lugar do delegado Gabriel na Seccional de Parauapebas assume o delegado Marcio Maia, oriundo de Marabá.

Comentários ( 6 )

Deixe uma resposta