Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Eventos

Demandas nas áreas de infraestrutura e saúde serão pontos de discussão na 1º Marcha de prefeitos do Pará

A 1º Marcha será o momento de discussão sobre as demandas dos municípios em todas as regiões do Pará
A continuação do “Programa Luz para Todos”, melhorias em estradas e investimentos em saúde são algumas das demandas que os municípios paraenses vão destacar na 1º Marcha a Belém em Defesa dos Municípios Paraenses. O evento será realizado no dia 15 de maio, das 8h às 15h, no Hangar – Centro de Convenções da Amazônia.
A 1º Marcha será o momento de discussão sobre as demandas dos municípios em todas as regiões do Pará. Será o espaço de diálogo de gestores municipais e as bancadas de parlamentares estaduais e federais, além de representantes do Governo Federal e Estadual, para a definição de encaminhamentos e soluções a pequeno, médio e longo prazo.
É a primeira vez que a Marcha está sendo realizada no Pará, nos moldes da XX Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, organizado pela Confederação Nacional dos Municípios – CNM. A promoção é da Federação das Associações dos Municípios do Estado do Pará (Famep), com as Associações e Consórcios Regionais.
Demandas – O Consórcio de Desenvolvimento Socioeconômico Intermunicipal (Codesei), que representa os municípios da região do Baixo Tocantins, elencou 10 demandas prioritárias para o desenvolvimento local. Além da continuação do “Luz para Todos”, o Consórcio destacou a necessidade de requalificação e reaparelhamento do Hospital  Regional de Cametá, para que ele atenda realmente as necessidades da região. Os municípios associados ao Consórcio, vão destacar ainda a importância da conclusão e de investimentos nas rodovias PA-379, PA-151 e BR-422.
A Associação dos Municípios do Araguaia, Tocantins e Carajás (Amat – Carajás) destacará entre suas prioridades a intervenção nas rodovias BR 155,158,422 e 230; a recomposição das perdas dos investimentos provenientes da compensação financeira dos recursos hídricos; incremento dos recursos disponibilizados pelo INCRA para área de assentamentos em situação de emergência; entre outros.
A educação e a assistência social serão uma das áreas para as quais a Associação dos Municípios das Rodovias Transamazônica Santarém/Cuiabá e Região Oeste do Pará (Amut) vai tentar atrair apoio.  Merenda e transporte  escolar, ampliação do Ensino Médio e implantação de CREAS na região também estão entre as demandas da Associação.
Já o Consórcio Integrado de Municípios Paraenses (Coimp) vai dialogar com parlamentares, o executivo estadual e federal sobre a necessidade de ações de infraestrutura urbana, habitação, entre outras necessidades dos municípios. Outras demandas serão pontuadas pelas demais associações municipais durante a 1º Marcha.

Deixe uma resposta