Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Canaã dos Carajás

Depois de ter a prefeitura invadida, Jeová recebe membros do MST e ouve reivindicações

No início da semana membros do MST invadiram a sede da prefeitura do município com o objetivo de falar com o prefeito, mas não foram recebidos.

O prefeito de Canaã dos Carajás, Jeová Andrade, recebeu no início da tarde desta quarta-feira (22) representantes de trabalhadores rurais do Movimento Sem Terra (MST) que estão em ocupações na zona rural do município. A reunião foi agendada na última segunda-feira, quando os trabalhadores estiveram na sede da administração, reivindicando uma audiência para apresentarem suas demandas.

Também estiveram presentes o vice-prefeito, Alexandre Pereira, secretários de Governo, Roberto Andrade, e de Desenvolvimento Econômico, Jurandir José dos Santos, chefe de Gabinete, Edilson Valadares, diretor do Instituto de Desenvolvimento Urbano (IDURB), Alison Milhomen, procurador do município, Hugo Leonardo, além dos vereadores Wilson Leite e Maria Pereira.

Os representantes dos trabalhadores apresentaram três principais reivindicações:

1) pedido para que a prefeitura suspenda a negociação de áreas que serão doadas pela Vale para empreendimentos do município até que o INCRA [Instituto de Colonização e Reforma Agrária] faça o levantamento da situação dessas áreas;

2) que o prefeito solicite da Vale uma relação das áreas adquiridas no município; 3) que a prefeitura convoque Vale e INCRA para uma audiência com a presença dos trabalhadores rurais.

Em relação ao primeiro ponto, o prefeito Jeová Andrade esclareceu que tem interesse em regularizar a situação para que os assentados ou em áreas de ocupação possam produzir, mas destacou que a Vale precisa cumprir condicionantes ambientais dos projetos no município e não cabe à prefeitura discutir como essas terras foram adquiridas.

“Se as áreas de compensação não forem asseguradas, o município corre o risco de perder os projetos de mineração, cujas licenças foram concedidas com essas condições”, disse. O prefeito informou ainda que está em discussão com a Vale para doação de uma área para a implantação do Distrito Industrial e Polo Universitário de Canaã, mas que essas áreas não tem relação com as ocupadas e que o município não está discutindo doação de áreas de conflito para esses empreendimentos.

Em relação à segunda solicitação dos produtores, Jeová se comprometeu a avaliar se há respaldo jurídico para realizar tal solicitação. Por fim, ele definiu como uma necessidade importante o agendamento de uma audiência em que estejam presentes todos os entes interessados no assunto. O prefeito se comprometeu a entrar em contato com a Vale, INCRA e Terra Legal para “agendar uma mesa redonda e abrir espaço para todos”.

O prefeito também foi questionado sobre a possibilidade de se criar mais um espaço para a comercialização de produtos oriundos da zona rural do município. Ele informou que a Feira do Produtor, recém-inaugurada, atende principalmente os feirantes antigos, que já atuavam no centro da cidade. “Quero muito que, em breve, seja necessário construir uma nova feira ou espaço para comercialização, desde que a produção no município cresça”, disse. Jeová também ressaltou que o formato da Feira do Produtor “está em discussão permanente”.

Fonte: Ascom PMCC

Deixe uma resposta