Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Futebol

Desportiva Paraense vai mesclar juventude e experiência para surpreender na Segundinha

Walter Lima comanda a equipe de Marituba, que estreia contra o Parauapebas na segundinha, e vai em busca do acesso inédito para a elite do Parazão

Por Fábio Relvas

A Sociedade Desportiva Paraense (SDP) é um clube de empresários da cidade de Marituba e neste ano de 2017, vai para a sua terceira participação no Campeonato Paraense da segunda divisão e  está na Chave A2 ao lado de Parauapebas, Carajás, Tiradentes e Izabelense. Há três meses a equipe iniciou os trabalhos visando duas competições que coincidiram ao mesmo tempo: o sub-20 e a Segundinha.

Como o ideal do clube é garimpar novos talentos, a prioridade está sendo o Campeonato Paraense sub-20, já visando à participação na Copa São Paulo de Futebol Júnior em 2018, vaga conquista após o vice-campeonato deste ano pelo sub-17, quando perdeu o título estadual da categoria para o Clube do Remo. O técnico da equipe é o experiente Walter Lima, que aposta na garotada e também em alguns jogadores mais experientes que vieram da equipe do São Francisco de Santarém, como o lateral-direito Andrei Lopes, o lateral-esquerdo Andrelino e os meias Juninho e Samuel. Esses atletas foram vice-campeões do Parazão em 2016.

“A Desportiva tem um plantel grande em se tratando das categorias sub-17 e sub-20, então são muitos jogadores e dentro desse quadro de jogadores é que nós dividimos as categorias. Hoje é da Segundinha e do sub-20. A minha ideia é que pudesse conciliar em função do calendário e que não coincidissem os jogos, mas infelizmente vai coincidir. Como a Segundinha é prioridade para dá uma base para a Copa São Paulo, agora são duas equipes para poder alternar e colocar os garotos para jogar e esse é o objetivo maior. Temos que ter sabedoria para conciliar e confiar nos atletas que irão”, afirmou Walter Lima.

O treinador não destaca jogadores dentro do grupo e sim o elenco como todo. A ideia na Segundinha é mesclar a experiência com a juventude da maioria dos atletas que estão a sua disposição para atuar na competição estadual. A melhor campanha da Desportiva na segunda divisão foi em 2015, quando chegou até a semifinal e foi eliminada pelo Águia de Marabá em jogo dramático no estádio Zinho Oliveira. Walter Lima vem acompanhando como pode o PFC, seu primeiro adversário na competição deste ano.

“Eu tenho acompanhando relativamente o time do Parauapebas. Hoje as informações elas viajam em uma velocidade muito rápida e te proporciona a ganhar o conhecimento e se embasar de conteúdo sobre alguma equipe. Tenho acompanhado assim, dessa maneira, nessas circunstâncias. Vejo a nível de escalação a equipe e os jogadores que estão no PFC. São jogadores que já estão acostumados a jogar, são qualificados, é uma boa equipe”, declarou Waltinho.

As principais informações que chegaram ao treinador sobre o Parauapebas Futebol Clube foi em relação aos jogos amistosos realizados pelo Gigante de Aço: um contra a Seleção de Canaã dos Carajás, no estádio Benezão, onde o placar terminou em 2 a 2 e outra partida diante do Gavião Kyikatejê, no estádio Rosenão, também com resultado de empate, desta vez em 0 a 0.
Waltinho sabe bem da qualidade do elenco adversário e aponta o PFC como um dos favorito para o acesso.

“No plano individual eu vejo assim as equipes mais fortes: Parauapebas, Tapajós, Bragantino e Tuna. São a equipes que procuraram pegar a nata dos jogadores que jogam no futebol paraense. Parauapebas até se reforçou com jogadores a mais que vieram de fora. Uma equipe que tem Thiago Potiguar, Flamel, Monga, Aleílson, Bilau e Wanderlan na defesa, é uma equipe super forte. Era uma equipe para disputar a primeira fase do Campeonato Paraense, não seria nem Segundinha. É uma equipe que dá ideia que está credenciada para subir para o Parazão em sua fase de elite. Seria um atropelo se não viesse essa classificação. É uma equipe muito qualificada, vejo assim dessa maneira”, finalizou o técnico.

O time da Desportiva venceu o Cruzeiro, por 4 a 2, no Centro de Treinamento (CT) de Marituba, nesta quinta-feira (12/10), valendo pelas oitavas de final do Campeonato Paraense sub-20. Com isso, a equipe vai enfrentar o Clube do Remo, nas quartas de final da competição, no domingo, dia do jogo contra o PFC pela Segundinha. Sendo assim, Walter Lima vai ter um quebra-cabeça para montar os dois times em ambas competições.

A Desportiva Paraense chega no próximo sábado na capital do minério para a estreia na Segundinha na luta pelo acesso inédito a elite do Parazão. A partida contra o Parauapebas Futebol Clube está marcada para domingo (15/10), às 16h, no estádio José Raimundo Roseno Araújo, o Rosenão.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido contra cópia!