Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Curionópolis

Cavalgada Ruralista retorna com toda força em Curionópolis

Em sua sétima edição, o evento foi elogiado pela organização e mobilização dos participantes

No último sábado (30), amazonas e cavaleiros desfilaram pelas ruas principais de Curionópolis em um grande movimento que atraiu a atenção da população. Foi a Cavalgada Ruralista de Curionópolis que, após um hiato de três anos, voltou a ser realizada. Em sua sétima edição, o evento foi elogiado pela organização e mobilização dos participantes.

“Muitas comitivas participaram da cavalgada e tudo foi muito bem organizado. Nós fomos muito bem recebidos”, disse o representante da Comitiva ‘Unidos Pelo Leite’, Geraldo Eustáquio. “O prefeito Adonei Aguiar e sua equipe estão de parabéns por apoiar este evento. Foi tudo maravilhoso, organização perfeita”, afirmou o deputado estadual Eliel Faustino, que conduziu a cavalgada ao lado do prefeito de Curionópolis e da primeira-dama, Verônica Rabelo.

“Esse grande evento já é tradição em nosso município, mas há três anos não era realizado. Nós estamos resgatando a cavalgada porque acreditamos na força do agronegócio e sabemos da sua importância para a economia do nosso município, principalmente porque temos o maior rebanho bovino da região”, afirmou Adonei Aguiar.

O prefeito adiantou ainda que, no próximo ano, será realizada a Feira de Exposições e Agronegócios de Curionópolis. Em parceria com as entidades que representam o setor na cidade, a intenção do evento é movimentar a economia local e potencializar os investimentos no setor rural do município.

Madevab Alves Bezerra, conhecido como “Cabelinho”, é vice-presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Curionópolis (SIPROC) e destacou a importância do apoio do poder público para a realização da cavalgada: “se não fosse a prefeitura, com certeza esse evento não teria saído; foi fundamental o apoio do governo”.

Quem também prestigiou o evento foi o presidente da Câmara, o vereador Francisco Aderbal de Oliveira. “Tanto os organizadores da cavalgada quanto as comitivas estão de parabéns, foi tudo muito organizado. Nossa cidade ganhou muito com a retomada desse evento”.

Depois da cavalgada, cujo percurso foi iniciado no Posto Fiscal da PA-275 e encerrado no Galpão da Coomigasp, a programação seguiu com almoço, sorteio de brindes, premiação das comitivas que se destacaram e shows. Na competição entre as comitivas, a ‘Lagoinha’ ganhou o primeiro lugar, seguida pela ‘Unidos Pelo Leite’ em segundo, ‘Pantanal’ em terceiro e, em quarto, a Fazenda Santo Antônio.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Eventos

Programação oficial da FAP 2017 será lançada neste sábado (12)

A Feira acontece entre os dias 6 e 10 de setembro no Parque de Exposições Lázaro de Deus Vieira Neto, em Parauapebas

Comunidade, empresários e veículos de comunicação estão convidados para prestigiar o lançamento oficial da Feira de Agronegócios de Parauapebas (FAP) 2017, que este ano traz o tema “A Força que Vem do Campo”. O evento será no Tatersal do Parque de Exposições Lázaro de Deus Vieira Neto, neste sábado (12), a partir das 19 horas, e é organizado pelo Sindicato dos Produtores Rurais de Parauapebas (Siproduz).

O evento de sábado contará com a presença de João Barreto (foto), presidente do Siproduz, e do prefeito Darci Lermen. Durante a programação as candidatas à Rainha FAP 2017 se apresentarão e artistas da terra terão uma participação especial. “Este ano queremos fortalecer o que temos de mais precioso em nosso município. Mostrar que o que é plantado e colhido aqui tem potencial pra elevar o poder econômico de Parauapebas. A força que vem do campo é um tema para nos levar à valorizar a produção rural e sua força para a região”, destacou João Barreto ao Blog.

“Uma grande novidade este ano é a oportunidade de gerar e oferecer negócios.  Teremos uma ótima parceria com bancos e iniciativas privadas para que os pequenos, médios e grandes produtores possam fazer negócios. Isso também estará aberto aos empresários que estejam em outros ramos de atuação, fora da produção rural. A FAP 2017 vai integrar negócios e comunidade, trazendo espaços para quem é de Parauapebas ter seus recursos reconhecidos aqui, principalmente”, acrescentou o presidente do Siproduz.

De acordo com a organização do evento, as metas da FAP este ano são: fortalecer desde o menor ao maior produtor rural com capacitação, novos negócios, investimentos; gerar renda no município e consolidar esses investimentos para que retornem em benefício à comunidade de maneira geral. Em 2017 a feira será entre os dias 6 e 10 de setembro.

Agronegócio

​Santander inaugura amanhã (11) loja direcionada ao agronegócio no Pará

"Inaugurar uma loja Agro em Paragominas é o reconhecimento dos esforços do município em ter atividades agrícolas e pecuárias sustentáveis", disse Carlos Aguiar, superintendente executivo de Agronegócios do Santander.

O Santander inaugurará amanhã (11) uma loja totalmente voltada ao agronegócio no Pará. A partir dessa data, o produtor rural da região de Paragominas, nordeste do Estado, receberá atendimento exclusivo e especializado. O espaço de negócios fica na Praça Célio Miranda, 294, Loja 03, Centro. A inauguração será às 9h, com a presença de autoridades locais políticas e do agronegócio.

“O Pará é um Estado de relevância no agronegócio nacional. Inaugurar uma loja Agro em Paragominas é o reconhecimento dos esforços do município em ter atividades agrícolas e pecuárias sustentáveis. Apoiaremos sempre os produtores que precisarem de financiamento para seus negócios prosperarem”, afirma Carlos Aguiar, superintendente executivo de Agronegócios do Santander.

O espaço de negócio na cidade paraense é o primeiro no Estado e o sexto a ser inaugurado no País. Faltarão apenas duas lojas – em Balsas (MA) e em Primavera do Leste (MT) – para o Banco cumprir seu cronograma de inaugurações para o primeiro semestre. Desde janeiro até o momento, foram inaugurados estabelecimentos em Cristalina (GO), Naviraí (MS), Posse (GO), Campo Novo do Parecis (MT) e Canarana (MT). Todas essas unidades se somam às 300 agências vocacionadas ao setor distribuídas por todo o País.

As lojas fazem parte da estratégia do Santander em estar em localidades onde ainda não está presente. A estrutura de atendimento, em horários pré-agendados, será composta por um gerente geral, dois gerentes comerciais e um gerente de atendimento, sem a presença de caixas. O atendimento não relacionado ao agronegócio continuará a ser feito na agência mais próxima da loja. No caso dos clientes de Paragominas, será a do município de Ananindeua.

O plano de expansão do Banco segue a visão otimista para o setor: projeções do Departamento Econômico do Santander apontam elevação de 0,7% da economia do País neste ano, enquanto o PIB do Agronegócio deve ter aumento de mais de 2%. “O Agronegócio é o único setor que tem sido resiliente à crise e que está contribuindo para a retomada do crescimento da economia brasileira. O financiamento ao produtor rural não pode se limitar apenas ao crédito rural subsidiado”, destaca o executivo.

Em 2016, o total da carteira de crédito ao setor do Santander somou quase R$ 40 bilhões, sendo R$ 9 bilhões de linhas de repasse e o restante de recursos livres. Também no ano passado, o Banco contratou mais de 40 agrônomos para atuar nas fronteiras agrícolas.

Educação

Curso Técnico em Agronegócio forma primeira turma no Pará

Além desse curso, uma faculdade voltada para a área do agronegócio será implantada em Santa Isabel do Pará

Na manhã da última sexta-feira (17) o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR-PA) realizou a solenidade de formatura da primeira turma do Curso Técnico em Agronegócio. O evento aconteceu na Associação Cultural Nipo-Brasileira de Santa Isabel do Pará e Santo Antônio do Tauá e reuniu autoridades, equipe do polo presencial de Santa Isabel do Pará, além de amigos e familiares dos 44 formandos.

O secretário executivo do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR Brasil), Daniel Carrara, que em 2015 participou da aula inaugural dos dois polos da Rede e-Tec Brasil no SENAR no estado – em Santa Isabel do Pará e em Capanema –, presidiu a colação de grau e dividiu a mesa com o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Pará (Faepa), Carlos Fernandes Xavier, o prefeito de Santa Isabel do Pará, Evandro Watanabe, o reitor da Universidade Rural da Amazônia (Ufra), Sueo Numazawa, o secretário adjunto da Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), Afif Jawabri, o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Santa Isabel do Pará e Santo Antônio do Tauá (Sinpriz), Herbert Koji Yamanaka, e a patrona da turma, Iacira Sedrim.

Também estiverem presentes na formatura o superintendente do SENAR-PA, Walter Cardoso, a coordenadora da Rede e-Tec Brasil no Senar no Pará, Maria Luzilândia Pereira de Sousa, e o engenheiro agrônomo Celso Iran Puget Botelho, representando a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater).

O presidente do Conselho Administrativo do SENAR-PA e presidente da Faepa, Carlos Xavier, explica que essa turma foi a realização de um grande projeto. “É uma sensação de dever cumprido quando devolvemos à comunidade 44 técnicos em agronegócio, dos quais muitos deles já estão comprometidos com o setor. Com isso, estamos criando um novo tempo para impulsionar o agronegócio brasileiro, já que o setor exige uma demanda crescente por profissionais capacitados para atender os novos empreendimentos”, comenta.

O superintendente do SENAR-PA, Walter Cardoso, falou da emoção e da satisfação da instituição de levar saber e conhecimento ao homem do campo e revelou o orgulho que sente em acompanhar o interesse e o engajamento de cada um dos formandos. “Através das atitudes de cada técnico qualificado em alto nível esperamos que o SENAR continue transformando vidas através da produção rural e fazendo a diferença no o dia a dia dentro das propriedades”, disse.

Para o presidente do Sinpriz, essa formatura é histórica na vida dos concluintes e também do polo presencial de Santa Isabel do Pará. “Celebramos o resultado de um trabalho desenvolvido ao longo de dois anos e, o resultado, é ter a certeza que eles saem daqui preparados para o mundo do trabalho, conscientes do seu papel enquanto técnico e ser humano. Isso nos dá a certeza de termos cumprido nosso dever”, ressalva.

A patrona da turma, Iacira Sedrim, contou sobre sua trajetória profissional e da sua realização em vivenciar esse momento. Ela, que foi a primeira superintendente do SENAR-PA, foi aplaudida de pé pelos formandos, enquanto falava de uma vida dedicada ao campo. “Pela minha vivência profissional, dedico a vocês meu sentimento de amor e gratidão pelo agro e por tudo que ele me proporcionou na vida. É a realização de um sonho o que hoje estamos vivendo”, revelou.

Além desse curso, uma faculdade voltada para a área do agronegócio será implantada em Santa Isabel do Pará, revelou o secretário-executivo do SENAR, Daniel Carrara. “Em breve traremos cinco cursos da Faculdade CNA para cá, pois acreditamos que o conhecimento amplia as oportunidades de trabalho e promove melhorias na qualidade de vida, contribuindo para que o Brasil do agro cresça ainda mais forte”, finaliza.

A oradora da turma, Angela Tokumitsu, deixou como mensagem aos colegas a necessidade de que reconheçam em sua profissão a importância do agro para o país. “Há anos o agronegócio vem mostrando que é a principal “locomotiva” da economia brasileira. O nosso conhecimento é importante para o processo de evolução do agronegócio e enquanto técnicos podemos contribuir para que o setor conquiste cada vez mais respeito e avanços”, lembrou.
Durante a colação de grau foram homenageados pelos formandos: os pais, os tutores, o empresário Yasuhide Watanabe, o prefeito de Santa Isabel do Pará, Evandro Watanabe, a patrona da turma, Iacira Sedrim, o paraninfo, Carlos Xavier, e ainda, o superintendente do SENAR-PA, Walter Cardoso, e o presidente do Sinpriz, Herbert Koji Yamanaka.

Paixão dedicada ao campo

A nova técnica em agronegócio, Suzane Cardoso se interessou pelo curso por ser filha de produtor rural e trabalhar na área de Ciências Agrárias, mas foi sua paixão pelo campo que falou mais forte na busca de conhecimento em gestão. “O desejo de me inscrever surgiu da vontade de melhorar a administração de uma propriedade agrícola, aliando prática à teoria”, conta.

Para uma das formandas da primeira turma do curso no estado do Pará, a experiência foi gratificante. “O curso é excelente e me surpreendeu pelo conteúdo, o material didático, as aulas presenciais, a relação aluno/professor/ produtor. Sem falar da equipe do Polo Santa Isabel do Pará que sempre nos apoiou e incentivou no decorrer do mesmo. Foi o melhor que fiz na minha vida e gostaria que muitos pudessem compartilhar dessa experiência”, revela.

Após a colheita de conhecimento, Suzane volta ao campo mais otimista e preparada para o mercado de trabalho. “Minha expectativa agora é contribuir para o desenvolvimento do homem do campo, mostrando aos meus familiares e produtores rurais, sejam eles pequenos, médios ou grandes, que o futuro do país está no agronegócio. Portanto, precisamos não apenas preparar o solo, semear/plantar e colher, necessitamos fazer um planejamento prévio, conhecer as preferências e exigências do mercado consumidor e os possíveis concorrentes, enxergar o antes, durante e após a porteira, sempre com uma visão sustentável. Assim seremos não apenas produtores rurais e sim empreendedores do Agro”, finaliza confiante.

Fonte: Senar – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural

error: Conteúdo protegido contra cópia!