Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Improbidade

Redenção: Operação do MPPA apreende R$ 184 mil em residência da secretária de Obras

A pedido da promotora de justiça Lorena Miranda, titular da promotoria de Redenção, a Justiça determinou o afastamento da secretária do cargo, juntamente com quatro servidores da secretaria.

O Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) deflagrou, na manhã desta 6ª feira (19), operação de busca e apreensão na residência da secretária de obras de Redenção como parte de um processo que investiga a prática de improbidade administrativa na administração municipal. No local, foram apreendidos R$ 184 mil.

A secretária Maria Cristina Caldas Rodrigues, que é arquiteta, é suspeita de elaborar e aprovar projetos pela Secretaria de Obras sem recolher o valor dos alvarás à prefeitura. A pedido da promotora de justiça Lorena Miranda, titular da promotoria de Redenção, a Justiça determinou o afastamento da secretária do cargo, juntamente com quatro servidores da secretaria.

A operação é coordenada pelas promotoras de justiça Lorena Miranda e Cremilda Aquino, da promotoria de Conceição do Araguaia, com apoio do procurador de justiça Nelson Medrado e da equipe do Núcleo de Combate à Improbidade Administrativa do MPPA.

A equipe também esteve na Secretaria de Obras e no Instituto de Pesquisa e Planejamento do município. Nestes locais foram apreendidos documentos, computadores e mídias, que serão analisados durante o processo investigatório.

Segundo a promotora Lorena Miranda, após a análise dos documentos e de outros aspectos da investigação, o MPPA adotará as providências judiciais e extrajudiciais cabíveis.

Texto: Assessoria de Comunicação Social

Tráfico

Receita Federal apreende 16,6 Kg de skank no aeroporto de Belém

Apreensão ocorreu no início da tarde de hoje, 28. É a segunda apreensão da droga esse mês no aeroporto de Belém em voo vindo de Manaus.

Em operação de fiscalização aduaneira em desvio de voo doméstico, a equipe de plantão da Alfândega da Receita Federal do Brasil do Aeroporto Internacional de Belém apreendeu 16 quilos e seiscentos gramas de skank.

A droga estava em posse  de um passageiro que estava no voo 5912, proveniente de Manaus, da empresa MAP.

A referida droga é obtida por produção em laboratório,  feita por meio de vários cruzamentos de tipos de maconha, sendo por isso considerada como uma  “super maconha”.

O Infrator que transportava a droga informou que estava fazendo isso pela primeira vez, tendo como destino final do entorpecente a cidade do Rio de Janeiro. Ainda declarou que iria ganhar por esse transporte entre R$ 5.000,00 a R$ 7.000,000 reais.

Na semana passada outros 11,5 kg foram apreendidos no aeroporto de Belem em operação realizada pelo Ibama e pela Receita Federal.

Receita Federal apreende 11,5 kg de skank no Aeroporto de Belém

Apreensão, realizada em parceria com o IBAMA, ocorreu no início da tarde de hoje, dia 24.

Em operação de fiscalização aduaneira em desvio de voo doméstico, com participação do IBAMA, a equipe de plantão da Alfândega da Receita Federal no Aeroporto Internacional de Belém apreendeu, com um passageiro do voo 5912 da empresa MAP, proveniente de Manaus, 11 quilos e meio de skank.

Trata-se de uma droga produzida em laboratório, feita através de vários cruzamentos de tipos de maconha, considerada como uma “super maconha”.

Segundo relato do passageiro portador do entorpecente, que foi preso em flagrante, era sua segunda viagem praticando o ilícito, sendo que a droga tinha como destino final a cidade do Rio de Janeiro.

O infrator e a droga apreendida foram encaminhados à Polícia Federal para as providências pertinentes.

Polícia Civil

Polícia Civil apreende menor acusado da morte do empresário Valdir da Campo em Eldorado dos Carajás

Segundo o delegado Thiago Carneiro, há suspeitas de mais pessoas envolvidas no crime

Polícia Civil do município de Eldorado do Carajás, após exaustiva investigação, apreende o adolescente infrator L.S.C., suspeito de ter praticado o ato infracional análogo ao crime de homicídio, tendo como vitima o Sr. Valdir da Campo no dia 09 de dezembro de 2016 no município. A vítima foi encontrada dois depois do fato com várias perfurações de golpe de arma branca, tipo faca.

A Policia Civil encaminhou o Auto de Investigação ao Ministério Público, que mediante os meios de provas colhidos na fase investigatória, representou pela interação provisória do adolescente, sendo decretada pelo Poder Judiciário.

Segundo o delegado Thiago Carneiro, há suspeitas de mais pessoas envolvidas no fato delituoso, todavia, os nomes não podem ser divulgados para não atrapalhar as investigações. O delegado Thiago Carneiro afirmou que a materialidade e autoria já são de conhecimento da Polícia local.

Valdir da Campo era pecuarista. Foi presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Eldorado dos Carajás e da Associação dos Madeireiros de Eldorado dos Carajás – Assimec. Ele tinha 60 anos de idade, era divorciado e deixou dois filhos. O crime chocou a população de Eldorado do Carajás, causando grande repercussão, uma vez que a vítima era bastante conhecida no meio social da região de Carajás.

Drogas

Operação Caldeirão: Polícia Civil apreende 75 kg de haxixe em Marabá e Parauapebas

Adolescentes viraram “mulas” e transportavam a droga que vinha do Goiás para Marabá e Parauapebas

Batizada de “Caldeirão”, uma operação bem sucedida, comandada pelo delegado Marcelo Delgado, superintendente da Polícia Civil do Sudeste, com sede em Marabá, apreendeu 75 quilos de haxixe neste sábado, dia 14, e tirou de circulação três pessoas que trabalhavam no ramo proibido por lei.

A operação iniciou por volta de 5 horas da manhã quando os policiais se deslocaram para a divisa dos Estados do Pará com o Tocantins a espera das mulas, e contou com apoio da Denarc (Divisão Estadual de Narcótico) e os delegados Marcelo Delgado (superintendente da Polícia Civil em Marabá), Antônio Miranda (Superintendência do Araguaia), Márcio Maia (diretor da 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas) e Washington, além de vários investigadores.

Segundo o delegado Miranda, trata-se de tráfico interestadual de drogas, pois o haxixe vinha de Goiânia-GO para ser distribuído entre Marabá e Parauapebas. Na primeira cidade foram apreendidos 50 quilos e na segunda 25 quilos da droga.

A primeira a “cair” foi uma adolescente de 17 anos, na Rodoviária da folha 32, em Marabá, com 50 quilos de haxixe. Ela transportava uma mala preta contendo tabletes prensados.

Um homem e outra adolescente foram presos em Parauapebas. O trio, ainda de acordo com o delegado Miranda, foi autuado em flagrante delito por associação criminosa à prática de tráfico de drogas.

O haxixe é uma substância extraída das folhas da Cannabis sativa, uma planta herbácea da família das Canabiáceas – a mesma planta usada para produzir maconha. Porém enquanto a maconha tem 4% de THC (tetrahidrocannabinol), o haxixe concentra até 14%.

Parauapebas

Adepará apreende 251 quilos de queijo em Parauapebas

Equipe da Adepará de Parauapebas, sudeste do Estado, aprendeu na tarde desta terça-feira (29) 251 kg de queijo no município. Segundo os técnicos da Agência, o produto teria sido fabricado em estabelecimentos clandestinos e não possuía registro em nenhum serviço de inspeção, que é o que garante a sua qualidade. A carga será encaminhada para destruição na graxaria de um frigorífico em Marabá. A apreensão ocorreu por volta das 16h.

De acordo com informações repassadas pela fiscal estadual agropecuária da Adepará, Sumaya Paulinho, que realizou a apreensão, os produtos já estavam embalados em barras e foram apreendidos numa distribuidora de frios de Parauapebas. “Os queijos provavelmente iriam seguir para comercialização no próprio município, em Canaã dos Carajás e em Curionópolis”, diz o gerente do Serviço de Inspeção Estadual, Elton Toda.

SIE

Antes de apreender qualquer produto, a Adepará realiza primeiramente orientações e, se for o caso, solicita adequações para que sejam feitas no estabelecimento e/ou no processo de produção. O objetivo é o cumprimento das normas sanitárias vigentes, garantindo segurança alimentar ao consumidor.

Para obter o registro, o produtor pode procurar a Agência, para regularizar sua produção. Com ele, o produto ganha um selo de qualidade, que permite a sua comercialização de forma legal. Além disso, é possível ampliar mercados, expandir vendas, diferenciar e qualificar os produtos, desenvolver a confiabilidade dos consumidores e gerar riquezas.

 

Parauapebas

Vigilância Sanitária apreende carnes sem procedência em açougues

fotos vigilânciaCom o objetivo de fiscalizar e coibir irregularidades, a Vigilância Sanitária Municipal realizou uma ação na última sexta-feira (31) e sábado (1º) e encontrou grande quantidade de carnes, derivados de carne e queijos sem procedência, ou seja, sem a inspeção do Serviço de Inspeção Municipal (SIM) Serviço de Inspeção Estadual (SIE) ou Serviço de Inspeção Federal (SIF) em açougues da cidade.

No total, nove açougues foram inspecionados e mais de uma tonelada de carnes bovina, suína e avícola, além de 90 kg de linguiça e 40 de queijo, foram apreendidas. Os proprietários dos estabelecimentos foram autuados e as multas devem ser entregues ainda nesta semana.

De acordo com a coordenadora municipal da Vigilância Sanitária, Vanessa Cristian dos Anjos, a fiscalização acontece diariamente. “As ações acontecem sem uma sequência pré-estabelecida, justamente para que os comerciantes não fiquem de sobreaviso. Algumas vezes realizamos duas vezes ao mês durante dois dias consecutivos, ou uma vez ao mês dia de domingo, por exemplo, ou fazemos todos os fins de semana em um ponto da cidade de cada vez”, explicou a coordenadora.

vigilânciaA equipe de vigilância fiscaliza os estabelecimentos para emissão de licença sanitária anualmente. Após essa emissão, retorna em alguns estabelecimentos para monitorar. “O monitoramento é feito aleatoriamente, priorizando sempre os de maior risco, como açougues, padarias, cozinhas industriais e alguns restaurantes de maior comércio”, detalha Vanessa Cristian.

Além das fiscalizações, a vigilância também faz ações sistemáticas, acompanhadas de polícia, por haver a possibilidade de apreensão ou inutilização de produtos e/ou interdição dos estabelecimentos. As mercadorias recolhidas são descartadas no aterro sanitário.

Para denunciar, entre em contato com a Vigilância Sanitária, pelos telefones 3346-8533/8532, Ramal 260.

Parauapebas

Em Mato Grosso do Sul, traficante em carro com placas de Parauapebas tenta atropelar policiais e PMA apreende 535 kg de maconha

maconhaPoliciais Militares Ambientais de Jardim (MS) realizavam fiscalização ontem às 20h00, na BR 267 com a rodovia MS 472, no município e abordaram um veículo  Fiat Siena com placas de Parauapebas (PA). No momento da abordagem, o condutor acelerou o veículo para atropelar os policiais, furando o bloqueio. Os policiais saíram em busca e o homem abandonou o veículo a 200 metros do bloqueio e fugiu pela mata.

No carro foram encontrados 741 tabletes de maconha, que depois de pesados totalizaram 535 kg. A PMA ainda continua nas buscas, na tentativa de localizar o traficante.

O veículo e a maconha foram encaminhados à delegacia de Polícia Civil de Jardim (MS), que investigará a possível autoria do delito. O fato de o veículo não ter nenhuma restrição pode facilitar a identificação dos responsáveis.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Polícia Militar Ambiental do MS