Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Parauapebas

Sexta-feira 13 deu certo para dupla de assaltantes: foram presos pela PM

Eles roubaram uma moto, mas não tiveram sorte. Acabaram na cadeia

Graças à coragem de um mototaxista, cujo nome não foi revelado, a Polícia Militar prendeu ontem, sexta-feira (13), por volta das 20h, Eliseu Soares da Silva e Odson Gil Lima Rodrigues. Duas horas antes, na esquina das Ruas São Jorge e Daniela Perez, no Bairro Guanabara, eles roubaram a moto Honda Bros, preta, placa OFK-6900, que era pilotada por seu proprietário, Raimundo Lopes da Silva. Com a dupla foi encontrado um revólver calibre 38 usado no assalto. Também foi presa Maria de Fátima Lima Macena, tia de Odson, que estava na casa em que ele e o comparsa foram capturados.

Raimundo conta que havia saído para comprar milho e, na volta, ao trafegar pela Rua São Jorge, viu um vizinho dele e parou para dar carona. Foi quando outra moto encostou do lado e o homem da garupa, depois identificado como Eliseu (de camisa branca na foto), mandou que ele entregasse a moto. “No momento eu até pensei que era brincadeira e cheguei a conversar com os caras, mas o que estava armado disse, ‘desce, desce, desce’ e eu desci”, conta o dono da moto.

Segundo Raimundo, após ele ter entregado o veículo, Eliseu montou na moto e os dois seguiram para rumo ignorado. O que eles não sabiam é que seriam seguidos. “Um sobrinho meu, que é mototaxista e filho de uma prima minha, assistiu a tudo e, quando virei de frente, sob a mira da arma, ele me reconheceu. E, assim que os bandidos saíram, seguimos os dois”, conta ele.

Ao chegarem ao Bairro dos Minérios, a dupla de assaltantes entrou em uma casa da Rua 26, sendo o tempo todo observada por Raimundo e o sobrinho, que ligaram para a Polícia Militar, pedindo ajuda.

Após algum tempo, a guarnição formada pelos sargentos F. Menezes e Erivaldo e pelo cabo Gama, entrou na casa e efetuou as prisões, recuperando a moto roubada. Segundo o sargento F. Menezes, ambos são reincidentes no crime: Eliseu já esteve preso em Marabá durante quatro anos, por roubo; e Odson já cumpriu em Parauapebas, por roubo e tráfico. “Quanto a Maria de Fátima, a situação dela será decidida pelo delegado: se a indicia como testemunha ou a acusa por associação criminosa”, disse o policial militar à Reportagem do Blog.

Reportagem: Ronaldo Modesto
Parauapebas

Agência dos Correios do Bairro Cidade Nova é atacada por trio de assaltantes

Eles roubaram os caixas e tentaram abrir o cofre. A ação, porém, não se concretizou porque o gerente fugiu e deu o alarme, colocando os bandidos para correr

Usuários e funcionários da agência dos Correios do Bairro Cidade Nova, em Parauapebas, passaram momentos de susto na manhã desta quarta-feira (21), quando três indivíduos assaltaram os caixas e tentaram assaltar o cofre da repartição. O “serviço”, porém, ficou pela metade, porque o gerente José Augusto Lopes Ferreira, aproveitando um momento de distração dos assaltantes, conseguiu fugir e gritou por socorro, fazendo com que eles saíssem imediatamente, sem disparar as armas ou ferir alguém.

José Augusto conta que o expediente transcorria normalmente, quando os dois primeiros chegaram e sentaram nas cadeiras do atendimento, como se fossem usuários normais. Logo depois chegou o terceiro, caminhou pela agência, sondando o ambiente e, em seguida, puxou a arma da cintura e anunciou o assalto, gesto imitado pelos outros dois, que também estavam armados.

Dos caixas, segundo o gerente, pouco levaram, sem que os funcionários que trabalham ao fundo da agência percebessem.

Em seguida, se dirigiram à tesouraria, onde o funcionário responsável pelo setor trabalhava a portas fechadas. Bateram, anunciaram o assalto, ele abriu e os assaltantes perguntaram pela combinação da fechadura do cofre.

Nesse momento Augusto conseguiu escapar e, ao perceberem que ele deu o alarme, abandonaram a agência rapidamente, não se sabe se de carro ou moto. Segundo o gerente, que registrou Boletim de Ocorrência na Polícia Civil, eles agiram de cara limpa, sem capacetes ou máscaras, somente de óculos escuros, e podem ser identificados pelas imagens das câmeras de monitoramento, que registaram toda a movimentação.

Ninguém foi molestado ou saiu ferido. A única ocorrência foi de uma funcionária que sofre de hipertensão, que ficou muito nervosa e com a pressão alta, a qual depois foi controlada e ela ficou mais calma.

Reportagem: Ronaldo Modesto
Polícia

GPS de celular aponta endereço de assaltantes e PM prende a dupla

O caso aconteceu em Curionópolis, onde os acusados estavam “metendo o bicho” próximo de Serra Pelada e no Km 18

Acusados de cometer vários assaltos em Curionópolis, foram presos na madrugada do dia 19, pela Polícia Militar, Ray Silva dos Santos e Acelino Teófilo da Silva dos Santos. A localização rápida da dupla foi possível porque o GPS e um dos celulares que eles roubaram estava ligado. O aparelho, assim como outros e uma camionete Hilux prata, com placa de São Félix do Xingu, foi levado de uma fazenda próximo de Serra Pelada e da localidade conhecida como Km 16.

Várias vítimas procuraram o Posto de Polícia Destacada de Curionópolis para denunciar os ladrões e, imediatamente a guarnição formada pelos sargentos Mesquita e Williamar, cabos Macedo e Morais e soldado Gomes, se dirigiu ao local indicado pelo GPS, com o apoio de uma Guarnição do Tático, integrada pelo sargento J. Ricardo, cabo P. Silva e soldado Oliveira.

No ponto indicado ocorreu o cerco policial e os dois indivíduos, cujas características conferiam com as descritas pelas vítimas, foram capturados. Na casa em que eles estavam a PM encontrou um revólver calibre 38 e três celulares.

Ray dos Santos assumiu ter participado do roubo, mas o outro, Acelino negou participação no crime. Ambos foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil de Curionópolis, onde passaram pelos procedimentos de praxe e foram colocados à disposição da Justiça. 

Reportagem: Ronaldo Modesto