Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Brasil

Bancos terão horário diferenciado durante a Copa da Rússia

A medida visa proteger a segurança das agências bancárias e o transporte de valores em todo o País

No último dia 9, o Banco Central publicou uma circular regulamentando o funcionamento das instituições bancárias durante a Copa do Mundo da Rússia 2018. E, no dia seguinte (10), a Febraban (Federação Brasileira de Bancos) expediu circular a todos os bancos do País, reforçando essa regulamentação. O motivo é a segurança das agências e de transporte de valores nos dias de jogo da Seleção Brasileira. Por isso, a federação recomenda que sejam adotados horários de funcionamento das agências, sempre levando em consideração o horário de Brasília.

Ainda de acordo com a Febraban, os bancos devem afixar avisos sobre as mudanças no horário de funcionamento em suas dependências com antecedência mínima de 48 horas.

Para o pagamento de contas, a instituição indica as opções como os caixas eletrônicos, internet banking, o aplicativo do banco no celular (mobile banking) e operações bancárias por telefone.

“Os canais alternativos para transações bancárias facilitam a vida do consumidor. Mesmo durante feriados, os canais como Internet Banking e caixas eletrônicos funcionam normalmente”, diz o diretor-adjunto de Operações da Febraban, Walter Tadeu Pinto de Faria. Confira neste link os canais de atendimento alternativos.

O calendário de funcionamento ficou assim:

  1. a) Jogos no horário das 9h
    Agências do Interior: das 13h às 17h.
    Capitais e Regiões Metropolitanas: das 13h às 17h (horário de Brasília! DF).
  1. b) Jogos no horário das 11h
    Agências do Interior: das 8h30 às 10h30 e das 14h às 16h.
    Capitais e Regiões Metropolitanas: das 8h30 às 10h30 e das 14h às 16h.
  1. c) Jogos no horário das 15h
    Agências do Interior: das 9h às 13h.
    Capitais e Regiões Metropolitanas: das 9h às 13h.

Como fica na primeira fase

No caso da Seleção Brasileira, o primeiro jogo contra a Seleção da Suíça, acontece no dia 17 de junho, um domingo. Então não afetará o horário dos bancos, fechados aos finais de semana.

Já no jogo contra a Seleção da Costa Rica, que acontece às 9h do dia 22 de junho, uma sexta-feira, os bancos, tanto na capital, quanto no interior, não abrem pela manhã. Funcionam das 13h às 17h.

No terceiro jogo da Seleção Brasileira, contra a Seleção da Sérvia, a partir das 15 horas do dia 27 de junho, uma quarta-feira, os bancos funcionam das 9h às 13h. Ou seja, fecham duas horas antes da partida.

Para a segunda-fase, a Febraban vai preparar outro calendário, sempre visando a segurança bancária.

Marabá

Concurso do Banpará deixa domingo em Marabá com cara de segunda-feira

Mais de 20 mil concurseiros de cidades do Pará, Maranhão, Tocantins e Goiás vieram fazer prova e concorrer a 119 vagas

A rede hoteleira e restaurantes ficaram lotados neste final de semana em Marabá por conta do concurso público do Banco do Estado do Pará (Banpará), que acontece neste domingo, dia 6. Desde ontem, sábado, e hoje, domingo, a movimentação nas ruas da cidade dá aparência de segunda-feira, com congestionamentos e motoristas apressados.

O concurso do Banpará teve 94.256 inscritos para as 119 vagas ofertadas. Só aqui para o chamado Polo 4, com sede em Marabá, são 20.296 candidatos distribuídos em 30 escolas municipais e estaduais. O banco tem disponível 27 vagas para esta região, incluindo agências que ainda vão abrir, como Pau D’arco, no sul do Pará.

Jorge Carlos Andrade, de Tocantinópolis-TO, viajou 200 km para vir a Marabá realizar a prova, que fez na Escola Paulo Freire, no Bairro Belo Horizonte. Ele concorre ao cargo de Técnico Bancário, e diz que as questões estavam relativamente fáceis. “Fiz cursinho preparatório, me dediquei para isso nos últimos quatro meses e estou confiante, embora saiba que a concorrência é gigantesca”, reconheceu.

De Tailândia, o contador Jackson Lindemberg Cruz crê que embora seu cargo seja específico e haja apenas uma vaga, o número de concorrentes (362) chega a ser bastante representativo. Disse que gostou bastante da prova de conhecimentos específicos da área, mas teme em tropeçar em algumas “cascas de banana” da Língua Portuguesa. “São regras demais e algumas delas acabam confundindo a gente”, disse, reconhecendo que precisava estudar um pouco mais.

O cargo de Técnico Bancário é o mais concorrido, com 91.329 interessados. A prova objetiva foi realizada hoje e a de títulos, para os cargos de Contador, Assistente Social, Engenheiro Civil, Engenheiro Eletricista, Engenheiro Mecânico e Médico do Trabalho será realizada posteriormente.

O salário varia de R$2.192,88 (nível médio) a Salário: R$5.770,90 (nível superior).

Benefícios

Aplicam-se a todos os cargos de Nível Médio e Nível Superior a participação nos lucros e resultados do Banpará, nos termos da legislação pertinente; possibilidade de adesão ao Plano de Saúde e ao Plano de Previdência Complementar; Auxílio Refeição/Alimentação e Auxílio Cesta/Alimentação; possibilidade de adesão ao Plano de Cargos, Carreira e Salários do Banco.

Por Ulisses Pompeu – de Marabá

Canaã dos Carajás

Em Canaã dos Carajás, furto no Banco do Brasil, estupro de vulnerável e assaltantes presos deram o tom do final de semana

Saiba tudo que ocorreu no plantão policial deste fim de semana na cidade

Da tranquilidade ao longo das últimas semanas a um final de semana com muitas casos de polícia em Canaã dos Carajás. Na manhã desta segunda-feira (12), a Delegacia de Polícia Civil ficou lotada de parentes dos presos, advogados e vítimas. Entre os casos que mais chamaram a atenção, o arrombamento e furto ao Banco do Brasil, o estupro de uma criança de três anos e uma dupla de assaltantes presa.

De acordo com o delegado Thiago Carneiro, as investigações sobre o ocorrido com o banco já tiveram início: “O furto na agência foi um fato completamente atípico no município. A Polícia Civil já instaurou inquérito policial para apurar as circunstâncias do crime e também identificar os autores. Já fizemos os primeiros levantamentos e ouvimos algumas testemunhas para poder ter êxito nessa missão. A investigação está em fase inicial e algumas informações são sigilosas, justamente para não atrapalhar, no entanto acreditamos que o valor não foi muito alto. Vamos continuar verificando a fundo essa questão.”

Na madrugada de sábado (10), alguns criminosos fizeram um buraco no fundo da agência, entraram no local e levaram o conteúdo de alguns cofres. O banco amanheceu fechado nesta segunda-feira e ainda não há previsão de funcionamento.

O delegado Thiago também explicou o chocante caso de estupro de vulnerável: “O trabalho da Polícia Militar acontece de forma diuturna. Um senhor de aproximadamente 70 anos de idade praticou ato libidinoso com uma criança de três anos. Ele foi enquadrado em flagrante de delito por estupro de vulnerável, previsto no artigo 217-A do código penal.”

Já na madrugada de segunda-feira, uma dupla roubou o celular de duas senhoras que transitavam em uma via da cidade. Sem querer se identificar, uma das vítimas concedeu entrevista: “Vínhamos andando pela rua, eles nos pararam e já foram gritando ‘perdeu, perdeu’. Eles mandaram que nós deitássemos no chão e levaram nossos celulares. Isso é muito ruim! Você trabalha para conseguir as coisas e um celular custa tão caro hoje.”

A Polícia Militar conseguiu fazer a prisão dos dois: “Esse assalto aconteceu na Avenida dos Pioneiros. Um maior e um menor agiram com violência e subtraíram os pertences de uma vítima. A PM teve êxito nessa captura e eles já estão presos.” O menor, J.W.A.S., e o maior Cledis Bahia Mota seguem presos e aguardam agora decisão judicial. Além deles, o senhor acusado de estupro também está preso aguardando decisão da justiça.

banco

Banpará inaugura modernas instalações em Tucuruí

Banco foi o 1º banco a se instalar na cidade de Tucuruí em setembro de 1975. Novo prédio dispõe de rampa de acesso, piso tátil, banheiros para Portador de Necessidades Especiais, mobiliário e equipamentos com requisitos de fácil acesso

O Banpará inaugurou nessa segunda-feira (29), as suas modernas instalações no município de Tucuruí, região sudeste do Pará. O Banco disponibilizou aos seus clientes e comunidade em geral, um confortável e amplo espaço com o objetivo de melhor comportar os munícipes e funcionários. Atendendo às exigências de acessibilidade, o prédio dispõe de rampa de acesso, piso tátil, banheiros para Portador de Necessidades Especiais – PNE, mobiliário e equipamentos com requisitos de fácil acesso.

Na cerimônia de inauguração estiveram presentes os diretores Jorge Antunes, da Área Comercial e fomento e Braselino Assunção, diretor da Área de Controle, Risco, Planejamento e RI, além das autoridades, funcionários e clientes.

Jorge Antunes, em seu discurso, disse que o Banco tem como estratégia ampliar e modernizar sua rede de atendimento para, em conformidade com a sua missão, continuar atuando para o desenvolvimento econômico e social do Estado. “Assim, continuamos com a entrega de agências com espaços mais adequados para o trabalho dos nossos funcionários e para a comodidade dos nossos clientes”, afirmou o diretor.

“O Banpará foi o 1º banco a se instalar na cidade de Tucuruí em setembro de 1975. E agora reformou e modernizou as nossas instalações o que proporcionará aos funcionários maior conforto e segurança para trabalhar, bem como aos clientes mais comodidade, privacidade e melhor atendimento”, afirmou o gerente geral da agência Tucuruí, Erithon Gomes, ressaltando que a nova agência gerará novos negócios e fidelização de mais clientes; o crescimento sustentável da agência e consequentemente maior resultado para o Banco.

Expansão 2017

O Banpará inaugurou em 2017 as novas instalações de 16 agências: Anapu, Maracanã, Tracuateua, Concórdia do Pará, Castanhal, Goianésia do Pará, Icoaraci, BR Ananindeua, Primavera, Monte Alegre, Garrafão do Norte, Vitória do Xingu, Viseu, Marabá são Félix, Conceição do Araguaia e Abel Figueiredo, além da reforma das instalações do Posto de Atendimento Uepa. Foram também inauguradas agências em Aurora do Pará, Cachoeira do Arari, Trairão, Augusto Corrêa, São Félix do Xingu, Tomé-Açu – Quatro Bocas, Ponta de Pedras, o posto de atendimento no Palácio do Governo, e o Banpará Digital, no Shopping Boulevard.

Serviço

A agência Tucuruí está localizada na Travessa Lauro Sodré, n° 486, Bairro Jaqueira, com atendimento ao público no horário de 10h as 15h. O autoatendimento funciona das 7h às 22 horas.

Com informações da Ascom Banpará
Justiça do Trabalho

Novo Repartimento: Dispensa de bancária que se recusou a pagar cheque falso é considerada abusiva pelo TST

Ela afirmou ter sido coagida pelo Bradesco a pedir empréstimo para cobrir o saque irregular. Se negou e foi demitida.

A Sétima Turma do Tribunal Superior do Trabalho manteve decisão que considerou abuso de poder do Banco Bradesco S.A. a coação de uma bancária da agência de Novo Repartimento, no sudeste do Pará, a fazer empréstimo para pagar o saque indevido de um cheque com assinatura falsificada e sua posterior demissão, mesmo ciente de sua inocência. Para o relator do recurso do banco contra a condenação, ministro Cláudio Brandão, o direito do empregador de rescindir o contrato de trabalho imotivadamente não é absoluto e não pode ser exercido de forma abusiva.

Na reclamação trabalhista, a bancária disse que um dia deixou a validação dos envelopes de depósitos dos caixas eletrônicos aos cuidados do gerente enquanto executava um procedimento nas máquinas. No dia seguinte, um cliente reclamou do desconto de R$ 25 mil relativo a um cheque que não emitira. Ficou constatado, por meio do “log” do sistema, que a operação foi feita sob o registro do gerente, e que a assinatura do cheque era falsa. Mesmo assim, a bancária disse que foi orientada a fazer empréstimo para pagar a diferença, e, como se recusou, foi demitida. Por isso, pediu reintegração ao emprego e indenização de R$ 200 mil.

O Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região (PA/AP) reformou a sentença que julgou os pedidos improcedentes com base em documentos e testemunhas que comprovaram a infração de norma interna pelo gerente ao manusear caixa aberto por terceiros. Entendendo que a conduta do Bradesco de acusar intencionalmente a bancária de um crime que não cometeu foi abusiva e cruel, deferiu indenização no valor de R$ 100 mil.

Ao julgar o agravo pelo qual o banco pretendia rediscutir o caso no TST, o ministro Cláudio Brandão registrou que a conduta descrita pelo Regional demonstra a ocorrência de abuso do direito potestativo de rescindir o contrato de trabalho. Ele explicou que um ato cujo exercício seja lícito pode, na prática, revelar-se abusivo, e o artigo 187 do Código Civil qualifica o abuso de direito como ato ilícito e passível de reparação.

A decisão foi unânime no sentido do desprovimento do agravo e instrumento.

Banpará

Banpará inaugura em Marabá 114ª agência do Estado

O estabelecimento bancário fica no Bairro São Félix e era um anseio antigo daquela comunidade, sobretudo dos comerciantes
Por Eleutério Gomes – de Marabá

O Banco do Estado do Pará (Banpará) inaugurou nesta quarta-feira (25), em Marabá, a 114ª agência no Estado. Fica no Bairro São Félix, do outro lado do Rio Tocantins, atravessando a ponte rodoferroviária. Naquela localidade, há muitos anos a população, sobretudo os comerciantes, reivindicavam do governo e de instituições privadas um estabelecimento bancário, mas nunca haviam sido atendidas. Além daquele núcleo, o banco vai atender também o Bairro Morada Nova, somando assim uma população de aproximadamente 70 mil habitantes.

Presente à inauguração, o vice-governador Zequinha Marinho destacou o crescimento do Banpará, que seis anos atrás tinha somente 42 agências e hoje já conta com 114 em 97 municípios. “Hoje é o terceiro maior banco de varejo do País. E esse crescimento indica o aumento da presença do governo do Estado no interior do Pará”, acentuou.

O prédio onde está instalada a agência conta acessibilidade e adaptações para pessoas com deficiência e utilização de materiais ambientalmente corretos na estrutura física. É dotado ainda de sensores de presença de iluminação, lâmpadas de led, sistema de captação de água da chuva para utilização nas caixas sanitárias com acionamento de meia e completa descarga e torneira com fechamento temporizado.

Além do vice-governador, estiveram presentes à inauguração os vereadores Márcio do São Félix, Nonato Dourado e Edinaldo Machado, o deputado estadual João Chamon Neto, o vice-prefeito de Marabá, Tony Cunha, e diversas lideranças comunitárias.

João Luís Serra, comerciante do bairro, disse estar satisfeito com a presença do Banpará no São Félix: “Agora não vamos mais precisar fazer uma ‘viagem’ até Marabá para pagar um simples boleto ou abrir uma conta”, comemorou.

A agência do São Félix é a terceira de Marabá e terá à frente a gerente Keila Lopes de Almeida. As outras duas ficam nos núcleos Nova Marabá e Cidade

No ano passado foram abertas agências em Trairão, Cachoeira do Arari, Aurora do Pará, Augusto Corrêa e São Félix do Xingu, além do primeiro espaço de negócios digital do Brasil, o Banpará Digital, instalado no Boulevard Shopping, em Belém.

Também foram inauguradas agências em Anapu, Maracanã, Tracuateua, Concórdia do Pará, Castanhal, Goianésia do Pará, Garrafão do Norte, Vitória do Xingu, Monte Alegre, Abel Figueiredo, Icoaraci, Ananindeua e Primavera, e ainda foram reformadas as instalações do Posto de Atendimento da UEPA.

assalto a banco

Bandidos usaram fuzis no assalto às agências bancárias de Eldorado do Carajás

A ação dos criminosos durou por cerca de 1 hora.

Por Dayse Gomes

A polícia militar encontrou cápsulas de fuzil 556, arma de uso exclusivo do exército e de rifle calibre 44 nos locais do crime. Essas foram algumas das armas usadas pelos criminosos na madrugada desta quinta-feira, dia 5, durante o assalto às agências do Banco da Amazônia (Basa) e Banpará, no município de Eldorado do Carajás, no sudeste do Pará.

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social informou que uma aeronave do Grupamento Aéreo decolou, ainda pela manhã, até a cidade de Marabá transportando os policiais da Companhia de Operações Especiais (COE), que em conjunto com os integrantes da Delegacia de Roubo a Banco, fazem buscas pela quadrilha. O Grupamento Tático Operacional (GTO) e os policias militar e civil das cidades de Marabá, Parauapebas e Xinguara também estão dando apoio para localizar os assaltantes.

Por volta das 4h30 da madrugada, cerca de 10 homens encapuzados, teriam utilizados três carros para fazer o assalto. Parte da quadrilha seguiu até a unidade da polícia militar onde dispararam vários tiros contra uma viatura para impedir a ação da PM. Outros dois grupos foram até as agências do Basa e do Banpará onde usaram explosivos para abrir os cofres, de onde levaram o dinheiro. O valor não foi divulgado.

Os bandidos fizeram de reféns, os seguranças das agências bancárias e funcionários de uma empresa de segurança da cidade, que foram soltos durante a fuga quando os assaltantes bloquearam a BR 155, utilizando um caminhão e um ônibus. Depois seguiram pela rodovia, sentido Marabá, pegando a “Curva do S” em direção à cidade de São Geraldo do Araguaia. A ação dos criminosos durou por cerca de 1 hora.

Ainda pela manhã, a polícia civil localizou numa estrada vicinal, dois carros incendiados que foram usados pelos bandidos na fuga. Nas agências bancárias havia muitos vidros quebrados pelos tiros disparados pelos criminosos. O atendimento nos dois bancos está suspenso.

Agronegócio

​Santander inaugura amanhã (11) loja direcionada ao agronegócio no Pará

"Inaugurar uma loja Agro em Paragominas é o reconhecimento dos esforços do município em ter atividades agrícolas e pecuárias sustentáveis", disse Carlos Aguiar, superintendente executivo de Agronegócios do Santander.

O Santander inaugurará amanhã (11) uma loja totalmente voltada ao agronegócio no Pará. A partir dessa data, o produtor rural da região de Paragominas, nordeste do Estado, receberá atendimento exclusivo e especializado. O espaço de negócios fica na Praça Célio Miranda, 294, Loja 03, Centro. A inauguração será às 9h, com a presença de autoridades locais políticas e do agronegócio.

“O Pará é um Estado de relevância no agronegócio nacional. Inaugurar uma loja Agro em Paragominas é o reconhecimento dos esforços do município em ter atividades agrícolas e pecuárias sustentáveis. Apoiaremos sempre os produtores que precisarem de financiamento para seus negócios prosperarem”, afirma Carlos Aguiar, superintendente executivo de Agronegócios do Santander.

O espaço de negócio na cidade paraense é o primeiro no Estado e o sexto a ser inaugurado no País. Faltarão apenas duas lojas – em Balsas (MA) e em Primavera do Leste (MT) – para o Banco cumprir seu cronograma de inaugurações para o primeiro semestre. Desde janeiro até o momento, foram inaugurados estabelecimentos em Cristalina (GO), Naviraí (MS), Posse (GO), Campo Novo do Parecis (MT) e Canarana (MT). Todas essas unidades se somam às 300 agências vocacionadas ao setor distribuídas por todo o País.

As lojas fazem parte da estratégia do Santander em estar em localidades onde ainda não está presente. A estrutura de atendimento, em horários pré-agendados, será composta por um gerente geral, dois gerentes comerciais e um gerente de atendimento, sem a presença de caixas. O atendimento não relacionado ao agronegócio continuará a ser feito na agência mais próxima da loja. No caso dos clientes de Paragominas, será a do município de Ananindeua.

O plano de expansão do Banco segue a visão otimista para o setor: projeções do Departamento Econômico do Santander apontam elevação de 0,7% da economia do País neste ano, enquanto o PIB do Agronegócio deve ter aumento de mais de 2%. “O Agronegócio é o único setor que tem sido resiliente à crise e que está contribuindo para a retomada do crescimento da economia brasileira. O financiamento ao produtor rural não pode se limitar apenas ao crédito rural subsidiado”, destaca o executivo.

Em 2016, o total da carteira de crédito ao setor do Santander somou quase R$ 40 bilhões, sendo R$ 9 bilhões de linhas de repasse e o restante de recursos livres. Também no ano passado, o Banco contratou mais de 40 agrônomos para atuar nas fronteiras agrícolas.