Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Previdência

CUT Pará mobiliza para o Dia Nacional Contra a Reforma da Previdência

CUT Pará está envolvida com uma série de atividades para mobilizar a população tanto para o ato do dia 15 quanto para pressionar os parlamentares federais paraenses.

No próximo dia 15 de março, quarta-feira, ocorrerão protestos em quase todos os municípios paraenses como parte do Dia Nacional Contra a Reforma da Previdência. O maior deles será em Belém, a partir das oito horas, na praça da República, no centro da cidade, num ato unificado de centrais sindicais, movimentos sociais e a Frente Brasil Popular Pará. Também está certa a paralisação dos servidores dos Correios e dos bancos públicos.

E a CUT Pará está envolvida com uma série de atividades para mobilizar a população tanto para o ato do dia 15 quanto para pressionar os parlamentares federais paraenses. Neste sábado (11), das oito ao meio dia, haverá panfletagem na feira do bairro da Pedreira, na periferia de Belém. Além de spots sobre o desmonte da Previdência, serão distribuídos panfletos com as fotos e informações sobre a votação recebida pelos deputados, deputadas e senadores que ainda não se posicionaram sobre o assunto.  Chegou a hora de cobrá-los.

Por isso, nos dias 13 e 14, a CUT Pará montará acampamento no Aeroporto Internacional de Val-de-Cães para abordá-los durante o embarque para Brasília. Dos 17 parlamentares federais, apenas três já afirmaram que votarão contra a reforma: Edmilson Rodrigues (PSOL), Beto Faro e Zé Geraldo (PT). O senador Paulo Rocha (PT) também votará contra.

Ainda no dia 13, a partir das nove horas, no auditório do Sindicato dos Bancários, está previsto um debate sobre a reforma da Previdência com a participação da deputada federal Érika Kokai (PT-DF). Outro debate ocorrerá no dia 14, a partir das 8h30, no Sindicato dos Médicos.

Além disso, a CUT Pará está incentivando os seus sindicatos urbanos e rurais a colocarem faixas contra a reforma na fachada de suas sedes.

Interior do Estado – No período de 27 de fevereiro a 10 de março, a Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Agricultura (Fetagri) promoveu nove plenárias regionais, onde o principal assunto foi o desmonte da Previdência e a necessidade de ampla mobilização para o dia 15 de março.

Maria da Penha

Pará tem 1ª agressão a travesti registrada pela Lei Maria da Penha

Agressor ameaçou vítima de morte e a agredia com frequência

Pela primeira vez um caso de violência doméstica a uma travesti foi registrado pela Lei Maria da Penha no Pará. Segundo o jornal O Liberal, o agressor é um morador de rua e se identificou como José Ricardo Silva de Araújo, de 26 anos. Ele foi preso na manhã da segunda-feira, 20, no bairro Castanheira, em Belém.

Araújo e a vítima, de 41 anos, mantiveram relacionamento por oito meses, em 2016, mas por causa de agressões, a travesti o expulsou de casa.

As agressões continuaram porque o homem não aceitava o término. O caso foi registrado na Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM) de Belém.

Na segunda, Araújo a ameaçou de morte e foi preso em flagrante. A delegada Fernanda Marinho explicou que o caso da travesti foi enquadrado na Lei Maria da Penha, na delegacia especializada em mulheres, porque a lei (artigo 5º) estabelece que a violência doméstica independe de orientação sexual.

A vítima disse que tem medo do que pode ocorrer quando Araújo for solto. “Conheci ele na rua. Eu sou acompanhante, profissional do sexo”, contou. “Conversamos e ele um dia me pediu abrigo por dois dias. Foi ficando e a gente foi se envolvendo. Depois ele começou a dizer que não queria me ver com nenhum homem, que não deveria mais fazer programas, porque senão ia me bater, me matar e matar quem estivesse comigo. Muito ciumento. Aí ele começou a me agredir, mas cansei e tomei coragem de denunciar”, relatou. (paroutudo.com)

Saúde

No Pará, profissionais da saúde conhecem nova tecnologia de monitoramento pulmonar

Criador do Tomógrafo por Impedância Elétrica Pulmonar estará em Belém para apresentar aos paraenses a tecnologia brasileira que pode evitar até 18.000 mortes no Brasil

Neste sábado (28), um evento reunirá em Belém profissionais da área da saúde interessados em conhecer um método inovador que está salvando vidas de pacientes internados com problemas pulmonares. O Enlight 1800®, aparelho fabricado pela Timpel, conhecido como Tomógrafo por Impedância Elétrica, está antecipando em horas informações precisas antes adquiridas em dias e de forma empírica pelos médicos sobre o estado do pulmão dos pacientes. A tecnologia brasileira é sinônimo de mais vidas salvas e foi desenvolvida pelo médico pneumologista Dr. Marcelo B. P. Amato, que virá palestrar no evento realizado no Centro de Convenções do Hotel Sagres, em Belém. O tema da palestra é: “Proteção pulmonar na UTI e intra/pós operatório: Evidências, benefícios e como monitorar”.

Coordenador do Laboratório de Pneumologia Experimental da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), Marcelo Amato deu início ao projeto do Tomógrafo por Impedância há cerca de 20 anos junto com um grupo de engenheiros de São Paulo. O Enlight 1800®, entretanto, foi lançado em agosto de 2016. Consiste em um equipamento não invasivo, não radioativo, de monitorização à beira do leito.  Eles verificaram que cada vez mais é possível extrair mais dados da impedância, tecnologia cujas informações são captadas por meio de uma cinta posta na região do toráx. O Enlight emite correntes elétricas imperceptíveis e inofensivas  que passam pelo tecido torácico permitindo a geração de informações da ventilação do paciente. “Este aparelho é dez vezes mais barato que um tomógrafo convencional, mais barato ainda que uma ressonância”, compara o engenheiro Rafael Holzhacker.

O fisioterapeuta Rodrigo Sena, especialista em Tomografia por Bioimpedância Elétrica Pulmonar do Norte, envolvido na organização do evento, explica que o tomógrafo possibilita identificar em tempo real a eficiência da conduta realizada com o paciente durante o processo de ventilação mecânica (indução da respiração por aparelho).

Segundo Rodrigo, o método está se popularizando pelo mundo e países como Alemanha (nação mãe da ventilação mecânica), Chile, EUA, França, Noruega, Espanha e México já importam a tecnologia brasileira. Entretanto, muitos procedimentos ainda continuam sendo feitos de forma empírica, o que significa mais riscos ao paciente. “Quando ventilamos o pulmão com pressões/parâmetros inadequados, corremos o risco de provocar lesões, as chamadas VILI (Ventilator Induced Lung Injury). Ou seja, uma abordagem inadequada pode levar o paciente a graves complicações pulmonares e consequente morte”, explica.

Atualmente, a Macedo Hospitalar, instituição promotora do evento, é a única do Norte do país que tem o Tomógrafo por Impedância, Enlight 1800®. Rodrigo explica que o equipamento pode ser utilizado nas UTIs, nos blocos cirúrgicos ou nas enfermarias e projeta que, daqui a alguns anos, vai haver um aparelho desse em cada leito de UTI. Ou seja, o Tomógrafo por Impedância será tão indispensável quanto o Oximetro (dispositivo médico que mede indiretamente a quantidade de oxigênio no sangue do paciente).

Há um consenso na Associação Brasileira de Pneumologia e Tisiologia de que esta é uma tecnologia aconselhável.  Considerando que 10% das admissões em UTI evoluem com o diagnóstico de Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo (SDRA), uma lesão pulmonar aguda, e que 20-40% das cirurgias de alto risco evoluem com complicações pulmonares, foi estimada uma incidência de SDRA no Brasil ao redor de 120.000 casos/ano, e de cirurgias de alto risco ao redor de 250 mil casos. Ou seja, foram estimadas 18.000 mortes evitáveis no Brasil (com internações médias de 10 dias) e de 125.000 complicações pulmonares evitáveis, cada uma destas aumentando em 2 dias (média) a internação hospitalar.

Impedância

Atualmente o método da impedância é utilizado pela medicina no mundo todo com o objetivo de recolher informações do quadro clinico do paciente. Segundo Rodrigo, a área respiratória está à frente em termos de utilização deste princípio. “Há, inclusive, um consenso mundial de impedância, no qual cinco continentes estão trabalhando. Ou seja, pessoas no mundo todo estudam a impedância”, explica.

O evento

Rodrigo espera que o evento seja um sucesso. “Todos que entram em contato com este equipamento sentem que avançamos exponencialmente no campo da saúde e da tecnologia. No entanto, reconhecer o avanço nem sempre é aceitá-lo e, este aceite, é o que precisamos para massificar essa inovação”, avalia.

A palestra tem vagas limitadas e será ministrada por Marcelo Amato, maior referência mundial em Tomografia por Impedância Pulmonar e precursor da ideia, e pela fisioterapeuta profa. Ms. Marta C. P. Damasceno, coordenadora do Serviço de Fisioterapia da Santa Casa de Misericórdia de São João da Boa Vista (SP). O evento será das 9h às 12h, no Centro de Convenções do Hotel Sagres, localizado na Av. José Malcher, 2425, Belém. Inscrições podem ser feitas pelo (91) 3276-2226/ 8258-2277/ 99257-1838.

Política

Vereador Zacarias reúne com senador Flexa Ribeiro e cobra melhorias para Parauapebas

Senador prometeu respostas às demandas de Parauapebas no início do próximo mês.

O vereador parauapebense Zacarias Marques (PSDB) e membros da executiva do partido em Parauapebas se reuniram nessa quarta-feira (25), em Belém, com o senador da república Flexa Ribeiro (PSDB) em busca de apoio para educação e segurança do município de Parauapebas.

Participaram da reunião a diretora da Escola sede Ana Maria, Juliana Santos e Roberto Santiago da executiva do partido.

Na reunião, o Vereador Zacarias Marques solicitou ao senador a retomada das obras do estado no município de Parauapebas, entre elas a Escola Tecnológica da Cidade Jardim. Solicitou ainda as reformas das escolas Marluce Massariol e Eduardo Angelim e a reconstrução da Escola Irma Dulce.

Já no quesito segurança Pública o vereador reforçou também a retomada das obras do PROPAZ e do Presídio, há tempos paralisadas.

O senador Flexa Ribeiro ficou sensibilizado com as solicitações e se comprometeu em levar ao Governador Simão Jatene, prometendo um retorno já no início do mês que vem.

Segurança Pública

Pará pede ajuda federal para investigar série de assassinatos

o soldado da Ronda Tática Metropolitana (Rotam) Rafael da Silva Costa foi baleado na cabeça ao trocar tiros com suspeitos de cometer um assalto, na manhã de sexta-feira. Costa chegou a ser levado para o Hospital Metropolitano, mas não resistiu aos ferimentos, falecendo horas depois.

O governo do Pará decidiu pedir a ajuda da Força Nacional de Segurança Pública para esclarecer uma série de homicídios registrados após o assassinato de um policial militar, desde a manhã da última sexta-feira (20), em Belém.

Segundo a Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social, pelo menos 35 pessoas foram mortas entre o começo da noite de sexta-feira e a manhã de hoje (23). Além do número de ocorrências estar bem acima da média, 25 das recentes vítimas parecem ter sido executadas. Os crimes ocorreram em 16 bairros da Região Metropolitana de Belém.

De acordo com a secretaria estadual, o pedido de auxílio não envolve agentes para reforçar o policiamento ostensivo, mas apenas equipes de inteligência que apoiem as forças locais a esclarecer se os crimes têm ligações entre si e para identificar os envolvidos.

A expectativa do governo paraense é enviar o pedido oficial ao Ministério da Justiça até terça-feira (24) e obter uma resposta o mais rápido possível a fim de apressar as investigações. O governador Simão Jatene conversou com o ministro da Justiça, Alexande de Moraes, durante o final de semana. E, hoje, o secretário estadual de Segurança Pública e Defesa Social, Jeannot Jansen, falou com o secretário Nacional de Segurança Pública, Celso Perioli, para acertar os detalhes sobre a cooperação nas investigações antes do governo estadual formalizar o pedido.

O soldado da Ronda Tática Metropolitana (Rotam) Rafael da Silva Costa foi baleado na cabeça ao trocar tiros com suspeitos de cometer um assalto, na manhã de sexta-feira. Costa chegou a ser levado para o Hospital Metropolitano, mas não resistiu aos ferimentos, falecendo horas depois. Após a confirmação da morte do policial, surgiram as primeiras vítimas fatais do que as próprias autoridades de segurança pública encaram como uma onda de crimes que pode ter sido motivada por vingança à morte de Costa.

Na tarde de sexta-feira, as secretarias estaduais de Segurança Pública e Defesa Social instalaram um gabinete de gerenciamento de crise, responsável por acompanhar e monitorar os acontecimentos.

A seccional da Ordem dos Advogados cobrou empenho e agilidade nas investigações das mortes. “Reiteramos a necessidade de investigação célere dos casos, bem como uma postura do Estado em dirimir conflitos e as violações ocorridas nesta tragédia.”

Igreja

Assembleia de Deus vai presentear Belém com oração nos 401 anos

Belém completa amanhã (12) 401 anos de fundação

A Igreja Assembleia de Deus em Belém do Pará, vai presentear a cidade com um grande abraço de oração e gratidão. A ação será no dia 12, no aniversário de Belém, data em que completa 401 anos. Aproximadamente 4 mil membros da igreja evangélica estarão unidos por amor à cidade.

De joelhos e de mãos dadas, e em orações, vão pedir a Deus  proteção para Belém e aos seus governantes.  Os evangélicos vão dar um abraço que vai alcançar a sede da prefeitura e a Praça Dom Pedro II,localizada em frente ao prédio do Executivo Municipal.

A programação está prevista para acontecer às 9h30, com encerramento às 9h45.

O projeto foi iniciado em janeiro de 2015, quando a igreja foi tocada pelo Espírito Santo a orar durante 400 dias pela cidade.

De acordo com o pastor Samuel Câmara, líder da igreja no Pará,  o objetivo é dar um grande abraço de gratidão a Belém e também celebrar os 106 anos do surgimento da Assembleia no Pará e no Brasil, a ser comemorado em junho deste ano.

Ainda dentro da programação, a igreja vai realizar culto de homenagens às 16h, no Templo Central, em Nazaré.

O prefeito Zenaldo Coutinho confirmou presença nos eventos da igreja.

Portos

Projeto “Belém Porto Futuro” será apresentado para a sociedade paraense

Para chegar a este resultado que será apresentado amanhã para a sociedade, diversas oficinas e audiências públicas foram realizadas durante o ano 2016, atendendo um pedido do ministro Helder Barbalho.

No próximo dia 12 de janeiro Belém completa 401 anos, e para presentear a população da cidade será apresentado amanhã (11), o Projeto Belém Porto Futuro, do governo Federal, que representará mais um importante passo para a renovação e recuperação do espaço portuário da capital.

O Projeto consiste diretamente na valorização de duas áreas. Uma é a antiga residência de Miramar, onde a população terá acesso ao Museu de Gastronomia Paraense, além de um Mirante Contemplativo, que apresentará uma nova imagem da cidade.

Já a outra área será a região portuária de Belém, que promoverá a integração do porto com a cidade a partir da criação de um novo pátio de contêineres e píeres para recepcionar moradores e visitantes. O local contará com a criação de um grande parque urbano banhado por um lago contemplativo, que vai abrigar uma praça infantil, área de convivência, área para animais de estimação, central de apoio, espaço saúde e praça de alimentação. A região terá ainda uma Feira Livre, Mercado Municipal, Centro Cultural Paraense, Museu de Arte Moderna, Museu do Círio, escritórios e um amplo estacionamento.

Projeto

O Projeto, que foi lançado em abril de 2016 pelo então ministro de Portos, Helder Barbalho – atual ministro da Integração Nacional-, pretende transformar uma área portuária de aproximadamente  2km em um polo de desenvolvimento da capital, por meio da recuperação da infraestrutura, atração de investimentos, oferta de serviços e geração de emprego e renda.

Para chegar a este resultado que será apresentado amanhã para a sociedade, diversas oficinas e audiências públicas foram realizadas durante o ano 2016, atendendo um pedido do ministro Helder feito no dia do lançamento do Projeto para que tudo fosse pensado e construído com participação direta de  empresários, órgãos públicos e sociedade.

Rotas

Azul ampliará oferta de voos no Pará na alta temporada e terá novo mercado temporário: Belém-São Paulo

Frequências extras serão operadas em dezembro e janeiro em Belém e Santarém, com proposta de atender acréscimo de demanda da estação

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras adicionará voos extras em Belém e Santarém em dezembro e janeiro, período de alta temporada de verão. Entre as novidades está o novo mercado temporário da companhia, que ligará a capital paraense a São Paulo (Viracopos) sem escalas. Ainda, a empresa terá frequências semanais extras para o Recife e São Luís, além de ligações adicionais entre Santarém e Manaus. Os voos também servirão aos Clientes da Azul Viagens, operadora de turismo da Azul.

“Fizemos um amplo estudo de malha para incluir os voos extras na cidade. Apostamos em mercados que naturalmente têm um acréscimo de demanda para o verão, e, desta forma, todos os Clientes da região poderão viajar de/para diversas regiões do país, sobretudo a lazer, que é o principal foco destas inclusões”, destaca Daniel Tkacz, diretor de Planejamento de Malha da Azul.

Mais de 40 cidades brasileiras receberão voos extras da Azul durante o verão: São Paulo (Viracopos, Guarulhos e Congonhas), Belo Horizonte, Rio de Janeiro (Santos Dumont), Porto Alegre, Recife, Curitiba, Salvador, Fortaleza, Natal, Goiânia, Cuiabá, Campo Grande, Maceió, Porto Velho, Florianópolis, Belém, Manaus, João Pessoa, Aracaju, São Luís, Navegantes, Teresina, Palmas, Fernando de Noronha, Ji-Paraná, Cacoal, Santarém, Petrolina, Juazeiro do Norte, Caldas Novas, Foz do Iguaçu, Passo Fundo, Chapecó, Cabo Frio, Ilhéus, Porto Seguro, Uberlândia, Ribeirão Preto, Bauru, Valença, Lençóis e Presidente Prudente. Entre os destinos internacionais, Fort Lauderdale/Miami, nos Estados Unidos, e Punta del Este e Montevidéu, no Uruguai, terão ligações complementares.

Em todo o país e no exterior, a Azul operará mais de três mil voos extras.

Azul Viagens – Assim como acontece todos os anos, a operadora de turismo da companhia terá assentos dedicados nos voos de alta temporada. A Azul Viagens conta com diversos pacotes (com múltiplas opções de roteiros e hospedagens, assim como datas de saída e aeroportos de origem) para todo o Brasil e também para o exterior, com pagamento em até dez parcelas ou por meio de pontos do TudoAzul, o programa de vantagens da Azul.

Passagens e pacotes – Os bilhetes para os voos extras – alguns ainda estão em aprovação na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) – estão disponíveis por meio de todos os canais de venda Azul: website (www.voeazul.com.br), callcenter (4003 1118 para capitais e regiões metropolitanas e 0800 887 1118 para demais regiões), assim como nos balcões da companhia nos aeroportos onde está presente. Também por meio destes canais, os Clientes podem adquirir pacotes da Azul Viagens, assim como no site da operadora de turismo (www.azulviagens.com.br).