Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Breu Branco

Caso Diego do Alemão: Polícia diz ter imagens de atirador

Investigação segue apurando a execução e possibilidade de crime ter motivação política não é descartada

A Polícia Civil confirmou nesta quarta já possuir imagens do suspeito de tirar a vida de Diego Kolling, 34 anos, o “Diego do Alemão”, prefeito de Breu Branco, no sudeste paraense, morto com um tiro no dia anterior, terça (16). A informação foi repassada na entrevista coletiva concedida pelo secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Jeannot Jansen, e a delegada adjunta de Polícia Civil, Christiane Ferreira, em Belém.

A delegada apontou que foram colhidas imagens ao longo da Rodovia PA-263, onde o prefeito pedalava quando foi atingido à altura do peito, por volta das 7h30, que mostram o suspeito em uma motocicleta. Ela afirmou acreditar que será dada resposta rápida para o caso e que já foram colhidos também depoimentos de testemunhas do crime.

O secretário de segurança, por sua vez, destacou que não há qualquer indício de que o prefeito tenha sofrido latrocínio, reforçou que a polícia trabalha com crime de execução e não descartou que o caso tenha motivação política. Os dois ressaltaram que a vítima tinha a imagem limpa, sem denúncias de envolvimento em atos ilícitos ou ameaças.

Diego Kolling, filiado ao PSD, pedalava acompanhado de dois colegas na rodovia que liga Tucuruí à Goianésia do Pará quando foi alvejado no peito. Ele chegou a ser socorrido à Unidade de Pronto Atendimento de Breu Branco, mas não resistiu ao ferimento. O corpo foi movido para o Instituto Médico Legal (IML) de Tucuruí, que determinou prazo de aproximadamente 15 dias para emissão do laudo trazendo o resultado da causa da morte.

A Segup determinou o deslocamento de guarnições da Ronda Tática Metropolitana (Rotam) de Tucuruí para Breu Branco e de uma equipe de policiais civis da Divisão de Homicídios (DH), de Belém, que está responsável pela investigação do crime. Diego do Alemão foi eleito com 10,916 votos (46.57%) pela coligação “Juntos Somos Mais Fortes”. O sepultamento do corpo do prefeito aconteceu na manhã de hoje, no município que administrava.

Violência

Prefeito de Breu Branco é assassinado com tiro no peito

Segup determina a imediata investigação da morte do prefeito de Breu Branco ocorrida na manhã desta terça-feira.

O prefeito de Breu Branco, Diego Kolling, o Diego do Alemão (PSD), foi assassinado com um disparo de arma de fogo que atingiu o lado esquerdo do peito nesta manhã. Ele pedalava na Rodovia PA-263 (Tucuruí-Goianésia) com um grupo de amigos, por volta das 7h30, quando foi alvejado.

Alemão chegou a ser socorrido à Unidade de Pronto Atendimento de Breu Branco, mas não resistiu ao ferimento. O corpo será removido para o Instituto Médico Legal (IML) de Tucuruí, onde será submetido ao exame necroscópico.

Em nota, a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) informou que determinou o deslocamento, a partir da cidade de Tucuruí, de grupos de policiais militares da Ronda Tática Metropolitana (Rotam) para Breu Branco, a fim de reforçar o policiamento na cidade após a morte do prefeito, vítima de uma possível emboscada.

A secretaria determinou, ainda, o deslocamento de um helicóptero do Grupamento Aéreo para o município conduzindo uma equipe de policiais civis da Divisão de Homicídios (DH), que está responsável pelas investigações. O trabalho será coordenado pelo delegado Eduardo Rollo.

Diego do Alemão foi eleito com 10,916 votos (46.57%) pela coligação “Juntos Somos Mais Fortes”. Tinha 34 anos, era administrador, casado, sem filhos, e natural de Tucuruí. Foi eleito como vice o funcionário público Francisco Garcês da Costa (PEN), de 39 anos.

O direção Estadual do PSD encaminhou nota lamentando a morte de Diego Alemão. Diz a nota:

“O Partido Social Democrático do Estado do Pará – PSD/PA – manifesta seu profundo pesar e solidariza-se com os familiares e amigos do prefeito de Breu Branco, Diego Alemão, que foi covardemente assassinado esta manhã em mais um episódio lamentável da violência que tomou conta do Estado do Pará.  O Partido Social Democrático do Estado do Pará – PSD/PA – através de seus dirigentes, deputados federais, deputados estaduais e vereadores EXIGE do governo do Estado do Pará a imediata apuração e prisão dos responsáveis por essa abominável atrocidade”.

Educação

ONG realiza Olimpíada de Matemática em Breu Branco

A Organização não Governamental Torpedos Mirim realizou a primeira Olimpíada de Matemática no município de Breu Branco, sudeste do Pará. A entidade premiou todas as crianças participantes com medalhas e certificados de participação e entregou troféus aos três primeiros colocados, além de uma bicicleta para o primeiro lugar. A iniciativa contou com o apoio de escolas públicas municipais, do Comitê Municipal do Pacto pela Educação do Estado do Pará e da empresa Dow Corning, uma subsidiária da Dow Chemical, que há 15 anos apoia as ações da ONG.

A Olimpíada de Matemática foi realizada em três fases e teve a participação de alunos do 3º ao 6º ano, atendidos pela ONG Torpedos Mirim. A primeira etapa contou com 75 estudantes, a segunda com 45 e a terceira com quatro alunos. Tanto o conteúdo quanto a aplicação das provas foram executados por uma equipe do Pacto pela Educação. Cada fase superada garantiu um ponto para os alunos na disciplina de Matemática nas escolas parceiras.

O estudante da escola municipal Luiz Garcez da Costa Cardoso, Ernesto Ferrari, 12 anos, não mediu esforços para estudar. Tanto empenho rendeu a ele o primeiro lugar na Olimpíada. “Gosto muito de Matemática, tanto que no futuro penso em ser engenheiro civil, que faz muitos cálculos na profissão. Dedico essa vitória à minha tia, que me deixava estudar no seu escritório. Eu chegava lá e usava o computador para fazer pesquisa”, conta o estudante.

“Estamos felizes por concretizar mais um projeto. Para mim foi muito gratificante ver o interesse e a força de vontade dos alunos para estudar o conteúdo programático. Agradecemos também a parceria da Dow Corning, do Pacto pela Educação e de todos os voluntários envolvidos”, diz Givanildo Ferreira, presidente da ONG Torpedos Mirim.

A professora voluntária Edna Veras ressalta que as ações da ONG buscam contribuir com a melhoria da qualidade de ensino. “Observamos alunos com muitas dificuldades com a leitura, a escrita e as operações matemáticas. A Olimpíada vem para estimular esses alunos a querer aprender mais, despertar o interesse pela matemática e a desenvolver o raciocínio rápido”, explica a educadora.

“Enquanto parceiros e mantenedores da ONG Torpedos Mirim, ficamos bem felizes com os avanços da entidade, que hoje atende cerca de 100 crianças oferecendo reforço escolar e atividades socioculturais e esportivas. Vemos a seriedade em cada ação e prova disso são os bons resultados, entre eles o sucesso da Olimpíada de Matemática”, avalia Ana Paula Portela, coordenadora administrativa da Dow Corning.

Estudantes da UFPA vivenciam prática da profissão em área reflorestamento

Uma oportunidade de aprendizado e de contato prático com a profissão. Assim foi a visita dos 24 estudantes do terceiro período do curso flexibilizado de Engenharia Florestal de Tucuruí da Universidade Federal do Pará (UFPA). O grupo participou, este mês, de uma visita técnica à Fazenda de Reflorestamento Água Azul I da Palmyra Recursos Naturais, empresa do grupo Dow Corning. 

IMG_20160212_121923

Durante a visita, os universitários conheceram as principais vertentes de atuação do engenheiro florestal, como as práticas de silvicultura e de manejo de plantações florestais, com ênfase no plantio de eucalipto. “Os estudantes ficaram bastante impressionados com o tamanho da área de plantio da Palmyra, bem como tiveram uma boa impressão de uma das áreas de atuação, enquanto futuros engenheiros florestais”, revelou o professor Deivison Souza, diretor da Faculdade de Engenharia Florestal. “Foi também muito importante saber que o Grupo Dow Corning tem contribuído para o desenvolvimento sustentável da região”, afirmou.

IMG_20160212_094149

Em Breu Branco, no sudeste do Pará, a Palmyra Recursos Naturais é considerada referencial em práticas sustentáveis. A empresa possui duas propriedades. No total, são 45 mil hectares de floresta, dos quais sete mil hectares são de reflorestamento com eucalipto. Cerca de 80% das áreas da Palmyra são de floresta nativa preservada.

A Palmyra é certificada dentro dos padrões internacionais ISO 14001, que trata do sistema de gestão ambiental na organização, e pela FSC Madeira Controlada, que garante a utilização de madeira legal em seu processo de produção.

Produção de tambaqui no Lago Tucuruí atenderá a 35 mil famílias

Cidade de Breu Branco será a primeira beneficiada pelo projeto. Com 52.498 habitantes, sua economia regional se destaca pelo grande potencial de desenvolvimento nas atividades da aquicultura

lago de TucuruiO Projeto Tambaqui no Lago do Tucuruí, localizado no sudeste do Pará, foi o tema do encontro do ministro da Pesca e Aquicultura, Helder Barbalho, com o deputado federal pelo Pará Miriquinho Batista (PT), o prefeito de Breu Branco, Adimilson Mezzomo, e a vereadora da cidade Rosana Loureiro na quarta-feira (21).

O município de Breu Branco será o primeiro beneficiado pelo projeto. Com 52.498 habitantes, sua economia regional se destaca pelo grande potencial de desenvolvimento nas atividades da aquicultura. O convênio já firmado com o MPA garantirá a construção e instalação de uma unidade de beneficiamento de pescado

De acordo com o deputado Miriquinho o projeto está em discussão há 9 anos e já foram realizados estudos técnicos que comprovaram o tambaqui como a melhor espécie para reprodução no lago. Ao todo, a criação desse pescado na região do lago atenderá em média a 35 mil famílias.

A vereadora Rosana Loureiro acredita em novo marco para o desenvolvimento sustentável da região do lago. “A economia local será alavancada, e vai melhorar o padrão de vida dos ribeirinhos que ali vivem”, destacou a vereadora.

Encontrados os corpos das vítimas do acidente com avião Cessna 210 que caiu em Breu Branco

Os corpos das três vítimas do acidente com o avião Cessna 210 que caiu no último sábado no rio Mojuzinho, município de Breu Branco, chegaram ontem a noite no IML de Marabá. Os corpos, encontrados presos aos cintos segurança na cabine do avião, foram retirados por mergulhadores do Corpo de Bombeiros e ribeirinhos no início da tarde de ontem.

Para que se encontrasse a cabine do avião e consequentemente os corpos de Liamar Resende, pecuarista de 31 anos e que pilotava a aeronave; Elinaldo da Silva, 30 anos, gerente da fazenda dos Resende, e o eletricista Francisco Iratan Araújo, o Corpo de Bombeiros utilizou um aparelho sonar.