Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Comércio

No Pará, venda de caminhões tem o maior índice de crescimento entre os veículos novos

Os dados foram divulgados pelo Sindicato das Concessionárias e Distribuidoras de Veículos do Pará e Amapá (Sincodiv PA/AP)

 

O Pará registrou 7.839 emplacamentos de veículos no mês de julho, segundo dados divulgados pelo Sindicato das Concessionárias e Distribuidoras de Veículos do Pará e Amapá (Sincodiv PA/AP). O balanço divulgado contempla vendas de automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros.

O melhor resultado foi verificado na venda de caminhões, que apresenta crescimento no último trimestre. Quando comparado com o mesmo período do ano passado, o segmento registra crescimento de 21,74% neste mês de julho. Já os emplacamentos de automóveis e comerciais leves somaram 3.075 unidades no mês passado, registrando crescimento de 0,16%% em relação a julho do ano passado, quando foram emplacados 3.070 veículos no Pará.

Para o presidente do Sincodiv PA/AP, Leonardo Pontes, os resultados mostram uma previsão positiva para o mercado. “Vamos experimentar um crescimento contínuo. O mercado está crescendo ainda de forma tímida, mas vislumbramos um crescimento melhor para este ano e para os próximos”, pontua.

VENDAS POR CATEGORIA DE VEÍCULOS

– Automóveis: 2.372

– Motos: 4.452

– Caminhões: 112

– Ônibus: 25

– Veículos comerciais leves: 703

– Implementos rodoviários: 25

– Outros: 150

Pará

Vendas de veículos crescem pelo segundo mês consecutivo, no Pará

Mesmo com a crise econômica no país, as vendas de veículos no Pará cresceram 32,02% no mês de julho, quando comparadas com o mês anterior e cerca de 20% acima da média nacional, que foi de 7,08% para o mesmo período.

Pelo segundo mês consecutivo, continuam aquecidas as vendas de veículos no Pará, segundo o balanço de vendas de veículos novos feito pelo Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos do Pará e Amapá (Sincodiv PA/AP). De acordo com o levantamento, no mês de julho, foram vendidos 14.390 veículos, entre carros, motos, ônibus, caminhões e comerciais leves, representando aumento de 32,02%, cerca de 6,29% a mais do que o mesmo período de 2014 e 24,94% acima da média nacional, que é de 7,08% para o mesmo período.

Segundo o presidente do Sincodiv, Leonardo Pontes, o volume de vendas no mês passado é considerado muito positivo. “Mesmo com a recessão em vários setores da economia, o Pará está conseguindo superar e cresce a cada mês no ritmo de vendas, registrando junho e julho como os melhores meses de vendas deste ano”, destaca.

Números

Em julho, segundo o Sincodiv, o aumento das vendas foi generalizado, sendo o setor de ônibus responsável por 135 emplacamentos, superando em 62,65% as vendas do mês de junho. O segmento das motocicletas registrou 9.150 unidades vendidas, com crescimento de 45.89%, e o de carros e comerciais leves vendeu 4.629 veículos em julho deste ano, representando elevação de 10,87%. A única retração foi no segmento de implementos rodoviários, com queda de 21.05%.

No acumulado do ano, foram vendidos 81.792 veículos, representando queda de 8,45% em comparação com o primeiro semestre de 2014. O mês de julho contou com 23 dias úteis contra 21 dias no mês anterior, motivando este aumento nas vendas de veículos. Entre os municípios, Belém é líder de vendas de veículos em todos os setores. Ananindeua, Marabá e Altamira também figuram entre os municípios que mais venderam veículos. As marcas mais vendidas no segmento de automóveis foram Fiat, Volkswagen e General Motors.

Segundo a Fenabrave, continua a previsão de que não ocorrerá grande mudança nas vendas de veículos nos próximos meses, mantendo, assim, a projeção de queda de cerca de 20% para o setor em 2015. Algumas ações realizadas no mês de julho motivaram a comercialização de automóveis e comerciais leves. Entre as ações destacadas estiveram o Festival do Consorciado Contemplado e o Salão Auto Caixa, ambos direcionados a estimular a aquisição de veículos no país.

Confira, a seguir, mais detalhes do resultado dos emplacamentos do Pará em julho:

Automóveis e comerciais leves

No total, foram emplacadas 4.629 unidades de automóveis e comerciais leves em julho. O número representa aumento de 10,87% na comparação com junho de 2015 e recuo de 11,59% em relação a julho de 2014. Na comparação entre o acumulado deste ano com o anterior, os segmentos registraram retração de 6,72%.

Caminhões e ônibus

Segundo o Sindicato, 304 caminhões e ônibus foram emplacados em julho, número 29,36% superior ao registrado em junho. Na comparação com o mesmo mês de 2014, o número, no entanto, representou queda de 15,08%. No acumulado do semestre, as categorias apresentaram desempenho 18,31% abaixo do verificado de janeiro a julho de 2014.

Motos

O segmento de motocicletas teve um total de 9.150 unidades novas vendidas em julho, num aumento de 45,89% sobre junho de 2015. Na comparação com o mesmo período de 2014, o crescimento foi de 19,94%. De janeiro a julho, o segmento apresenta resultado de 9,31% negativos ante os primeiros seis meses de 2014.

Implementos rodoviários

Foram vendidos 60 veículos da categoria no mês. O segmento apresentou diminuição de 21,05% nas unidades emplacadas na comparação com junho de 2015 e recuo de 48,28% ante o mês de julho do ano passado. Na comparação do acumulado de janeiro a julho deste ano com o mesmo período de 2014, houve queda de 9,13%.

Pará

Venda de automóveis no Pará registra primeiro crescimento no ano

Em junho a venda de automóveis obteve um crescimento de 6,73% em comparação com maio. O setor de ônibus cresceu 167,74%.

Enquanto as vendas de veículos novos na maior parte dos estados brasileiros sofreram queda, a venda de automóveis no Pará obteve saldo positivo no mês de junho, registrando crescimento de 6,73% sobre maio. Este crescimento pode representar o início de um fortalecimento no setor, já que quando comparado com junho de 2014, o setor registrou aumento de 1,31%. É o que aponta o último balanço do Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos do Pará e Amapá (Sincodiv PA/AP), que contabilizou 10.900 emplacamentos de veículos, em junho, contra 10.844, em maio, crescimento de 0,52%.

concessionáriaNo entanto, o primeiro semestre do ano não foi positivo para os concessionários. Houve queda de 11,08%, totalizando 67.402 emplacamentos contra 75.803 sobre o mesmo período do ano passado. O número inclui emplacamentos de automóveis e comerciais leves, caminhões, ônibus, motos e implementos rodoviários (carrocerias de caminhões e afins).

Para o presidente do Sincodiv, Leonardo Pontes, “o cliente está cauteloso na hora de efetuar a compra. Mesmo com a crise o setor se mantém otimista e espera fechar o ano com saldo positivo. Caso isso não ocorra, aguardamos que o resultado não seja muito negativo, chegando em pelo menos 10%”, avalia.

Em junho, os segmentos de automóveis e comerciais leves tiveram alta de 6,67%, com 4.175 emplacamentos. O setor de ônibus foi o que mais cresceu. No mês passado, o segmento apresentou crescimento de 167,74% em relação ao mês anterior. Quando somado caminhões e ônibus, o crescimento foi de 27,72%.

O município de Parauapebas foi o destaque nas vendas de ônibus, representando 42,17% das vendas e Belém em segundo, com 33,73%. Leonardo Pontes explica que este crescimento, assim como ocorreu em abril, deve ser por conta de alguma grande venda, especificamente. Já no segmento das motocicletas a queda foi de 3,21%, registrando 6.272 emplacamentos.

Quando se analisa os modelos de automóveis mais vendidos, Palio, Gol e Onix lideraram as vendas no primeiro semestre. O Palio vendeu 1.295 unidades.

No país, as vendas no primeiro semestre tiveram uma queda ainda maior que no mesmo período de 2014: 20,7%. Foram 330 mil veículos a menos vendidos este ano. Em todo o Brasil, foram fechadas 492 concessionárias e abertas 250 no primeiro semestre, resultando num saldo negativo de 242 revendas a menos. Isso gerou um corte de 12 mil empregos.

Fonte: Assessoria de Imprensa Sincodiv PA/AP