Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Futebol

Parauapebas vence o São Francisco e se aproxima das quartas de final do Sub-17

Para avançar, o Gigante de Aço terá que torcer para o Paysandu e para o Remo contra Castanhal e Izabelense, respectivamente
Continua depois da publicidade

Por Fábio Relvas

Os garotos do Parauapebas Futebol Clube voltaram a sonhar com uma vaga para as quartas de final do Campeonato Paraense Sub-17. Na manhã deste domingo (17), o PFC venceu o São Francisco de Santarém, por 3 a 0, no Estádio Rosenão, e assumiu a quarta posição do Grupo A1, com 15 pontos conquistados. A partida foi válida pela décima e última rodada da fase de classificação.

O time do Gigante de Aço teve muito mais posse de bola que o adversário. Janiel abriu o placar ainda no primeiro tempo para os donos da casa. Na etapa final de jogo, o meia Tauan marcou o segundo e o atacante Hítalo deixou sua marca em um golaço de bicicleta, fechando a conta em 3 a 0. As duas equipes reclamaram muito com a arbitragem, que foi confusa no decorrer da partida. O zagueiro Pará, do PFC, foi expulso de campo em um lance duvidoso de agressão.

“Entramos no G4. Tivemos um excelente controle da partida, fizemos 1 a 0 no primeiro tempo e mais dois na segunda etapa; apesar dos gols perdidos, o time se movimentou muito e implementou uma boa intensidade. Estou feliz pela resposta do time para quem não acreditava no projeto. Parabéns, não só aos atletas pela boa primeira fase, mas também ao presidente João Luiz e ao nosso gerente de futebol Benigno Leite, além dos pais que estão acompanhando o time,” congratulou João Paulo, técnico do Parauapebas.

Para o Parauapebas avançar para as quartas de final do Campeonato Paraense da categoria Sub-17, terá que torcer para o Paysandu contra o Castanhal, e para o Clube do Remo diante do Izabelense. Uma vitória do Papão, ou até mesmo um empate, e uma vitória do Leão e um empate, classificam o PFC.

A partida entre Castanhal e Paysandu está marcada para a próxima quarta-feira (20), às 15h30, no Estádio Maximino Porpino, em Castanhal. Mesmo dia e horário para Remo e Izabelense, que se enfrentam no Centro Esportivo da Juventude (CEJU), em Belém.

Se avançar, o time do Parauapebas deverá encarar o Águia de Marabá, que está em 1° lugar do Grupo A1, com 24 pontos. As quartas de final serão de jogo único e, como a equipe marabaense tem a melhor campanha, a partida será no Estádio Zinho Oliveira, em Marabá, no próximo domingo (24). O campeão e o vice garantem vaga para a Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2019.

Futebol

Parauapebas e Cametá fazem o “jogo dos desesperados” nesta terça-feira no estádio Rosenão

As duas equipes seguram a lanterna de suas chaves e precisam pontuar a qualquer custo para escapar do rebaixamento
Continua depois da publicidade

Parauapebas Futebol Clube e Cametá Sport Club são os lanternas de suas chaves no Campeonato Paraense de 2018. O PFC tem cinco pontos na Chave A2, enquanto que o Mapará tem apenas três na Chave A1, ambos brigando desesperadamente contra o rebaixamento. Os times estarão se enfrentando nesta terça-feira (27), às 20h30, no estádio José Raimundo Roseno Araújo, o Rosenão, em partida válida pela sétima rodada do estadual.

Pelo lado do PFC, as cobranças são muitas pelos resultados positivos que não estão chegando. A equipe atuou em seus domínios nos últimos quatro jogos e conquistou apenas uma vitória, diante do Águia, empatou contra o Independente e perdeu para o Bragantino e Paysandu. Com uma campanha pífia, a diretoria chegou a demitir alguns jogadores e contratou outras peças, para tentar primeiramente, escapar do rebaixamento e depois sonhar ainda com uma classificação para a semifinal.

Para a partida diante do Cametá, o técnico Léo Goiano vai poder contar com o retorno do zagueiro André Ribeiro, do volante Max Carrasco e do meio-campo Wellington Cabeça, o trio já cumpriu suspensão contra o Papão, devido aos cartões. Mas o comandante do PFC não confirma o retorno desses atletas, já que sempre faz mistério quanto à escalação da onzena titular. Pelo que veio trabalhando durante a semana, o time deve entrar com: Bruno; Rodrigo, Cris, André Ribeiro e Rafinha; Max Carrasco, Augusto Recife, Gilberto e Luiz Fernando; Jhon Lennon e Monga.

“Um jogo decisivo para nós. Agora na verdade vamos ter quatro partidas e nós temos a intenção ainda de brigar por coisas de parte de cima da tabela e para isso, passar por esse jogo extremamente importante e decisivo contra o Cametá. Jogamos em casa, nós não fizemos ainda nenhum grande jogo em casa e o grupo tem consciência de que já passou da hora da gente fazer essa grande partida”, afirmou Léo Goiano, técnico do PFC.

Por outro lado, o Cametá vai entrar motivado com a troca de comando da equipe. O técnico Cacaio assumiu o time diante do Clube do Remo, e apesar de não ter ficado no banco por conta de uma suspensão, o treinador orientou sua equipe do Mangueirão. O Mapará chegou na noite desta segunda (26) e a delegação já está concentrada em um hotel na cidade de Parauapebas.

A baixa do time é o zagueiro Ivson, que saiu machucado na partida contra o Leão Azul e segue lesionado no Departamento Médico (DM). A ideia do treinador é manter a mesma equipe que jogou de igual para igual contra o Remo, onde arrancou um empate importante. Portanto, o Mapará deve ir a campo com: Douglas Palagi; Rossales, Dener, Allan Peterson e Wesley; Odair, Tetê, Alisson e Maicon Talheti; Caio e George. O atacante Ronaldo, que entrou no 2º tempo contra os azulinos e mudou a história da partida, pode entrar jogando contra o PFC, mas nada foi confirmado pelo técnico Cacaio.

A Federação Paraense de Futebol (FPF) divulgou a escala da arbitragem para o confronto. Danilo Lopes Viana será o árbitro principal, sendo auxiliado por Robson João dos Reis e Ducival da Silva Brito. O quarto-árbitro fica por conta de André Michel Petri Galina.

Por Por Fábio Relvas