Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Conceição do Araguaia

Carreta que matou quatro PMs em acidente há uma semana foi incendiada na porta da delegacia

O motorista causador da tragédia, Claudair da Silva Rodrigues, cumpre prisão preventiva acusado de quatro homicídios dolosos
Continua depois da publicidade

Embora estivesse estacionado na porta da Delegacia de Polícia Civil, a carreta bitrem envolvida no acidente que há uma semana matou quatro policiais militares e deixou um gravemente ferido, foi incendiada na noite do último sábado (10), sem que ninguém tivesse visto. A polícia afirma que vai investigar para saber quem foi o autor da ação audaciosa que destruiu o veículo. Já o motorista causador da tragédia, Claudair da Silva Rodrigues, 36 anos, teve a prisão preventiva decretada pela Justiça Estadual, um dia após ter sido preso. Ele estava embriagado quando dirigia o pesado veículo.

No acidente, que ocorreu na Rodovia PA-287, quando a carroceria da carreta atingiu em cheio a camionete da PM, morreram os cabos Arlan Campos Lopes da Silva e Luís Antônio Cruz Aguiar, o soldado Antônio Marcos Carvalho da Silva e o sargento Francisco José Gomes de Freitas.

Na ocasião, Claudair, que está preso na Penitenciária de Redenção, foi autuado em flagrante na Delegacia de Polícia Civil de Conceição, aparentando sinais de embriaguez. O delegado Antônio Miranda, superintendente de Polícia Civil do Araguaia, o enquadrou nos crimes de alcoolemia e por quatro homicídios dolosos.

Reportagem: Ronaldo Modesto