Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Portos

Projeto “Belém Porto Futuro” será apresentado para a sociedade paraense

Para chegar a este resultado que será apresentado amanhã para a sociedade, diversas oficinas e audiências públicas foram realizadas durante o ano 2016, atendendo um pedido do ministro Helder Barbalho.

No próximo dia 12 de janeiro Belém completa 401 anos, e para presentear a população da cidade será apresentado amanhã (11), o Projeto Belém Porto Futuro, do governo Federal, que representará mais um importante passo para a renovação e recuperação do espaço portuário da capital.

O Projeto consiste diretamente na valorização de duas áreas. Uma é a antiga residência de Miramar, onde a população terá acesso ao Museu de Gastronomia Paraense, além de um Mirante Contemplativo, que apresentará uma nova imagem da cidade.

Já a outra área será a região portuária de Belém, que promoverá a integração do porto com a cidade a partir da criação de um novo pátio de contêineres e píeres para recepcionar moradores e visitantes. O local contará com a criação de um grande parque urbano banhado por um lago contemplativo, que vai abrigar uma praça infantil, área de convivência, área para animais de estimação, central de apoio, espaço saúde e praça de alimentação. A região terá ainda uma Feira Livre, Mercado Municipal, Centro Cultural Paraense, Museu de Arte Moderna, Museu do Círio, escritórios e um amplo estacionamento.

Projeto

O Projeto, que foi lançado em abril de 2016 pelo então ministro de Portos, Helder Barbalho – atual ministro da Integração Nacional-, pretende transformar uma área portuária de aproximadamente  2km em um polo de desenvolvimento da capital, por meio da recuperação da infraestrutura, atração de investimentos, oferta de serviços e geração de emprego e renda.

Para chegar a este resultado que será apresentado amanhã para a sociedade, diversas oficinas e audiências públicas foram realizadas durante o ano 2016, atendendo um pedido do ministro Helder feito no dia do lançamento do Projeto para que tudo fosse pensado e construído com participação direta de  empresários, órgãos públicos e sociedade.

Pará

Cine Mais Cultura

Em janeiro de 2010 o Labirinto Cinema Clube e parceria com o FAM – Associação Beneficente Fazendo o Amanhã Melhor se inscreveram no edital do Cine Mais Cultura.

O edital é uma parceria entre o Governo do Estado do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (SECULT), com o Ministério da Cultura, que possibilitará a criação de 35 salas de exibição em todo o Estado, distribuídas proporcionalmente entre as 12 Regiões de Integração, democratizando o acesso às políticas na área audiovisual.

Foi publicado no diário oficial o resultado final, e o cineclube de Parauapebas foi um dos contemplados. Isso mostra e reforça o poder que a sociedade civil organizada tem quando bem articulada.Teremos agora um ponto semanal de exibição de obras cinematográficas brasileiras, totalmente do povo para o povo.

Parabéns ao Labirinto Cinema Clube e ao FAM por essa conquista. Neste link, o resultado do edital: http://www.cultura.pa.gov.br/Noticias.asp?idNoticia=752 . Proponente : Associação Beneficente Fazendo o Amanhã Melhor – Região de Carajás

Brasil

Curitiba sedia Conferência Internacional de Cidades Inovadoras 2010

Promovida pelo Sistema FIEP, a CICI 2010 trará mais de 80 especialistas nacionais e internacionais para debater soluções que promovam a sustentabilidade e a prosperidade econômica e social nas cidades

Entre os dias 10 e 13 de março, Curitiba receberá mais de 80 especialistas de todo o mundo que irão debater caminhos para a construção de realidades urbanas mais inovadoras, prósperas e humanizadas. Uma iniciativa do Sistema Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP), a Conferência Internacional de Cidades Inovadoras (CICI 2010) trará experiências de sucesso em planejamento urbano, sustentabilidade, mobilidade, gestão e políticas públicas, entre outras, que transformaram cidades em ambientes propícios ao desenvolvimento econômico, social e ambiental.

Entre os nomes de peso que participarão da conferência estão Steve Johnson (EUA), autor de seis beste-sellers que influenciaram desde ações de planejamento urbano até a luta contra o terrorismo; Pierre Lévy (Canadá), filósofo que estuda o conceito de inteligência coletiva; Marc Giget (França), diretor-fundador do Instituto Europeu de Estratégias Criativas e Inovação; Jaime Lerner (Brasil), arquiteto e urbanista, ex-prefeito de Curitiba; Jeff Olson (EUA), arquiteto e urbanista envolvido em projetos que contemplam espaços verdes e meios de transporte alternativos; Marc Weiss (EUA), presidente do Global Urban Development e líder do projeto Climate Prosperity; Clay Shirk (EUA), professor de Efeitos Econômicos e Sociais das Tecnologias da Internet e de New Media na New York University; e o arquiteto Mitsuru Senda (Japão). A lista completa e o currículo dos palestrantes estão no site www.cici2010.org.br.

Continue lendo “Curitiba sedia Conferência Internacional de Cidades Inovadoras 2010”

Parauapebas

Tá tudo escuro

É caso de polícia, e não mais apenas matéria para o Procon, as constantes faltas de energia elétrica em Parauapebas. Parece que a população deve se acostumar e conviver com esse terrível problema pois o descaso com que a REDE CELPA trata a imprensa quando cobrada pela ineficiência no fornecimento de energia elétrica é muito pior do que a própria falta de energia.

Concomitantemente à falta de energia, motivada pela inércia da Rede Celpa, a autarquia que fornece a água no município, joga a culpa na falta de energia elétrica pelas constantes interrupções no fornecimento também de água. As operadoras de telefonia celular e provedores de internet, alegam ser também a falta de energia a culpada pelos precários serviços em nosso município.

Algumas atitudes precisam ser tomadas pelas autoridades constituídas de Parauapebas – Só no mês passado, deixaram de ser realizadas mais de 30 audiências no Fórum local, motivadas pela falta de energia – inúmeras também não aconteceram no Fórum Trabalhista – Os bancos operam precariamente e o calor dentro daqueles estabelecimentos  é insuportável – Dentistas deixaram de atender seus pacientes – exames laboratoriais não puderam ser realizados – o pão nosso de cada dia, quantas vezes atrasou à mesa em virtude da falta de energia – ficamos diversas vezes sem poder ver TV, única diversão para muitos moradores.

Tudo isso mostra a importância que é o fornecimento de energia elétrica, essencial nos dias de hoje para que as coisas andem nos eixos. A população de Parauapebas já não aguenta mais tanto descaso por parte da CELPA. É preciso que se tome uma atitude. Ontem tivemos 3 interrupções no fornecimento de energia. Alguém sabe explicar os motivos? Algum órgão cobrou juridicamente e oficialmente a REDE CELPA? Será que o povo sofrido do município de Parauapebas terá que fazer o papel de fiscalizar e cobrar o correto fornecimento de energia elétrica.

Está havendo racionamento em Parauapebas? Creio que não. Se de fato houvesse racionamento  não seria inteligente desligar a energia dos postes nos loteamentos da entrada da cidade onde não existe ainda nenhum morador e que certamente consomem energia por diversas residências?

E não falamos aqui dos valores cobrados pela empresa por esses péssimos serviços prestados.

Parauapebas

Parauapebas é beneficiada com saneamento básico

Darci_Lermen_Logotipo_bigger Segundo o prefeito de Parauapebas, Darci Lermen, confidenciou ao blogger, através do Twitter, o valor liberado hoje (02/09) pelo Governo Federal, destinado à saneamento básico nos bairros da Paz e todo o Complexo Altamira, é de R$ 44.949.811,30 (quarenta e quatro milhões, novecentos e quarenta e nove mil, oitocentos e onze reais e trinta centavos) mais a contrapartida da PMP, o programa investirá R$ 47.315.590,84 (quarenta e sete milhões, trezentos e quinze mil, quinhentos e noventa reais e oitenta e quatro centavos) em sua totalidade.

Eventos

Carajás o Jornal: Edição 297

Leia no www.carajasojornal.com.br

Carajás - O jornal- Clique na logo para acessar o jornal

  • DMTT realiza campanha de conscientização sobre o bafômetro e faz primeiro flagrante no teste

A campanha educativa é para alertar os motoristas sobre os riscos de dirigir embriagado e o uso do bafômetroO Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT) iniciou na última sexta-feira (21) uma campanha denominada Lei álcool zero – Um gole a mais, uma vida a menos.

A campanha, que foi desenvolvida em parceria com o Núcleo de Educação para o Trânsito, foi realizada no bairro Cidade Nova e tem como principal objetivo mostrar para a população como funciona o bafômetro, equipamento usado para medir a taxa de álcool no sangue de condutores de veículos. De acordo com Cleiton dos Santos, do Núcleo de Educação para o Trânsito, a campanha tem cunho educativo, mas também comporta a fiscalização rigorosa aos motoristas que ingerem bebida alcoólica e dirigem ao mesmo tempo. “O que nós queremos é que a população conheça o bafômetro e saiba que aqui na cidade de Parauapebas já existe o equipamento, para que os motoristas não cometam o erro de beber e dirigir e saibam quais são os procedimentos que serão cabíveis aos agentes de trânsito, ao pegarem algum motorista alcoolizado”, informou Cleiton.

Para quem não conhece como funciona o bafômetro, a agente Selma, do DMTT, explica. “De 0,1 a 0,2 miligramas de ar expelido pelos pulmões, gera uma multa de R$ 957, 70 mais a suspensão do direito de dirigir por um ano. Acima de 0,3 de ar expelido pelos pulmões gera a mesma multa, suspensão ou a proibição de se obter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), mais a detenção de seis meses a três anos”, disse a agente.

Para o diretor do DMTT, Francisco Xavier Falcão, a campanha educativa sobre o bafômetro ajudou bastante para que a população entendesse como o equipamento funciona. “Nós vamos estar acompanhados da polícia nas operações e para as pessoas que se recusarem a fazer o teste, o agente poderá lavrar o auto, colocando em seu relatório que o condutor apresenta sintomas de embriaguez e este motorista será encaminhado para a delegacia. Neste caso, o condutor que se recusa irá pagar a multa de 957,70 e também terá sua carteira apreendida”, informou Falcão.

Ainda de acordo com o diretor do DMTT, as blitzes com o uso do bafômetro já iniciaram e pelo menos uma pessoa foi autuada no município de Parauapebas. O equipamento continuará sendo utilizado durante a semana e principalmente, nos fins de semana, autuando os motoristas que desrespeitam as leis, quando dirigem embriagado.
Primeiro motorista é flagrado pelo teste – Na noite de sábado (22) a Polícia Militar conduziu até o Departamento Municipal de Trânsito e Transportes (DMTT), o motorista Jackson Pinto da Silva, de 24 anos, para que ele fosse submetido ao exame do bafômetro. Segundo informações dos policiais cabo Nunes, M.Silva e A.Silva, Jackson estaria bloqueando a passagem de outros veículos com o seu carro, que estava parado na rua 24 de março.

A polícia solicitou ao motorista que ele retirasse o veículo, para que os outros condutores pudessem, mas ele desacatou os policiais com palavras de baixo calão.
Feito o exame do bafômetro, foi contatado que Jackson excedeu o limite de álcool por litro de sangue, que é de 0,2 miligramas. O resultado do exame comprovou que ele estava com 0,50 miligramas de álcool a cada litro de sangue.
O infrator teve a carteira recolhida e teve que pagar multa de R$ 957,00, além de uma fiança de aproximadamente R$ 600,00.

  • AOP faz manifestação em prol da construção de um pólo comercial

    Segundo os organizadores, a manifestação reuniu cerca de 300 veículosA Associação das Oficinas de Manutenção Mecânica e Lojas de Auto Peças de Parauapebas e Região (AOP) fez uma grande manifestação, ontem (24) de manhã, pelas ruas da cidade para chamar atenção da sociedade, da prefeitura e da Câmara de Vereadores para instalação de um pólo comercial de autopeças e serviços que venha de encontro ao desenvolvimento do município.

    De acordo com Augusto Farias, presidente da AOP, a criação deste Distrito Industrial, que precisa de uma área pública de no mínimo 400 mil metros quadrados, uma vez que instalado o Setor de Abastecimento, serão construídas 430 lojas, cada uma com estacionamento próprio, praças de alimentação, farmácias, agências bancárias, postos de combustíveis, concessionárias, instituição de ensino superior e cursos profissionalizantes, que trarão melhor qualidade de vida para a população, será de extrema importância para o município. “Nosso projeto vai gerar 5 mil empregos e prevê a instalação de uma universidade. Nossa ideia é concentrar todas as oficinas, lojas de autopeças, revendas de veículos, concessionárias em um só local”, explica.

    De acordo com ele, a manifestação foi para chamar a atenção das autoridades para viabilizar a o projeto. “O prefeito garantiu que até o fim do ano faria a doação do terreno, mas até agora está tudo parado. Por isso, fizemos a manifestação para mostrar o tamanho e a força da associação, que existe há 6 meses e tem 180 empresas cadastradas”.
    Segundo Ermerson Carneiro, diretor da AOP, esse Pólo Comercial trará benefício, inclusive para o Meio Ambiente. “Com tudo concentrado lá, não haverá sujeiras nas calçadas, nem óleo nas ruas. O óleo e a graxa vão ser recolhidos de forma ecologicamente correta, além disso, vamos desafogar o trânsito, pois o centro da cidade vai ficar livre”, afirma.
    Arnaldo, da São Paulo Turbinas, diz que o Distrito Industrial vai resolver problemas dos comerciantes do segmento, que às vezes perde serviço por falta de espaço físico para colocar os veículos. “Com as lojas aqui na cidade, a gente perde serviços porque não tem espaço físico para usar como estacionamento dos carros dos clientes. Se usar os canteiros, a gente é multado. Precisamos urgente deste espaço e deste Pólo Comercial”.

    De acordo com um dos organizadores da manifestação, Fabiano, da Fabiano Acessórios, 300 veículos participaram do movimento em prol da instalação deste projeto. “Conseguimos juntar muita gente que acredita neste projeto, que prevê ainda utilização de energia solar e poços artesianos e vai ser um pólo auto-sustentável. Para isso, precisamos da doação do terreno da prefeitura e da Câmara de Vereadores para viabilizar as políticas públicas para este segmento”.

error: Content is protected !!