Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Receita Federal

Receita Federal e PF apreendem droga no aeroporto de Belém.

Droga 2Em operação conjunta da Polícia Federal e Receita Federal realizada na tarde desta terça-feira (16), no aeroporto de Belém, com utilização de cão farejador da Polícia Federal, e após revista, foram detectados, no corpo de uma passageira de um voo procedente de Campo Grande (MS), 02 quilos de cocaína. A droga foi apreendida e a mulher encaminhada para a Superintendência da PF em Belém.

Pará

Receita Federal apreende mercadoria com 60 quilos de cocaína em aeroporto de Belém

imageEm operação de Vigilância e Repressão realizada ontem (13), a Alfândega da Receita Federal no Aeroporto Internacional de Belém, em parceria com a Polícia Federal, após análise de risco em carga direcionada à exportação, apreendeu equipamentos contendo droga.

Aproximadamente 60 quilos do entorpecente estavam distribuídos no interior de seis cilindros de aço e tinham a Austrália como destino. Dois homens – um amazonense e um colombiano – foram presos apontados como as pessoas que contrataram uma empresa para fazer o envio do material. Eles serão indiciados por tráfico internacional. Os cilindros de aço faziam parte de um equipamento de panificação conhecido como “masseira”. Cada uma das masseiras tinha dois cilindros, que foram preenchidos com cocaína compactada.

Ação
A equipe de fiscalização da Receita Federal levantou várias suspeitas com relação à mercadoria. Primeiro, com relação à procedência, depois sobre o caminho de despacho da carga e, por fim, na observação de que o peso declarado das máquinas não condizia com o peso real. Sendo assim, considerou que havia algo errado e, utilizando uma broca, constatou que havia um pó branco no interior dos cilindros. Após constatar que se tratava de cocaína, solicitou apoio da Polícia Federal.

Balanço
A Alfândega da Receita Federal no Aeroporto Internacional de Belém realizou diversas apreensões durante o ano de 2015, contabilizando os dados abaixo:

  • R$ 70.000,00 em jóias (ouro)
  • 40.000,00 (euros)
  • 3,5 kg de pasta base de cocaína
  • 8,5 kg de cloridrato de cocaína
  • R$ 750.000,00 em mercadorias
  • 4,5 kg de cocaína

Receita Federal

Receita Federal apreende 7Kg de cocaína no aeroporto de Belém

Fruto de operação rotineira de vigilância e repressão da Alfândega do Aeroporto Internacional de Belém em conjunto com a Polícia Federal, a apreensão ocorreu nesta madrugada.

RF Cocaina3RF Cocaina2A droga estava na bagagem de passageiro que se encontrava em voo doméstico vindo de Manaus, chegando àquela capital às 4h40, de 31/8.

Foram apreendidos seis pacotes da pasta de cocaína, totalizando, aproximadamente, sete quilos.

A operação

O trabalho realizado envolveu a análise de risco, onde são observadas diversas informações em relação à procedência da aeronave e aos viajantes, o que levou ao desvio do voo para a área internacional do Aeroporto Internacional de Belém, onde o conteúdo pode ser detectado pelo scanner fixo da Receita Federal e apreendido.

O conteúdo foi entregue à Polícia Federal para as devidas providências.

Marabá

PF apreende R$ 1 milhão em cocaína em Marabá

Por Ulisses Pompeu – de Marabá

A Polícia Federal apreendeu 52 tabletes de droga aparentando ser cocaína e pesando em torno de 58 quilos, na noite desta quarta-feira (5), em Marabá. Junto com o entorpecente foram presos, em flagrante, Oziel Moreira Martins, de 37 anos, Pedro Gonçalves da Silva, de 64, e Adalberto Bento das Chagas, de 42.

image

A PF avaliou a apreensão em mais de R$ 1 milhão, ou seja, cada tablete custa em média R$ 18 mil. Segundo as informações da PF, surgiu denúncia de que um automóvel Troller de placa HYJ-8391 estava na frente de uma residência, na Folha 10, recheado de cocaína. Os agentes foram ao local e flagraram os presos manobrando o automóvel. O carro estava, inclusive, sendo rebocado porque havia quebrado no trajeto até Marabá. A PF, no entanto, descartou a participação do motorista do reboque que recebeu R$ 6 mil para fazer o serviço prestado pela empresa para a qual trabalha.

A polícia divulgou ainda que Oziel já vinha sendo investigado por suspeita de participação em tráfico de drogas. Ele é taxista em Marabá e teve também seu táxi, um Toyota Corolla, apreendido durante o cerco policial. Os demais envolvidos, Pedro e Adalberto, foram os responsáveis por trazer a droga à Marabá e, a julgar pela placa do carro, de Fortaleza, parte do entorpecente seria levada ao Estado do Ceará, onde Adalberto vive. Ele, inclusive, já foi preso anteriormente em posse de 20 quilos de cocaína.

A PF acredita que a droga tenha entrado no Brasil pela Bolívia e atravessado o Amazonas até o Estado do Pará, rota apontada como comum para esse tipo de atividade nas investigações da polícia. Os agentes encontraram a substância embalada em bexigas e entocada em fundos e laterais falsos do veículo manobrado por Oziel.

Os acusados devem ser ouvidos nesta quinta-feira (6), quando o procedimento contra eles será instaurado. Em relação à droga, a confirmação de que se trata realmente de cocaína acontecerá após a perícia a ser realizada pela PF.

No Amazonas, candidata a vereadora foi presa distribuindo santinhos batizados com cocaína

Carme Cristina Lima, de 32 anos, candidata a vereadora pelo PDT em Itacoatiara, no estado do Amazonas foi detida no último domingo depois de, alegadamente, ter distribuído cocaína anexada aos seus panfletos eleitorais .

No dia da eleição a polícia local viu várias pessoas ao redor do veículo da candidata e decidiu averiguar o motivo. Segundo informou o site Telegraph, as forças policiais teriam encontrado pequenas doses de cocaína agarradas aos panfletos eleitorais.

Testemunhas no local teriam dito que Carme Lima andava a distribuir droga desde a manhã do domingo sob a condição de o “favor” ser retribuído em forma de voto. Após breve perseguição, a candidata foi detida juntamente com um homem enfrenta agora acusações por tráfico de droga e corrupção eleitoral.

Ou a cocaína era pouca ou ela não conseguiu distribuir todo o “material publicitário”, pois, apurados os votos, a candidata alcançou apenas 12 votos e não se elegeu.

Manaus: paraense preso pela PF com 48 kg de cocaína

mala De Manaus vem a informação de que o paraense Francisco Lima, 34, foi preso pela Polícia Federal na madrugada do último domingo com 41 pacotes com cocaína e pasta base de cocaína quando tentava voltar para Belém.

Francisco Lima, 34, natural do Pará, tentava retornar ao Pará, em um voo da Azul Linhas Aéreas, quando foi preso tentando transportar 48 quilos de cocaína e pasta base de cocaína divididos em 41 pacotes. Ele foi flagrado pela Polícia Federal (PF) por volta das 2:00 horas do domingo (08) no Terminal I do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, no bairro Tarumã, zona Oeste de Manaus (AM).

A droga foi localizada pela PF antes que Francisco embarcasse na aeronave que o levaria para abastecer o mercado de Belém, onde parte da droga seria dividida. Outras duas partes da cocaína seriam destinadas para o Nordeste, chegando nas cidades de Fortaleza (CE) e São Luís, no Maranhão.

Francisco Lima foi encaminhado à sede da PF, no bairro Dom Pedro, ainda na madrugada do domingo, para em seguida ser levado à Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa. Ele responderá por tráfico de entorpecentes.

De acordo com o chefe da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) da Polícia Federal, delegado Alexandre Rabelo, a apreensão ocorreu principalmente por causa de dois fatores: o primeiro o peso incomum da mala, com 48 quilos, quando o permitido é 23. Quando a mala foi levada ao raio-x, o aparelho detectou um conteúdo suspeito. Ao ser aberta foram encontrados os entorpecentes; e o segundo, o nervosismo do passageiro, que, posteriormente confessou que fora contratado por um cidadão, que disse não conhecer, apenas para servir de mula até Belém. Pelo serviço, Francisco receberia a quantia de R$5 mil.

Com informações do site emtempo.com.br

error: Conteúdo protegido contra cópia!