Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Marabá

Concurso do Banpará deixa domingo em Marabá com cara de segunda-feira

Mais de 20 mil concurseiros de cidades do Pará, Maranhão, Tocantins e Goiás vieram fazer prova e concorrer a 119 vagas
Continua depois da publicidade

A rede hoteleira e restaurantes ficaram lotados neste final de semana em Marabá por conta do concurso público do Banco do Estado do Pará (Banpará), que acontece neste domingo, dia 6. Desde ontem, sábado, e hoje, domingo, a movimentação nas ruas da cidade dá aparência de segunda-feira, com congestionamentos e motoristas apressados.

O concurso do Banpará teve 94.256 inscritos para as 119 vagas ofertadas. Só aqui para o chamado Polo 4, com sede em Marabá, são 20.296 candidatos distribuídos em 30 escolas municipais e estaduais. O banco tem disponível 27 vagas para esta região, incluindo agências que ainda vão abrir, como Pau D’arco, no sul do Pará.

Jorge Carlos Andrade, de Tocantinópolis-TO, viajou 200 km para vir a Marabá realizar a prova, que fez na Escola Paulo Freire, no Bairro Belo Horizonte. Ele concorre ao cargo de Técnico Bancário, e diz que as questões estavam relativamente fáceis. “Fiz cursinho preparatório, me dediquei para isso nos últimos quatro meses e estou confiante, embora saiba que a concorrência é gigantesca”, reconheceu.

De Tailândia, o contador Jackson Lindemberg Cruz crê que embora seu cargo seja específico e haja apenas uma vaga, o número de concorrentes (362) chega a ser bastante representativo. Disse que gostou bastante da prova de conhecimentos específicos da área, mas teme em tropeçar em algumas “cascas de banana” da Língua Portuguesa. “São regras demais e algumas delas acabam confundindo a gente”, disse, reconhecendo que precisava estudar um pouco mais.

O cargo de Técnico Bancário é o mais concorrido, com 91.329 interessados. A prova objetiva foi realizada hoje e a de títulos, para os cargos de Contador, Assistente Social, Engenheiro Civil, Engenheiro Eletricista, Engenheiro Mecânico e Médico do Trabalho será realizada posteriormente.

O salário varia de R$2.192,88 (nível médio) a Salário: R$5.770,90 (nível superior).

Benefícios

Aplicam-se a todos os cargos de Nível Médio e Nível Superior a participação nos lucros e resultados do Banpará, nos termos da legislação pertinente; possibilidade de adesão ao Plano de Saúde e ao Plano de Previdência Complementar; Auxílio Refeição/Alimentação e Auxílio Cesta/Alimentação; possibilidade de adesão ao Plano de Cargos, Carreira e Salários do Banco.

Por Ulisses Pompeu – de Marabá

Canaã dos Carajás

Processo Seletivo é anunciado pela Prefeitura de Canaã dos Carajás

Processo Seletivo é para Assistente de Alfabetização Voluntário.
Continua depois da publicidade

A Prefeitura Municipal de Canaã dos Carajás – PA torna público Processo Seletivo para Assistente de Alfabetização Voluntário.

Os aprovados de nível superior e magistério de nível médio serão lotados em unidades escolares vulneráveis ou não vulneráveis, com carga horária de 5h ou 10h, e remuneração no valor de R$ 150,00 ou R$ 300,00, podendo o voluntário assistir o máximo de 4 ou 8 turmas por semana.

Inscrições devem ser realizadas na sede de cada unidade escolar municipal cadastrada no Programa Mais Alfabetização, até o dia 27 de abril de 2018, das 8h às 16h.

Esta seleção compreenderá Análise de Currículo e Entrevista Situacional.

Para obter mais informações, consulte o edital disponível aqui.

Pará

Unifesspa abre concurso com salário de até R$ 9.585,67

São duas vagas para docentes do magistério superior e provas serão realizadas em Marabá
Continua depois da publicidade

A Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) abriu concursos com 02 vagas para docentes do magistério superior, sendo 01 para o tema de Química Analítica e Inorgânica e a outra para Prática e Metodologia do Ensino de Ciências.

As inscrições do concurso serão realizadas exclusivamente via Internet, observado o horário de Marabá-PA, no endereço eletrônico: http://concurso.unifesspa.edu.br conforme a seguir: no período de 19/04 a 19/05, com prazo até o dia 21/05/2018 para pagamento da taxa.

O salário vai de R$ 4.455,22 a R$ 9.585,67 – no caso da titulação de doutor. A carga horária de trabalho será de 40h semanais, com dedicação exclusiva.

As provas dos concursos serão realizadas em Marabá, na Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, em local a ser indicado juntamente com o cronograma detalhado de provas que será disponibilizado no endereço eletrônico: http://concurso.unifesspa.edu.br

Para acesso dos candidatos às unidades de aplicação das provas será exigida a apresentação de documento original de identidade.

O concurso será realizado para o preenchimento de vagas para o Campus de Marabá, com lotação no Instituto de Ciências Exatas (ICE).

O valor da Taxa de Inscrição para o professor da Classe de Adjunto será de R$ 120 reais. O candidato poderá se inscrever em um único tema.

O concurso constará de duas etapas, sendo a primeira de caráter eliminatório e a segunda de caráter classificatório. Na primeira etapa haverá a prova, com leitura coletiva, prova didática, memorial, além da prova prática (se houver). Já, na segunda etapa, haverá o julgamento de títulos.

As provas estão previstas para serem realizadas no dia 20/06. O calendário completo e os locais de realização das provas para cada concurso serão disponibilizados no endereço eletrônico: http://concurso.unifesspa.edu.br.

O prazo de validade do concurso será de 02 (dois) anos a contar da data da publicação de sua homologação no D.O.U, podendo ser prorrogado a critério da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará por igual período.

Outras informações podem ser adquiridas através do link https://www.unifesspa.edu.br/index.php/component/content/article?id=2344 ou pelo telefone: (94) 2101-7162 – Pró-Reitoria de Desenvolvimento e Gestão de Pessoas (Progep).

Marabá

Marabá é bicampeã do Miss Pará, agora com Ponnyk Torres

Engenheira civil e exímia nadadora, Ponnyk tem 26 anos e representará o Pará no Miss Brasil Be Motion
Continua depois da publicidade

Os atributos de Ponnyk Torres encantaram o júri do Miss Pará Be Emotion 2018 e na noite deste sábado, 21, a marabaense foi eleita a mais bela entre as 22 candidatas do certame de beleza. O evento no Teatro Margarida Schivazappa, do Centur, em Belém, contou com transmissão ao vivo pela Internet. Fablina Paixão, também de Marabá, já havia sido eleita em 2016 a Miss Pará

Ponnyk Torres, de 26 anos e 1.76 de altura e é formada em engenharia civil, exímia nadadora, sendo filha de família tradicional de Marabá.

Quem assistiu ao concurso, com certeza, pôde testemunhar que os jurados tiveram dificuldade para eleger a soberana da beleza paraense. Das 23 candidatas, cinco brigaram pela coroa, mas a vitória foi para Marabá. Na classificação final, o quinto lugar foi para Camila Abreu, 21 anos, 1.70, representante do município de Moju. O quarto ficou com Gisele Rodrigues, 26 anos, 1.79, Miss Ananindeua. O terceiro para Shanti Devi, 24 anos, 1.74, candidata de Belém, e por fim, o segundo lugar para Kauane Nava, 21 anos, 1.82, representante de Barcarena.

Ponnik recebeu a faixa das mãos da Miss Brasil 2017, a modelo piauiense Monalysa Alcântara, eleita uma das 10 mulheres mais belas do universo no ano passado. E a coroa da modelo Stefany Figueiredo, Miss Pará Be Emotion 2017.

A noite foi muito mais que especial e o concurso deste ano, homenageou um dos grandes nomes da música brasileira: Nelson Gonçalves, que neste abril comemorou 20 anos de falecimento. Na ocasião, as empresárias Lilian e Margarete Gonçalves, filhas do cantor, receberam de Herculano Silva, coordenador do concurso há mais de 40 anos, um troféu como agradecimento à contribuição de Nelson para a cultura brasileira, em especial à paraense.

As misses ficaram confinadas durante uma semana no Hotel Atrium Quinta de Pedras, um dos mais luxuosos da capital, onde passaram por aulas de etiqueta, passarela e postura. Este ano, em especial, 22 municípios paraenses, mais a capital, Belém, foram representados por belas e talentosas mulheres, que disputaram a coroa e a faixa de Miss Pará.

Confeccionada pela estilista goiana Gabriela Tano e orçada em R$ 15 mil, coroa foi inspirada nos cocares da tribo caiapó. Além dela, Ponnyk recebeu um carro O KM, e o passaporte para representar o estado no Miss Brasil, a ocorrer no mês de maio, no Rio de Janeiro.

Pará

Estado vai oferecer mais de 5.700 vagas em 22 concursos públicos

Os concursos visam adequação ao TAC assinado com o Ministério Público do Pará
Continua depois da publicidade

O Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Administração (Sead), vem trabalhando para realizar 22 concursos públicos ainda neste ano. São 5.765 vagas ofertadas, em cargos da administração direta e indireta. “Com esses 22 concursos, nós cumprimos todos os termos de ajustamento de conduta com o Ministério Público Estadual, e esses novos profissionais já vão estar aptos a ingressar nos quadros da administração a partir de janeiro de 2019”, informa a secretária de Estado de Administração, Alice Viana.

O concurso com maior número de vagas ofertadas (2.112) é o da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), específico para professores, que está sendo realizado pela empresa Consulplan, vencedora da licitação. O edital foi aberto no último dia 20 de março, e as inscrições começaram no dia 26 de março e prosseguem até 2 de maio. Outro concurso em andamento é para preenchimento de cargos na Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe), com 469 vagas. A primeira etapa do concurso foi iniciada em 11 de março.

Em elaboração – O Diário Oficial do Estado (DOE) publicou, no início de abril, o termo de homologação dos concursos para as secretarias de Estado de Administração (Sead), Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster) e de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), com editais que devem ser divulgados em breve.

Os valores dos contratos são de R$ 150.696,00 para a Sead; R$ 23.814,00 para a Seaster e R$ 861.642,00 para a Semas. Esses três órgãos devem ofertar 344 vagas para cargos de nível médio e superior, com remuneração que varia de R$ 1.037,00 a R$ 2.727,54. De acordo com o DOE, os concursos da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e Hospital Ophir Loyola (HOL) serão realizados pelo Instituto AOCP.

O Hospital Ophir Loyola e a Sespa devem oferecer, juntos, 552 vagas de nível médio e superior, sendo 130 para a Sespa e 422 para o Ophir Loyola, com salários que vão de R$ 1.004,98 a R$ 3.247,70.

Secom – Também no início de abril foi publicado no Diário Oficial do Estado o nome da banca organizadora do primeiro concurso público para a Secretaria de Estado de Comunicação (Secom). A vencedora da licitação é a Assessoria em Organização de Concursos Públicos (AOCP).

A data de publicação do edital ainda não está definida. O concurso, que será realizado a partir de julho, ofertará 5 vagas para o cargo de jornalista, uma para relações públicas e uma para publicitário. Para concorrer, os interessados devem ter diploma de formação superior nas áreas específicas. A remuneração fica em torno de R$ 2.931,32. O processo será por meio de prova objetiva, teste discursivo e avaliação de títulos. As provas serão realizadas em Belém. A expectativa é de 750 inscritos para cada vaga.

“Com a realização desses concursos, o Estado assegura a renovação de sua força de trabalho, mantendo o quadro de servidores permanentes e dando mais qualidade à execução das políticas públicas. O contrato de um servidor temporário é de um ano, prorrogável por mais um. Então, sempre temos que fazer processos seletivos para substituir os que estão vencendo os dois anos. É importante esse provimento por servidores efetivos porque assegura essa continuidade da prestação de serviços da forma constitucionalmente prevista”, afirma Alice Viana.

Concursos em andamento

Seduc (docente) – nível superior: 2.112 vagas. Total: 2.112 vagas.

Susipe (agente prisional) – nível médio: 500 vagas. Total: 500 vagas.

Demais cargos – nível superior: 202 vagas / nível médio: 267 vagas. Total: 469 vagas.

Editais em elaboração

Fundação Hemopa – nível superior: 40 vagas / nível médio: 46. Total: 86 vagas.

Fundação Santa Casa – nível superior: 160 vagas / nível médio: 132 vagas. Total: 292 vagas.

Fundação Hospital de Clínicas Gaspar Vianna – nível superior: 88 vagas / nível médio: 22. Total: 110 vagas.

Igeprev – nível superior: 74 vagas. Total: 74 vagas.

Arcon – nível superior: 4 vagas / nível médio: 30. Total: 34 vagas.

Adepará – nível superior: 13 vagas / nível médio: 37. Total: 50 vagas.

Sead – nível superior: 44 vagas / nível médio: 06 vagas. Total: 50 vagas.

Seaster – nível superior: 5 vagas / nível médio: 4 vagas: Total: 09 vagas.

Hospital Ophir Loyola – nível superior: 422 vagas / nível médio: 204 vagas: Total: 626 vagas.

Sespa – nível superior: 130 vagas / nível médio: 17 vagas: Total: 147 vagas.

Secom – nível superior: 7 vagas: Total: 7 vagas.

Uepa (administrativo) – nível superior: 180 vagas / nível médio (administrativo): 71 vagas: Total: 251 vagas.

Uepa (docente) – nível superior: 300 vagas. Total: 300 vagas.

Fundação Carlos Gomes – nível superior: 90 vagas. Total: 90 vagas.

Semas – nível superior: 253 vagas / nível médio: 32 vagas: Total: 285 vagas.

Concursos em licitação

Detran – nível médio: 100 vagas: Total: 100 vagas.

Fasepa – nível superior: 47 vagas / nível médio: 22 vagas: Total: 69 vagas.

CPC Renato Chaves – nível superior: 88 vagas / nível médio: 10 vagas: Total: 98 vagas.

Polícia Civil – nível superior: 11 vagas. Total: 11 vagas.

Marabá

Prefeitura de Marabá cria comissão especial para organizar concurso público

Os sete componentes do grupo terão seis meses para definir quantidade de vagas para cada secretaria municipal
Continua depois da publicidade

Concurseiros de plantão, uni-vos e se debrucem sobre os livros e apostilas. É que o Decreto de número 16 do Gabinete do Prefeito Tião Miranda, de Marabá, institui uma comissão especial para a realização de concurso público. Ele foi publicado ontem, quarta-feira, 18, no Diário Oficial da FAMEP (Federação das Associações Municipais do Estado do Pará).

A referida comissão terá a seguinte composição: José Nilton de Medeiros, secretário Municipal de Administração, como presidente; José Scherer, secretário Municipal de Cultura, como vice-presidente; Jovenilson Mendes Costa, técnico de Informática, como secretário; outra representante da Secretaria Municipal de Administração será Ana Altamatha Ribeiro da Silva, técnica em Administração; Janaina dos Santos da Costa, representante da Secretaria de Saúde; e o diretor de Recursos Humanos da Secretaria de Educação, Ueslei dos Santos Nascimento, representante da Semed.

A Comissão deverá apresentar relatório conclusivo do estudo realizado ao Gestor Municipal, contendo o quantitativo de vagas disponibilizadas em cada cargo por Secretarias, Autarquias e Fundações do Município, e o impacto orçamentário e financeiro oriundos da realização do Concurso Público nº 01/2018, no prazo de 120 dias, a contar da publicação de Decreto. Esse prazo encerra em outubro deste ano, mas o concurso só deve acontecer mesmo no final de 2018 ou início de 2019.

À Comissão Especial compete organizar todas as etapas de realização das provas escritas, apresentação de títulos e deliberar sobre os casos omissos.

O Decreto diz ainda que caso seja contratada empresa especializada, fundação ou autarquia para a elaboração, aplicação e correção das provas, caberá à Comissão Especial a fiscalização da aplicação das provas.

Na hipótese do servidor ser membro da Comissão Especial quando da deflagração de um novo certame, no qual constem cargos que o mesmo tenha interesse em concorrer, deverá solicitar imediato

afastamento, sob pena, de ser impedido de realizar as provas do concurso e sofrer sanções previstas em lei. O desligamento do servidor membro da Comissão de Especial deverá ocorrer 30 dias anteriores à publicação do Edital, perdurando até a homologação do Resultado Final. Os membros da comissão passam a receber 50% a mais de vencimentos até o final dos trabalhos preparativos do concurso, tendo como referência o salário base.

Para cumprir com as suas atribuições, a Comissão terá acesso aos órgãos subordinados à Administração Pública Municipal Direta e Indireta, aos documentos e demais meios instrumentais necessários, pertinentes ao Concurso Público nº 01/2018.

Ulisses Pompeu – de Marabá
polícia

Mais de 27 mil candidatos farão prova para o concurso da Susipe

O certame oferta no total 969 vagas para os níveis médio e superior
Continua depois da publicidade
No próximo domingo, 11, serão realizadas as provas para nível médio e superior do Concurso da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe). No total, 27.938 candidatos farão provas para concorrer a 469 cargos entre nível médio e superior. O certame oferta no total 969 vagas para os níveis médio e superior, sendo que as provas para agente prisional ocorrerão somente no domingo, 18. O certame será realizado em Belém e nos municípios de Altamira, Marabá, Castanhal Itaituba, Santarém e Altamira.  A empresa organizadora é a Assessoria em Organização de Concursos Públicos (AOCP).
Os candidatos devem estar atentos para os horários e locais de prova. No domingo, 11 pela manhã serão realizadas as provas para os cargos de Assistente Administrativo, Enfermagem, Pedagogo (Especialista em Educação) e Técnico em Gestão de Informática, iniciando às 8h05, com abertura dos portões às 7h.
 
No horário da tarde inicia às 14h30, com abertura do portão às 13h30, para os candidatos aos cargos de Assistente de Informática, Eletricista, Técnico em Enfermagem, Administração, Biblioteconomia, Ciências Contábeis, Estatística, Biomedicina, Medicina, Medico Psiquiatra, Odontologia, Psicologia, Serviço Social, Arquitetura, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica e Engenheiro de Segurança do Trabalho. Ambas as provas terão duração de quatro horas. Para ingresso nos locais de prova os candidatos devem levar documento oficial com foto e cartão de inscrição.

 

Concurso

Banco da Amazônia realiza novo concurso público para preenchimento de 46 vagas

20 vagas serão para o cargo de técnico bancário, 25 para técnico científico na área de TI e uma vaga destinada à área de Medicina do Trabalho.
Continua depois da publicidade

Principal órgão de fomento do Governo Federal na região Norte do país, o Banco da Amazônia finaliza os detalhes para lançar já na próxima semana seu mais novo edital de concurso público. O certame é para preenchimento de 46 vagas, sendo 20 para o cargo de técnico bancário, 25 para técnico científico na área de Tecnologia da Informação (TI) e uma vaga destinada à área de Medicina do Trabalho. Em todos haverá cadastro reserva.

Com provas previstas para ocorrer no mês de abril, o concurso será organizado pela Fundação Cesgranrio, empresa também responsável pela realização do último concurso do banco, em 2015. Nesse certame foram 826 aprovados e 288 candidatos convocados, sendo 286 técnicos bancários e dois técnicos científicos.

“Além de remuneração e benefícios bem atrativos, nossa empresa possibilitará ao profissional que vier a trabalhar conosco um ambiente de qualidade, em uma Instituição com grande reputação no mercado, responsável por quase 70% da concessão de crédito de fomento na Amazônia”, ressalta Bruna Paraense, gerente de Gestão de Pessoas do Banco da Amazônia.

Atualmente, o banco oferece ao técnico bancário a remuneração de R$ 2.380,82, além do auxílio-alimentação no valor de R$ 1.317,83. Para os que preencherem as vagas na área de TI, a remuneração será de R$ 2.829,75, mesmo valor destinado ao profissional de Medicina. Ambos também receberão o auxílio-alimentação. A jornada de trabalho é de seis horas por dia, totalizando 30 horas semanais para os cargos de técnico bancário e técnico científico TI e de 20 horas semanais para o cargo de técnico científico Medicina do Trabalho. Os convocados para técnico bancário podem ser lotados em qualquer das localidades que o banco possua unidade, distribuídas principalmente na região Norte do país e nos Estados do Mato Grosso e Maranhão. Já os convocados para técnicos científicos Ti e Medicina do Trabalho serão lotados, exclusivamente, na região metropolitana de Belém, no Pará.