Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Saúde

Profissionais são capacitados para campanha de vacinação em Curionópolis

A secretária de saúde, Kelma Oliveira, destacou que a capacitação permanente dos profissionais de saúde é uma premissa da atual gestão

Com o objetivo de preparar Agentes Comunitários de Saúde (ACS), Técnicos em Enfermagem e Enfermeiros de Curionópolis para atuarem dentro das normas estabelecidas pelo Ministério da Saúde na campanha de vacinação contra a gripe, que inicia na próxima segunda-feira (23), a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) promoveu uma capacitação sobre a temática nesta sexta-feira (20).

Os profissionais se reuniram e tiraram dúvidas diversas. A composição do público alvo da campanha foi um dos assuntos abordados, um dos exemplos são os professores, eles deverão receber a dose da vacina contra a gripe, porém, somente aqueles que estão em atividade, ministrando aulas, os participantes da capacitação foram informados que monitores que auxiliam os professores também poderão ser vacinados.

Josenilda Marques da Silva é ACS no Posto de Saúde da Família Grande Sul. Para ela, a capacitação é de grande utilidade: “De posse dessas informações posso alertar melhor as famílias que eu visito, ajudando, assim, na prevenção da gripe, doença que pode levar a óbito dependendo do tipo de vírus e do sistema imunológico da pessoa”.

A secretária de saúde de Curionópolis, Kelma Oliveira, destacou que a capacitação permanente dos profissionais de saúde é uma premissa da atual gestão e que os estoques da vacina contra a gripe já estão organizados para atender a comunidade, a partir de segunda-feira (23), quando inicia a campanha em todo o país.

“O público alvo dessa campanha é composto por idosos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), crianças de seis meses a menores de cinco anos, profissionais de Saúde, Educação e do sistema prisional, assim como pessoas encarceradas. Todos devem ser vacinados contra a gripe, a vacina é a melhor forma de prevenção. Pedimos para que quem faz parte desse grupo, compareça à unidade de saúde mais próxima de sua residência a partir de segunda-feira que nossas equipes estarão preparadas para recebê-los”, informou a secretária.

Curionópolis

Operação da PF cumpre mandados de busca e apreensão em Curionópolis

Operação investiga grupo ligado à extração e ao processamento clandestino de manganês, no sudeste do Pará.

Uma operação conjunta da Polícia Federal, Ibama e Agência Nacional de Minério deflagrada ontem (05) tenta desarticular um grupo ligado a extração e ao processamento clandestino de manganês no sudeste do Pará.

Na operação de ontem – que é um desmembramento da Operação Buriti-Sereno, ocorrida em setembro de 2015,  em ação conjunta da Polícia Federal, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e Agência Nacional de Minério (ANM) –  foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão em Curionópolis. O objetivo é desarticular um grupo ligado à extração e ao processamento clandestino de minério de manganês.

De acordo com a PF, a prática ilegal se expandiu tanto de 2015 pra cá, que um dos pontos de extração investigados já é considerado o terceiro maior do país.

Três pontos de extração clandestina de manganês e quatro plantas de britagem de minério extraído ilegalmente foram apreendidos na região conhecida como Sereno, que fica entre os municípios de Marabá, Parauapebas e Curionópolis.

Segundo a Polícia Federal e o Ibama, os danos causados ao meio ambiente pela operação irregular vão demorar mais de 50 anos para serem recuperados pela natureza, e o volume de minério extraído ilegalmente rendeu milhões de reais aos operadores.

Os investigados responderão pelos crimes de associação criminosa, extração, transporte e receptação de minério extraído sem autorização dos órgãos competentes e pelos delitos de natureza ambiental verificados. Ao todo as penas pelos crimes investigados podem alcançar mais de 20 anos.

A mineradora Vale é que tem a detenção do direito de lavra mineral dessa área não extrai nem beneficia o manganês na região. Segundo Juscelino Kubitschek Pereira da Silva, presidente da Cooperativa de Mineradores e Agronegócio de Curionópolis (Coomab), cerca de 500 pessoas trabalham na mineração ilegal de manganês na região. Segundo ele, as empresas envolvidas na mineração irregular já solicitaram à Mineradora Vale que esta ceda  o direito de exploração do manganês, mas até agora não tiveram nenhuma resposta da empresa.

O presidente da Coomab afirmou à reportagem que a operação da PF se deu em virtude de denúncia feita pela Vale, mas a informação não foi confirmada pelas autoridades que conduziram a operação.

Sobre a denúncia do presidente da Cooperativa de Mineradores e Agronegócio de Curionópolis é salutar informar que quando uma empresa adquiri um direito minerário, ela já investiu alguns milhões de Reais em pesquisas. Ceder o direito de lavra de presente para a Coomab em virtude da socialização solicitada pelo presidente vai contra os objetivos de uma empresa, que é dar lucro aos seus acionistas. Garimpeiros não lavram, garimpam! Assim, não têm nenhum projeto da retirada do minério, muito menos um plano de fechamento de lavra. No futuro, o passivo ambiental, se não houver denúncia, será do detentor do direito. Mesmo denunciando, quando for extrair terá que fazer as devidas compensações ambientais.

A Vale tem um projeto em Minas Gerais chamado Nine Minas, onde ela cede pequenas áreas de “minério de ferro” à pequenas empresas para que estas extraiam o minério dentro das mesmas condições ambientais feitas por qualquer empresa séria e compromissada. A Vale, assim como qualquer empresa séria, só pode ceder uma área se a empresa que vai receber tiver os mesmo critérios dela. E, nesse caso, há a necessidade de um alto investimento, o que os garimpeiros não têm. Quanto a justificativa do presidente (geração de empregos), no universo da atividade mineral 500 empregos é nada.

Na tarde desta sexta-feira, 6, pessoas ligadas à extração e ao processamento clandestino de manganês na região interditaram a PA-275, próximo a Curionópolis. A intenção é conscientizar as autoridades sobre o desemprego provocado pela operação que fechou as minas.

Parauapebas

Morte de motorista em acidente na PA-275 deixa equipe Vale enlutada na região (atualizada)

Raimundo Paulino trabalhava havia mais de 30 anos em Carajás, 20 deles com a área de Comunicação da Mineradora

Um acidente rodoviário, por volta das 13h desta segunda-feira (19), deixou enlutados os funcionários da Vale na região. Raimundo Paulino Medeiros Filho, 57 anos, que trabalhava havia mais de 30 anos na mineradora, 20 dos quais como motorista da Comunicação, morreu quando o carro que ele dirigia colidiu de  frente com outro, na PA-275, entre Curionópolis e Parauapebas. Chovia muito no momento do acidente e ainda não é possível saber qual dos carros passou para a contramão.

O condutor do carro que se chocou com o de Paulino saiu muito ferido do acidente e foi removido, pelo Samu, consciente ao hospital. Até o fechamento desta matéria ele ainda não havia sido identificado. O motorista dirigia o carro de uma prestadora de serviços da Vale, que ficou bem menos avariado que o de Paulino, e trafegava no sentido inverso: Parauapebas-Curionópolis.

O delegado de Polícia Civil José Euclides Aquino, que esteve no local do acidente, lamentou a morte e disse ao Blog que, as primeiras informações colhidas dão conta de que um dos carros deslizou e girou na lâmina d’água, mas ressaltou que só a perícia da Polícia Rodoviária Estadual é que pode determinar a causa da tragédia.

Pelos Bombeiros, o sargento Anchieta, que comandou a equipe de resgate, já que o corpo de Paulino ficou preso entre as ferragens do carro que ele dirigia, recebeu a informação de que um dos veículos teria tentado uma ultrapassagem forçada, mas disse que essas informações também não são precisas.

Paulino estava de férias, foi a Tucuruí, visitar os pais, e voltava para Parauapebas quando foi vítima da tragédia que ceifou sua vida. Ele era muito competente, admirado e muito querido por todos na Vale, conforme constatou o Blog. A morte dele deixou a todos os colegas e ex-colegas em estado de choque.

Colegas lembram que, como motorista da Vale, ele transportou muitas personalidades a Serra dos Carajás, a exemplo da princesa Diana e todos os presidentes da República que estiveram naquele
complexo mineral nas últimas décadas.

“Meu amigo e companheiro de trabalho, mais de 20 anos trabalhando juntos, na Comunicação. Muito triste mesmo”, disse há pouco o fotógrafo Salviano Machado.

Em nota, a Vale lamenta a perda de Paulino: “É com profundo pesar que a Vale comunica o falecimento de Raimundo Paulino Medeiros Filho, no início da tarde desta segunda-feira, 19/3, vítima de um acidente de carro na entrada do município de Parauapebas, retornando de viagem de férias. Paulino trabalhava como motorista na Vale. Profissional competente e admirado, trabalhava há mais de 30 anos em Carajás. Paulino deixa mulher e quatro filhos. A Vale se solidariza com os parentes e amigos e informa que está prestando toda a assistência necessária à sua família”.

Ainda não foi informado onde ocorrerá o velório e o enterro de Paulino.

Atualização:

Informamos que o velório do nosso amigo e colega de trabalho Raimundo Paulino Medeiros Filho será na Rua João Pessoa, número 26 – bairro Liberdade I, Parauapebas, atrás do Estádio Rosenão, hoje à noite (19/3), em horário a confirmar.

Comunicação Vale

Reportagem: Ronaldo Modesto
Esporte

Secretaria Municipal de Esportes é criada em Curionópolis

“Investir no esporte é proporcionar mais oportunidades para nossos jovens. Tenho certeza que temos muitos talentos em nossa cidade que merecem esse incentivo”, destacou Adonei Aguiar

Os desportistas de Curionópolis já podem comemorar uma boa notícia: o município vai contar com uma Secretaria de Esportes que vai fomentar ainda mais o segmento na cidade, um desejo antigo da comunidade, já que existem vários grupos de práticas esportivas em Curionópolis. Com a criação da secretaria, será possível desenvolver políticas públicas mais estruturadas para o segmento.

De acordo com o prefeito, Adonei Aguiar, a Lei de criação da secretaria já foi aprovada na Câmara Municipal e o Decreto será publicado em breve. “Investir no esporte é proporcionar mais oportunidades para nossos jovens. Tenho certeza que temos muitos talentos em nossa cidade que merecem esse incentivo”, destacou o prefeito.

O professor de Educação Física, Vanilson Pereira de Oliveira, veterano na cidade, afirma que muitas modalidades são praticadas em Curionópolis, tais como Voleibol, Handball, Futsal e Futebol de Campo. “Nós, desportistas, temos recebido todo o apoio da Prefeitura, inclusive para participar de eventos. Eu fico muito grato e feliz em saber que o nosso gestor conseguiu criar a Secretaria de Esportes. Sem dúvidas será fundamental para consolidar ainda mais o crescimento do esporte em nossa cidade”, destacou Vanilson.

agricultura

Pequenos agricultores são capacitados para atender merenda escolar de Curionópolis

Prefeitura de Curionópolis realiza capacitação dos pequenos agricultores da cidade com o objetivo de prepará-los para atender aos pré-requisitos legais e respectivamente para a venda de seus produtos ao município.

De acordo com a legislação federal, pelo menos 30% do que é consumido na merenda escolar das redes públicas de ensino devem ser oriundos da agricultura familiar, baseado nisso, a Prefeitura de Curionópolis realiza capacitação dos pequenos agricultores da cidade com o objetivo de prepará-los para atender aos pré-requisitos legais e respectivamente para a venda de seus produtos ao município.

A preparação dos produtores foi iniciada com o I Seminário de Acesso ao Mercado para Agricultura Familiar, realizado em Serra Pelada, e também na sede do município, nesta terça-feira (23). “O objetivo é sensibilizar e orientar os agricultores familiares, associações e cooperativas, para participarem da Chamada Pública para aquisição de gêneros alimentícios, advindos da agricultura familiar. A intenção é preparar os agricultores familiares locais para fornecerem para a Prefeitura, o que possibilitará a retenção parte dos recursos no próprio município, fazendo a economia girar, gerando emprego e renda”, destacou a secretária de planejamento, Verônica Fernandes Rabelo.

A abertura do seminário contou com a participação de representantes da Emater, parceira no processo de capacitação, Sebrae e Cooperativa Mista dos Produtores Rurais da Região de Carajás (COOPER), além do advogado Augusto Maia, que faz parte da Coordenadoria Municipal de Licitações, ele compartilhou muitas informações de interesse do público durante uma palestra ministrada no evento.

“É muito bom tudo isso, é um ensino para o agricultor. Estamos aprendendo que dá para aproveitar o máximo da produção da nossa terra. E tudo hoje em dia é com projetos, e se o colono seguir tudo o que eles estão falando aqui com certeza vai ter renda”, afirmou Ibones Ferreira de Souza, produtor rural na Frei Henri.

“Pela primeira vez os produtores terão acesso ao mercado por meio da Prefeitura, e o nosso papel é intermediar todo esse processo e dar apoio técnico e de mecanização para os produtores rurais de Curionópolis. Esse incentivo demonstra o compromisso do prefeito, Adonei Aguiar, com o homem do campo”, destacou a titular da Secretaria Municipal de Produção Rural (Sempro), Adriana Gomes.

Ainda de acordo com Verônica Rabelo, existem grupos informais e formais (associações e cooperativas) de agricultores familiares que estão se regularizando para participar da Chamada Pública. “Após o seminário, o próximo passo será a regularização dos agricultores familiares, para tanto, a equipe da SEMPRO dará apoio à EMATER nas vistorias para emissão das DAP’s físicas e jurídicas e a equipe da Coordenadoria Municipal de Licitação, com apoio dos Agentes de Desenvolvimento, orientará os interessados como preencherem o projeto de venda”, detalhou Verônica.

Assessoria de Comunicação da PMC
Curionópolis

Professores da Rede Pública de Curionópolis recebem bônus de R$5.000,00

Bônus representa valorização dos servidores por parte da gestão municipal

Todos os professores da rede pública municipal de ensino recebem, nesta quinta-feira (28), um bônus especial de R$ 5.000,00. Esta é mais uma demonstração de valorização dos servidores por parte da gestão municipal, que coroa um ano de muitos avanços e melhorias na Educação Pública de Curionópolis, graças aos investimentos realizados pela Prefeitura.

“A palavra que define todas as melhorias na Educação de Curionópolis em 2017 é gratidão! Sabemos que não há como consertar falhas passadas em um passe de mágica, mas tivemos avanços maravilhosos! Em primeiro lugar, para os professores, destaco o salário, que dobrou. Uma maravilha!”, compartilhou a pedagoga Antônia Oliveira da Silva, que é concursada na rede desde 2005.

“Firmamos um compromisso na campanha de investir pesado na Educação e valorizar os professores, que tem um papel fundamental no desenvolvimento da nossa sociedade. Desde que assumimos a gestão do município temos nos empenhado em cumprir esse compromisso”, destacou o prefeito, Adonei Aguiar.

Melhorias na Educação

Em janeiro o governo pagou 1/6 de férias, algo histórico no município. Também foi pago o valor da pós-graduação dos professores concursados de 2015, referente ao ano vigente.

Ainda sobre a remuneração dos professores, foi pago o triênio dos concursados de 2005 e cumprido o Piso Nacional dos Professores, o que não acontecia desde 2005 em Curionópolis; também foi agregado ainda o pagamento de 27% da hora-atividade, tudo isso resultou em um salário mais digno para os professores. Outro ganho para os servidores foi o pagamento do salário dentro do mês vigente, isso não ocorria nos anos anteriores.

Nos aspectos pedagógicos houve avanços significativos também com a retomada das formações pedagógicas para professores da Educação Infantil e Ensino Fundamental, implantação do conselho de classes dentro do calendário letivo e o desenvolvimento do Programa Educacional de Resistência às Drogas (PROERD), em parceria com o governo estadual, por meio da Polícia Militar.

Além disso, foram adquiridos para o município seis novos ônibus escolares, para melhorar o transporte dos alunos, um deles destinados a atender o transporte de alunos que fazem faculdade em Parauapebas. Foi criada a Lei do Sistema de Educação, melhorada a qualidade da merenda escolar, compradas duas mil novas carteiras escolares, contemplando toda a rede, assim como mesas e cadeiras novas para os professores trabalharem com mais dignidade.

E não apenas a rede municipal foi beneficiada, a gestão do prefeito Adonei Aguiar tem trabalhado também por melhorias na rede estadual, que atende os alunos do Ensino Médio. Por meio de convênios, foi possível disponibilizar servidores municipais para apoio na limpeza das escolas estaduais e a merenda escolar.

Além disso, a gestão municipal tem atuado fortemente para que seja concluída a construção da Escola Estadual de Serra Pelada e implantado na localidade o Ensino Regular, em substituição ao Ensino Modular.

E as melhorias irão continuar em 2018, com a implantação dos Programas Mais Educação, Programa Segundo Tempo e Programa de Esporte e Lazer da Cidade (PELC), em parceria com o governo federal, que possibilitará aos alunos ficarem mais tempo na escola para a prática de atividades esportivas. Todos esses programas já foram aprovados junto ao governo federal, neste ano.

Fonte: Assessoria de Comunicação de Curionópolis

Agropecuária

IBGE: Recenseadores iniciam coleta de dados em Parauapebas e região para o Censo Agropecuário 2017

Este ano, a novidade é confirmar pelo celular, através do QR Code, a identificação do recenseador

Começou esta semana na região de Parauapebas a realização do Censo Agropecuário 2017 pelo IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – que tem o objetivo de mostrar a realidade da produção agropecuária brasileira. Os dados levantados no Censo Agro servem como base para a construção de estatísticas relevantes à população brasileira e ao planejamento de políticas públicas.

Para a realização do Censo, o estado é dividido em subáreas, como Parauapebas que também engloba os municípios de Eldorado do Carajás, Curionópolis e Canaã dos Carajás. No Brasil, a expectativa é visitar 5,3 milhões de propriedades. O trabalho de coleta das informações será realizado entre os meses de outubro de 2017 e fevereiro de 2018. Na subárea de Parauapebas há 21 recenseadores e 4 supervisores que fazem a coleta especial nas maiores propriedades que demandam uma atenção.

No Brasil, são mais de 18 mil recenseadores contratados pelo IBGE.

Para Gabrielle Costa, Agente Censitário Regional, responsável pela subárea de Parauapebas, é necessário que as informações sejam completas e precisas, para atualizar os dados do último censo. “Os censos agropecuários são realizados a cada 10 anos, e considerando também que vivemos em uma região que cresceu muito nos últimos tempos, a pesquisa é de grande importância para a localidade, podendo assim retratar a realidade rural local”, destacou Gabrielle.

O IBGE faz levantamentos como a produção da pecuária municipal, a produção agrícola municipal e as trimestrais da agropecuária. No Censo Agropecuário de 2006, o rebanho de bovinos era:

   – Parauapebas: 90.499 cabeças
– Canaã dos Carajás: 209.264 cabeças
– Curionópolis: 228.457 cabeças
– Eldorado do Carajás: 251.339 cabeças

Uma das novidades do Censo Agro é a possibilidade de confirmar a identidade do recenseador através do QR Code que há no crachá, localizado no lado esquerdo do colete. O código pode ser lido pelo celular que redirecionará diretamente para o site do IBGE que fará a checagem. Existem também outras duas formas de confirmar a matrícula do recenseador que é através do site do IBGE ou pelo telefone 0800 721 8181. As medidas são para reforçar a segurança de produtores rurais na hora de repassar as informações.

Site do IBGE : https://censos.ibge.gov.br/agro/2017/coleta-censo- agro-2017/identificacao- do-recenseador-censo- agro-2017.html

Formação de Praças

Polícia Militar de Parauapebas vai receber 90 alunos para a formação de novos soldados

Depois de formados, os policias militares vão ser distribuídos entre Parauapebas, Eldorado do Carajás, Curionópolis e Canaã dos Carajás.

Por Dayse Gomes

O curso começa na próxima terça-feira, dia 10, no 23º Batalhão da Polícia Militar de Parauapebas. São 90 alunos que foram aprovados no concurso público para admissão ao Curso de Formação de Praças (CFP) da Polícia Militar do Pará.  A primeira fase do concurso foi realizada em julho de 2016, com a oferta de 2.194 vagas para todo o Estado.

No curso de formação de praças, o aluno soldado recebe a remuneração de R$ 788,00 e após a conclusão do curso, receberá R$ 2.836,80. Já para o aluno oficial, a remuneração é de R$ 1.005,71, e após o curso, passará para R$ 5.781,31. Todos os cargos receberão auxílio alimentação de R$ 650,00. A turma destinada ao Batalhão de Parauapebas é formada apenas por alunos soldados, sendo que entre os 90 alunos, há 1 mulher.

O Comandante e Tenente-Coronel, José Luiz Vallinoto de Souza, da Policia Militar de Parauapebas informou que os alunos serão distribuídos em duas turmas que vão passar pelo treinamento físico militar, armamento e tiros, noções de direito e abordagem, entre outras matérias práticas e teóricas. O curso terá duração de 8 meses e será coordenado pelo Major Sergio Pastana, com a previsão de conclusão, em junho de 2018, quando os soldados estarão aptos a fazer o policiamento nas ruas.

O 23º BPM tem um efetivo de 240 policiais militares que cobre além de Parauapebas, os municípios de Eldorado do Carajás, Curionópolis e Canaã dos Carajás. Todas essas cidades receberão os novos policiais militares e a distribuição deles, dependerá de um levantamento da violência feito nessas regiões. “Nós trabalhamos com uma mancha criminal e por isso, é importante fazer um estudo e verificar onde a violência está mais migrando para que possamos alocar para Parauapebas e as nossas circunscrições, o quantitativo possível de policiais militares formados para somar o efetivo nesse local”, explicou o comandante.

Com a formação de novos soldados, o batalhão deve receber até o próximo ano, mais armamentos e viaturas. Atualmente, em Parauapebas, há 6 motocicletas utilizadas pela equipe da ROCAM e 8 viaturas. “É uma soma satisfatória que possamos lançar mais policiais em campo e combater a criminalidade. A gente vê que a criminalidade está migrando para certos locais e não temos pernas para combatê-la. E a gente também pretende colocar um policiamento ostensivo a pé e não só em viatura. O bairro do comércio, por exemplo, é um bairro que precisa de um policiamento ostensivo a pé, para a prevenção. A polícia militar não está só para reprimir. A base do policiamento primeiro é a prevenção. Quem ganha é a sociedade porque a população vai se sentir mais segura”, destacou o José Vallinoto.

O comandante também anunciou que no 23º BPM, já está em processo de instalação o telefone 190, que é exclusivo da Polícia Militar e que vai ajudar no combate a criminalidade. “Hoje, quem liga para esse número cai na PM de Marabá”, informou o comandante que também divulgou os números 181 do disque-denúncia e o Whatzapp (94) 98402-9995. Vallinoto chamou atenção para a importância de registrar o boletim de ocorrência para a atuação da PM. “É importante quem as vítimas de assalto, roubos e furtos, compareçam à delegacia de polícia para fazer o registro porque nós trabalhamos através de estatística. Naquela área que a pessoa diz que está tendo muita violência e eu puxar os números da estatística e não visualizar isso, não tem como migrar o policiamento para esse lugar”, concluiu Vallinoto.