Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Polícia

Avô é preso pela DEAM após estuprar a própria neta

Esse tipo de crime é comum em Parauapebas. Por isso, a delegada Ana Carolina, responsável pela DEAM, quer iniciar ,pelas escolas do município, uma campanha informativa sobre o abuso sexual.

A DEAM – Divisão Especializada no Atendimento à Mulher – da Polícia Civil de Parauapebas, com ajuda da equipe do plantão (IPCs Almeida e Priscila) da 20ª Seccional, deram cumprimento hoje (12) a um Mandado de Prisão Preventiva em desfavor do nacional António dos Santos, de 59 anos de idade. Ele foi indiciado pelo crime de estupro de vulnerável, cuja a vítima é sua própria neta, de apenas 10 anos de idade.

Segundo a delegada Ana Carolina, da DEAM, a criança teve uma laceração na vagina e mal conseguia andar. “Ele amarrou as mãos e a boca da vítima e disse que se ela contasse o que aconteceu para alguém ele a mataria e comeria o coração dela frito”. A vítima passou por um exame sexológico forense que confirmou o estupro.

O agressor será encaminhado para o sistema penal e ficará à disposição da justiça. Ele responderá pelo crimes previstos nos Artigos 2017-A (ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 anos: pena – reclusão, de oito a quinze anos); e 147 (ameaçar alguém, por palavra, escrito ou gesto, ou qualquer outro meio simbólico, de causar-lhe mal injusto e grave: pena – detenção, de um a seis meses, ou multa), do Código Penal Brasileiro.

Ainda segundo a delegada Ana Carolina, Parauapebas tem um alto índice de crimes de abuso sexual. Para tentar diminuir esses índices, a delegada pretende dar início na próxima semana a uma Campanha Educativa de Combate ao Abuso Sexual. Para tanto, a diretora da DEAM pretende dar palestras informativas nas escolas do município.