Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Marabá

Audiência Pública: Políticos estaduais e federais prometem unir forças para caminhar na direção da realização dos grandes projetos

Somente três dos 17 deputados federais e um dos três senadores do Pará compareceram ao evento que debateu o futuro de Marabá e região

Por Eleutério Gomes – de Marabá

A Audiência Pública que durante quase cinco horas debateu o desenvolvimento socioeconômico de Marabá e região, nesta sexta-feira (11), no Plenário da Câmara Municipal de Marabá não teve a presença esperada e anunciada de políticos estaduais e federais. Pela Assembleia Legislativa do Pará, somente o deputado João Chamon Neto (PMDB) se fez presente. Representando a Câmara dos Deputados, vieram apenas Beto Salame (PP), Joaquim Passarinho (PSD) e Júlia Marinho (PSC). Dos senadores apenas Paulo Rocha (PT). A explicação para tanta ausência foi a falta de passagens nos aviões das empresas que fazem rota para Marabá.

Mesmo assim e com uma hora de atraso, a audiência iniciou com explanação, pelo presidente da Acim (Associação Comercial e Industrial de Marabá), Ítalo Ipojucan Costa, dos projetos que podem alavancar a economia regional, como a siderurgia, a Ferrovia Paraense, o Porto Público, Hidrovia Araguaia-Tocantins, da Alça Viária no entorno do Distrito Industrial, do Polo Metal Mecânico, consequência da verticalização do aço que for produzido aqui, entre outras saídas possíveis para o crescimento regional.

Na visão do prefeito em exercício Antônio Carlos Cunha Sá, a exposição de Ítalo Ipojucan foi precisa, pois o presidente da Acim “conhece com ninguém os projetos para a região e para o País”, mas não tem poderes para fazer com isso se torne realidade, fazendo com que Marabá e o Pará se transformem na grande locomotiva do País.

O deputado João Chamon Neto, em sua fala, disse que em todas as sessões da Assembleia Legislativa se manifesta em favor do desenvolvimento de Marabá e região e espera, que todos os projetos mostrados durante a audiência se materializem, com a força da bancada federal.

Já o senador Paulo Rocha disse que é preciso que cada um desses projetos seja avaliado com cautela para que a região não se torne apenas exportadora, alertando para o fato de que não se pode abrir mão da verticalização, pois o desenvolvimento tem de atender a todos os interesses.

O deputado Beto Salame, que foi alvo de ovos atirados por um grupo de universitários da Unifesspa, após o tumulto disse que a bancada paraense está unida em Brasília para defender os interesses de Marabá e da região, listou várias conquistas, não só dele, mas de outros políticos da bancada do Pará e disse que o momento é de unir forças, independentemente de siglas partidárias.

Discursaram ainda o deputado federal Joaquim Passarinho, o ex-deputado Wandenkolk Gonçalves, representando o governo do Estado, o coordenador de Projetos do Dnit, Edmarques Magalhães, e os vereadores Marcelo Alves (PT) e Ilker Morais (PHS).

Ao final, a vereadora Irismar Melo (PR), que encabeça Comissão Especial de Desenvolvimento, agradeceu a todos, disse que esse é apenas o primeiro passo dessa luta e repudiou a agressão do grupo de alunos da Unifesspa ao deputado Beto Salame.

Indagado se a audiência, na opinião dele, atingiu os objetivos, Ítalo Ipojucan disse acreditar que o movimento é válido. “Nós, de certa forma, abordamos os vetores de desenvolvimento da região, aquilo que é possível acontecer, mas que necessariamente depende da ação de agentes externos e do agente político”, avaliou ele.

Para Ítalo, a grande importância é o encaminhamento prático disso. Eu acredito que esse destaque na união da bancada federal em torno dos projetos estratégicos do Estado e da União, seja significativo. “Apesar da pouca presença de deputados federais, acredito que o senador Paulo Rocha tem essa experiência de liderar os processos em Brasília e de agir onde os gargalos surgem”, afirmou.

Curionópolis: Vale recebe licença para ampliação do Projeto Serra Leste

O deputado João Chamon Neto (PMDB) informou há pouco, pelas redes sociais, que a Secretaria de Estado de Meio Ambiente liberou hoje (27) a Licença de Operações para a ampliação do Projeto Serra Leste, em Curionópolis. 

Em junho de 2015 a Vale apresentou à SEMAS, em Belém, informações sobre aumento da produção do projeto Serra Leste, que era de 2 milhões de toneladas, anualmente, passaria para 6 milhões de toneladas/ano. Só que, para isso, precisaria de uma nova licença de lavra. A Secretaria de Meio Ambiente recebeu a demanda e vinha impondo dificuldades para a liberação. Com o atraso na liberação da Licença,  e com uma demanda de custos de pessoal muito grande, a Vale concedeu férias coletivas para pouco mais de 50% dos trabalhadores da mina de Serra Leste. Insatisfeitos com a demora, houve uma grande movimentação no município, liderada pelo prefeito Chamonzinho, até que a Secretaria de Meio Ambiente se comprometeu em analisar a demanda da Vale, que culminou com a liberação anunciada hoje pelo deputado.

image

Confira o que disse o deputado Chamon em sua postagem:

Após várias reuniões técnicas com a Vale e com o secretário de Estado de Meio Ambiente, Luiz Fernandes, na tarde desta terça-feira (27), foi assinada a licença para ampliação da extração do Projeto Serra Leste, que é muito importante para Curionópolis. Luciano Madeira, representante da Vale foi quem recebeu o documento.

Desde o começo venho acompanhando este processo e hoje participei, juntamente com o chefe da Casa Civil, José Megale, o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, Adnan Demachki, além dos deputados estaduais Sidney Rosa e Raimundo Santos, da assinatura desta liberação que tanto lutei como representante do povo de Curionópolis.

Agora os trabalhadores e população deste querido município podem comemorar. Agradeço ao secretário Luiz Fernandes, que desde o primeiro momento que eu o procurei foi receptivo e entendeu a urgência dessa liberação.

Parabenizo todos os trabalhadores e trabalhadoras e suas famílias. Estou muito feliz em ter contribuído com a garantia de volta do trabalho de todos.”

Marabá

Marabá: Deputado João Chamon assume Comissão Provisória do PMDB

Partido lança estratégia regional a partir de Marabá.

Em uma cerimônia prestigiada por várias autoridades e líderes políticos do Estado do Pará, o deputado estadual João Chamon Neto tomou posse como presidente da Comissão Provisória do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) em Marabá. O encontro foi realizado na noite da última sexta-feira (15), e contou também, com a participação de dezenas de militantes da cidade e da região. Chamon é o atual vice-líder da legenda na Assembleia Legislativa do Estado do Pará e importante liderança nas regiões sul e sudeste. O presidente estadual do PMDB, o ministro da Pesca e Aquicultura, Helder Barbalho, esteve presente, assim como os deputados federais Beto Salame (Pros), Simone Morgado e Elcione Barbalho (PMDB). Os deputados estaduais da bancada do partido na Alepa, Iran Lima, José Scaff e o jovem Dirceu ten Caten (PT) também estavam presentes.

IMG_8242

Helder Barbalho conduziu toda a cerimônia, destacando a importante liderança do ex-deputado federal Asdrúbal Bentes, que na ocasião passou a presidência para João Chamon. O ex-deputado felicitou individualmente cada um dos novos membros desta nova diretiva do PMDB de Marabá. “Espero que esta nova cara do partido aqui no município possa fortalecer cada vez mais o PMDB”, destacou Bentes. Na sequência Helder Barbalho declarou empossada a diretoria que agora será conduzida por João Chamon, Zé Gaby, Newton Leal, Nagib Mutran e Guido Mutran. “Nosso objetivo hoje é fortalecer o partido para as próximas eleições. Iniciamos aqui em Marabá as reuniões partidárias, que serão uma forma de dialogar e organizar nossos filiados para o pleito de 2016”.

Em seguida ele parabenizou João Chamon, reconhecendo a atual liderança que ele exerce na região. O deputado Chamon fez um discurso emocionado e cheio de homenagens aos líderes do partido, que estiveram com ele no começo da sua trajetória política. João Chamon encerrou o seu pronunciamento falando da importância de estar sendo empossado como novo presidente do partido do qual ele ajudou a fundar. “Hoje estou realizando um sonho. Fui fundador do antigo MDB, que hoje se tornou o grande e forte PMDB. Na minha juventude fui eleito um dos vereadores mais votados em Marabá e poderia ter sido prefeito naquela época, aos 32 anos”. João Chamon aproveitou a ocasião para oficializar a ex-deputada estadual Cristina Mutran como presidente do PMDB Mulher de Marabá.

_MG_9555

Mais de seis prefeitos peemedebistas da região que estiveram presentes na cerimônia também discursaram. O prefeito de Curionópolis, Chamonzinho, foi enfático em celebrar a conquista do pai, o que ele destacou como sendo algo importante também para o povo marabaense. “Parabéns ao deputado João Chamon, meu pai, pelo importante momento que ele hoje está vivendo. Não posso deixar passar a oportunidade de parabenizar, ainda, a vinda do ministro Helder Barbalho à nossa região, ele que é nosso maior líder. Todos nós, juntos e unidos vamos continuar lutando e o sonho de vê-lo governador do Estado não morreu. Viva o PMDB, viva Marabá”, comemorou. (Da Redação) Helder declara empossada a nova diretiva do PMDB, tendo Chamon na presidência O auditório do Cine Marrocos esteve tomado por militantes do PMDB e de partidos aliados.

Partido abona fichas de filiação

Na noite em que as principais lideranças do PMDB no Pará celebraram a posse do deputado estadual João Chamon como novo presidente da legenda em Marabá, foram realizadas dezenas de filiações ao partido, entre pessoas da comunidade, lideranças, empresários e profissionais liberais. Representando esses novos filiados, foram chamados a assinar ficha de filiação durante a solenidade, representando os demais, a técnica em enfermagem Eliete Dias e o engenheiro Antônio Pádua, este último secretário de Obras do município. A de Eliete foi abonada pela presidente de honra do PMDB Mulher, a deputada federal Elcione Barbalho, enquanto a de Pádua teve chancela de Helder Barbalho, presidente estadual do PMDB. “Quero que a assinatura das fichas desses dois companheiros que representam muito em suas atividades, represente o todo dos nossos novos filiados”.

SEDE
Após o evento do partido no Cine Marrocos, Helder e Chamon seguiram a pé por duas quadras na Marabá Pioneira, seguidos pelos membros da legenda, até a casa 1.158 da Rua 7 de Junho para inaugurar a nova sede do PMDB em Marabá. O espaço abrigará, além das reuniões do partido, as atividades do PMDB Mulher e PMDB Jovem.

error: Conteúdo protegido contra cópia!