Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Futebol

Paysandu perde para o líder Fortaleza e despenca na classificação da Série B

O Papão jogou mal e irritou a Fiel Bicolor que compareceu ao Mangueirão
Continua depois da publicidade

O Paysandu voltou a perder pelo Campeonato Brasileiro da Série B. Desta vez, o time bicolor não conseguiu segurar o líder Fortaleza-CE e caiu, por 1 a 0, na noite deste sábado (30), no Estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão, em Belém, em partida válida pela 13ª rodada.

O gol único do jogo foi assinalado pelo lateral-esquerdo Bruno Melo, aos 38 minutos do primeiro tempo. Com o resultado, o Fortaleza disparou na liderança com 29 pontos, enquanto que o Paysandu despencou três posições e agora é apenas o 11° colocado, com 17 pontos.

O próximo compromisso do Paysandu será contra o Coritiba-PR, na quarta-feira (04), às 18h, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba, partida válida pela 14ª rodada da Série B.

O jogo: Papão 0 x 1 Leão!

O Fortaleza chegou primeiro logo no início, na jogada entre Pablo e Dodô, a zaga do Paysandu aliviou o perigo. O Papão deu o troco com Thomaz, o meia disparou para a boa defesa do goleiro Marcelo Boeck. O time bicolor quase abriu o placar, na falta cobrada por Dionathã, a bola passou muito perto, assustando o Leão do Pici. Outra vez a equipe paraense atacou com Matheus Silva, que cruzou da direita, mas ninguém apareceu para completar para o gol.

O Fortaleza tentou chegar em um escanteio cobrado por Marlon, o time bicolor despachou para frente com o lateral-esquerdo Carlinhos. O Leão começou a gostar do jogo e Derley abriu espaço para chutar, mas mandou para fora. Thomaz tentou marcar também de fora da área para o Paysandu e mandou longe da meta adversária. Dionathã cobrou escanteio, a zaga cearense desviou e a bola sobrou para Renato Augusto, que mandou por cima.

O time do Paysandu queria chegar de qualquer maneira ao gol adversário. Em uma jogada de ataque, Claudinho clareou para o chute e mandou de longe, com a bola saindo pela lateral. O castigo bicolor veio aos 38 minutos, quando Bruno Melo recebeu na esquerda e fuzilou o goleiro Renan Rocha, a bola foi para o fundo do barbante, 1 a 0, Fortaleza. A torcida do Papão começou a reclamar com o time e quase viu o segundo gol do adversário, na tabela entre Wilson e Marlon, a zaga bicolor conseguiu afastar.

Na etapa final, o Fortaleza teve a primeira chance com Bruno Melo, que cruzou para área e a bola passou pelos atacantes. O Papão quase empatou após cruzamento na área, o atacante Claudinho dominou e chutou para a boa defesa de Marcelo Boeck. O Leão do Pici teve escanteio ensaiado, quando Marlon cobrou para Dodô que chegou chutando para a defesa de Renan Rocha.

A Fiel Bicolor começou a pegar no pé do time e do técnico Dado Cavalcanti. O Papão tentou o empate com o atacante Claudinho, que após cruzamento na área, emendou uma bicicleta sem direção. O árbitro acrescentou mais quarto minutos, mas ninguém conseguir chegar com perigo à meta adversária. Placar final: Paysandu 0 x 1 Fortaleza.

FICHA TÉCNICA

PAYSANDU: Renan Rocha; Matheus Silva, Edimar, Fernando Timbó e Carlinhos (Mateus Muller); Cáceres (Pedro Carmona), Renato Augusto e Thomaz; Claudinho, Dionathã (Renan Gorne) e Moisés. Técnico: Dado Cavalcanti

FORTALEZA: Marcelo Boeck; Pablo, Ligger, Adalberto e Roger Carvalho; Bruno Melo, Felipe, Derley, Marlon (Igor Henrique) e Dodô (Minho); Wilson (Wesley). Técnico: Rogério Ceni

Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO)

Assistentes: Edson Antônio de Sousa (GO) e Hugo Savio Xavier Corrêa (GO)

Cartão amarelo: Derley (Fortaleza)

Gol: Bruno Melo, aos 38 minutos do 1° tempo para o Fortaleza

Local: Estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão, em Belém

Por Fábio Relvas

Futebol

De goleada, Águia de Marabá garante mais uma vitória em casa no Sub-17

Azulão Marabaense venceu por 7 x 0 mas deu susto no começo do jogo
Continua depois da publicidade

A manhã do último domingo (10) foi quente e emocionante para quem compareceu ao estádio Zinho Oliveira e acompanhou o jogo válido pela nona rodada do Campeonato Paraense Sub-17. Enfrentando o último colocado do grupo A2, a Associação Esportiva Beneficente Estrela, o Águia de Marabá mostrou força e garra, mas deixou a torcida e comissão técnica apreensivos até metade do primeiro tempo.

Apresentando um bom jogo, o Águia largou na frente, mas pecou nas finalizações. A cada chance desperdiçada o que se ouvia eram os lamentos da torcida, que esperava uma goleada logo de cara. Mas quem compareceu ao estádio para apoiar a meninada do Águia teve que esperar até os 27 minutos de jogo para dar o primeiro grito de gol. Frank marcou para o Azulão marabaense, deixando a torcida na expectativa. Mas até o término do primeiro tempo o placar não se alterou.

Na volta para a etapa final, o time já entrou com mudanças. Murilo e Ricardo saíram para a entrada de Kaká e Ruan Pablo. Aos 22” Frank marcou novamente e o time encontrou o caminho para o gol adversário. Ruan Pablo marcou aos 27, seguido por Cafezinho aos 35”. Na sequência, e em menos de um minuto, Ruan Pablo mostrou que estava com fome de gol e marcou duas vezes. Para encerrar a partida, Kaká fez o seu. Águia 7 x 0 Estrela.

O técnico Castanhal falou após a partida e disse que o desempenho dos atletas no início do jogo foi muito abaixo do esperado. “Temos muito respeito pelo time adversário, mas nossa equipe jogou muito melhor e poderia ter chegado fácil a um resultado elástico ainda no primeiro tempo. No intervalo conversei com eles e o resultado do trabalho de todos apareceu no segundo tempo”, disse o treinador.

Classificação

Com mais essa vitória o Águia chega a 21 pontos na classificação geral e está invicto jogando em casa. E é em casa que os Meninos do Azulão vão disputar a última partida da fase classificatória. No próximo domingo (17), no Zinho Oliveira, acontecerá o desafio contra o Paraense. Se classificam para as quartas de final os 4 primeiros colocados de cada grupo. Campeão e vice do torneio têm vaga para a Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Parauapebas

Vereadora Joelma quer criação de Lei que incentive atletas de Parauapebas

Joelma Leite quer mais apoio aos atletas da cidade, que muitas vezes não têm incentivo para participar de competições
Continua depois da publicidade

A vereadora Joelma de Moura Leite, do Partido Social Democrático (PSD), sugeriu na última terça-feira (5), na sessão realizada na Câmara Municipal de Parauapebas, a criação de uma lei de incentivo ao esporte. A parlamentar falou sobre a importância de ser criada a lei para exportar grandes atletas, citando o piloto mineiro Vinny Azevedo, que é destaque na Fórmula Inter, representando a cidade de Parauapebas, mas tem dificuldades com patrocínios para disputar grandes competições.

“Recebi uma visita em meu gabinete de um atleta, um grande amigo que estudou junto comigo e hoje é empresário do ramo tecnológico, mas agora está correndo como piloto na Fórmula Inter, e o carro dele, para a minha surpresa, está bem destacada a frase  “Visite Parauapebas”. Isso me deixou muito feliz, porque esse amigo cresceu aqui, apesar de não ser paraense, mas vê-lo disputando em uma categoria nacional de automobilismo, com o destaque para Parauapebas, de certa forma me encheu de orgulho”, afirmou Joelma Leite.

“Acredito que nós, enquanto parlamentares, precisamos fazer que o governo municipal crie uma lei de incentivo ao esporte que não seja só com as emendas parlamentares, que nós disponibilizamos, porque ele está com muita dificuldade de patrocínio e a gente sabe que o governo municipal tem como ajudar nesse sentido, como faz com o karatê, como faz com outros esportes. Que pudesse também dar uma força para outros esportistas locais, mas não de forma da amizade, mas sim de uma forma institucional, através de uma legislação coerente, como já acontece em outros municípios, como em Belém, com a Lei Tó Teixeira”, enfatizou Joelma, citando a Lei Tó Teixeira, que incentiva as produções culturais da cidade de Belém e apoia atletas e iniciativas no segmento do esporte amador da capital paraense.

Em Parauapebas vem crescendo o nível de atletas com alto rendimento, que muitas vezes deixam de participar de competições fora da cidade por falta de incentivo. Atualmente os caratecas do município vêm obtendo grandes resultados para o município. “Vou fazer um estudo para ver se nós parlamentares podemos ter essa iniciativa de criar a lei, ou somente indicaremos para o executivo fazer essa lei de incentivo a todos os esportes”, finalizou Joelma Leite.

Por Fábio Relvas
Esporte

Instituto Samurai-Zen promove aulão de karatê em Parauapebas

A ideia é promover o evento mensalmente para fortalecer a prática e integrar os municípios através de treinamentos
Continua depois da publicidade

O Instituto Samurai-Zen, em Parauapebas, realizou na noite desta sexta-feira (25), o chamado “treinão”, para os caratecas da cidade e região sudeste do estado Pará. A ideia dos organizadores é de fazer o evento mensalmente abrangendo as cidades de Parauapebas, Marabá, Curionópolis, Eldorado dos Carajás, Ourilândia do Norte e Tucumã, fortalecendo a prática e integração através de treinamentos.

“A gente vem fazendo treinamentos de Karatê, e essa integração sempre existiu, de Parauapebas com outros municípios. Estou aqui há mais de mais de 20 anos e posso dizer que a gente começou o karatê aqui, trouxe para essa cidade e isso é importante para trazer  conhecimento que a gente tem. Mas essa integração com esse aulão é para familiarizar mais o nosso trabalho em nossa região”, afirmou o professor Josimar Alves, faixa preta 7° dan, de Marabá.

O aulão realizado no instituto é um pouco de tudo com a prática de defesa pessoal, parte física e a força do karatê, que traz a técnica da arte marcial com performances no kata, luta e kumite. Além dos atletas da Samurai-Zen, também participaram dos treinamentos outras associações como a Associação Girão de Artes Marciais (AGAM). “Esse é um aulão, é um “treinão” que acontece  mensalmente tentando unificar o karatê de Parauapebas com o do sul do Pará entre as cidades vizinhas. Hoje a Samurai-Zen tem entorno de 500 atletas matriculados sendo de diversos lugares como alunos da Palmares um e dois, Vale do Sol, Cidade Jardim e Cidade Nova”, disse Adaias Fernandes, dono da Samurai-Zen e faixa preta de karatê.

Em Parauapebas, existem aproximadamente 4.000 praticantes de karatê, que tiveram uma experiência única em um evento recentemente ocorrido na cidade, que foi o Zonal Norte e Nordeste de Karatê Interestilos, um campeonato de grande proporção que contou com a participação de mais de 1.000 atletas de vários estados e que valeu vagas para o Campeonato Brasileiro e Mundial.

Por Fábio Relvas

Parauapebas

Parauapebas sedia regional dos Jogos Estudantis Paraenses (Jeps)

Os Jeps, que acontecem entre os dias 23 e 27 deste mês, serão disputados nas modalidades de futsal, handebol, voleibol e basquetebol, masculino e feminino.
Continua depois da publicidade

Parauapebas se prepara para receber um dos maiores eventos estudantis do Pará. A cidade sediará a etapa regional dos Jogos Estudantis Paraenses (Jeps) entre os dias 23 e 27 deste mês, no Ginásio Poliesportivo. A competição tem como o principal objetivo estimular a prática do esporte educacional e contribuir na formação de cidadãos.

Realizada pelo Núcleo de Esporte e Lazer da Secretaria de Estado de Educação (NEL/Seduc), em parceria com a Prefeitura de Parauapebas, a competição reunirá atletas de vários municípios paraenses. As delegações de Marabá, Rondo do Pará, Jacundá, Canaã dos Carajás, Pacajá, Nova Ipixuna, São Geraldo e Brejo Grande, além da anfitriã, já confirmaram a participação.

Os alunos disputarão as modalidades de futsal, handebol, voleibol e basquetebol, masculino e feminino nas categorias A (alunos de 12 a 14 anos) e B (alunos de 15 a 17 anos). As etapas regionais dos Jeps são seletivas para a etapa estadual. Todos os atletas passaram por torneios municipais e os campeões das etapas regionais irão disputar a fase estadual, em Belém, no mês de junho. (APN)

Serviço

Assunto: Abertura oficial da etapa regional dos Jeps

 Dia: 23 de maio de 2018

 Local: Ginásio Poliesportivo

 Horário: 18 horas

Curionópolis

Mais de 150 pilotos participaram do Motocross de Curionópolis

A competição faz parte da programação de aniversário de Curionópolis
Continua depois da publicidade

Adrenalina, emoção, velocidade. Tudo isso o público sentiu ao prestigiar a aventura radical do GP de Motocross, em Curionópolis, realizado no sábado (12) e domingo (13), como parte da programação de aniversário dos 30 anos de Curionópolis. O evento, que já é tradição, atraiu cerca de dez mil pessoas.

“Eu sou de Parauapebas e vim prestigiar o motocross por que gosto do esporte e também por que o meu primo vai competir, nossa família veio em peso, somos mais de 50 aqui”, informou a auxiliar administrativo Mayara Raiza. O prefeito Adonei Aguiar participou da entrega dos troféus e acompanhou o evento durante todo o domingo.

“Mais um GP Motocross, comemorando dessa vez o 30º aniversário de Curionópolis, e a cada ano a prefeitura vem dando mais apoio em pista, organização e estrutura para que todos os pilotos do Estado do Pará, do Norte do país, do Centro-Oeste, venham para cá fazer uma grande corrida como foi essa”, destacou o prefeito.

Wesley Rodrigues Magalhães, responsável técnico pela corrida, informou que foram quase 200 pilotos distribuídos nas 14 categorias disputadas, entre adulto e infantil, durante os dois dias de evento. Ele destacou o que atrai o grande número de pilotos: “Como é uma prova de bastante referência, a gente tem pilotos do país inteiro aqui, atraídos pela tradição do evento. A premiação também é boa, um total de R$ 40 mil em premiação. Tem piloto que pode chegar a ganhar até sete mil reais”.

Outra destaque importante do evento para a cidade é o aquecimento da economia, “todo piloto vem com três, quatro pessoas a mais, a gente tem um aumento de 500, 600 pessoas na cidade, isso com certeza deve ajudar na economia, além de trazer o espetáculo gera renda para cidade, com a lotação de hotéis e restaurante, aumento na venda de postos de combustíveis, entre outros” observou Wesley Rodrigues.

Esporte

25ª edição do Zonal Norte e Nordeste de Karatê Interestilos em Parauapebas

O Ginásio Poliesportivo vai receber os caratecas de 12 estados até domingo para grandes duelos
Continua depois da publicidade

A cidade de Parauapebas, no sudeste do estado do Pará, está respirando o Karatê. É que na manhã deste sábado (28) foi realizada a cerimônia de abertura do Zonal Norte e Nordeste de Karatê Interestilos, no Ginásio Poliesportivo. O evento contou com autoridades do município, como o prefeito da cidade, Darci Lermen, os vereadores Rafael Ribeiro e Marcelo Parcerinho, e o secretário municipal de assistência social, Jorge Guerreiro.

“Estamos muito felizes pela realização do evento de tão importância para o esporte do nosso município, em especial ao Karatê e não só na importância como competição, mais da importância de incentivar as nossas crianças e jovens a praticar o esporte, na importância da inclusão social através do esporte. No mais dar nossas boas vindas a todos às delegações de outros estados e municípios vizinhos e desejar a todos uma ótima competição”, afirmou Kledson Caetano, Secretário Adjunto da Semel.

Um bom público compareceu no reformado Ginásio Poliesportivo para acompanhar a abertura. No inicio da cerimônia, homens do exército brasileiro carregaram as bandeiras do Brasil, do estado do Pará e da cidade de Parauapebas, além da bandeira da Confederação Brasileira de Karatê Interestilos (CBKI), que foi carregada pelos presidentes das federações dos estados presentes na competição e a bandeira da International Karate Federation (IKF).

O evento vai reunir até o próximo domingo (29), cerca de 200 atletas de 12 estados brasileiros e é considerado um dos maiores campeonatos do país. A 25ª edição do Zonal Norte e Nordeste de Karatê Interestilos, conta com o total apoio da Prefeitura Municipal de Parauapebas, através da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel), que juntos com a Confederação Brasileira de Karatê Interestilos (CBKI) estão promovendo a competição, ajudando a promover o esporte e deixando a cidade como destaque na arte marcial do Karatê.

A programação para os amantes da arte começou deste a última quarta-feira (25), quando ocorreu no próprio Ginásio Poliesportivo, um seminário com os participantes, além de um treino especial com os karatekas da cidade. Foi um pontapé inicial visando os grandes duelos que irão acontecer durante a competição. A expectativa é muito grande quanto aos atletas da cidade de Parauapebas.

Os karatecas dos 12 estados participantes irão competir em todas as faixas de graduação do Karatê: amarela, vermelha, laranja, verde, roxa, marrom e preta, além de toda a faixa etária de idade. A competição promete ser acirrada, já que os atletas estão buscando vagas para o Campeonato Brasileiro e logo em seguida, para o tão aguardado Campeonato Mundial de Karatê.

“Agradecer o nosso governo, em especial ao nosso prefeito, a oportunidade e o apoio nos dado no desenvolvimento e crescimento do esporte. Agradecer e parabenizar a todas as entidades esportivas do nosso município, pelo empenho e organização desse evento e parabenizar também pelo trabalho que vem desenvolvendo em parceria com a Secretaria de Esporte e Lazer, não só na formação de atletas e na formação de campeões, mais também na formação de cidadãos de bem e verdadeiros campeões da vida”, disse Kledson Caetano.

Por Fábio Relvas

Pará

Thiego Marques, atleta de judô paralímpico, conquistou o Troféu Rômulo Maiorana

O jovem parauapebense conquistou o prêmio na categoria com deficiência e seguiu viagem para a disputa na Turquia
Continua depois da publicidade

Thiego Marques, judoca paralímpico da cidade de Parauapebas, foi contemplado na noite da última terça-feira (17), com o Troféu Rômulo Maiorana, uma das maiores premiações do segmento esportivo da região norte do Brasil. A noite de gala ocorreu no teatro Maria Sylvia Nunes, que é um teatro governamental, localizado no complexo cultural Estação das Docas, em Belém.

Pela primeira vez, o judô de Parauapebas e região foi o grande vencedor de uma premiação de tamanha importância. O evento que chegou em sua 24ª edição, trouxe 19 categorias neste ano, entre modalidades convencionais e especiais. Thiego Marques já havia sido indicado em outras duas ocasiões, mas sem receber a premiação. A sua boa performance na temporada passada, ajudou o judoca a conquistar o troféu tão desejado.

“Pela 3ª vez indicado, dessa vez fui contemplado. Agradeço a todos que acreditam nesse sonho, meu Sensei, Antônio Sérgio – associação AEPA – Associação Esportiva e Paradesportiva do Sul e Sudeste do Pará. A tia Ana Cecília Moreira por receber o prêmio em meu nome. Agradeço a todos que tiraram um tempinho para votar, pois foi através de vocês, que pude trazer tal conquista para o judô de Parauapebas”, declarou Thiego, em uma de suas redes sociais.

O judoca nem teve muito tempo para comemorar e já que embarcou nesta quarta-feira (18) para São Paulo, onde vai se juntar a Seleção Brasileira de judô paralímpico para a disputa da Copa do Mundo. A seleção conta com medalhistas como Lúcia Araújo, Antônio Tenório da Silva, Alana Maldonado , Wilians Araújo e da jovem atleta Rebeca Souza. A delegação conta também com os técnicos Alexandre Garcia e Jaime Bragança. A seleção foi formada em São Paulo para depois seguir viagem já na madrugada de quinta-feira (19), para a cidade de Antalya na Turquia, onde acontecerá a Copa do Mundo de judô paralímpico. No dia 22, a disputa será no individual, e no dia 23 por equipes. Nos dias seguintes 24 e 25, os atletas da seleção participarão de treinos com judocas de outros países e no dia 26 retornam para o Brasil.

A competição na Turquia vale pontuação no ranking mundial. O judoca Thiego Marques está de olho no pódio para pontuar bem e sonhar em sua participação nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, em 2020.

Confira a lista completa de vencedores do TRM 2018

Categorias principais

Atletismo: Oane Nazaré Pantoja, da Associação Desportiva Cori.
Combates Esportivos: Krom Shimizu Cunha, do Cunha Jiu-Jitsu Team.
Desportos Aquáticos: André Luiz Cartagenes de Oliveira, da Tuna Luso Brasileira.
Esporte Escolar: André Luiz Cartagenes de Oliveira, da Tuna Luso Brasileira.
Esporte Universitário: Milton Rafael Ribeiro, do Instituto Federal do Pará (IFPA).
Futebol de base: Irley Maria Granhem Lopes, do Osasco Audax.
Ginástica: Mário Antônio Júnior, do Centro de Ginástica do Pará.
Handebol: Silvestre Neto, do Carajás Handebol Clube.
Modalidades em desenvolvimento: José Rafael Brito, da Federação Paraense de Surf.
Remo: Victória Azevedo, do Paysandu.
Tênis de Mesa: Sérgio Luiz Rodrigues, do Cabana Clube.
Voleibol: Adriano Assunção, do Clube do Remo.

Categorias especiais

Atleta com deficiência: Thiego Marques, do Judô Paralímpico.
Árbitro do ano: Célia Maria Santos, da ginástica.
Treinador do ano: Wilson Flávio Caju, do All Star Rodas.
Esporte Responsa: Instituto Rosa dos Ventos, de Abaetetuba.
Federação do ano: Federação Paraense de Futebol Americano.
Personalidade Esportiva: Fernando Oliveira (in memorian).
Atleta do ano: Krom Shimizu Cunha, do Cunha Jiu-Jitsu Team.