Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Assassinato

Parauapebas: Cabo da PM é executado em sua residência.

O cabo, que tinha 23 anos de farda, é o 21º PM morto em 2017 no Pará

Mais um ato de barbárie e violência foi registrado ontem (11) em Parauapebas. O cabo da Polícia Militar Raimundo Nonato Oliveira de Sousa, conhecido no município por “Santarém”, 51 anos, 23 anos de farda, casado, avô, foi brutalmente assassinado em sua residência, localizada na avenida M, quadra 220, lote 28, bairro Cidade Jardim, em Parauapebas.

Segundo informou a esposa de Santarém, por volta das 23 horas o militar teve sua casa invadida por quatro homens armados anunciando um assalto. O PM foi amarrado e torturado com uma faca, sendo posteriormente executado com quatro disparos com sua própria arma.

Mesmo baleado, Santarém se jogou pela janela de seu quarto, no primeiro andar do prédio onde morava para buscar ajuda. Ele foi socorrido por um vizinho e levado para ao hospital por uma ambulância do Serviço de Atendimento Médico de Urgência – SAMU – , mas, em virtude dos ferimentos, veio a óbito assim que chegou ao Hospital Geral de Parauapebas.

Após o crime os quatro elementos deixaram o local em um veículo Chevrolet Ágile, de cor vermelha. Para simular um latrocínio, que é roubo seguido de morte, levaram a arma da vítima, celulares  dos familiares e alguns eletrodomésticos da casa.

O assassinato do militar está sendo investigado pelas Policias Civil e Militar, mas ainda não há pistas dos executores.

Segundo a Associação dos Cabos e Soldados da PM e Bombeiros Militares do Estado, em 2017 já foram mortos 21 militares. Em 2016, para comparação, 26 PM foram mortos.

O corpo do cabo PM foi encaminhado ao IML em Marabá para o exame de necropsia e só deverá retornar à Parauapebas no período da tarde. Ainda não foi divulgado onde ocorrerá o velório.

Qualquer informação sobre o caso ligue para o Disque Denúncia através dos telefones 181 ou (94) 3346-2250. Anonimato garantido!