Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Verão

Secretaria de Segurança de Marabá divulga balanço da Operação Verão 2017. WhatsApp foi responsável por quase 70% dos acidentes em julho

Os resultados, considerados satisfatórios, foram frutos da integração entre DMTU, Guarda Municipal, Agentes Patrimoniais, PM, Policia Civil, PRF e Bombeiros

Por Eleutério Gomes – de Marabá

A Secretaria Municipal de Segurança Institucional (SMSI) de Marabá divulgou, na manhã desta segunda-feira (21), os números da Operação Verão 2017, da qual participaram, além da Guarda Municipal, agentes do Departamento Municipal de Trânsito e Transporte Urbano e Agentes Patrimoniais, as polícias Militar, Civil e Rodoviária Federal e o Corpo de Bombeiros Militar. Um dado, porém, chamou atenção: 67,4% dos acidentes registrados foram causados por condutores que enquanto dirigiam trocavam mensagens no aplicativo WhatsApp.

De acordo com o inspetor Jocenilson Silva Souza, diretor do DMTU (Departamento Municipal de Trânsito e Transporte Urbano), essa infração é corriqueira, porém, considerada “gravíssima”, pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB), podendo subtrair do bolso do condutor R$ 293,00 de multa e somar sete pontos no prontuário da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) dele. Ainda segundo os relatórios divulgados pela SMSI, em julho de 2016 os acidentes de trânsito somaram 27, já em 2017, devido ao trabalho de Educação de Trânsito e às blitzes preventivas realizadas durante o mês das férias, esse número caiu para 12 (55,6%).

Quanto às abordagens, por parte dos agentes do DMTU, foram 668, com 245 autuações por infrações de trânsito e 113 veículos removidos para o parque de retenção do órgão.

Além do WhatsApp, as demais causas de acidentes foram distância de segmento [distância entre a dianteira do veículo e a traseira do outro à frente] (24,7%), desobediência à sinalização  (2,25%), ultrapassagem indevida (3,4%), ingestão de álcool (1,12%) e outras (1,12%).

A área da cidade em que mais aconteceram acidentes foi o Núcleo Nova Marabá (49,4%), seguido do Núcleo Cidade Nova (41,5%), Velha Marabá (7,9%) e Bairro São Félix (1,12%).

A frota de automotores de Marabá atualmente é de 107 mil veículos, mas, diariamente, circulam pelas vias da cidade mais de 140 mil, se somados os 35 mil de outros municípios cujos condutores ou proprietários vêm a Marabá a trabalho, estudos, consultas médicas, compras ou comparecimento em órgãos estaduais ou federais com sede regional aqui.

A Guarda Municipal, por meio de seu comandante, o inspetor Roberto Lemos Dias, informou que em julho passado aconteceram 11 operações em praças, apreensão de 25 quilos de entorpecentes, um revólver calibre 32 e duas munições e uma imitação de arma de fogo, três prisões por tráfico de entorpecentes, uma prisão por assalto, 210 buscas pessoais e revistas em veículos, seis prisões, duas por porte ilegal de arma de fogo e uma por alcoolemia, um menor apreendido, um caso de furto na praia, um caso de estelionato e uma falsa comunicação de crime.

Ainda de acordo com Lemos, a Guarda Municipal recuperou dois veículos que haviam sido roubados, vistoriou 800 bagagens nos terminais “Pedro Marinho de Oliveira”, na Folha 32, e Miguel Pernambuco”, no Bairro Quilômetro Seis, e na Estação da Estrada de Ferro Carajás. Nesses locais ocorreram ainda 250 abordagens a pessoas e 170 veículos foram abordados nas áreas de embarque. Para o secretário municipal de Segurança Institucional, o inspetor Jair Barata Guimarães, o resultado da operação integrada foi muito satisfatório, na medida em que a diminuição do número de acidentes liberou mais leitos nos hospitais da cidade e fez menos vítimas. “Além dessa redução de vítimas nos hospitais, tivemos uma diminuição do número de crimes cometidos com motocicletas uma vez que foram apreendidos 130 desses veículos”, comemora Jair.

Ainda segundo ele, isso traz mais sensação de segurança à população, já que há quase oito meses a SMSI, por meio dos seus órgãos vem passando por completa reestruturação, com  Guarda Municipal, Agentes Patrimoniais e DMTU em prédios próprios e adequados, assim como uniformes novos, coletes e viaturas circulando, além de 10, das 45 câmeras de vigilância que estavam com defeito, recuperadas.

PRF

Primeiro fim de semana do veraneio teve colisão com morte e registro de todo tipo de infração nas rodovias

As campanhas feitas pelos órgãos de trânsito, inclusive com estande na 31ª Expoama, parecem não surtir efeito e condutores saem cometendo atrocidades nas ruas e estradas

 

Eleutério Gomes – de Marabá

Até o início da tarde desta segunda-feira (10), a Polícia Civil ainda não havia identificado o condutor responsável pela morte do idoso Martiniano Soares Moitinho, de 66 anos, em razão de acidente na manhã de domingo (9), quando o carro em que ele viajava, na companhia de familiares, foi atingido de frente por outro veículo. O sobrinho da vítima, Daniel de Oliveira Moitinho, que dirigia o carro, contou que eles estavam se dirigindo a Eldorado do Carajás, pela BR-155, por volta de 8h45, quando aconteceu o acidente.

Testemunhas contaram que o motorista causador da colisão, que estava em companhia de outra pessoa, fugiu do local, aparentemente ileso. Relataram ainda que o homem havia saído do Parque de Exposições, onde ocorre a 31ª Expoama, aparentemente embriagado, pois fazia zigue-zague pela pista.

Segundo o inspetor Nivaldo Silva, chefe do Policiamento Regional da PRF (Polícia Rodoviária Federal), no mesmo acidente saiu ferida, com fratura no fêmur e no rosto, uma criança de oito anos de idade, que foi internada em estado grave, e um adulto, com escoriações pelo corpo.

Nivaldo também chamou a atenção para o fato de que outra criança, esta de três anos de idade, não viajava na cadeirinha como determina a Legislação de Trânsito, nem com cinto de segurança, “ia no banco de trás, mas no colo da mãe”.

Mais ocorrências

Além dessa ocorrência, a PRF registrou uma colisão traseira, por volta das 8h de sábado (8), na BR-155 (Transamazônica); e outra colisão traseira, por volta das 4h35 de domingo (9), também na Transamazônica. Não houve feridos desses dois acidentes.

Fora essas colisões a PRF contabilizou diversos casos de ultrapassagem proibida, alcoolemia, crianças viajando fora da cadeirinha, condutor e passageiro de motocicleta sem capacete, condutor e passageiro de carro sem cinto de segurança e condutor dirigindo e usando o celular. Três carros foram apreendidos e duas pessoas foram presas por crime contra a vida, crime contra o patrimônio e crimes de trânsito.

Procurado pelo Blog, o DMTU (Departamento Municipal de Trânsito e Transporte Urbano) informou que está consolidando dados para, nas próximas horas, divulgar o balanço das ações do fim de semana.

Férias

Casa da Cultura de Canaã abre inscrições para escolas de formação

Uma programação de férias, com oficinas gratuitas e sessões de contação de história, brincadeiras infantis e cinema, também agita a Casa neste mês.

A partir de hoje, 10/1, começam as inscrições para as escolas de formação oferecidas pela Casa da Cultura de Canaã. Uma programação de férias, com oficinas gratuitas e sessões de contação de história, brincadeiras infantis e cinema, também agita a Casa neste mês.

Flauta Doce, Canto Coral, Musicalização Infantil, Violão, Balé e Capoeira estão entre as escolas oferecidas. As inscrições dos novos alunos poderão ser feitas até o dia 14 de janeiro, no horário das 10 às 18h. No dia 17, haverá o sorteio aberto ao público, às 10h,no auditório. Já no dia 18, a divulgação dos sorteados, que poderão fazer suas matriculas no período de 19 a 21 com a entrega de documentação: comprovante de residência, declaração de matrícula na escola, e xerox da certidão de nascimento ou da identidade.

Durante as férias, também uma programação com oficinas livres, no horário das 15h. Às terças-feiras, haverá oficina de Abayomi , bonecas africanas feitas em tecido sem costura e sem cola. Nas quartas, confecção de brinquedos com prendedores de roupas. Nas quintas-feiras, oficina de instrumentos musicais com materiais alternativos. E nas sextas-feiras, serão ensinadas técnicas para a produção de artesanato com EVA.

A Casa da Cultura realiza ainda uma programação semanal na Biblioteca com o público infantil de forma gratuita. Toda sexta-feira tem mediação de leitura. A atividade vem apoiar a criança a interpretar textos. Toda quarta-feira tem contação de histórias. Além disso, no segundo sábado do mês tem resgate de brincadeiras infantis, às 10 e às 16h. O objetivo é resgatar velhas brincadeiras de infância; que favorecem o desenvolvimento da noção de espaço, da coordenação motora e a interação social.

Já os amantes da sétima arte podem aproveitar as sessões de cinema gratuitas mensais. Este mês terá exibição de curtas no Cine Cultura. Serão nove filmes documentários de curta duração nos dias 27 e 28, das 15 às 17h.

Confira mais informações sobre a programação deste mês:

Escolas de Formação com inscrições abertas:

Musicalização Infantil – Primeiro contato da criança com vários tipos e características de instrumentos musicais. Idade: 5 a 7 anos

Flauta Doce – Base dos instrumentos de sopro. Ensino prático aliado à teoria em partitura. Idade: 7 a 10 anos

Violão – Ensino teórico e prático do instrumento. Idade: 10 a18 anos

Canto Coral – Ensino da prática de cantar peças musicais clássicas e populares. Idade: 10 a 18 anos

Balé – Idade: a partir dos 3 anos

Capoeira – Idade: a partir das 6 anos

Público infantil

Todas as sextas-feiras – Mediação de leitura, às 10 e às 16h. Ato de ler para outras crianças e o apoio para aprender como interpretar um texto.

Todas as quartas-feiras – Contação de histórias infantis – às 10h e às 16h. A atividade tem como objetivo de instigar a imaginação, a criatividade e a oralidade, incentivando o gosto pela leitura e também contribuir na formação da personalidade da criança envolvendo o social e o afetivo.

Segundo sábado do mês – Resgate de brincadeiras, às 10 e 16h – O objetivo é resgatar velhas brincadeiras de infância; proporcionar o desenvolvimento da noção de espaço, da lateralidade, da coordenação motora, da interação com o grupo entre outras habilidades;

Oficinas Livres

Pré-requisito: ter mais de 8 anos

Todas as terças-feiras, às 15h – Oficina de Abayomi ( bonecas africanas feitas em tecido, sem costura e sem cola).

Todas as quartas-feiras, às 15h – Confecção de Brinquedos com Prendedores de roupas.

Todas as quintas-feiras, às 15h – Oficina de instrumentos musicais com materiais alternativos

Todas as sextas-feiras, às 15h – Artesanato com EVA: porta caneta; porta-retrato; flores; imã de geladeira; capa de caderno ou agenda;

Exibição de Curtas Cine Cultura

Dia 27/1/2017

15h – Gente que Brilha. Classificação livre. Documentário aborda toda a trajetória de jovens de Parauapebas que se organizam para participar da quadra junina no Festival Jeca Tatu

16h – O Filme de Carlinhos – Duração: 15 min – Livre. Sinopse: Carlinhos tem um sonho de fazer um filme e conta com a ajuda dos seus amigos

Mestre Damasceno – Duração: 20 Min – Livre. Sinopse: Documentário conta a história de um dos grandes mestres do carimbó do estado do Pará, Mestre Damasceno.

17h – A pandorga e o peixe – Duração: 17 min – Livre. Sinopse: No sul do país, os pescadores possuem uma técnica muito curiosa de pescar.

No movimento da fé – Duração: 20 min – Livre. Sinopse: Os bastidores da maior festa religiosa do estado do Pará, o Círio de Nazaré, visto do meio do povo e por aqueles que ajudam no evento.

28/01/2017

15hs – Minuano Kid – Duração: 10 min- Livre. Sinopse: Juninho tem um amigo que só ele ver, mas Juninho tá crescendo.

O time da Croa – Duração: 15 min – Livre. Sinopse: No litoral paraense homens pescadores aproveitam a baixa da maré para brincar com a paixão nacional, o futebol.

17h -Joaquim Bralhador – – Duração: 20 min – Livre. Sinopse: Joaquim foi criado na roça, um certo dia ele vira um cavalo bralhador.

Sapato Vermelho – Duração 20 min – 12 anos. Sinopse: Ele ganhou na loteria e ficou rico, mas um dia comete um grande vacilo.

Segurança Pública

Pará inicia operação de combate à criminalidade no período de férias e festas

Estratégias garantem rapidez no atendimento de possíveis ocorrências relacionadas à criminalidade, no período de férias, Natal e Réveillon.

Começou ontem (02) e segue até dia 2 de janeiro de 2017 a Operação Boas Festas, no Pará. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do estado, são várias as estratégias para garantir a rapidez no atendimento de possíveis ocorrências relacionadas à criminalidade, no período de férias, Natal e Réveillon.

Uma das novidades este ano é o uso de drones como equipamento de monitoramento. A Polícia Militar também vai usar uma rede de proteção aos estabelecimentos comerciais, auxiliada por aplicativo de celular. Por meio desse programa, os donos de lojas poderão trocar informações com os comandantes da PM de cada área de atuação, sobretudo na área metropolitana, prevenindo assaltos e furtos.

O policiamento a pé, em viaturas e motocicletas, em lanchas ou mesmo pelo ar com uso de helicópteros em áreas comerciais será intensificado.

Com o deslocamento da população para cidades do interior, em decorrência do período das férias escolares, as forças de segurança vão em localidades como distritos de Mosqueiro, Outeiro e Icoaraci, Ilha de Cotijuba, além dos municípios de Abaetetuba, Barcarena, Salinópolis, Santa Maria do Pará, Altamira, Marabá, Redenção e Santarém.

Militares do Corpo de Bombeiros também vão atuar em diversas praias do estado, com um efetivo de 248 homens no combate a incêndios, proteção, busca e salvamento, além de atendimento pré-hospitalar e proteção nos balneários.

Parauapebas

Parauapebas: Prefeito Valmir Mariano decreta recesso funcional nas repartições públicas municipais

O prefeito Valmir Mariano, por meio do decreto nº 552, estabelece recesso funcional nas repartições públicas municipais no período de 20 a 31 de julho de 2015.

Durante o período, as Secretarias Municipais e demais órgãos públicos poderão formar regimes de plantão de acordo com a necessidade do serviço público.

Já os setores emergenciais também funcionarão de acordo com o estabelecido por suas Secretarias.

Pará

Receita Federal orienta passageiros durante as férias escolares

Com o início do período  das férias escolares,  muitas famílias se programam  para viajar, muitas tendo como  destino o exterior, em virtude de haver, partindo de Belém,  voos em dias alternados da semana para Miami, nos Estados Unidos, e para a Europa, com porta de entrada na cidade de  Lisboa, em Portugal.

Nesse sentido, a Alfândega da Receita Federal no Aeroporto de Belém presta algumas informações que considera importantes em relação ao seu trabalho realizado no controle aduaneiro desses voos  com destino ao exterior.

Preliminarmente, esclarece-se que  a cota de isenção  é de US$ 500,00 dólares para compras no exterior. Acima desse valor o viajante está sujeito  ao recolhimento de impostos à alíquota de 50% sobre o valor que exceder a esse limite.

Exemplo: compra de computador portátil no valor de US$ 800,00 dólares O valor de US$ 300,00 dólares ultrapassou a cota, tendo o viajante que pagar US$ 150,00 dólares, que corresponde a alíquota de 50% sobre o valor que excedeu o limite de isenção,  o qual será transformado em reais  pelo câmbio do dia  de sua chegada. Este cálculo é realizado de forma automática pelo programa  declaração eletrônica de bens (e-DBV), que encontra-se disponível acessando o site www.receita.fazenda.gov.br/aduana/viajantes .  Não efetuando a declaração desses bens, sujeita-se o viajante ao recolhimento de multa, além do imposto  devido, apurado conforme demonstrado no exemplo acima. O recolhimento do tributo poderá ser realizado em bancos autorizados, incluindo caixas eletrônicos, ou cartão de débito no balcão de atendimento da Alfândega. 

Mesmo bens não sujeitos à tributação devem ser declarados, como valores em espécie, em moeda nacional ou o equivalente em moeda estrangeira, acima de R$ 10.000,00 ( dez mil reais), tanto na saída como na chegada ao Brasil. Itens sob controle da Vigilância Sanitária e Agropecuária, ou sujeitos a proibições e restrições de outros órgãos, também devem ser declarados.

Existem bens que não poderão ser importados como bagagem. Incluem-se nessa proibição  veículos automotores, motonetas, motocicletas, bicicletas com motor, motos aquáticas e similares, bem como suas partes e peças, motores e peças para embarcação e aeronaves, produtos proibidos pela Vigilância Sanitária,  destinados à Pessoa Jurídica, além de bens que por sua variedade ou quantidade presumam destinação comercial.

Durante o 1º semestre de 2015, foram declarados pelos viajantes bens no valor de R$ 899.840,00. Em relação a ocorrências geradas pela fiscalização aduaneira sobre os bens não declarados pelos passageiros, houve o valor de R$ 349.392,52, perfazendo o total de R$ 1.249.232,52 de bens registrados sob controle aduaneiro pela Alfândega do Aeroporto de Belém.

Foram  374 voos internacionais entre pousos e decolagens num total de 38.633 viajantes atendidos (dados da Infraero até maio de 2015).

Vale

Vale concederá férias coletivas para parte dos empregados do Projeto Serra Leste, em Curionópolis

imageA Mineradora Vale concederá férias coletivas de 30 dias para parte do seu efetivo da Mina de Serra Leste a partir de 18 de junho. A medida abrange os empregados da Operação e Manutenção de Equipamentos de Mina, assim como da Operação e Manutenção de Usina.

A fato se dá em virtude da mina ter atingido seu limite de capacidade autorizado pela Licença de Operação do empreendimento. Assim, a concessão das férias é a medida mais adequada enquanto a empresa aguarda a emissão da nova licença, que permitirá a continuidade das nossas operações.

Os empregados que entrarão em férias coletivas terão assegurados todos os direitos trabalhistas previstos pela Consolidação das Leis de Trabalho (CLT), informou a diretoria de Ferrosos Norte. As informações são do radialista Laércio de Castro.

Em nota enviada ao Blog, a Vale confirma as informações. Confira a íntegra da nota:

A Vale informa que concederá férias coletivas para parte do seu efetivo da Mina de Serra Leste, que atuam nas áreas de operação e manutenção de equipamentos de mina e operação e manutenção de usina. A unidade atingiu a sua capacidade de produção prevista na licença de operação. A empresa aguarda a autorização da nova licença para que as atividades sejam retomadas.  Todo processo segue com a garantia de todos os direitos trabalhistas, conforme o que determina a Consolidação das Leis de Trabalho (CLT).

error: Content is protected !!