Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Receita Federal

Mais de 99 mil terão direito ao 2º Lote de Restituição do IRPF 2018 no Pará 

Receita abre na segunda-feira, 9 de julho, consulta ao segundo lote de restituição do IRPF 2018 
Continua depois da publicidade

A partir das 9 horas de segunda-feira, 9 de julho, estará disponível para consulta o segundo lote de restituição do IRPF 2018. O lote de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física contempla também restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2017.

No Estado do Pará, 99.461 contribuintes terão direito ao valor total de R$ 169.351.721,71. Já na 2ª Região Fiscal que engloba os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima serão liberados, ao todo, R$ 362.722.259,88 para 224.130 contribuintes.

Na capital paraense 60.417 contribuintes receberão R$ 112.829.598,06 ao todo.

O crédito bancário para 3.360.917 contribuintes, em todo o País, será realizado no dia 16 de julho, totalizando o valor de R$ 5 bilhões. Desse total, R$ 1.625.313.329,20 referem-se ao quantitativo de contribuintes de que tratam o art. 16 da Lei nº 9.250/95 e o Art. 69-A da Lei nº 9.784/99, sendo 3.358 contribuintes idosos acima de 80 anos, 49.796 contribuintes entre 60 e 79 anos, 7.159 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e 1.120.771 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na Internet (http://idg.receita.fazenda.gov.br), ou ligar para o Receitafone 146. Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF. Com ele será possível consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la por meio da Internet, mediante o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do BB ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Pará

Receita federal no Pará já recebeu cerca de 87,9 % do total esperado

O prazo de entrega termina hoje!
Continua depois da publicidade

Hoje (30/04) até as 9 horas, 494.911 declarações foram recebidas pelos sistemas da Receita em todo o Pará, cerca de 87,9% das 563.000 esperadas.

Na 2ª Região Fiscal, composta pelos Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima, o total recebido é de 1.118.974 declarações.

Penalidade

A Receita alerta que os contribuintes que perderem o prazo estarão sujeitos ao pagamento de multa mínima de R$ 165,74 e máxima de 20% do imposto devido.

Todas as informações sobre a declaração do IRPF 2018 estão disponíveis em: https://idg.receita.fazenda.gov.br/interface/cidadao/irpf/2018

Pará

Receita Federal no Pará já recebeu mais de 54% do total esperado

O prazo de entrega termina 30 de abril
Continua depois da publicidade

Hoje (20/04) até as 17 horas, 305.776 declarações foram recebidas pelos sistemas da Receita em todo o Pará, cerca de 54% das 563.000 esperadas.

Na 2ª Região Fiscal, composta pelos Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima, o total é de 697.897 declarações.

A Receita alerta que os contribuintes que perderem o prazo estarão sujeitos ao pagamento de multa mínima de R$ 165,74 e máxima de 20% do imposto devido.

Neste ano é obrigatório informar o CPF de dependentes a partir de 8 anos ou mais, completados até a data de 31/12/2017.

Todas as informações sobre a declaração do IRPF 2018 estão disponíveis aqui.

Imposto de renda

Receita Federal fecha 1ª semana da DIRPF com 58.670 decalrações recebidas pelos sistemas

O prazo de entrega da declaração vai até 30 de abril.
Continua depois da publicidade

Até às 17h de hoje, 9/3, cerca de 58.670 declarações foram recebidas pelos sistemas da Receita Federal em todo o Estado do Pará. 

De acordo com a superintendência da Receita Federal na 2ª região Fiscal, a expectativa é de que cerca de 563.000 contribuintes entreguem a declaração do Imposto de Renda no Estado.

Imposto de renda

Receita abre na segunda-feira, 9, consulta ao 5º lote de restituição do IRPF de 2017

No Estado do Pará, 41.364 contribuintes terão direito ao valor total de R$ 56.641.473,50.
Continua depois da publicidade

A partir das 9 horas de segunda-feira, 9 de outubro, estará disponível para consulta o quinto lote de restituição do IRPF 2017 que contempla 2.359.588 contribuintes, totalizando mais de R$ 2,8 bilhões.

No Estado do Pará, 41.364 contribuintes terão direito ao valor total de R$ 56.641.473,50. Enquanto que em toda a 2ª Região Fiscal, composta pelos Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia e Rorima, serão liberados créditos que somam R$ 121.515.949,76 para 92.542 contribuintes.

O lote multiexercício de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física contempla também restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2016.

O crédito bancário para 2.420.458 contribuintes, em todo o País, será realizado no dia 16 de outubro, totalizando o valor de R$ 3 bilhões. Desse total, R$ 99.289.599,70 referem-se ao quantitativo de contribuintes de que trata o Art. 69-A da Lei nº 9.784/99, sendo 22.351 contribuintes idosos e 2.849 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na Internet (http://idg.receita.fazenda.gov.br), ou ligar para o Receitafone 146. Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF. Com ele será possível consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la por meio da Internet, mediante o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do BB ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Receita Federal

Receita abre na quinta-feira, dia 8, consulta ao 1º lote de restituição do IRPF de 2017. Pará terá 33 mil contribuintes contemplados.

Na 2ª Região Fiscal (AC, AM, AP, PA, RO, RR), R$ 145.000.775,17 serão liberados para 68.997 contribuintes.
Continua depois da publicidade

A partir das 9 horas de quinta-feira, 8 de junho, estará disponível para consulta o 1º lote de restituição do IRPF de 2017, que contemplará 33.654 contribuintes no Estado do Pará, totalizando R$ 76.367.221,83.

Na 2ª Região Fiscal (AC, AM, AP, PA, RO, RR), R$ 145.000.775,17 serão liberados para 68.997 contribuintes.

O lote de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física contempla também restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2016.

O crédito bancário para 1.636.218 contribuintes em todo o Brasil será realizado no dia 16 de junho, totalizando o valor de R$ 3 bilhões. No presente lote, receberão a restituição os contribuintes de que trata o Art. 69-A da Lei nº 9.784, de 1999, sendo 1.527.705 contribuintes idosos e 108.513 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave.

Como consultar

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na Internet (http://idg.receita.fazenda.gov.br), ou ligar para o Receitafone 146. Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF. Com ele será possível consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la por meio da Internet, mediante o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do BB ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Receita Federal

Balanço Final do IR 2017: mais de 562 mil contribuintes declararam o Imposto de Renda no Pará

A 2ª Região Fiscal, composta pelos estados do AC, AM, AP, PA, RO e RR, fechou em 1.273.155 declarações
Continua depois da publicidade

O Pará encerrou o prazo de entrega das Declarações do Imposto de Renda 2017 com um total de 562.988 declarações, superando a expectativa de 562.900. Houve acréscimo de 5.590 declarações em relação a 2016 (557.398).

A 2ª Região Fiscal, composta pelos estados do AC, AM, AP, PA, RO e RR, fechou em 1.273.155 declarações, com um acréscimo de 146 em relação a 2016, que foi de 1.273.009, e menos de 1 % abaixo da expectativa para 2017 (1.282.300)

Em Belém, 204.903 contribuintes declararam o IRPF 2017, acima dos 203.485 do ano anterior.

Entrega após o prazo

O contribuinte obrigado a apresentar a declaração, no caso de apresentação após o prazo previsto ou da não apresentação, fica sujeito ao pagamento de multa por atraso, calculada da seguinte forma:

* existindo imposto devido, multa de 1% ao mês-calendário ou fração de atraso, incidente sobre o imposto devido, ainda que integralmente pago, observados os valores mínimo de R$ 165,74 e máximo de 20% do imposto devido;
* inexistindo imposto devido, multa de R$ 165,74.

Retificação após o prazo

Já para aquele contribuinte que prestou contas com a Receita no prazo, mas constatou erro ou omissão de alguma informação, deve apresentar uma declaração retificadora.

Após 28 de abril de 2017 a declaração retificadora deve ser enviada pela Internet (programa de transmissão “Receitanet” ou serviço “Retificação on-line”) ou apresentada, em mídia removível, nas unidades da Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB), sem a interrupção do pagamento do imposto.

A Receita Federal alerta que a Declaração de Ajuste Anual (DAA) retificadora deve ser apresentada observando-se a mesma natureza da declaração original, não se admitindo troca de opção por outra forma de tributação.

O contribuinte deve informar o número do recibo de entrega da última declaração apresentada, relativa ao mesmo ano-calendário. Esse número é obrigatório e pode ser obtido no recibo de entrega impresso ou visualizado por meio do menu Declaração, opção Abrir, do programa IRPF2017.

IRPF

Receita abre amanhã (7/4) consulta ao lote residual de restituição do IRPF do mês de abril/2017. Quase 4 mil serão contemplados em todo o Pará.

Receita abre amanhã (7/4) consulta ao lote residual de restituição do IRPF do mês de abril/2017. Quase 4 mil serão contemplados em todo o Pará.
Continua depois da publicidade

A partir das 9 horas de amanhã, 7 de abril, estará disponível para consulta o lote multiexercício de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física, que contemplará 3.918 contribuintes em todo o Pará, totalizando R$ 5.880.723,79.

Na 2ª Região Fiscal (AC, AM, AP, PA, RO e RR) serão liberados créditos no valor total de R$ 9.924.160,21 para 6.487 contribuintes.

O lote multiexercício de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física contempla as restituições residuais referentes aos exercícios de 2008 a 2016.

O crédito bancário para 104.963 contribuintes em todo o Brasil será realizado no dia 17 de abril, totalizando o valor de R$ 216.921.800,98. Desse total, R$ 84.233.632,57 referem-se ao quantitativo de contribuintes de que trata o Art. 69-A da Lei nº 9.784/99, sendo 19.043 contribuintes idosos e 1.812 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave.

Consulta

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na Internet (http://idg.receita.fazenda.gov.br), ou ligar para o Receitafone 146. Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF. Com ele será possível consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la por meio da Internet, mediante o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do BB ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.