Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Tucuruí

Independente de Tucuruí reforça o elenco para disputar o Brasileiro da Série D

O volante Dadá e o zagueiro Igor João já estão treinando no Galo Elétrico. Os atacantes Pecel e Betinho chegam nesta semana

Após a eliminação do Campeonato Paraense de 2018, a diretoria do Independente Tucuruí não perdeu muito tempo e iniciou o planejamento para a disputa do campeonato Brasileiro da Série D. O Galo Elétrico será um dos representantes do estado do Pará na competição nacional e já iniciou os trabalhos visando à estreia no próximo dia (22) diante do Barcelona-RO no Estádio Portal da Amazônia.

A cúpula do Galo Elétrico resolveu mudar a comissão técnica da equipe que disputou o Parazão, saindo Júnior Amorim e assumindo Sinomar Naves. O treinador está retornando a equipe do sudeste do Pará após sete anos e com uma passagem vitoriosa, tendo conquistado o título inédito para o interior de campeão paraense de 2011, naquela ocasião, em cima do Paysandu Sport Club em pleno Mangueirão, em Belém.

“Eu estou muito feliz, muito contente de está retornando ao Independente. Nós temos bastante confiança naquilo que nós vamos fazer e vamos montar uma equipe bem forte para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série D. Uma equipe com perfil e característica para uma Série D e nós já estamos trabalhando com entorno de 15 jogadores e contactando com mais alguns atletas”, afirmou Sinomar Naves, técnico do Independente.

O time segue treinando firme com alguns reforços já integrados em Tucuruí. O volante Dadá, que disputou o último Parazão pelo Castanhal, e o zagueiro Igor João, que é da base do Clube do Remo e estava disputando o Cariocão deste ano pelo Macaé, iniciaram os trabalhos no último sábado.

O atacante Pecel, um dos destaques do Bragantino no Campeonato Paraense, chega nesta quinta-feira (12) e o atacante Betinho, que disputou o Parazão pelo próprio Independente, retorna na sexta-feira (13).

Além dos reforços citados, a diretoria afirmou que tem mais seis atletas para chegar, mas não tiveram seus nomes revelados. A diretoria tinha interesse de contratar o meia Luiz Fernando, que disputou o estadual pelo Parauapebas, só que o atleta acertou com o América de Natal.

“Deveremos formar a nossa equipe com entorno de 25 jogadores e buscando a cada vez mais atletas que possam ter compromisso com o projeto do Independente e esperamos que o torcedor possa abraçar e possa ir juntos na busca desse objetivo, porque é importante que a gente possa ter mais uma outra equipe disputando uma Série C, que a gente então possa está acessando esse ano e a gente espera fazer o melhor e se Deus quiser ser coroado com o sucesso”, finalizou Sinomar Naves.

Esporte

Sinomar Naves é o novo técnico do Independente Tucuruí

Em sua segunda passagem pelo Galo Elétrico, Sinomar vai ter de reorganizar o time para a disputa Campeonato Brasileiro Série D 2018.

O bom filho a casa torna! Sinomar Naves é o novo técnico do Independente Atlético Clube. Anunciado pela diretoria do Galo Elétrico nesta terça-feira (3), o técnico de 64 anos, campeão paraense em 2011 com o clube tucuruiense retorna para conduzir a campanha no Campeonato Brasileiro Série D 2018.

A apresentação do “professor” acontece na manhã de quinta-feira às 9h, no estádio Navegantão em Tucuruí. Junto com Sinomar, o Galo apresenta ainda a nova comissão técnica formada pelo auxiliar técnico Sinomar Jr, o preparador físico, Robson Melo, e o preparador de goleiros Nasser.

Em sua segunda passagem pelo Galo Elétrico, Sinomar vai ter de reorganizar o time após a saída do seu antecessor Júnior Amorim, que deixou o clube após a fraca campanha no Paraense deste ano.

A disputa pelo Brasileiro Série D começa no dia 21 de abril, com cinco jogos. A primeira rodada completa tem 34 confrontos em todos os cantos do país.

O Independente está no Grupo A2, junto como Plácido de Castro-AC, Santos-AP e Barcelona-RO, e estreia no domingo 22 de abril, às 18h fora de casa contra o Barcelona-RO.

Futebol

São Raimundo vence o Independente de virada no Estádio Navegantão e confirma vaga na semifinal do Parazão

O Pantera confirmou sua classificação com uma rodada de antecedência e vai encarar o Remo na semifinal. Já o Independente deu adeus ao sonho da vaga

Por Fábio Relvas

O São Raimundo venceu o Independente na noite desta quarta-feira (14), no Estádio Municipal Antônio Dias, o Navegantão, em Tucuruí, e confirmou sua classificação para a semifinal do Campeonato Paraense de 2018. Por outro lado, o Independente deu adeus ao sonho da vaga. O Pantera derrotou o Galo Elétrico de virada, por 2 a 1, em um jogo bastante movimentado, válido pela nona rodada do estadual.

O Independente saiu na frente com o gol de pênalti marcado pelo atacante Betinho, aos 25 minutos do primeiro tempo. O São Raimundo chegou ao empate ainda na primeira etapa, através de Ciro, aos 38, e conseguiu virar com o gol de Leonardo, em cobrança de falta, aos cinco minutos da etapa derradeira. Com o resultado adverso do Galo, o Bragantino também conseguiu sua vaga na semifinal.

Portanto, as semifinais do Campeonato Paraense já foram definidas antes mesmo da última rodada: Paysandu x Bragantino e Remo x São Raimundo. A décima e última rodada vai ser apenas para conhecer o segundo rebaixado: a degola está entre Castanhal, Paragominas e Parauapebas. O time do Cametá Sport Club foi o primeiro a ser rebaixado, com duas rodadas de antecedência.

O jogo: Galo 1 x 2 Pantera – de virada e vaga na semifinal confirmada!

As duas equipes entraram em campo com o mesmo objetivo: em busca da classificação para a semifinal do Campeonato Paraense. A bola rolou debaixo de muita chuva no Estádio Navegantão, em Tucuruí. O São Raimundo chegou primeiro e, na falta cobrada pelo meia Kleyton, a bola passou assustando o goleiro Dida. Apesar de ser o visitante, o Pantera santareno tinha mais posse de bola que o adversário.

Na base do desespero em busca do gol, o Independente ganhou um pênalti a seu favor. O atacante Chaveirinho entrou na área e foi derrubado pelo lateral-direito Ciro, o árbitro Wasley do Couto Leão não titubeou e assinalou em favor do Galo Elétrico, amarelando o defensor do Pantera. O atacante Betinho não perdoou e colocou dentro do barbante, fazendo a festa da torcida de Tucuruí no Navegantão, 1 a 0, aos 25 minutos.

Jogando bem, o São Raimundo foi em busca do empate e conseguiu: após bola na área, o lateral-direito Ciro apareceu para completar para o fundo do gol, 1 a 1, aos 38 minutos. Para o segundo tempo, as duas equipes voltaram com as mesmas formações. Com menos de um minuto, Anderson Preto disparou em tentativa de marcar para o Galo Elétrico e assustou o goleiro Jader.

Quem marcou mesmo foi o Pantera, aos cinco minutos, em uma bela cobrança de falta de Leonardo, virando o placar para cima do Independente, 2 a 1, São Raimundo. Na sequência, Wendell disparou e o goleiro Dida salvou o que seria o terceiro gol. A torcida do Galo Elétrico desanimou no Estádio Navegantão. O time quase empatou após cobrança de falta, quando Chicão subiu de cabeça e Jader fez uma grande defesa para o time santareno.

Em uma cobrança de falta de Mocajuba, a bola passou assustando o goleiro Jader. Wendell tentou de fora da área, a bola passou perto da meta de Dida. O técnico Júnior Amorim não teve alternativa, e colocou cinco atacantes no time do Independente, já que só a vitória interessava. Em uma bola na área, Feijão, sozinho, perdeu a chance do empate. Mais uma bola na área, outra vez o baixinho Feijão tocou de cabeça e quase deixou tudo igual no placar.

No desespero, o Galo Elétrico buscava o empate. Fabrício ficou de frente para o gol, mas o chute foi para fora, enlouquecendo o torcedor que ficou no “uh”. Os jogadores se desentenderam e o árbitro Wasley do Couto Leão expulsou dois atletas, um de cada lado, Ezequias do Independente e Lima do São Raimundo. Na última chance do jogo, Fabrício cobrou falta para fora e o árbitro encerrou a partida, aos 50 minutos. Placar final: Independente 1 x 2 São Raimundo.

FICHA TÉCNICA

INDEPENDENTE: Dida; Léo Rosa (Wegno), Thayson, Ezequias e Mocajuba; Anderson Preto (Feijão), Chicão e Fabrício; Ray Gol, Chaveirinho (Lucas Sheldon) e Betinho.
Técnico: Júnior Amorim

SÃO RAIMUNDO: Jader; Ciro, Moises, Adielson e João Victor; Tetê, Leonardo, Jeová (Lima) e Kleyton (Felipe); Wendell e Herbert Chocolate (Wanderson).
Técnico: Vladimir de Jesus

Árbitro: Wasley do Couto Leão-CBF
Assistentes: José Ricardo Guimarães Coimbra-CBF e Heronildo Sebastião Ferreira da Silva-CBF
Quarto-árbitro: Melck Muller Soares de Almeida

Cartões amarelos: Chaveirinho, Anderson Preto, Léo Rosa, Wegno e Ray Gol (Independente); Ciro, Jeová, Leonardo, Jader e Lima (São Raimundo)
Cartões vermelhos: Ezequias (Independente) e Lima (São Raimundo)
Gols: Betinho de pênalti, aos 25 minutos do 1º tempo para o Independente; Ciro, aos 38 minutos do 1º tempo para o São Raimundo; Leonardo de falta, aos 5 minutos do 2º tempo para o São Raimundo.

Local: Estádio Municipal Antônio Dias, o Navegantão, em Tucuruí

Classificação do Parazão 2018

Chave A1
Paysandu: 19 pontos
Bragantino: 16 pontos
Independente: 13 pontos
Águia: 8 pontos
Cametá: 4 pontos

Chave A2
Remo: 19 pontos
São Raimundo: 16 pontos
Castanhal: 10 pontos
Paragominas: 10 pontos
Parauapebas: 8 pontos

Futebol

Técnico Fran Costa comanda o primeiro treino com o elenco do PFC

Seu primeiro trabalho à frente do Parauapebas foi na tarde desta sexta-feira, no Complexo Esportivo

Por Fábio Relvas

O técnico Fran Costa já iniciou os trabalhos, visando as três últimas partidas do Parauapebas Futebol Clube no Campeonato Paraense de 2018. O técnico comandou treino no Complexo Esportivo com seu elenco, na tarde desta sexta-feira (02), com a intenção de montar o melhor time para encarar o seu primeiro desafio à frente do PFC: a equipe enfrenta o Independente, às 17h do próximo domingo (04), no Estádio Navegantão, em Tucuruí.

“Nós realizamos um treino agora à tarde e amanhã de manhã faremos uma complementação, justamente para buscar a melhor formação para esse jogo de domingo, que é de suma importância pela permanência do PFC na fase principal. Tem alguns jogadores disponíveis e outros fazendo tratamentos; vamos aguardar até amanhã ter uma melhora, para participar do trabalho e ir para o jogo”, disse Fran Costa.

O novo comandante do Parauapebas estava iniciando um trabalho no Esporte Clube Macapá do Amapá, onde iria trabalhar no time no Campeonato Estadual e na disputa do Campeonato Brasileiro da Série D, mas após receber o convite da cúpula do PFC, o treinador pediu a liberação do clube amapaense e aceitou o desafio árduo de tentar livrar o time do interior paraense do rebaixamento.

“Fui contatado na quarta-feira pelo diretor Jairo, do PFC, e com o acordo da presidência do Macapá e do Parauapebas, fui liberado para fazer esse trabalho, em busca da permanência do PFC na fase principal do próximo ano. Nós estamos na expectativa muito boa de mexer com a autoestima dos jogadores, dar um choque no grupo, no bom sentido, para que possamos fazer um bom jogo no domingo contra o Independente, lá em Tucuruí”, afirmou Fran Costa.

O Parauapebas tem três partidas consideradas complicadas pela frente: depois do jogo de domingo contra o Independente, a equipe encara o Águia de Marabá, no sábado (10),  no Estádio Rosenão, e fecha sua participação na primeira fase do Campeonato Paraense atuando contra o Bragantino, no Estádio Diogão, na quarta-feira, dia 14 de março. O treinador sabe das dificuldades que vai encontrar com esses adversários.

“São jogos difíceis, começando pelo domingo com o Independente; apesar de vir de um resultado negativo contra o Remo, é uma equipe que vem fazendo uma boa campanha. Nós vamos lá, unicamente, com o propósito de fazer um grande jogo e, se Deus quiser, trazer os três pontos ou pontuar. Nosso objetivo é pontuar fora de casa, para buscar essa possibilidade da permanência na elite”, finalizou Fran Costa.

Para o jogo contra o Independente, o técnico Fran Costa vai aguardar o posicionamento do departamento médico, já que o volante Max Carrasco e o lateral-esquerdo Rafinha estão lesionados. Os desfalques certos da equipe são o zagueiro André Ribeiro e o volante Augusto Recife, ambos julgados e punidos pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Pará (TJD-PA): Augusto Recife pegou mais um jogo de suspensão, pela expulsão na estreia diante do Paysandu, e André Ribeiro foi punido com três partidas, devido à expulsão na partida da segunda rodada, contra o Cametá.

Futebol

Remo volta a vencer e quebra a invencibilidade do Independente Tucuruí no Campeonato Paraense

O atacante Elielton foi o destaque do jogo, marcando duas vezes para o Leão Azul

Por Fábio Relvas
Fotos: Fábio Will/Ascom Remo

O Clube do Remo voltou a vencer após quatro jogos: na noite desta quarta-feira (28), o Leão Azul bateu o Independente, por 3 a 1, no Estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão, em Belém. Com isso, o Remo acabou com o jejum de vitórias e, de quebra, bateu o último invicto do Campeonato Paraense de 2018. A partida foi válida pela sétima rodada do estadual.

O atacante Elielton marcou dois gols para os azulinos, aos 20 e aos 38 minutos. O Galo diminuiu ainda na primeira etapa, com o gol do zagueiro Halysson, aos 41. Na etapa derradeira, o Remo mostrou superioridade e chegou ao terceiro, com o gol assinalado por Jefferson Recife, aos 35 minutos.

As duas equipes voltam a campo no próximo domingo (4): o Clube do Remo vai até Marabá para encarar o Águia, às 17h, no Estádio Zinho Oliveira, enquanto o Independente recebe, no mesmo horário, o Parauapebas, no Estádio Navegantão, em Tucuruí.

O jogo: Leão 3 x 1 Galo – Remo quebrou a invencibilidade do Independente

O Independente de Tucuruí, único time invicto, até então, do Campeonato Paraense de 2018, não se intimidou e foi para cima do Remo em pleno Mangueirão. Em uma arrancada pelo meio, Fabrício lançou para Leandrinho na direita, que dominou, avançou e chutou para a boa defesa de Vinícius. No lance seguinte, Fabrício novamente levou perigo quando cruzou na área para o atacante Betinho, mas o jogador do Galo Elétrico não alcançou a bola e perdeu uma grande chance de abrir o marcador.

O Leão Azul respondeu na mesma moeda, quando Elielton fez jogada pela direita e cruzou para a chegada de Felipe Marques, mas a bola passou na boca do gol e se perdeu pela linha de fundo. O zagueiro Ezequias se machucou e o técnico Júnior Amorim teve que alterar o Independente, colocando Hallyson. Isac tentou marcar de longe para o Remo, o goleiro Dida fez a defesa em dois tempos. Os azulinos começaram a pressionar. Levy cobrou escanteio e Adenilson cabeceou para fora.

De tanto insistir, o Leão Azul foi logo marcando, aos 20 minutos: Dida cobrou mal o tiro de meta e a bola caiu para Isac, que lançou para Elielton; o atacante entrou na área e mandou um golaço, sem chances para o goleiro do Galo, 1 a 0 Remo. O time da casa não perdeu o ritmo, e quase ampliou o marcador, quando Felipe Marques recebeu e mandou um chutaço, o goleiro Dida fez milagre e salvou para escanteio.

Depois de pegar uma pressão, o Independente resolveu sair para o jogo. O atacante Wegno mandou um chute forte de fora da área, a bola passou raspando o travessão remista. Ray Gol cruzou da direita e Fabrício, embaixo da trave, conseguiu perder uma chance incrível. O Remo voltou a atacar, Levy, na insistência, conseguiu cruzar e Elielton cabeceou em cima do goleiro Dida.

Mais uma vez, Levy cruzou; a bola sobrou para Mimica, que chutou, o zagueiro Halysson salvou de cima da linha. Elielton estava endiabrado e marcou seu segundo gol no jogo: após receber um passe na frente, o atacante soltou um foguete no ângulo, 2 a 0 Leão, aos 38 minutos. Entretanto, o Galo diminuiu logo em seguida, quando Fabrício cobrou escanteio, Charles desviou de cabeça e Halysson escorou para o fundo do barbante de Vinícius, 2 a 1, aos 41 minutos.

Na segunda etapa, muita chuva no Mangueirão. O Remo quase ampliou logo no primeiro lance: quando Leandro Brasília tocou para Felipe Marques, o atleta azulino disparou por cima  da meta de Dida. Esquerdinha teve a chance em cobrança de falta quase que frontal, mas mandou por cima da meta do Galo Elétrico. Só dava Remo. Elielton cruzou na área, Chicão cortou e a bola ficou com Gustavo, que bateu por cima.

O Independente conseguiu chegar com Chaveirinho, que cruzou para o desvio de Betinho; a bola foi fraca e ficou fácil para a defesa de Vinícius. Chaveirinho entrou na área em velocidade, o goleiro Vinícius fechou o ângulo e desviou para escanteio. Esquerdinha cobrou outra falta para o Remo, mas a bola passou raspando o poste de Dida. O atacante Isac, do Leão Azul, foi substituído por Jefferson Recife e recebeu uma grande vaia de todo o Estádio Mangueirão. O jogador saiu quase chorando para os vestiários.

Elielton fez grande jogada individual e recebeu carrinho forte de Halysson; o jogador do Galo Elétrico recebeu cartão amarelo. O Leão foi para cima e chegou ao terceiro: Felipe Marques foi lançado, driblou o goleiro Dida, que saiu afobado do gol, e tocou para Jefferson Recife, que, sozinho, escorou para o fundo do barbante, aos 35 minutos, 3 a 1 Remo. O time azulino começou a tocar bola e o torcedor aproveitou para gritar o tradicional “olé”.

O árbitro Andrey da Silva e Silva acrescentou mais quatro minutos, tempo para o volante Chicão, do Independente, ser expulso, após receber o segundo cartão amarelo no jogo. Alexandre Santana cruzou para Betinho, que desviou para uma grande defesa do goleiro Vinícius, espalmando para escanteio. Final de jogo: Remo 3 x 1 Independente. O Leão quebrou a invencibilidade do Galo e voltou a vencer depois de quatro jogos.

FICHA TÉCNICA 

REMO: Vinícius; Levy (Gustavo), Mimica, Bruno Maia e Esquerdinha; Dudu, Leandro Brasília e Adenilson (Geandro); Elielton, Isac (Jefferson Recife) e Felipe Marques.
Técnico: João Neto

INDEPENDENTE: Dida; Léo Rosa, Charles, Ezequias (Halysson) e Mocajuba; Leandrinho, Chicão e Fabrício (Alexandre Santana); Wegno (Chaveirinho), Ray Gol e Betinho.
Técnico: Júnior Amorim

Árbitro: Andrey da Silva e Silva
Assistentes: José Ricardo Guimarães Coimbra e Rafael Ferreira Vieira
Quarto-árbitro: Nadilson Sousa dos Santos

Cartões amarelos: Gustavo (Remo); Leandrinho, Hallyson, Chicão e Charles (Independente)
Cartão vermelho: Chicão
Gols: Elielton, aos 20 e aos 38 minutos do 1º tempo para o Remo; Halysson, aos 41 minutos do 1º tempo para o Independente; Jefferson Recife, aos 35 minutos do 2º tempo para o Remo

Local: Estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão, em Belém
Renda: R$ 21.555,00
Despesas: R$ 39.446,66
Déficit: R$ 17.891,66
Pagantes: 1.708
Sócios Nação Azul: 868
Credenciados: 1.255
Total: 2.963

Classificação do Parazão 2018

Chave A1

Paysandu: 16 pontos
Bragantino: 12 pontos
Independente: 12 pontos
Águia: 7 pontos
Cametá: 4 pontos

Chave A2

Remo: 13 pontos
São Raimundo: 13 pontos
Castanhal: 7 pontos
Paragominas: 6 pontos
Parauapebas: 6 pontos

Futebol

Águia se prepara para amistoso contra o Independente de Tucuruí

Com boa preparação física e tática, o Azulão fará seu primeiro teste para esta temporada

Com 24 atletas confirmados, o Águia de Marabá se prepara para seu primeiro amistoso de 2018. O jogo será contra o Independente de Tucuruí, no próximo sábado, dia 6, naquela cidade. A preparação dos atletas está acontecendo diariamente, tanto na parte física quanto tática. De acordo com Gesiel Pasiani, preparador físico da equipe, todos os atletas foram avaliados individualmente e foram traçados planos de preparação específicos para cada jogador.

“Já estamos na segunda etapa do trabalho de força, não forçando demais, para que cheguemos com um potencial bom no início da competição. Um ponto forte é que essa é uma equipe muito jovem, tem muita vontade e respondem bem. Acredito que com o continuar dos treinamentos e dos jogos teremos uma boa evolução”, explicou.

Entre os atletas está o goleiro Bernardo. O jogador mineiro se profissionalizou nas categorias de base do Corinthians, com passagem ainda pelo Santos e pelo Cruzeiro. “Eu já tinha ouvido falar do Águia e confirmei que tem uma estrutura boa, com equipe técnica de profissionais capacitados e atualizados e que estão nos deixando bem preparados para o campeonato,” disse ele, confirmando ainda estar ansioso pela sua estreia no amistoso: “A impressão que eu tenho é de que será um time muito competitivo, apesar da pouca idade, e vamos dar trabalho aos outros times”.

Outro que está satisfeito no Águia é o zagueiro Léo Azevedo, que veio da Tuna. Bem integrado com os demais jogadores, o atleta já vem participando dos treinamentos com bola, realizados em Marabá e em Itupiranga. “Tivemos um pouco de dificuldade pela falta de entrosamento nos primeiros dias, mas, no decorrer do trabalho, isso está sendo sanado”, declarou. Ele disse ainda que a expectativa é boa para a partida contra o Independente: “O Independente é um bom time e será um bom treinamento”.

O Águia viaja amanhã, 5, para Tucuruí, a 262 km de Marabá, para enfrentar o Independente no Estádio Municipal “Antônio Dias”, o Navegantão.

Fonte: Ascom Águia