Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Polícia

Jovem encontrada morta e seminua na Invasão Nova Esperança

Thielly Paixão, apesar de comprometida, era acostumada a sair sozinha à noite, o que não incomodava seu companheiro
Continua depois da publicidade

A jovem Thielly da Costa Paixão, 23 anos, marabaense, foi encontrada morta por volta das 5h30 da madrugada desta sexta-feira (8), em um terreno baldio na Rua Olavo Pires, Invasão Nova Esperança, duas casas ao lado de onde morava com o companheiro Amaro da Silva Souza. A forma como ela morreu, entretanto, só será conhecida após a necropsia que está sendo realizada nesta manhã no Instituto Médico Legal, pois o corpo não apresenta marcas de violência nem de ferimento por arma branca ou arma de fogo.

Thielly estava de bruços, seminua, apenas de calcinha e blusa top, descalça, o braço esquerdo dobrado sob o tórax e o restante das roupas jogado ao lado do corpo.

O companheiro, Amaro, que foi avisado pelo vizinho Genival Alves de Souza da morte da jovem, conta que na noite de ontem, quinta-feira (7), eles estavam bebendo em uma distribuidora de bebidas próximo de onde moram e que ele, por volta das 22h, voltou para casa, enquanto Thielly Paixão permaneceu no comércio.

Ainda segundo Amaro Souza, por volta de meia-noite, ela voltou para casa, mas, em vez de dormir, pouco tempo depois saiu novamente. Amaro conta que a mulher era usuária de entorpecentes, mas não sabe da existência de inimigos ou de alguém que tivesse interesse na morte dela, mas disse que Thielly “era meio estressada”.

Indagado se não o incomodava o fato de a mulher ter saído sozinha à noite, ele afirma que era um fato corriqueiro e que “tudo era combinado” entre os dois. Por isso, não havia desavenças por esse motivo.

Thielly da Costa Paixão é filha de Edvane do Socorro Paixão da Silva e Cilene da Costa dos Santos. O resultado da necropsia vai dizer se ela teve morte natural ou se foi assassinado e de que forma, em caso positivo; e também se foi vítima de abuso sexual.