Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Canaã dos Carajás

De volta ao cargo de prefeito, Jeová Andrade concede reajuste a servidores públicos municipais

Um dia depois de decisão da justiça lhe devolver o direito de governar, prefeito Jeová Andrade propõe reajuste de 12,92% ao servidores
Continua depois da publicidade

A longa novela envolvendo sindicatos e Prefeitura Municipal de Canaã chegou ao fim na tarde desta quarta-feira (21). O prefeito Jeová Andrade se reuniu com sindicatos em Belém e concedeu um reajuste de 12,92% aos servidores públicos municipais de Canaã dos Carajás. O ato acontece um dia depois da decisão que o reconduziu ao cargo de prefeito ser anunciada. A reunião que resultou no acordo começou a ser realizada pela manhã e se estendeu até as 14 horas.

De acordo com Arleides de Paula, chefe de gabinete da Prefeitura Municipal, a proposta veio do próprio prefeito: “Jeová participou da reunião e decidiu fazer uma proposta ousada para a classe de
servidores públicos. Os sindicatos aceitaram a oferta e na sexta-feira ela irá para a homologação com o desembargador. Então, hoje nós entramos em uma proposta consolidada e assinada pela Prefeitura e Sindicatos.”

O reajuste das perdas salariais será dividido em três anos. Para 2018, o reajuste de 4,30% começará a valer no segundo semestre e terá efeito retroativo desde janeiro. Em 2019 e 2020, o reajuste também será de 4,30%, somando-se a isso também os índices inflacionários referentes a cada ano.

Arleides explicou também que, com a proposta, todas as perdas salariais até o ano de 2018 estão encerradas. Ainda não se tem uma estimativa exata do quanto o reajuste representará de aumento na folha de pagamento, mas a chefe de gabinete acredita que o valor deve ser superior a R$500 mil por mês: “Eu digo que esse valor é maior que R$500 mil porque quando se mexe no salário-base todas as outras coisas, como horas extras, acabam tendo o seu valor aumentado como reflexo do reajuste. No entanto, vamos sentar e fazer um cálculo exato para divulgar de maneira correta.”

Já o vale-alimentação, que também foi moeda de negociação do governo, permanecerá o mesmo.

A proposta do governo é menor do que o valor inicial pedido pelos sindicatos, 31%. Os servidores públicos do município ficaram em greve por quase 15 dias em 2018. Com a negociação feita, o governo municipal fecha a conta com o funcionalismo público. Arleides de Paula não descartou a possibilidade de haver cortes na folha de pagamento para que o compromisso seja honrado.

Canaã dos Carajás

Urgente: Em Canaã, prefeito Alexandre Pereira afastará todos os secretários envolvidos no processo de improbidade administrativa

A decisão partiu do gestor e foi comunicada aos secretários na manhã desta segunda-feira (5)
Continua depois da publicidade

O prefeito de Canaã dos Carajás, Alexandre Pereira, decidiu afastar todos os secretários de governo envolvidos no processo de improbidade administrativa que tirou Jeová Andrade do poder. A decisão foi anunciada pelo prefeito em entrevista para uma rádio local, ao vivo, nesta segunda-feira (5). O afastamento dos cinco secretários foi comunicado a eles ainda na manhã desta segunda.

De acordo com Alexandre, a decisão foi tomada em um momento que a sociedade exigia respostas para os recentes acontecimentos. O prefeito afirmou ainda que todos os secretários afastados são pessoas idôneas, simples, humildes e que, por estarem servindo ao poder público, acabaram enquadradas nesse processo.

“Eu não posso fugir dessa situação: tenho que resguardar as suas imagens diante das pessoas e tenho que também acompanhar uma orientação jurídica e política. Partindo desse pressuposto, decidi afastar todos os cinco secretários envolvidos nesse processo. Aqueles que já eram concursados, voltam às suas funções de origem e aqueles que não foram concursados vão ficar afastados temporariamente, até que tudo se resolva. A decisão foi tomada hoje de manhã: nos reunimos no gabinete, choramos juntos essa situação. A principal intenção é preservar todos eles,” explicou o prefeito.

Sobre nomes para substituir os gestores, Alexandre também falou: “Estamos estudando a possibilidade de outros nomes para substituir esses secretários. Achei melhor que esse afastamento fosse feito, até que tudo se resolva, e nomear outras pessoas para os cargos, pois a gestão não pode parar. Acredito que amanhã (6), na sessão da Câmara, eu já vou ter condições de anunciar, pelo menos, quatro novos nomes.”

André Wilson, da Educação, Arleides de Paula, da Administração, Ana Cristina, do Desenvolvimento Social, Simone Aparecida, do Meio Ambiente e Dinilson Santos, da Saúde, foram os citados no processo e estão afastados por decisão do gestor municipal.

De acordo com ação ajuizada pelo Ministério Público do Pará, os cinco secretários e o prefeito Jeová Andrade são suspeitos de improbidade administrativa, havendo um contrato de quase R$ 1,5 milhão com um escritório de advocacia investigado nesse processo. Jeová foi afastado do cargo na última quarta-feira (28), pelo prazo de até 180 dias.

Vereadores

Com a presença do prefeito Jeová Andrade, trabalhos do legislativo reiniciam em Canaã dos Carajás

Primeira sessão ordinária do ano teve indicações aprovadas e reviravoltas políticas no cenário canaense. Vereadores também votaram comissões permanentes de 2018
Continua depois da publicidade

Depois de quase 50 dias de recesso, a Câmara Municipal de Canaã retornou aos trabalhos nesta terça-feira (6). Dos 13 parlamentares eleitos em 2016, somente Élio do Líder (PMDB) não esteve presente na primeira sessão ordinária do ano. Na ocasião, o prefeito municipal de Canaã, Jeová Andrade (PMDB,) esteve presente e também fez o uso da palavra. Alguns membros do seu secretariado, como André Wilson, Gean Meirey e Roberto Andrade, também estiveram presentes na Casa de Leis.

Em seu discurso, Jeová Andrade mostrou otimismo e garantiu que Canaã dos Carajás tem tudo para ser melhor em 2018. O gestor destacou o aumento de receita que o município terá nos próximos meses: “Estamos otimistas que faremos um grande trabalho este ano. Graças ao aumento da alíquota do CFEM, teremos mais recurso entrando na Prefeitura e poderemos fazer um trabalho melhor.”

Sobre o asfalto no município, carro chefe dos trabalhos de Jeová em seu primeiro mandato, o gestor garantiu que os trabalhos continuam: “Estamos trabalhando na Vila Bom Jesus. Era pra ter sido terminado o asfalto lá na segunda-feira (5), mas, por conta da chuva, tivemos um pequeno atraso. Vamos continuar trabalhando e, assim que finalizarmos lá, vamos fazer uma operação tapa-buraco na cidade. Além disso, esse ano vamos conseguir colocar em prática alguns projetos sociais que vão ajudar a população mais carente. Tenho certeza que 2018 será um ano melhor.”

A grande surpresa da noite, no entanto, foi o anúncio do novo líder do governo. O vereador Dionísio Coutinho (PSC) foi o responsável por ser a ponte entre o executivo e o legislativo em 2017 e sofreu com a árdua missão de defender um governo com recursos reduzidos. Para a surpresa geral, o maior crítico de todos, Wilson Leite (PDT), líder de uma inquisição contra o atual prefeito no ano anterior, foi o escolhido para assumir o cargo em 2018. Justificando o novo cargo, o parlamentar falou: “O prefeito, em sua inteligência, percebeu que isso seria positivo. Ser líder do governo é aproximar os dois poderes. O líder tem o papel de amenizar as relações entre executivo e legislativo e darei o meu melhor, meu conhecimento e experiência, para que isso aconteça da melhor maneira possível.”

Indicações ao executivo aprovadas

Além das reviravoltas no cenário político, os vereadores aprovaram por unanimidade três indicações para o poder executivo. A primeira, de autoria de Dionísio Coutinho, pediu que o executivo fizesse a arborização da rotatória que dá acesso ao Distrito Empresarial. A segunda, de autoria de Maria Pereira (PDT), pediu que o executivo fizesse a desapropriação de uma área ao lado da Feira do Produtor para a construção da praça de alimentação do município. Por fim, a indicação do presidente Junior Garra (PR), pediu que o governo criasse a Defesa Civil de Canaã dos Carajás.

Comissões formadas

As comissões permanentes foram votadas e montadas pelos parlamentares. Confira abaixo o resultado final:

 – Comissão de Constituição, Justiça e Redação: Baiano do Hospital (PHS), Walter Diniz (PMDB) e Wilson Leite (PDT);

 – Comissão de Finanças, Orçamento e Fiscalização: Dionizio Coutinho (PSC), João Nunes (PMDB) e Rael da Marcenaria (PHS);

 – Comissão de Urbanismo e Infraestrutura: Anderson Mendes (PTB), Élio do Líder (PMDB) e Rael da Marcenaria (PHS);

 – Comissão de Educação, Cultura, Saúde e Meio Ambiente: Dionizio Coutinho (PSC), João Batista (PT) e Vânia Mascarenhas (PDT);

 – Comissão de Direitos Humanos: Anderson mendes (PTB), Élio do Líder (PMDB) e Vânia Mascarenhas (PDT);

 – Comissão de Terras, Obras, Serviços Públicos, Direitos Minerários e Energia: Gesiel Ribeiro (PHS), João Nunes (PMDB), Vânia Mascarenhas (PDT)

Em virtude do feriado de carnaval, a segunda sessão ordinária será realizada na quinta-feira (15), às 18 horas

Merenda escolar

Em Canaã dos Carajás, alunos da Rede Municipal de Educação terão reforço na merenda escolar

Mais de 12 mil alunos serão atendidos pela nova proposta da Secretaria. Desjejum é mais um reforço na alimentação já oferecida pelas escolas
Continua depois da publicidade

Apesar do grande de volume de chuva nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (06), mais de 12 mil alunos da Rede Municipal de Educação saíram de suas casas para ir às escolas do município. O que as crianças não sabiam é que um café da manhã quentinho já estava servido aguardando as suas chegadas. Os alunos da Rede de Educação tiveram, pela primeira vez, o reforço na alimentação nesta terça. Para inaugurar o novo cardápio, o prefeito Jeová Andrade, o presidente da Câmara Municipal, Junior Garra, e o secretário de educação, professor André Wilson, estiveram presentes na Escola Municipal João Nelson.

Oficialmente servida às 09 da manhã, a merenda, na verdade uma refeição escolar, vem sendo elogiada por alunos, pais e por toda a comunidade. Todo o cardápio é variado, balanceado e oferecido com total qualidade. A merenda escolar, inclusive, já utiliza desde o fim do ano passado alimentos produzidos no próprio município.

A nutricionista Andreia Silva, responsável pelo cardápio da merenda foi quem sugeriu que o café da manhã fosse aderido à programação: “Tivemos demandas de escolas dos Núcleos de Educação Infantil. As diretoras traziam a informação de que chegavam alunos muito cedo, sem tomar café. Sugerimos que fosse feito primeiro nos núcleos, mas conversando com o professor André e ele pediu para que a gente expandisse para todas as escolas. É por isso que já estamos fazendo e queremos melhorar ainda mais o cardápio com o passar do tempo.” A nutricionista explicou também que há a necessidade de a refeição ser mais rápida para que o aluno não se atrase para a sala de aula.

r

O vereador Junior Garra falou sobre a iniciativa: “É muito importante que haja esse reforço, pois as nossas crianças levantam muito cedo para vir à escola. Tenho certeza que 90%, ou até mais, dessas crianças vêm para a escola sem tomar café. Parabéns ao secretário de educação e ao prefeito Jeová. Isso é o poder público trabalhando, de fato, em prol da educação.”

Professor André Wilson também comentou o novo adendo ao cardápio escolar: “Estamos iniciando hoje em toda a Rede um café da manhã preparado e organizado pelos nossos nutricionistas. Tenho certeza que isso fará um diferencial na vida de todos os nossos alunos, na questão social e do próprio intelecto, pois estudar com fome nunca é bom. Antes de iniciar a aula essas crianças terão a possibilidade de tomar um café quentinho, preparado no dia e isso é muito positivo para a educação.

Já o prefeito Jeová Andrade explicou que esse é mais um avanço para a educação municipal: “Desde 2013, quando assumimos, nossa prioridade sempre foi a educação. Acredito que esse é o melhor caminho e todos os países desenvolvidos têm uma base educacional excelente. O café da manhã, antes de entrar na sala, fará muita diferença, pois, infelizmente, essa é a realidade do nosso Brasil: muitos saem de casa sem tomar ao menos um café puro. Com certeza, com essa nova oferta, a criança tem condições de ter um aprendizado bem mais eficiente.”

Depois de tomado o café, os alunos pareceram satisfeitos. Por volta das 07:30, o sinal tocou anunciando o início das aulas. Conforme falado pelas autoridades, o reforço alimentar deve melhorar bastante o aprendizado e quem ganha com isso é o próprio aluno.

Canaã dos Carajás

Canteiro do S11D, da Vale, será transformado em Distrito Industrial e Polo Educacional de Canaã

O local também servirá de alojamento para os servidores do Batalhão de Choque da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Secretaria de Trânsito e Transportes
Continua depois da publicidade

A Vale realizou ontem (25), a doação à Prefeitura de Canaã da área onde foi realizada a pré-montagem da usina (módulos) do projeto Ferro Carajás S11D. Por meio do protocolo de intenções assinado nesta tarde, o Governo Municipal dará nova movimentação ao local, com a implantação de um Distrito Industrial e de um polo educacional. O objetivo é, principalmente, impulsionar novas matrizes econômicas no município, que favoreçam a geração de oportunidades de trabalho, renda e desenvolvimento local.

O local também servirá de alojamento para os servidores do Batalhão de Choque da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Secretaria de Trânsito e Transportes (Settran), que, a partir de hoje, ocupam a área.

O espaço, localizado no início da VS-40, conta com infraestrutura elétrica, hidráulica, sanitária e pavimentação. Para o Gerente Executivo de Relações com Comunidade da Vale, João Coral, a doação reflete a importância da mineração. “Por meio desta parceria institucional será possível multiplicar os efeitos positivos da mineração na economia local. É mais um investimento em desenvolvimento que a implantação do S11D deixa como legado para a cidade”.

O prefeito de Canaã, Jeová Andrade reforçou o compromisso do Executivo com o desenvolvimento do município. “É um passo importante que damos para a diversificação do nosso município, para assegurar o crescimento da cidade de forma sustentável, planejada. Vamos aumentar nosso potencial de empregabilidade, gerando mais renda e outros benefícios para toda a sociedade a longo prazo. Nossos estudantes terão maior conforto, e a cidade poderá ampliar a oferta de mão de obra especializada”.

A criação do Distrito deverá favorecer a atração de novas indústrias ou de empresas prestadoras de serviços. Irá permitir também o fortalecimento de um polo de micro e pequenas empresas, associações, cooperativas industriais e de empresas voltadas para o reaproveitamento de resíduos no município.

Educação

Alunos da Zona Rural de Canaã dos Carajás ganham escolas climatizadas.

Oito unidades ganharam paredes de alvenaria, salas climatizadas, parque e até uma quadra de esporte coberta.
Continua depois da publicidade

Uma parceria público-privada trouxe melhores condições para os mais de 3 mil alunos, no município de Canaã dos Carajás, no sudeste do Pará. Através de recursos da Prefeitura e da empresa Vale, foram reformadas oito escolas da zona rural.

Antes, as estruturas das salas de aula eram de palha e madeira. Não havia ventilação e as crianças sofriam com o calor. Com a mudança, as oito unidades ganharam paredes de alvenaria, salas climatizadas, parque e até uma quadra de esporte coberta.

Para o prefeito de Canaã, Jeová Andrade, as mudanças no ambiente escolar trouxeram melhores condições de aprendizagem e satisfação entre jovens e crianças. Uma diferença gigantesca, segundo o prefeito, comparada aos últimos anos. “ Em 2013, não tínhamos nem carteira para o início das aulas. Agora todas as escolas contam com estrutura adequada e quadras de esportes cobertas”, enfatizou.

Entre as unidades que receberam melhorias está a escola Raimundo de Oliveira, que ganhou a melhor nota no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado em setembro de 2016, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). A escola saltou de uma nota de 3.9, em 2013, para 4.8, em 2015. Resultado de um trabalho multidisciplinar entre professores, coordenação pedagógica e profissionais da educação. Para a Secretaria de Educação de Canaã, com a reforma da unidade, a escola terá condições de alcançar melhores notas.

No último sábado, 19, foi inaugurada, oficialmente, a sexta escola da zona rural. Para o gerente de Sustentabilidade do Complexo S11D, Leonardo Neves, a entrega dessa unidade demostra que a contribuição dada pela Vale, tem transformado para melhor a vida de crianças e adolescentes. “Mais uma vez, a contribuição da Vale, por meio do S11D, maior empreendimento minerário implantado atualmente, com apoio à gestão pública, garante melhoria da educação de Canaã”, destacou.

Canaã dos Carajás

Depois de ter a prefeitura invadida, Jeová recebe membros do MST e ouve reivindicações

No início da semana membros do MST invadiram a sede da prefeitura do município com o objetivo de falar com o prefeito, mas não foram recebidos.
Continua depois da publicidade

O prefeito de Canaã dos Carajás, Jeová Andrade, recebeu no início da tarde desta quarta-feira (22) representantes de trabalhadores rurais do Movimento Sem Terra (MST) que estão em ocupações na zona rural do município. A reunião foi agendada na última segunda-feira, quando os trabalhadores estiveram na sede da administração, reivindicando uma audiência para apresentarem suas demandas.

Também estiveram presentes o vice-prefeito, Alexandre Pereira, secretários de Governo, Roberto Andrade, e de Desenvolvimento Econômico, Jurandir José dos Santos, chefe de Gabinete, Edilson Valadares, diretor do Instituto de Desenvolvimento Urbano (IDURB), Alison Milhomen, procurador do município, Hugo Leonardo, além dos vereadores Wilson Leite e Maria Pereira.

Os representantes dos trabalhadores apresentaram três principais reivindicações:

1) pedido para que a prefeitura suspenda a negociação de áreas que serão doadas pela Vale para empreendimentos do município até que o INCRA [Instituto de Colonização e Reforma Agrária] faça o levantamento da situação dessas áreas;

2) que o prefeito solicite da Vale uma relação das áreas adquiridas no município; 3) que a prefeitura convoque Vale e INCRA para uma audiência com a presença dos trabalhadores rurais.

Em relação ao primeiro ponto, o prefeito Jeová Andrade esclareceu que tem interesse em regularizar a situação para que os assentados ou em áreas de ocupação possam produzir, mas destacou que a Vale precisa cumprir condicionantes ambientais dos projetos no município e não cabe à prefeitura discutir como essas terras foram adquiridas.

“Se as áreas de compensação não forem asseguradas, o município corre o risco de perder os projetos de mineração, cujas licenças foram concedidas com essas condições”, disse. O prefeito informou ainda que está em discussão com a Vale para doação de uma área para a implantação do Distrito Industrial e Polo Universitário de Canaã, mas que essas áreas não tem relação com as ocupadas e que o município não está discutindo doação de áreas de conflito para esses empreendimentos.

Em relação à segunda solicitação dos produtores, Jeová se comprometeu a avaliar se há respaldo jurídico para realizar tal solicitação. Por fim, ele definiu como uma necessidade importante o agendamento de uma audiência em que estejam presentes todos os entes interessados no assunto. O prefeito se comprometeu a entrar em contato com a Vale, INCRA e Terra Legal para “agendar uma mesa redonda e abrir espaço para todos”.

O prefeito também foi questionado sobre a possibilidade de se criar mais um espaço para a comercialização de produtos oriundos da zona rural do município. Ele informou que a Feira do Produtor, recém-inaugurada, atende principalmente os feirantes antigos, que já atuavam no centro da cidade. “Quero muito que, em breve, seja necessário construir uma nova feira ou espaço para comercialização, desde que a produção no município cresça”, disse. Jeová também ressaltou que o formato da Feira do Produtor “está em discussão permanente”.

Fonte: Ascom PMCC

Canaã dos Carajás

Assentados invadem a sede da prefeitura de Canaã dos Carajás

Assentados queriam falar com o prefeito Jeová, mas não foram recebidos.
Continua depois da publicidade

Na manhã desta segunda-feira cerca de 500 assentados do município de Canaã dos Carajás invadiram a sede da prefeitura do município, provocando um verdadeiro caos para funcionários e usuários dos serviços prestados pela administração.

Segundo apurado, o motivo da invasão se deu em virtude da Mineradora Vale ter dado entrada em um pedido de reintegração de posse de uma área reservada para ser implantado o Distrito Industrial de Canaã dos Carajás, invadida por populares. Os manifestantes reivindicam uma reunião com o gestor para tratar do assunto.

Em nota, a Assessoria de Comunicação de Canaã dos Carajás informou que “representantes de assentamentos da região estiveram nesta segunda-feira (20) na sede da administração, apresentando uma pauta de reivindicações e solicitando uma reunião com o prefeito Jeová Andrade. Por motivos de saúde, o prefeito não pôde atendê-los, mas ficou pré-agendada uma reunião na próxima quarta-feira (22)”.

Continua a nota informando que “a prefeitura segue aberta ao diálogo com todos os segmentos da sociedade para que as demandas sejam apresentadas e, dentro do possível, solucionadas.  Afirma, ainda, que após tomar conhecimento detalhado das necessidades dos representantes dos assentamentos, e deliberar sobre as respostas possíveis, a administração se compromete em divulgá-las em seus meios e na imprensa local, como tem sido habitual nessa gestão”.

Com o agendamento da reunião, os manifestantes deixaram o local.