Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
futebol

FPF confirma a final da Segundinha entre Bragantino e Parauapebas para o estádio Diogão em Bragança

Os dois clubes entraram em acordo e a final está marcada para a próxima quinta-feira (30/11), às 15h30, no estádio Diogão
Por Fábio Relvas

A Federação Paraense de Futebol (FPF) confirmou a final da Segundinha do Parazão 2017, entre Bragantino e Parauapebas para a próxima quinta-feira (30/11), às 15h30, no estádio São Benedito, o Diogão, em Bragança. O Pedido foi feito pelo presidente do PFC João Luiz, popularmente conhecido como “Uai”, ao presidente do Bragantino Cláudio Wagner Soares Cruz, popularmente chamado de “Cláudio da Van”, que concordou com a ideia.

“Nós que fizemos essa solicitação ao Bragantino, até para baratear mais as despesas. Para a gente ficar aqui (em Belém) a semana toda e jogarmos no sábado sairia muito caro e a federação logicamente que não iria arcar com todas essas despesas. O presidente Uai conversou com o presidente do Bragantino Cláudio para que se possível fizéssemos o jogo na quarta, não houve essa possibilidade. Então o Bragantino pediu que fosse feito na quinta, o presidente prontamente se colocou a disposição”, afirmou Jairo Belém, diretor de futebol do PFC.

A princípio a FPF iria marcar o jogo para o próximo sábado (02/12), pela manhã, no estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão, em Belém, ou ainda, pela parte da tarde também no sábado no estádio Leônidas Castro, a Curuzu, que pertence ao Paysandu Sport Club. Os clubes devem entrar em um acordo para dividir a renda do jogo no estádio Diogão, que tem capacidade para 11 mil torcedores.

Os dois times chegaram a final invictos. Na classificação geral da competição estadual, o Bragantino é o líder com 16 pontos e o Parauapebas o vice com 12 pontos. O Tubarão do Caeté tem cinco vitórias e um empate, marcou 14 gols, contando os três do W.O. diante do Pedreira e sofreu dois, com um saldo positivo de 12 bolas. Em relação ao Gigante de Aço, o time tem três vitórias e três empates, marcou nove gols e sofreu três, tendo um saldo positivo de seis tentos.

Além do lateral-esquerdo Jaquinha, dispensado semana passada pela não regularização devido ao imbróglio de sua rescisão com o Clube do Remo, mais dois jogadores deixaram o elenco do Gigante de Aço. O volante Francesco, que era o titular absoluto na era do técnico Everton Goiano e que perdeu seu espaço com o treinador Léo Goiano, e o atacante Tozin, que amargava o banco de reservas. Ambos foram liberados pelo clube. O PFC segue hospedado em um hotel da capital Belém aguardando a grande final.

Futebol

Bragantino, Sport Belém, Izabelense e Parauapebas a um passo da elite do futebol paraense

As semifinais da Segundinha do Parazão acontecem neste domingo (26/11). Quem passar garante o acesso para o Parazão 2018
Por Fábio Relvas

A Segundinha do Parazão 2017 começou com 14 clubes na disputa e agora restam apenas quatro sonhando com a elite do futebol paraense. Bragantino, Sport Belém, Izabelense e Parauapebas, vão se enfrentar pelas semifinais da competição estadual e os vencedores dos duelos estarão de volta ao Parazão da primeira divisão se juntando com Paysandu, Remo, Independente Tucuruí, São Raimundo, Águia de Marabá, Castanhal, Cametá e Paragominas.

O Bragantino saiu da Chave A1 e segue invicto na competição e com a melhor campanha entre os semifinalistas. O Tubarão do Caeté, contando a fase classificatória e as quartas de final, somou 13 pontos, em cinco jogos, sendo quatro vitórias e um empate. A equipe tem o comando do experiente técnico Arthur Oliveira, o chamado “Rei Arthur”, que já conquistou título de campeão paraense pelo Clube do Remo como atleta e treinador. Arthur sabe que a força da torcida no estádio Diogão poderá fazer a diferença nessa reta final.

“É um jogo que precisamos está no nosso melhor, no nível de concentração altíssimo até porque vamos jogar contra um adversário que vai vir atrás de uma bola, um adversário que joga fechado atrás. Então vai ser um jogo de paciência e nós estamos trabalhando a semana toda pensando nisso, nessa situação de jogo para que a gente possa conseguir o nosso objetivo que é passar para a elite. Eu espero que a gente possa contar com o nosso torcedor, a cobrança e o apoio que nós estamos no dia a dia e todo mundo tá falando que vai vir no jogo no domingo e vamos precisar muito deles. É o 12º jogador, todo jogo é pensamento positivo. Aqueles que não puderem vir estarão ali na rádio ligados com pensamento positivo para que possamos conseguir a vitória”, disse Arthur Oliveira.

Já o Sport Belém é a grata surpresa da Segundinha. Com poucos recursos financeiros, o Dragão da Maracangalha da capital Belém, também saiu da Chave A1 e chegou até a semifinal com três vitórias, um empate e uma derrota, somando 10 pontos, na fase classificatória e quartas de final. O time treinado pelo experiente Zé Carlos improvisou trabalhos em um campo de um clube particular da capital, com treinos de sete contra sete, já que o espaço não permite o tradicional 11 contra 11. O Sport Belém conta com o meio-campo Fininho, destaque da equipe e que marcou três gols no jogo das quartas de final diante do Tapajós, na vitória por 4 a 2. O time de Belém não disputa a elite desde 2003.

“Nós precisamos nos superar mais uma vez, jogando fora de casa com uma equipe muito forte a do Bragantino. Já jogamos um jogo lá sabemos que é uma equipe que vem para cima, que a torcida apoia muito, mas nós também estamos preparados para fazer uma grande partida. Falta apenas um jogo para o tão sonhado acesso então que a gente possa está em uma tarde feliz no domingo e que eu possa fazer mais uma grande partida e que a gente saia de lá classificado”, afirmou Fininho.

O Izabelense estava na Chave A2 da competição estadual. O Frangão da Estrada somou 10 pontos com três vitórias, um empate e uma derrota, atuando na fase classificatória e quartas de final. A equipe de Santa Izabel do Pará não disputa a elite do Parazão desde 1993 e quer mudar o rumo da história. Para isso conta com o técnico Fran Costa, conhecido como O “rei do acesso”, já que em 11 campeonatos em que comandou uma equipe, conseguiu nove acessos.

“Eu sempre venho falando para os meus jogadores que nós estamos a 90 minutos e a um  gol do acesso. Se fizermos um gol e não tomar nenhum, estaremos na fase principal do Parazão. Esse é o objetivo de todos nós. Vai ser um jogo difícil com uma equipe de qualidade que é a do Parauapebas e estamos consciente disso. Mas já estamos todos concentrados e esperamos contar com o apoio da torcida para buscar esse sonhado acesso”, falou Fran Costa.

Em relação ao Parauapebas Futebol Clube, o time da Capital do Minério, assim como o Bragantino, também segue invicto na competição. Em cinco jogos somando fase classificatória e quartas de final, o Gigante de Aço chegou aos nove pontos, sendo duas vitórias e três empates. Atuando fora de casa, o time do PFC venceu uma e empatou outra, justamente diante do Izabelense, seu adversário na semifinal da Segundinha. Na ocasião, o duelo terminou em 2 a 2. A delegação viajou na tarde de sexta-feira (24/11) rumo a Santa Izabel do Pará. O time se preparou para o que der e vir e pênaltis também foi treinado, já que o PFC conseguiu eliminar a Tuna Luso nos tiros livres da marca da cal.

“A gente sabe das dificuldades que vamos enfrentar lá em Santa Izabel. Já jogamos contra a equipe deles e sabemos que eles se reforçaram, estão com um elenco muito bom, mas agente tem que fazer o fator nosso, do nosso elenco que tem uma qualidade incontestável e fazer a diferença. Trabalhamos durante a semana firme e forte para chegar lá não correr riscos e conseguir esse acesso. Tivemos um propósito de tentar ganhar da Tuna, infelizmente a vitória não veio e foi para os pênaltis e saímos coroados. A bola não entrou, foi um jogo muito truncado e agora lá sabemos também que vai ser um jogo truncado e a gente tem que se preparar para conseguir o resultado. Se por acaso não vir estamos preparados para as penalidades também”, afirmou Cleriston, goleiro do PFC.

A Comissão de Arbitragem da Federação Paraense de Futebol (FPF) sorteou nesta quinta-feira (23/11), na sede da instituição, que fica localizada na capital Belém, o quarteto de arbitragem para os duelos das semifinais da Segundinha do Parazão 2017.

Bragantino e Sport Belém se enfrentam neste domingo (26/11), às 15h30, no estádio São Benedito, o Diogão, em Bragança. O árbitro da partida será Wasley do Couto Leão, que será auxiliado por Rafael Bastos Cardoso e Bárbara Roberta Costa Loiola. A quarta-árbitra fica por conta de Ruth Helena de Araújo Soares.

Izabelense e Parauapebas duelam neste domingo (26/11), às 15h30, no estádio Edilson Abreu, o Abreuzão, em Santa Izabel do Pará. O árbitro central será Gustavo Ramos Melo, tendo como assistentes Rafael Ferreira Vieira e Dimmi Yuri Cardoso. Elaine da Silva Melo fica como a quarta-árbitra.

Futebol

Izabelense quer seguir invicto dentro de casa e conquistar o acesso para elite do futebol Paraense

O Frangão da Estrada não disputa a elite do Parazão desde 1993 e quer mudar o rumo da história contra o PFC
Por Fábio Relvas

O Atlético Clube Izabelense (ACI) vem treinando forte visando o jogo da semifinal diante do Parauapebas Futebol Clube (PFC). O Frangão da Estrada, como é chamado o time da cidade de Santa Izabel do Pará, está invicto atuando dentro do estádio Edilson Abreu, o Abreuzão, palco do duelo do próximo domingo (26/11). Em três jogos pela Segundinha do Parazão 2017, a equipe venceu dois jogos e empatou um, justamente contra o Gigante de Aço, em 2 a 2, na fase classificatória.

A cobrança é grande por parte da cúpula do Izabelense, já que o tradicional time do interior do estado, não disputa a elite do futebol paraense há 24 anos, ou seja, desde 1993. Os jogadores sabem da necessidade de voltar a disputar o Campeonato Paraense e atuar contra os grandes da capital Belém, como Remo e Paysandu, e ainda com a força do interior que predomina em números de participantes no Parazão.

“A gente sabe do nosso potencial atuando dentro do nosso estádio Edilson Abreu. A gente está trabalhando forte desde que começou o Campeonato Paraense da segunda divisão e a gente já sabia que tinha possibilidade de subir para a primeira divisão e Graças a Deus a gente está perto de subir para a elite do futebol paraense e se Deus quiser a gente vai subir para o Parazão 2018”, disse Ramon, meio-campo do Izabelense.

Para voltar a elite, a diretoria contratou um treinador experiente e que conhece muito sobre a Segundinha. O técnico Fran Costa, conhecido como “rei do acesso”, quer emplacar mais uma vez o seu nome e o do Izabelense. O comandante do Frangão da Estrada já conseguiu nove acessos, em 11 campeonatos que disputou e esse ano está bem próximo de mais um na carreira.

“A gente vem falando após o jogo contra o Vila Rica, que nós estamos a 90 minutos e a um  gol do acesso. Então está todo mundo consciente que vai ser um grande jogo, um jogo difícil com uma equipe de qualidade que é a do Parauapebas, mas a equipe está focada, trabalhando muito, todo mundo já concentrado para esse jogo mentalmente e fazer o possível para conquistar o nosso objetivo que é o acesso”, afirmou Fran Costa, técnico do Izabelense.

A diretoria do Frangão da Estrada espera contar com o apoio da fanática torcida de Santa Izabel, que promete invadir o estádio Abreuzão e empurrar o time rumo a elite do Parazão. O estádio tem capacidade para 2.000 torcedores, mas os órgãos de segurança pública só liberaram para 1.200 expectadores. Os ingressos para a partida diante do Parauapebas serão vendidos no valor de R$ 15.

“Eu venho trabalhando há mais de dois meses aqui no Izabelense com um único propósito realmente de buscar esse acesso. Logicamente no início do trabalho a uma certa desconfiança e insegurança. No decorrer da competição, quem acompanha começou a acreditar e hoje realmente estamos a 90 minutos a um gol do acesso, fazer um gol e não tomar nenhum e estaremos na fase principal”, finalizou Fran Costa.

A partida entre Izabelense e Parauapebas está marcada para o próximo domingo (26/11), às 15h30, no estádio Edilson Abreu, o Abreuzão, em Santa Izabel do Pará. Se a partida terminar empatada nos 90 minutos, a decisão da vaga para a final será decidida nos pênaltis.

PFC

Parauapebas intensifica os treinos físicos visando a semifinal diante do Izabelense

Gigante de Aço vem trabalhando também a parte técnica e tática para surpreender o adversário fora de casa
Por Fábio Relvas

O duelo diante da Tuna Luso no último domingo, no estádio Rosenão, exigiu muito a parte física dos atletas do Parauapebas Futebol Clube (PFC), que além de correrem os 90 minutos do jogo, tiveram que passar pela difícil maratona de pênaltis, já que nas quartas de final diante da Águia Guerreira, a partida terminou empata em 0 a 0, e foi decidida somente nas penalidades máximas e com muito drama, 6 a 5 para o PFC.

A partida única diante do Izabelense, marcada para o próximo domingo (26/11), às 15h30, no estádio Edilson Abreu, o Abreuzão, em Santa Izabel do Pará, pela semifinal da Segundinha do Parazão, também promete ser acirrada e valendo vaga para a elite do futebol paraense. O regulamento segue até o final da competição estadual, no caso de empate, a decisão vai para os pênaltis. A preparação física dos atletas do Gigante de Aço está sendo reforçada para aguentar a pressão e as dificuldades que vai ser de atuar fora de casa.

“A expectativa é boa, estamos trabalhando forte, firme em busca do objetivo do PFC no qual é o acesso para a elite do futebol paraense e disputar o Parazão em 2018. Vamos trabalhar bem essa semana e planejar tudo direitinho para que possamos fazer um bom jogo lá, diante do Izabelense, em Santa Izabel, no próximo domingo e conseguir esse acesso para a cidade de Parauapebas”, afirmou Rafael Guerra, preparador físico do PFC.

Além de intensificar a preparação física dos jogadores, em uma academia da cidade, o Gigante de Aço vem trabalhando a parte técnica e tática em dois períodos, treinos que acontecem no estádio Rosenão e no Complexo Esportivo da cidade. Entre coletivos, posicionamento e posse de bola, o técnico Léo Goiano vai arrumando a melhor forma de atuar contra a difícil equipe do Izabelense para surpreender o adversário fora de casa.

“Demos um passo importante na direção de alcançar o objetivo, porém é o jogo mais difícil, o jogo mais importante do ano, eu creio que o da história recente do Parauapebas, é nesse domingo. Então nós temos que trabalhar forte essa semana, aproveitar bem esses dias para recuperar esses atletas, fizemos um jogo muito desgastante no domingo para que a gente possa no próximo domingo fazer mais um grande jogo”, disse Léo Goiano, técnico do PFC.

O lateral-esquerdo Jaquinha, que chegou para ser reforço do PFC na Segundinha, assinou com o time, mas teve problemas na sua rescisão com o Clube do Remo, e a diretoria liberou o atleta já que não teria mais tempo de inscrever para a competição estadual. O técnico Léo Goiano ainda não definiu o time titular que encara o Frangão da Estrada, mas tem o time base que vem treinando com: Cleriston; Wanderson (Bruno Leite), Cris, Wanderlan e Neilson; Gilberto, Felipe Baiano (Francesco),Flamel e Thiago Potiguar; Monga (Danúbio) e Aleílson.

“Nesse momento da competição ficam os adversários mais eficientes, adversários fortes, não tem adversário fraco. Então nós sabemos que vai ser um jogo duro, o adversário tem a vantagem de jogar em seus domínios. Cabe a nós nos prepararmos muito bem durante essa semana, trabalhar duro para que a gente possa está à altura desse grande jogo diante do Izabelense”, finalizou Léo Goiano.

Futebol

Parauapebas vai encarar o Izabelense fora de casa pela semifinal da Segundinha do Parazão

A partida está marcada para o próximo domingo (26/11), no estádio Edilson Abreu em Santa Izabel do Pará. Quem vencer conquista o acesso para a elite do futebol paraense
Por Fábio Relvas

Os representantes das quatro equipes classificadas para a semifinal da Segundinha do Parazão: Bragantino, Izabelense, Parauapebas e Sport Belém, se reuniram na tarde desta segunda-feira (20/11), na Federação Paraense de Futebol (FPF), juntamente com a cúpula da instituição, para a realização do sorteio que definiu os dois confrontos do próximo domingo (26/11). O Parauapebas Futebol Clube (FPF) foi representado pelo presidente João Luiz, o Uai, e pelo vice-presidente, Pedro Neto.

O encontro não demorou muito e foi bem objetivo. O adversário do PFC na semifinal da Segundinha do Parazão será o Atlético Clube Izabelense (ACI), em jogo único sem vantagem para nenhuma das equipes. A partida está marcada para o próximo domingo (26/11), às 15h30, no estádio Edilson Abreu, o Abreuzão, em Santa Izabel do Pará. Quem passar para a final sobe para a elite do Parazão 2018. A diretoria do Gigante de Aço já sabe das dificuldades que vai enfrentar atuando na casa do adversário.

“Caímos contra o Izabelense, adversário no qual atuamos na primeira fase e empatamos em 2 a 2 no campo deles. O campo é ruim vamos ter dificuldade em tocar a bola. O time deles é relativamente bom, com alguns jogadores experientes e que conhecem o estádio em vão atuar. Será um jogo muito difícil, assim como foi o primeiro confronto contra eles”, afirmou Jairo Belém, diretor de futebol do PFC.

Parauapebas e Izabelense saíram da Chave A2 da Segundinha. O PFC ficou em primeiro lugar com oito pontos e o Frangão da Estrada em segundo com sete. A partida entre as equipes na fase de grupos terminou empatada em 2 a 2. O jogo foi válido pela terceira rodada da competição estadual. O atacante Aleílson marcou os dois gols do Gigante de Aço e naquela ocasião era o artilheiro com quatro tentos assinalados. Os gols do time de Santa Izabel foram assinalados por Feijão e Herê.

O time do PFC folgou nesta segunda-feira (20/11) e volta aos trabalhos amanhã pela manhã em uma academia da cidade. O time chegou até a semifinal após um jogo dramático diante da Tuna Luso Brasileira no estádio Rosenão. O Gigante de Aço ficou no 0 a 0 contra a Elite do Norte no tempo normal e a vaga foi decidida nas cobranças de pênaltis, com vitória do PFC por 6 a 5. O time está preparado para encarar o próximo adversário.

“Agora não tem como escolher adversário, escolher estádio, temos que jogar e conseguir o acesso. Merecidamente conseguimos dar esse passo adiante e seguir na sequência da competição, porém não tem nada resolvido. Vamos trabalhar forte essa semana para que a gente possa seguir nessa caminhada em direção ao objetivo que nós traçamos desde a minha chegada”, disse Léo Goiano, técnico do Parauapebas.

Semifinais da Segundinha do Parazão

Izabelense x Parauapebas – domingo (26/11), às 15h30, no estádio Edilson Abreu, em Santa Izabel do Pará

Bragantino x Sport Belém – domingo (26/11), às 15h30, no estádio Diogão, em Bragança

futebol

Parauapebas massacra a seleção municipal, por 10 a 0, em jogo treino no estádio Rosenão

O PFC vai conhecer o seu adversário das quartas de final da Segundinha na próxima segunda-feira
Por Fábio Relvas

Apesar de folgar na quinta e última rodada da Segundinha do Parazão, o Parauapebas Futebol Clube (PFC) conquistou vaga em 1º lugar da Chave A2 com oito pontos conquistados. A primeira posição veio devido ao tropeço da equipe do Izabelense, que perdeu para o Tiradentes, por 1 a 0, no estádio Mamazão, em Outeiro.  Sendo assim, o Gigante de Aço vai decidir em casa o jogo das quartas de final.

Para não deixar o time parado, a diretoria do clube a pedido do técnico Léo Goiano, marcou um jogo treino na manhã deste sábado (11/11), no estádio José Raimundo Roseno Araújo, o Rosenão. O PFC mostrou que não está para brincadeira e massacrou a seleção municipal pelo placar de 10 a 0. Destaque para o atacante Danúbio, prata da casa, que deixou suar marca por duas vezes, além dele também marcaram o meio-campo Flamel e os atacantes Everson Bilau, Monga e Tozim. A ideia é não deixar a equipe perder o ritmo de jogo com essa folga na tabela.

“Eu encontrei coisas muito boas aqui, um elenco bem montado, um trabalho bem feito pelo professor Everton. Porém agora é dá aquela identidade que a gente tem o costume nas equipes que eu trabalho. Eu gosto de uma equipe muito intensa. Nas equipes onde a gente trabalha tem necessidade de tudo isso, uma equipe competitiva, uma equipe que quer vencer, uma equipe que quer chegar, alcançar os objetivos grandes como são, tem que ter esse perfil e essas virtudes”, afirmou Léo Goiano.

O time retorna a campo pela Segundinha na próxima semana valendo pelas quartas de final. Como ficou em 1º lugar da Chave A2, o PFC vai encarar os segundos ou terceiros colocados de outras chaves, com partida única no estádio Rosenão. O próximo adversário será conhecido nesta segunda-feira (13/11), quando haverá um sorteio na sede da Federação Paraense de Futebol (FPF), na capital Belém, envolvendo os representantes das oito equipes classificadas. O time terá uma semana de treinos visando o jogo da fase eliminatória.

“Desde o primeiro dia passamos para os atletas o que nós queremos e vamos trabalhar. Trabalhar forte, trabalhar duro, porque é possível e vamos muito forte, pisando muito firme para a gente alcançar esse objetivo. A Segundinha é uma competição que se você vacilar, você fica fora. Então todas as equipes são perigosas, não tem mata-mata, só tem mata e se torna um campeonato diferente. O Tapajós montou uma equipe forte com atletas acostumados a disputar esta competição e atletas vencedores. Acho que Parauapebas, Tuna Luso e Tapajós montaram bons elencos e tem possibilidade de subir”, disse Léo Goiano.

PFC

Lateral-esquerdo Jaquinha é o novo reforço do PFC para o restante da Segundinha

O jogador foi indicado pelo técnico Léo Goiano onde trabalhou junto no Clube do Remo

Por Fábio Relvas

O técnico Léo Goiano já iniciou os trabalhos a frente do Parauapebas Futebol Clube (PFC) assumindo o cargo deixado por Everton Goiano. Mas o treinador não é a única novidade do Gigante de Aço. A diretoria do clube da Capital do Minério confirmou um novo reforço para o restante da Segundinha do Parazão 2017. Trata-se de Jackson Sousa da Silva, mais conhecido como Jaquinha, 26 anos, natural de Santarém, oeste do estado do Pará. A contratação foi uma indicação do próprio Léo Goiano, que trabalhou junto com o atleta no Clube do Remo.

“Estamos com apenas um lateral-esquerdo de ofício (Neilson) e o jogador está pendurado no campeonato. Caso seja suspenso já temos um substituto da mesma posição. O Jaquinha é um grande jogador e vai nos ajudar muito nesta campanha. Um atleta com boas passagens pelo futebol paraense, vitorioso e estava comigo no Clube do Remo disputando o Campeonato Brasileiro da Série C”, afirmou Léo Goiano.

Jaquinha chega ao PFC após passagem por outras equipes como: São Francisco (PA), onde começou a carreira em 2012, Baraúnas (RN), Vila Rica (PA), Tapajós (PA), São Raimundo (PA), Independente (PA) e por último no Clube do Remo (PA). O atleta teve participação nas campanhas do Leão Azul no Campeonato Paraense, Copa Verde e Campeonato Brasileiro da Série C desta temporada.

“Contactamos o Léo para uma possível volta dele aqui para a cidade de Parauapebas e quando foi feito o convite ele se colocou a disposição e já pediu a contratação do Jaquinha, lateral-esquerdo, que estava jogando com ele no Remo. Entrei em contato com o Jaquinha e já fechamos um acordo para ele vir. O atleta já está treinando com o elenco e deve está no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF ainda hoje”, disse Jairo Belém, diretor de futebol do PFC.

O PFC vai folgar na quinta e última rodada da fase de classificação da Segundinha do Parazão, que acontece neste próximo final de semana. Para não deixar a equipe parada e seguir com ritmo de jogo, a pedido do técnico Léo Goiano, a diretoria do Gigante de Aço marcou um jogo treino contra a seleção local, neste sábado (11/11), às 8h30, no estádio José Raimundo Roseno Araújo, o Rosenão.

Futebol

Parauapebas fica no empate sem gols diante do Carajás no estádio Rosenão, mas avança na Segundinha do Parazão

O time do Gigante de Aço vai aguardar a última rodada da 1ª fase para saber sua posição na Chave A2

Por Fábio Relvas

O Parauapebas Futebol Clube não conseguiu furar o bloqueio do Carajás e ficou só no empate sem gols na tarde deste domingo (05/11), no estádio José Raimundo Roseno Araújo, o Rosenão. O jogo foi válido pela 4ª rodada da 1ª fase da competição estadual. Com o resultado, o PFC garantiu vaga na 2ª fase da Segundinha do Parazão. O Gigante de Aço foi para 8 pontos e segue líder da Chave A2 e vai aguardar o resultado da 5ª rodada entre Tiradentes e Izabelense para saber se fica em 1º ou em 2ª lugar. O time parauapebense folga na próxima rodada.

O jogo: 0 a 0
Antes do primeiro minuto de jogo, o PFC quase abriu o placar. O lateral Wanderson cruzou da direita, o zagueiro Martony chegou na frente salvando o Carajás. O Pica-Pau assustou logo depois, quando Caio encontrou Edinaldo na esquerda que cruzou para trás, Léo Rosa chutou cruzado, a zaga cortou mal e Ronaldo ficou de cara para abrir o placar, mas conseguiu chutar para fora.

Em um escanteio, Martony cabeceou para o meio e a bola passou na boca do gol e ninguém do Carajás chegou para completar. Com o forte calor no estádio Rosenão, o árbitro Olivaldo José Alves Moraes deu a parada técnica para os jogadores se hidratarem em campo. Na volta para o jogo, o PFC quase chegou lá, após a bela jogada de Aleílson, que tocou na esquerda para Neilson, mas o chute cruzado passou de todo mundo, levantando a torcida nas arquibancadas.

No segundo tempo, Bruno Leite arrancou pela direita e cruzou rasteiro em cima do goleiro Evandro Gigante. O Pica-Pau do Outeiro assustou, depois que o atacante Davi dividiu uma bola na área e ficou com a sobra, mas o tiro saiu por cima da meta de Cleriston. Em um cruzamento de Léo Rosa da direita, a bola ficou na área até o toque do zagueiro Alan e mais uma vez apareceu bem o goleiro Cleriston para defender.

O time do Carajás chegou em um chute de fora da área desferido por Marcos, o goleiro Cleriston de mão trocada mandou para escanteio.  Depois de levar sustos, finalmente o PFC chegou com Bruno Leite, que entrou livre e bateu cruzado, ninguém apareceu para marcar. Em uma sobra de bola, Gilberto cruzou para Aleilson, que cabeceou em cima do goleiro Evandro Gigante.

O meia Flamel resolveu mostrar sua categoria e fez uma boa jogada para cima do zagueiro Alan do Carajás, que cometeu uma falta mais forte e acabou levando o segundo cartão amarelo e consequentemente o vermelho. Apesar de ter um jogador a mais, o Gigante de Aço não conseguiu se impor dentro de campo e não assustou o adversário. Placar final: Parauapebas 0 x 0 Carajás.

“Tivemos três chances no começo do jogo e infelizmente não colocamos para dentro. Fomos bem melhores no 1º tempo. No 2º tempo eles equilibraram o jogo com as mudanças deles e no final do jogo com a expulsão nossa com dez minutos que faltavam ficou mais complicado. Tentamos fechar ali com duas linhas de quatro e conseguimos buscar um ponto que era o objetivo nosso. Uma vitória é claro seria o primeiro, mas esse um ponto sem sombra de dúvida nos dá total condição de conseguir uma vitória (contra a Desportiva) lá em Belém e conseguir a classificação”, afirmou Lindomar de Jesus, técnico do Carajás.

“Um jogo bem disputado. A equipe deles a gente sabia que era forte, jogadores que tem uma rodagem boa. Foi uma deficiência nossa, já que faltou tranquilidade para trabalhar a bola, nós fizemos de 10 a 12 minutos com um elemento a mais. Acredito que hoje a grande diferença tenha sido a gente não ter conseguido o resultado positivo, da gente não ter caprichado nos passes, nos cruzamentos quando a gente chega na linha de fundo para fazer esse passe para trás. Vamos trabalhar isso e caprichar um pouco mais”, analisou Everton Goiano, técnico do Parauapebas.

FICHA TÉCNICA

PARAUAPEBAS: Cleriston; Wanderson (Bruno Leite), Cris, Wanderlan e Neilson; Francesco, Gilberto, Felipe Baiano e Thiago Potiguar (Flamel); Tozim (Danúbio) e Aleilson. Técnico: Everton Goiano.

CARAJÁS: Evandro Gigante; Léo Rosa, Martony, Alan e Caio (Marcos); Ricardo Capanema, Tanja, Ronaldo (Nadson) e Edinaldo; Daniel Papa-léguas (Marcelo Brás) e Davi. Técnico: Lindomar de Jesus.

Árbitro: Olivaldo José Alves Moraes

Assistentes: Ivaldo de Oliveira dos Santos e Antônio Alves Teixeira Filho

Quarto-árbitro: Elerson Fernandes da Silva

Cartões amarelos: Wanderson (Parauapebas); Alan e Caio (Carajás)

Cartão vermelho: Alan (Carajás)

Local: estádio José Raimundo Roseno Araújo, o Rosenão, em Parauapebas

Resultados da Segundinha:
Chave A1
Vênus 1 x 1 Tuna

Chave A2
Izabelense 1 x 0 Desportiva
Parauapebas 0 x 0 Carajás

Chave A3
Tapajós 10 x 0 Paraense
Gavião Kyikatejê 0 x 0 Santa Rosa

error: Conteúdo protegido contra cópia!