Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Opinião

O dia seguinte…

Qual o sentimento do prefeito Valmir Mariano e de seus assessores em 1º de janeiro de 2017, logo após deixarem os poder?
Continua depois da publicidade

“Acabou nosso carnaval
Ninguém ouve cantar canções
Ninguém passa mais
Brincando feliz
E nos corações
Saudades e cinzas
Foi o que restou”.

O texto acima foi extraído da música “A marcha da Quarta-feira de Cinzas”, dos inesquecíveis Vinicius de Moraes e Carlinhos Lyra. Acabei de ouví-la, o que me remeteu ao dia 1º de janeiro de 2017. Nesse dia tomará posse como prefeito de Parauapebas o peemedebista Darci Lermen, pondo fim ao governo de Valmir Queiroz Mariano.

Dia 1º de janeiro de 2017 será um domingo. Todavia, para o grupo de Valmir Mariano será uma quarta-feira, de cinzas.

O seleto e fechado grupo de Valmir Mariano certamente sentirá o término do poder. Deve ser difícil estar acima de tudo e de repente voltar a ser um simples mortal. Andar pelas ruas da cidade que governou por qutro anos. Verificar que nem tudo que precisava ser feito o foi. E, acredito que a pior parte, ver que tanta coisa errada, ruim, incabível no atual momento, poderia não mais existir, mas existe simplesmente porque não se teve a atenção devida, ou o carinho necessário para resolver.

Mas não é disso que quero tratar nesse post. Quero que os leitores tentem se colocar na posição do prefeito Valmir Mariano como ex-prefeito, tentem pensar em como será seu cotidiano doravante.

O prefeito de Parauapebas, não só Valmir, mas todos eles, sempre tiveram um grupo de pessoas que cuidaram da logística do gabinete e da vida pessoal dos gestores. Eles sempre viveram enclausurados no gabinete ou em suas residências em reuniões intermináveis; ou em poltronas de aviões em viagens necessárias para uma boa gestão. Tiveram suas vidas privadas meio que interrompidas por quatro longos anos e a volta ao cotidiano pode e deve ser difícil. Normalmente os que deixam o cargo viajam por um período para novamente tentar se adaptar a rotina do dia a dia normal de um cidadão comum.

O mesmo acontece com os asseclas do primeiro escalão. Alguns deles se consideram hoje verdadeiros deuses. Não atendem ligações, não respondem mensagens via WhatsApp, não dão sequer um bom dia à ninguém. São, em sua maioria, emergentes temporários cuja a função subiu à cabeça e, devido ao pouco preparo para a vida, não sabem reconhecer que tudo, tudo nessa vida é passageiro, nada é infinito.

Deve ser difícil acordar no dia seguinte e não ter nenhum puxa-saco a tiracolo. Deve ser legal, também, saber que doravante a responsabilidade por tudo que acontece na cidade não é mais sua.

Eu sou daqueles que anda pela cidade observando tudo. Volta e meia me coloco na posição de gestor e me pego pensando em como resolveria esse ou aquele problema fosse eu o responsável por isso. Desde um simples bueiro entupido por centenas de dejetos que a população insiste em jogar na rua, até a falta de empregos, hoje tão comum nos municípios brasileiros.

Para quem teve a oportunidade de resolver deverá ser difícil, no futuro, olhar um problema e ver que ele não foi resolvido. Lembrar os motivos que levaram à não solução… Certamente quem já esteve lá tem um modo diferente de olhar a cidade e uma resposta convincente por não ter resolvido esse ou aquele caso pontual.

Boa sorte a quem está saindo. Que no futuro colham todos os frutos que plantaram, sejam eles bons ou ruins.

Darci Lermen assume no domingo. Ele já passou por isso. Deixou a cidade depois de oito anos na prefeitura e já sabe o que é estar no poder e fora dele. Acredito que isso é bom para Parauapebas. Pequenas situações que foram negligenciadas por ele no passado certamente terão mais atenção do novo gestor no futuro. Falei com Darci logo após a posse de Valmir, em 2013. Ele me disse que saia, à época, com o sentimento do dever cumprido. Quiçá, em janeiro de 2021, a população de Parauapebas tenha o sentimento de que Darci foi o melhor prefeito que essa cidade já viu, porque, na verdade, o que importa é o sentimento do povo. Este sim, deve estar com o sentimento, voltando ao poeta, de que:

“A tristeza que a gente tem
Qualquer dia vai se acabar
Todos vão sorrir
Voltou a esperança
É o povo que dança
Contente da vida
Feliz a cantar”.

Vereadora Joelma Leite propõe realização de sessão solene em comemoração ao Dia Internacional da Mulher

Continua depois da publicidade

Joelma Leite (PT)Foi aprovado, por unanimidade, o Requerimento nº 012/2016, de autoria da vereadora Joelma Leite (PT), que solicita à Mesa Diretora da Câmara Municipal a realização de sessão solene em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março.

A proposição foi apresentada nesta terça-feira (23) durante a sessão ordinária da Câmara Municipal de Parauapebas.

A vereadora acredita que esta será uma maneira de homenagear as mulheres do município. “Vai ser uma forma de destacar os avanços alcançados na busca dos direitos das mulheres e de promover de forma geral a valorização feminina. Cabe ressaltar que Parauapebas se tornou referência no assunto, sendo inclusive reconhecida em plano nacional. Portanto, nada mais justo que esta Casa Legislativa promova nesta data uma homenagem merecida àquela que se manifesta como peça fundamental no desenvolvimento da família e da sociedade como um todo”, ressaltou.

Ponto facultativo

Joelma Leite sugeriu ainda ao Poder Executivo Municipal, por meio da Indicação nº 005/2016, o estabelecimento de ponto facultativo no Dia Internacional da Mulher. “A presente iniciativa vem no sentido de promover a valorização das servidoras municipais, que passarão a ter, por parte do Executivo Municipal, um dia dedicado a elas”, justificou a vereadora.

Texto – Nayara Cristina / Foto:  Coletivo 2.8/ Ascomleg

Parauapebas: procura pela vacina HPV ainda é baixa

Continua depois da publicidade

A procura pela segunda dose da vacina contra o Papiloma Vírus Humano (HPV), em Parauapebas, está baixa, é o que afirma o Departamento de Imunização Municipal. A principal dificuldade para atingir a meta é a falta de adesão por parte dos pais, que não procuram as unidades de saúde.

De acordo com a coordenadora de imunização, Aline Neves, a primeira dose da vacina foi aplicada em março de 2015, e segunda dose precisava ser aplicada em setembro.  “A procura tem sido pouca. Foi mais intensa na época de campanha que realizamos nas escolas. Os pais precisam levar suas filhas as unidades de saúde para vacinar contra o HPV, é muito importante, pois é uma prevenção  do câncer no colo do útero”, explica Aline.

Este ano, o público alvo são meninas com idade de 9 a 13 anos. A meta do município de Parauapebas é 5.065 meninas, até agora somente 2.810 tomaram a primeira dose, e 885 a segunda. A vacina está disponível em todos os postos de saúde, de segunda a sexta-feira.

Para tomar a vacina, basta apresentar o cartão de vacinação e o documento de identificação. Cada adolescente deverá tomar três doses para completar a proteção. A segunda deve ser tomada seis meses depois, e a terceira, cinco anos após a primeira dose. A vacinação no calendário de rotina foi disponibilizada pelo Ministério da Saúde como forma de prevenção.

Marabá

Ministério Público do Pará promove programação durante a Semana Nacional de Combate aos Impactos Causados por Agrotóxicos

Continua depois da publicidade

image

O Fórum Estadual de Combate aos Impactos Causados pelos Agrotóxicos, atualmente sob a coordenação do Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), na pessoa dos Promotores de Justiça Fabia de Melo-Fournier e Nilton Gurjão das Chagas, ora coordenadores dos Centros de Apoio Operacional Cível (CAOC) e do Meio Ambiente (CAOMA), respectivamente, promoverá de 13 a 16 de outubro do ano em curso, em vários municípios do Estado, ações em alusão à “Semana Nacional de Mobilização no Combate aos Impactos Causados pelos Agrotóxicos”.

O evento terá início às 9h, do dia 13/10/2015, no Auditório Nathanel Farias Leitão, localizado no prédio sede do MPPA na capital, com a apresentação no citado Fórum, do livro “Dossiê ABRASCO: um alerta sobre os impactos dos agrotóxicos na saúde, e, ainda, a realização de mesa redonda, discutindo os eixos segurança alimentar e nutricional; saúde, ambiente e sustentabilidade; conhecimento cientifico e popular: construindo a ecologia de saberes.

Ademais, durante toda a semana, outras ações ocorrerão em Belém, Ananindeua, Abaetetuba, Canaã dos Carajás, Igarapé-Miri, Santo Antônio do Tauá Itaituba, Tucuruí, Marabá e Breves.

As atividades da Semana serão coordenadas por suas Comissões Temáticas e por Promotorias de Justiça do Ministério Público Estadual. O evento ainda terá a participação dos integrantes, parceiros e público alvo das ações da semana alusiva ao Dia Mundial da Alimentação Saudável, que ocorrerá no período de 13 a 20/10/2015.

Mais mudanças no governo Valmir Mariano

Continua depois da publicidade

A semana será de mais mudanças no secretariado do prefeito Valmir Mariano. Na última sexta-feira, 28, Leudicy Leão, que já comandou as secretarias municipais de Assistência Social (Semas) e Administração (Semad) anunciou sua saída do governo. Na solicitação de exoneração enviada ao prefeito, Leudicy diz que sua decisão possui caráter irrevogável. Quem deve assumir a Semad, interinamente, é Maria Lúcia Figueiredo, atual secretária adjunta.

Leudicy estava no governo desde janeiro de 2013, após participar da campanha de Valmir para prefeito, disputando o cargo de vereadora. Em suas explicações, disse           entender “o momento político que estamos passando”, e compreender “que tudo faz parte de um projeto maior”. Também disse que foram muitas as oportunidades de aprendizado e crescimento pessoal decorrentes das atividades que exerceu como secretária.

Outra saída prevista para esta semana é a de Gilmar Moraes, atual chefe de gabinete do prefeito. Recentemente, após a prisão da então secretária municipal de Educação, Juliana Souza, e seu adjunto, Rui Amorim, Gilmar respondeu pela Semed por um breve período.

Também deve haver mudanças nas secretarias de Cultura, Semas e Urbanismo. Há menos de 2 anos do fim do mandato, o prefeito ainda não conseguiu manter a estabilidade do secretariado . Mesmo que na maior parte das exonerações de secretários do atual governo haja uma carta do então secretário solicitando formalmente sua saída, o prefeito ao falar do assunto, sempre afirma: “vamos trocar quantas vezes for preciso”.

Futebol: Independente e Parauapebas decidem 1º turno de olho em vagas nas competições nacionais

Continua depois da publicidade

Por Fábio Relvas

A final do próximo domingo coloca o vencedor na Copa do Brasil e Copa Verde 2016, além de credenciá-lo a disputar a vaga para a Série D do Campeonato Brasileiro 2015.

Com um novo formato de disputa, o Campeonato Paraense chega a final de seu 1º turno. A decisão da Taça Cidade de Belém será disputada por dois times do interior do estado: Independente, primeiro campeão do interior, e Parauapebas, debutante na elite que, com méritos, chegaram a finalíssima. Ambos os clubes saíram classificados do Grupo A1, onde está o atual campeão, o Clube do Remo. Inclusive, o Leão saiu derrotado, tanto para o Trem de Ferro na estreia, por 2 a 1, quanto para o Galo Elétrico, por 1 a 0.

1424979964_1424979960763Além de disputar o título do turno, as equipes do interior estão de olho em competições nacionais. Quem ficar com a conquista, automaticamente garante vaga na Copa do Brasil e Copa Verde de 2016, e terá possibilidade de competir o Campeonato Brasileiro da Série D deste ano. Caso o Paysandu vença o 2º turno, quem ficar com o título do 1º turno, também garante vaga no Brasileirão. Sem contar que o campeão do turno disputará a final do Campeonato Paraense, denominada de Taça Açaí.

O Independente se garantiu na final, após conquistar uma vitória de virada, por 2 a 1, diante do Tapajós, no domingo (1º), no Estádio Jader Barbalho, o Barbalhão. Por ter melhor campanha que o adversário, o Galo Elétrico joga a decisão em casa, no Estádio Navegantão. O time de Tucuruí vem de um bom retrospecto atuando em seus domínios. A última derrota dentro de casa aconteceu no dia 29 de março do ano passado, quando perdeu para o Santa Cruz de Cuiarana, por 3 a 2, em jogo válido pela 5ª rodada do segundo turno do Parazão 2014.

Após esta derrota, o Galo Elétrico disputou mais quatro partidas oficiais dentro de seu estádio e venceu todas. Duas vitórias sobre o Remo (3 a 0 / 1 a 0), uma contra o Brasília-DF (2 a 0) e outra diante do São Francisco (3 a 1). Vale ressaltar que o Independente foi o primeiro clube do interior a conquistar o titulo do Parazão, feito ocorrido em 2011, quando superou o Paysandu na decisão por pênaltis, dentro do Mangueirão.

Antes da decisão contra o Parauapebas, o Independente tem compromisso importante pela Copa do Brasil, diante do Icasa-CE, nesta quarta-feira (4), às 19h30, no Navegantão. A partida é válida pela primeira fase da competição. Este será o primeiro confronto das equipes, sendo que o jogo da volta será no dia 19 de março, no Estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte, no Ceará.

Apesar de ser apontado como favorito, por jogar a decisão em casa, o Independente terá que passar por um adversário bastante indigesto quando atua longe de seus domínios. O Parauapebas vem se destacando no Parazão, justamente por atropelar os adversários fora de casa. Primeiro foi o Clube do Remo, logo de saída, por 2 a 1, em um Mangueirão lotado com mais de 20 mil torcedores. Além de calar o Fenômeno Azul, o PFC foi a Castanhal pela terceira rodada do turno, e não tomou conhecimento dos donos da casa e goleou, por 3 a 0. Portanto, o fato de atuar fora de casa não vem sendo problema para o Parauapebas. O Trem de Ferro conquistou vaga para a final após vencer o Cametá, por 1 a 0, no sábado (28), no Estádio José Raimundo Roseno Araújo, o Rosenão.

Parauapebas e Independente já se enfrentaram nesta competição. O PFC levou a melhor vencendo, por 1 a 0, dentro de casa, jogo válido pela 5ª e última rodada da fase de classificação do 1º turno. A decisão entre as duas equipes está marcada para o próximo domingo (8), às 16h, no Estádio Municipal Antônio Dias, o Navegantão. O estádio tem capacidade para 8.200 espectadores. Uma caravana com torcedores do PFC estará saindo da cidade rumo a Tucuruí.