Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
PFC

Tuna Luso Brasileira terá mudanças para enfrentar o Parauapebas no estádio Rosenão

O técnico Sinomar Naves ainda não definiu o time titular, mas vai ser obrigado a mudar na defesa cruzmaltina
Por Fábio Relvas

Há três anos fora da elite do Campeonato Paraense, as cobranças na Tuna Luso Brasileira só aumentaram após a derrota para o Bragantino, por 1 a 0, no último domingo (12/11), dentro do estádio Francisco Vasques, o Souza, na capital Belém. O resultado deixou a Elite do Norte em segundo lugar na Chave A1 da Segundinha do Parazão com sete pontos conquistados. Isso aumentou a pressão da diretoria do clube para cima do técnico Sinomar Naves e seus comandados.

A Tuna Luso promete uma nova postura na competição e vai tentar surpreender o PFC atuando dentro do estádio Rosenão. O técnico Sinomar Naves vai ser obrigado a mudar a onzena titular que atuou na última partida diante do Tubarão de Bragança. O zagueiro Yuri foi expulso e vai cumprir suspensão automática contra o Gigante de Aço. Mas o treinador conversou com o seu elenco e acredita em um time forte que vai atuar na Capital do Minério.

“Mudaremos por conta da expulsão do Yuri, nós vamos escolher o substituto, mas a preferência é pelo Léo Azevedo (zagueiro prata da casa de Parauapebas), que até entrou no decorrer do jogo. Conversamos bastante com o grupo. Agora que realmente começa o campeonato. São os jogos decisivos, apenas um jogo e nós temos então que ter um foco total e se preparar bem para esses jogos que virão”, afirmou Sinomar Naves, técnico da Tuna Luso.

O time cuzmaltino vem treinando forte em dois períodos para tentar chegar bem no domingo e enfrentar de igual para igual a boa equipe do Parauapebas. A campanha invicta do Gigante de Aço vem sendo respeitada pela Vila Olímpica do Souza, mas nada que tire a confiança da equipe da capital Belém. A Águia Guerreira visa a vaga para semifinal e vai buscar seu objetivo até o fim da partida.

“Lá em Parauapebas a gente sabe que vai ser um jogo difícil, mas nada que a gente não possa pensar em voltar de lá classificado para a próxima fase. Temos que nos preparar bem para esse jogo, e vai ser o grande diferencial o trabalho psicológico que estamos fazendo com o grupo, e mais ainda sabedores que nós vamos ter um jogo difícil e temos que estar bem preparados em todos os aspectos para voltar de lá classificado”, disse Sinomar Naves.

A fase de quartas de final da Segundinha do Parazão é jogo único e sem vantagem para nenhuma das equipes, ou seja, se caso a partida entre Parauapebas e Tuna Luso terminar empatada nos 90 minutos, a decisão da vaga para a semifinal vai para a disputa de pênaltis. Os tunantes não descartam esta possibilidade e contam com o experiente goleiro Rodrigo Ramos, de 38 anos.

“Tranquilidade e sem afobação. Vencer com um espirito competitivo e com o sangue no olho, que eu acho que ainda falta para alguns atletas, principalmente para os mais jovens. Você tem que ter sangue no olho. A gente tem mostrado a importância que é sair daqui do estado do Pará com uma classificação como essa. A Tuna há muito tempo não disputa uma primeira divisão”, declarou Rodrigo Ramos, goleiro da Tuna Luso.

Parauapebas Futebol Clube e Tuna Luso Brasileira se enfrentam neste domingo (19/11), a partir das 15h30, no estádio José Raimundo Roseno Araújo, o Rosenão.

Quartas de final da Segundinha do Parazão

Tapajós x Sport Belém – sábado (18/11), às 15h30, no estádio do Souza, em Belém

Bragantino x Tiradentes – domingo (19/11), às 15h30, no estádio Diogão, em Bragança

Parauapebas x Tuna Luso – domingo (19/11), às 15h30, no estádio Rosenão, em Parauapebas

Izabelense x Vila Rica – domingo (19/11), às 15h30, no estádio Edilson Abreu, em Santa Izabel

Parazão

Reta final da primeira fase da Segundinha do Parazão promete fortes emoções

Duas equipes já confirmaram classificação e agora restam seis vagas para nove times na disputa
Por Fábio Relvas

A primeira fase da Segundinha do Parazão entra em sua reta final. No próximo final de semana acontece a última rodada da fase de classificação com seis jogos a serem realizados. Matematicamente, duas equipes já conquistaram vaga: Parauapebas e Tapajós, enquanto três estão fora da disputa: Desportiva, Gavião Kykatejê e Paraense. Sendo assim, restam seis vagas que serão disputadas por Tuna, Bragantino, Sport Belém, Vênus, Izabelense, Carajás, Tiradentes, Santa Rosa e Vila Rica.

Segundo o regulamento da competição estadual, avançam os dois primeiros de cada chave e mais os dois melhores terceiros colocados. A ideia da Federação Paraense de Futebol (FPF), é colocar todos os jogos da 5ª rodada no mesmo dia e no mesmo horário. A princípio na tabela, as partidas estão marcadas para o próximo domingo (12/11), sendo quatro delas às 9h30, faltando confirmar o horário e o local de mais dois jogos.

Pela Chave A1, Tuna Luso e Bragantino, ambos perto da classificação com sete pontos cada, se enfrentam para saber quem fica com a primeira posição para decidir em casa na fase eliminatória. O Tubarão de Bragança é o primeiro e a Elite do Norte a segunda no critério saldo de gols. O jogo está marcado para o estádio Francisco Vasques, o Souza, pertencente a equipe cruzmaltina, na capital Belém.

Na outra partida da chave, Sport Belém e Vênus vão brigar por uma vaga no estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão. Só a vitória interessa para ambas as equipes, que estão com quatro pontos cada, na 3ª e 4ª colocação, respectivamente. Esse jogo é matar ou morrer, já que uma vitória pode classificar uma das equipes e uma derrota consequentemente vai acabar com o sonho de acesso ainda na primeira fase.

Na Chave A2, o líder Parauapebas Futebol Clube vai folgar na rodada e acompanhar de camarote os outros resultados para saber sua posição na classificação final. No momento, o PFC é o 1º colocado com oito pontos. A rodada da chave segue com Desportiva e Carajás, sem local e horário confirmado. A Desportiva Paraense é a lanterna e vai só para cumprir tabela já que a equipe de Marituba perdeu os três jogos que disputou e está fora. Para o Carajás, o Pica-Pau do Outeiro, só a vitória interessa para sonhar em conquistar a segunda ou terceira posição.

No outro duelo entre Tiradentes e Izabelense, que também segue sem local e horário, vale vaga na disputa. O Tigre é quarto colocado com três pontos e ainda sonha com uma vitória para buscar uma possível terceira vaga, enquanto que o Frangão da Estrada de Santa Izabel, briga para chegar aos 10 pontos e tirar a primeira posição do PFC e decidir dentro de casa na fase eliminatória, o empate garante o Izabelense em segundo lugar da chave.

Em relação a Chave A3, o já eliminado Gavião Kykatejê vai folgar na rodada e com isso terminou sua participação melancólica na competição. Em quatro jogos, empatou três e perdeu um, somando apenas três pontos. Duas partidas vão definir os classificados da chave. Paraense e Vila Rica duelam no estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão. A partida está marcada para às 9h30, no mesmo horário de Sport Belém e Vênus. Sendo assim, a FPF vai ter que alterar o local ou o horário de uma das partidas. O Paraense é o quinto com apenas um ponto e está eliminado, vai jogar apenar para cumprir tabela, enquanto que o Vila Rica quer uma vitória para chegar em segundo ou em terceiro na chave. O Cachorro Doido da Pedreira tem quatro pontos e segue em terceiro lugar.

Na outra partida da chave o Santa Rosa vai em busca da classificação diante do poderoso Tapajós. O jogo na tabela da FPF está marcado para às 9h30, mas sem local definido. A Pantera de Icoaraci tem quatro pontos e no momento é a segunda colocada, enquanto que o Boto de Santarém segue impossível e com 100% de aproveitamento na Segundinha do Parazão. O Tapajós já é o primeiro colocado com nove pontos. Destaque para o último resultado do Tapajós onde simplesmente massacrou o Paraense pelo placar de 10 a 0 no estádio Mangueirão.

Parazão

Parauapebas empata com o Izabelense e fica perto da vaga para a 2ª fase da Segundinha

O atacante Aleílson voltou a brilhar e marcou os dois gols do PFC, disparando na artilharia da competição
Por Fábio Relvas

O Parauapebas Futebol Clube empatou, em 2 a 2, diante do Izabelense, na tarde desta terça-feira (24/10), no estádio Edilson Abreu, o Abreuzão, em Santa Izabel do Pará. A partida foi válida pela terceira rodada da Segundinha do Parazão. O atacante Aleílson marcou os dois gols do Gigante de Aço e se isolou na artilharia da competição com quatro tentos assinalados, enquanto que Feijão e Herê marcaram para o Frangão da Estrada. Com o empate, o PFC segue líder da Chave A2 com sete pontos e está perto da vaga para a segunda fase da Segundinha.

O próximo compromisso do Parauapebas será contra o Carajás, no domingo (05/11), às 16h, no estádio José Raimundo Roseno Araújo, o Rosenão. O time pode classificar com qualquer resultado, dependendo de outras partidas.

A partida: Izabelense 2 x 2 Parauapebas

A partida foi realizada de portões fechados já que os laudos técnicos não foram aprovados e os órgãos públicos não garantiram segurança para receber torcida no estádio Edilson Abreu, o Abreuzão, em Santa Izabel. Sendo assim, a torcida do Frangão da Estrada subiu nos muros, improvisou arquibancadas e assistiu dos prédios aos arredores do estádio. Antes mesmo da bola rolar, a chuva veio forte com direito a raios, mas nada que tirasse o ânimo dos torcedores. O jogo teve atraso de 15 minutos devido à falta de ambulância no estádio.

Como anfitrião, o Izabelense começou o jogo tentando botar pressão, mas não conseguiu muito êxito. Quem abriu o placar foi o PFC em grande jogada com o atacante Aleílson, que marcou, aos oito minutos de bola rolando, 1 a 0 Gigante de Aço. O Parauapebas seguiu dominando todo o 1º tempo e levou perigo diversas vezes à meta defendida pelo goleiro Redson.

O Frangão da Estrada voltou a pressionar e acabou chegando ao gol de empate. Aos 46 minutos, no último lance da primeira etapa, o estreante atacante Feijão venceu o bom goleiro Cleriston e deixou tudo igual no Abreuzão, 1 a 1. A chuva atrapalhou o andamento da partida, já que o gramado, além de ter muito buraco, ficou encharcado e dificultou o toque de bola das duas equipes.

Apesar das dificuldades dos times dentro de campo, o segundo tempo começou agitado e com gols. O atacante Aleílson marcou seu segundo gol no jogo e deixou o PFC em vantagem novamente, 2 a 1, aos 17 minutos. Só que nem deu tempo para comemorar e o Izabelense foi logo marcando o gol de empate, através do atacante Herê, aos 18 minutos, tudo igual em Santa Izabel, 2 a 2.  Depois disso ninguém mais conseguiu atacar tanto e a partida terminou mesmo no empate.

FICHA TÉCNICA

IZABELENSE: Redson; Bruno (Vanderlei), Marquinho, Júnior e Júnior Lima; Galvão (Eduardo), Pelezinho, Helisson e Ramon; Feijão e Herê (André). Técnico: Fran Costa

PARAUAPEBAS: Cleriston; Wanderson, Cris, Wanderlan e Neilson; Everton Luiz, Gilberto, Felipe Baiano (Matheus Moreno) e Thiago Potiguar; Monga (Tozim) e Aleílson. Técnico: Everton Goiano

Árbitro: Joelson Nazareno Ferreira Cardoso

Assistentes: Rafael Bastos Cardoso e Raimundo Dácio Silva da Costa

Quarto árbitro: Joquetam Moreira Guimarães

Cartões amarelos: Everton Luiz (Parauapebas) e Feijão (Izabelense)

Gols: Aleílson aos oito minutos do 1º tempo para o Parauapebas; Feijão aos 46 minutos do 1º tempo para o Izabelense; Aleílson aos 12 minutos do 2º tempo para o Parauapebas e Herê aos 18 minutos do 2º tempo para o Izabelense

Local: Estádio Edilson Abreu, o Abreuzão, em Santa Izabel do Pará

Resultados da Segundinha

Chave A2

Izabelense 2 x 2 Parauapebas

Chave A3

Tapajós 2 x 0 Gavião Kyikatejê

Parazão

FPF confirma a partida entre Parauapebas e Tiradentes para o estádio Olímpico Mangueirão

O maior palco do futebol paraense vai receber o segundo jogo do PFC na Segundinha
Por Fábio Relvas

Desde quando foi divulgada, a tabela da Segundinha do Parazão vem sofrendo ajustes quase que semanal. A diretoria do Parauapebas Futebol Clube estava aguardando o posicionamento da Federação Paraense de Futebol (FPF), sobre o local da partida da segunda rodada da Chave A2 contra o Tiradentes. O jogo que estava com local indefinido foi marcado para o estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão, na capital Belém, no próximo sábado (21/10), às 15h30.

A diretoria da Associação Atlética Tiradentes queria fazer uma parceria com o Izabelense, outro time da mesma chave para mandar seus jogos no estádio Edilson Abreu, em Santa Izabel, mas acabou não sendo firmado o acordo. Segundo informações de bastidores, o Tigre ou time da Polícia Militar, como é chamado o próximo adversário do Gigante de Aço, pensou na possibilidade de atuar no estádio Rosenão.  A cúpula do PFC nega a informação. “Isso em momento algum chegou até nós”, afirmou Jairo Belém, diretor de futebol do Parauapebas.

Sendo assim, o Tiradentes vai ter que arcar com as despesas da partida que será realizada no Mangueirão. A diretoria do PFC está com toda a programação pronta para os dois próximos jogos da equipe na Segundinha do Parazão. O time realizou o último treino na cidade na manhã desta quinta-feira (19/10) e vai viajar nesta noite rumo a capital Belém para ficar hospedado em um hotel e ficará até o jogo da próxima terça-feira (24/10) contra o Izabelense, no estádio Edilson Abreu, em Santa Izabel.

Com isso o time vai ficar cinco dias na capital, devido à distância entre as cidades de apenas 38 km. Seria improvável a equipe atuar contra o Tiradentes no sábado em Belém e depois retornar até Parauapebas e aguardar o jogo contra o Izabelense. Segundo a direção do PFC, a delegação vai viajar de ônibus até Belém, o que demora em torno de 12 horas até o destino final.

A Federação Paraense de Futebol, através da sua Comissão de Arbitragem, realizou o sorteio para a segunda rodada da Segundinha do Parazão. Quem apita a partida entre Tiradentes e Parauapebas é Andrey da Silva e Silva, árbitro experiente do futebol paraense, sendo auxiliado por Luís Diego Nascimento Lopes e Jhonathan Leone Lopes. O quarto árbitro fica por conta de Fábio Ferreira Amaral.

Futebol

Diretoria do Parauapebas Futebol Clube confirmou a contratação de Flamel para a disputa da Segundinha

O atleta tem chegada prevista para o próximo domingo e vem cheio de expectativa de subir o PFC

Por Fábio Relvas

A diretoria do Parauapebas Futebol Clube (PFC) confirmou a contratação do meio-campo Flamel para a disputa da Segundinha do Parazão. O jogador estava sendo muito pretendido pela cúpula do Gigante de Aço para o setor de criação do time, que vai brigar em uma competição acirrada, tendo 15 times lutando por apenas duas vagas na elite do futebol paraense. O atleta tem chegada prevista para o próximo domingo (01/10).

Arlisson Sousa Cardoso, conhecido como Flamel, tem 33 anos, é natural de Oriximiná (PA), com uma vasta passagem pelo futebol paraense e até de fora do estado. O atleta passou por clubes como: Tuna Luso (PA), Icasa (CE), Paysandu (PA), Treze (PB), Ananindeua (PA), Águia de Marabá (PA),Olaria (RJ), Santa Helena (GO), São Raimundo (PA), Castanhal (PA), Confiança (SE), Parauapebas (PA), Santa Cruz de Cuiarana (PA), Ferroviário (CE), Itabaiana (SE), Princesa do Solimões (AM), Cametá (PA) e Clube do Remo (PA).

O atleta deverá ficar no PFC somente na campanha da Segundinha do Parazão, subindo ou não o time, Flamel vai retornar ao Clube do Remo que ainda tem interesse no jogador para a temporada 2018 e foi somente emprestado. Foi um acordo entre as diretorias do Leão Azul e do Gigante de Aço.

“A expectativa é a melhor possível de poder fazer um trabalho bom e poder devolver o Parauapebas para a elite do Parazão. Sabemos que vai ser difícil, talvez seja o Campeonato que tenha mais clubes, a segunda divisão, são 15 equipes para duas vagas. O desafio é grande, mas a equipe que tá sendo montada é competitiva e esperamos ajudar da melhor maneira possível”, afirmou Flamel.

Será a segunda passagem do meio-campista pelo PFC. Na primeira, também atuando pela Segundinha, teve um bom desempenho individual, mas não conseguiu subir o time, que naquela época era formado por jogadores conhecidos da torcida parauapebense.

“Já tive ai em 2011, naquela ocasião não conseguimos o objetivo que era colocar na elite, mas fizemos um bom trabalho individual e até por isso estamos retornando, então a gente acredita muito nesse trabalho juntamente com o pessoal que já está ai e pode esperar ao máximo de mim para que realmente a gente possa conseguir esse objetivo que é chegar a elite e devolver o Pebas da onde não deveria ter saído que é a elite do Parazão. No próximo domingo já estarei por ai para começar esse trabalho e realmente ficar focado nesta competição”, finalizou.

Antes do início da Segundinha do Parazão, o PFC vai realizar dois jogos amistosos. O primeiro deles domingo contra a Seleção de Canaã dos Carajás fora de casa. Já no sábado (07/10), o adversário será o Gavião Kyikatejê no estádio José Raimundo Roseno Araújo, o Rosenão, em Parauapebas.

Esporte

Atacante Aleílson, com passagem pelo Flamengo é a esperança de gols do PFC na Segundinha do Parazão

O jogador deverá ser o homem de referência do ataque do Gigante de Aço que busca vaga na elite do Parazão.

Por Fábio Relvas

A diretoria do Parauapebas Futebol Clube a cada dia vem reforçando mais a equipe que vai disputar a Segundinha do Parazão 2017. O poder ofensivo do time vai ganhando boas referências para a difícil competição estadual.  O atacante Aleílson, de 32 anos, natural de Marabá, foi contratado para ser uma espécie de homem gol do Gigante de Aço. O atleta estava atuando no Aparecidense-GO nesta temporada, onde disputou a Série D do Campeonato Brasileiro.

Além do time Goiano, o atacante tem um vasto currículo no futebol brasileiro. Passou pelo Águia de Marabá-PA, onde teve um grande destaque nas temporadas de 2007 e 2008 e depois teve a oportunidade de ser contratado pelo Flamengo do Rio de Janeiro em 2009, quando atuou ao lado de Adriano “Imperador” e companhia. Também passou pelo Olaria-RJ, Bahia-BA, Noroeste-SP, Red Bull Brasil-SP, Gavião Kyikatejê-PA, Paragominas-PA, Paysandu-PA, Remo-PA e São Francisco.

“Fui bem recebido. Já tive outras propostas para vir para cá, mas não tinha vindo. Então agora deu certo de eu vir. Pretendo fazer um bom campeonato e ajudar o Parauapebas a pegar o acesso para essa primeira divisão do Campeonato Paraense. O elenco é muito bom, o trabalho está sendo bem feito. Cabe a nós está sempre trabalhando ao máximo, buscando sempre o nosso melhor para que a gente chegue no campeonato e não pecar em nada”, afirmou Aleílson.

A diretoria do PFC confirmou dois amistosos antes da bola rolar na Segundinha. O primeiro deles será contra a Seleção de Canaã dos Carajás no próximo dia 1º de outubro, no qual o jogo vai fazer parte dos festejos do aniversário da cidade de Canaã que completa mais um ano no dia 5 de outubro. Depois o Gigante de Aço encara o Gavião Kyikatejê, time que está na Chave A3 da Segundinha.

O técnico Everton Goiano comandou coletivo com a equipe no estádio Rosenão para poder entrosar o mais rápido possível a equipe que tem menos de um mês para enfrentar a Desportiva Paraense na estreia da Segundinha e também para deixar a equipe pronta para os jogos amistosos

“Fizemos um coletivo para a gente também poder observar alguns jogadores que estão fazendo teste, nós vamos fazer mais por isso e algumas peças que precisam trabalhar um pouco mais principalmente o aspecto físico. Não existe você fazer coletivo sem fazer posicionamento tático. Até sexta-feira vamos fazer dois coletivos assim e isso tem validade porque começamos a observar determinados jogadores se vão sentir e como vamos começar a armar essa equipe para o primeiro amistoso”, disse Everton Goiano.

ESPORTE

Everson Bilau é mais um atacante contratado pelo Parauapebas Futebol Clube para a disputa da Segundinha

Bilau chegou e já foi treinando no estádio Rosenão visando a Segundinha do Parazão. O jogador estava no São Raimundo de Santarém

Por Fábio Relvas

A diretoria do Parauapebas Futebol Clube (PFC) anunciou mais uma contratação para a disputa da Segundinha do Parazão. Trata-se do atacante Everson Bilau, ex-São Raimundo de Santarém. O atleta marcou dois gols no Parazão 2017 com a camisa do Pantera e foi um dos destaques do clube que ficou em quarto lugar na classificação geral com 19 pontos, conquistando vaga na Série D do Brasileirão. O atleta trabalhou com o técnico Everton Goiano no próprio São Raimundo em 2016. O atacante comentou sobre o apelido.

“O apelido é desde pequeno e fui me acostumando e hoje em dia até gosto”, disse Bilau.

Com isso o time do PFC ganha mais um homem de frente. No atual plantel que busca o acesso a elite do futebol paraense conta os atacantes: Monga, Aleílson, Danúbio e agora Everson Bilau. A diretoria afirmou que tem interesse no meio campo Flamel, que disputou a Série C com a camisa do Clube do Remo. O atleta confirmou o interesse do time parauapebense.

“É verdade. Ainda não tem uma posição concreta, devido eu ainda não ter conversado com a diretoria do Clube do Remo em relação a acertos e rescisões e devido a isso está demorando para sacramentar o acerto e já marcar uma possível apresentação, mas acredito que até segunda-feira isso vai está concretizado”, afirmou Flamel

Após a divulgação da tabela de jogos da Segundinha do Parazão 2017, o Parauapebas Futebol Clube (PFC), intensificou a rotina dos trabalhos visando a competição. O Gigante de Aço vai fazer sua estreia no dia (15/10), diante da Desportiva Paraense, no estádio Rosenão.

“Estamos procurando aproveitar o máximo possível essa semana e esperando a chegada de mais quatro jogadores para a próxima semana, que vai fortalecer mais o grupo e ai sim vamos intensificar mais ainda os treinos para começar a trabalhar mais com parte de bola e preparar para os amistosos para que quando chegar à estreia a equipe esteja automaticamente pronta”, declarou Everton Goiano, técnico do PFC.

error: Conteúdo protegido contra cópia!