Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Futebol

Paysandu vence o São Raimundo de virada no Barbalhão e fica perto da vaga para a semifinal do Parazão

O Papão conseguiu virar para cima do Pantera no 2º tempo e disparou na Chave A1 com 19 pontos conquistados
Continua depois da publicidade

O Paysandu Sport Club voltou a vencer no Campeonato Paraense de 2018. Na noite deste sábado (03), o time do Papão bateu de virada o São Raimundo, por 2 a 1, no Estádio Municipal Jader Fontenelle Barbalho, o Barbalhão, em Santarém, e disparou na Chave A1 com 19 pontos. Já o Pantera segue na 2ª colocação da Chave A2 com 13 pontos somados.

O São Raimundo saiu na frente com o gol assinalado pelo atacante Felipe, aos 28 minutos do 1º tempo. Mas na segunda etapa, o Paysandu foi melhor e empatou com o gol do atacante Renan Gorne, e virou o marcador com Victor Lindenberg. O detalhe é que os dois jogadores que marcaram para o Paysandu, vieram do Botafogo-RJ.

O jogo: São Raimundo 1 x 2 Paysandu – De virada, Papão!

O Paysandu tentou surpreender o adversário com bolas na área e em uma delas, o zagueiro Derlan subiu para cortar e quase marcou contra, dando um susto no torcedor de Santarém. O São Raimundo deu o troco também com bola área na área, o zagueiro Sandro subiu bem de cabeça e o goleiro Marcão salvou o time bicolor. Na sequência, mais Pantera pelo lado direito com Jefferson Monte Alegre, o atacante mandou um balaço cruzado e Marcão salvou com os pés.

Embalado pela torcida, o São Raimundo chegou ao gol. Aos 28 minutos, Felipe entrou na área e bateu, o goleiro Marcão tentou salvar, mas a bola foi para o fundo das redes, 1 a 0, para delírio do torcedor no Barbalhão. Logo em seguida, o atacante Mike do Papão, tentou cavar um pênalti e o árbitro Joel Alberto Teixeira Rezende mostrou cartão amarelo por simulação para o jogador do time da capital.

O time da casa tinha espaço para atacar e em outra jogada de Jefferson Monte Alegre, o atacante do Pantera soltou o pé e parou em mais uma grande defesa do goleiro Marcão. Com dificuldades de entrar tocando na defesa adversária, os bicolores também resolveram arriscar de longe e quase o atacante Mike marcou, a bola passou perto da meta do goleiro Jader. O São Raimundo continuou alçando bolas na área e em outra tentativa, o meia Jeová quase ampliou de cabeça, o goleiro Marcão ficou só olhando.

Na volta para o 2º tempo e como precisava marcar o técnico Dado Cavalcanti do Paysandu colocou o atacante Walter, que é referência na frente, sacando Peu. Mas quem quase marcou foram os donos da casa. Após bate rebate dentro da área bicolor, Jefferson Monte Alegre cabeceou para a defesa de Marcão. A torcida se animou nas arquibancadas e o Pantera foi para cima. Wendell disparou de longe, a bola passou perto do travessão de Marcão. Só que foi o Papão que marcou.

Após boa jogada individual de Mateus Müller, Renan Gorne recebeu passe e teve tranquilidade para vencer o goleiro Jader e correr para o abraço, tudo igual: 1 a 1, aos 12 minutos. O zagueiro Sandro recebeu o segundo cartão amarelo e consequentemente o vermelho, sendo expulso de campo e deixando o Pantera com um jogador a menos, aos 14 minutos. Wendell estava testando os tiros de longa distância e em mais uma tentativa, a bola passou perto da trave de Marcão.

Em mais uma investida do São Raimundo, Jefferson Monte Alegre se livrou do marcador e chutou, parando em mais uma defesa do goleiro Marcão, que estava inspirado no jogo. Outra expulsão aconteceu aos 24 minutos, desta vez pelo lado do Paysandu. O lateral-esquerdo Mateus Müller, cometeu falta e recebeu o segundo cartão amarelo no jogo e em seguida o vermelho. O Papão quase virou com Fábio Matos, que em jogada individual soltou um petardo de longe, a bola passou muito perto.

O time bicolor conseguiu a virada com Victor Lindenberg, que arrancou em velocidade e chutou forte, aos 35 minutos, 2 a 1, enlouquecendo a Fiel Bicolor no Barbalhão. O Pantera não desistiu e quase empatou no finalzinho, com o sempre perigoso atacante Jefferson Monte Alegre, que recebeu bom passe e ficou de frente com Marcão, mas parou na defesa do goleiro alviceleste. Placar final São Raimundo 1 x 2 Paysandu.

FICHA TÉCNICA

SÃO RAIMUNDO: Jader; Bruno Limão, Moisés, Sandro e João Victor; Romário (Hércules), Wendell, Léo (Ciro) e Jeová (Tetê); Felipe e Jefferson Monte Alegre. Técnico: Vladimir de Jesus.

PAYSANDU: Marcão; Matheus Silva, Derlan, Edimar e Mateus Müller; Cáceres, Willyam e Fábio Matos; Mike (Magno Ribeiro), Peu (Walter) e Renan Gorne (Victor Lindenberg). Técnico: Dado Cavalcanti.

Árbitro: Joel Alberto Teixeira Rezende

Assistentes: Dimmi Yuri das Chagas Cardoso – CBF e Silvério Ferreira Pinto

Quarto-árbitro: Vanaldo Nascimento dos Santos Júnior

Cartões amarelos: Sandro e Bruno Limão (São Raimundo); Mike e Mateus Müller (Paysandu)

Cartões vermelhos: Sandro (São Raimundo) Mateus Müller (Paysandu)

Gols: Felipe, aos 28 minutos do 1º tempo para o São Raimundo; Renan Gorne, aos 12 minutos

Local: Estádio Municipal Jader Fontenelle Barbalho, o Barbalhão, em Santarém

Renda: R$ 118.950,00

Pagantes: 6.031

Credenciados: 774

Público Total: 6.805

Por Fábio Relvas

PFC

PFC contratou o goleiro Bruno Pianissolla e o atacante Maninho para a disputa do Parazão 2018

Os dois jogadores chegaram e já treinaram com o restante do grupo que visando o Paysandu
Continua depois da publicidade
Por Fábio Relvas

O Parauapebas Futebol Clube (PFC) segue treinando firme em busca de uma vitória na estreia do Campeonato Paraense 2018. Os trabalhos estão acontecendo em uma academia da cidade, no Complexo Esportivo e no estádio Rosenão. O primeiro adversário do Gigante de Aço será o Paysandu Sport Club, no próximo dia (17/01), às 20h30, no estádio Leônidas Castro, a Curuzu, em Belém.

Para surpreender o atual bicampeão estadual, a cúpula do PFC segue reforçando seu plantel para a disputa do Parazão. Nesta quarta-feira (10/01), chegou mais um reforço para a equipe do técnico Léo Goiano. Trata-se do goleiro Bruno Pianissolla, 30 anos, natural de Guarapari-ES, com passagens por algumas equipes do futebol brasileiro como: Cruzeiro-MG, Itaúna-MG, Santa Cruz-PE, Ipatinga-MG, Democrata GV-MG, Mixto-MT, CRB-AL e São Paulo-RS.

“Muito feliz por ter me apresentado. Foi um convite do Léo que eu não pude recusar já sabendo do projeto que está acontecendo na cidade e os jogadores que estão vindo pra cá, são jogadores de qualidade, tenho certeza que vai ser uma grande temporada pra gente e vamos fazer de tudo para conseguir levar esse time muito longe. Já joguei contra o Paysandu, contra o Remo, mas com times diferentes é a primeira vez que disputo campeonato, tomara que a gente consiga começar com o pé direito”, disse  Bruno Pianissolla, goleiro do Parauapebas.

Nem bem chegou o goleiro já foi treinando com o resto do grupo. Na tarde desta quarta-feira (10/01), o técnico Léo Goiano trabalhou o time em diversas situações no estádio Rosenão. Treino técnico e tático, de finalização e ataque contra a defesa. Além do goleiro Bruno, outra novidade no PFC é o atacante Maninho, que marcou gol no último amistoso contra o PFC e acabou sendo contratado. Será a terceira passagem do atleta pelo Gigante de Aço.

“Graças a Deus a primeira passagem e a segunda foram boas aqui no Parauapebas Futebol Clube, fui muito bem, mas hoje vim de novo representar essa equipe que é muito importante fazer um bom Campeonato Paraense de novo nessa próxima temporada. Tive a felicidade de marcar um belo gol no amistoso do último final de semana contra o próprio PFC no Rosenão e fui chamado”, afirmou Maninho.

PFC

FPF divulga tabela do Parazão 2018 e PFC vai correr contra o tempo para montar um elenco inteiro e brigar pelo título

A estreia do PFC será diante do Paysandu, em Belém, e segundo a diretoria, apenas Léo Goiano, Cris e Monga, permanecem no time vice-campeão da Segundinha
Continua depois da publicidade
Por Fábio Relvas

A diretoria de competições da Federação Paraense de Futebol (FPF) divulgou nesta quarta-feira (06/12) a tabela do Parazão 2018. Os confrontos da 1ª fase, que é a chamada fase classificatória, foram todos definidos com hora e data, resta apenas acrescentar os locais das partidas, já que não aparece o nome de nenhum estádio na tabela divulgada pela FPF. O motivo, é que as dez equipes que estão na briga pelo título devem apresentar os laudos técnicos até o próximo dia (20/12)

“Estamos aguardando os laudos técnicos dos estádios para poder informar os locais das partidas e atualizar na tabela de jogos. Os laudos tem que ser prioridades dos clubes. As equipes do interior tem que correr com esses documentos. Apesar do recesso da Federação Paraense de Futebol, agora em dezembro, vamos está visitando algumas praças esportivas e verificar como estão em todos os sentidos. Vamos olhas as cabines para saber se a imprensa vai ter condição de trabalhar durante a competição”, afirmou Paulo Romano, diretor de competições da FPF.

O regulamento segue igual ao do Parazão passado, com cinco clubes em cada chave. Na Chave A1: Paysandu, Independente Tucuruí, Águia de Marabá, Cametá e Bragantino, enquanto que na Chave A2 estão: Clube do Remo, São Raimundo, Castanhal, Paragominas e Parauapebas. Os confrontos serão de chave contra chave, em partidas de ida e volta. Os dois primeiros de cada chave avançam para a semifinal, em um campeonato de turno único.

Em relação ao Parauapebas Futebol Clube (PFC), vice-campeão da Segundinha, o time perdeu todo o seu plantel que disputou recentemente o campeonato estadual. A diretoria segue sigilosa correndo contra o tempo para montar um elenco inteiro, já que segundo informações de Jairo Belém, diretor de futebol do PFC, somente o treinador Léo Goiano e a sua comissão técnica, o zagueiro Cris e o atacante Monga, estão confirmados para a elite do futebol paraense.

O time já tem compromisso marcado na primeira rodada diante do Paysandu Sport Club, em Belém, no dia (17/01/18), às 20h30, com partida podendo ocorrer no estádio da Curuzu ou Mangueirão. O técnico Léo Goiano está na capital buscando contato para trazer bons jogadores que possam vestir a Camisa do Gigante de Aço, dentro da realidade do clube. O presidente João Luiz, o popular Uai, afirma que o time vai entrar para buscar o título do Parazão.

“Já estamos planejando o nosso plantel para disputar a elite do futebol paraense. Nós temos um treinador que pensa alto e vamos buscar o título do Parazão. Por que não? O Cametá não foi campeão do interior? O Independente não foi campeão do interior? Parauapebas tem todas as chances, não desmerecendo os outros, mas temos condições tranquilamente de buscar esse objetivo e garantir vaga na Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro da Série D”, afirmou Uai, presidente do PFC.

Segue abaixo o regulamento 2018:

Segue abaixo a tabela 2018:

Futebol

Izabelense quer seguir invicto dentro de casa e conquistar o acesso para elite do futebol Paraense

O Frangão da Estrada não disputa a elite do Parazão desde 1993 e quer mudar o rumo da história contra o PFC
Continua depois da publicidade
Por Fábio Relvas

O Atlético Clube Izabelense (ACI) vem treinando forte visando o jogo da semifinal diante do Parauapebas Futebol Clube (PFC). O Frangão da Estrada, como é chamado o time da cidade de Santa Izabel do Pará, está invicto atuando dentro do estádio Edilson Abreu, o Abreuzão, palco do duelo do próximo domingo (26/11). Em três jogos pela Segundinha do Parazão 2017, a equipe venceu dois jogos e empatou um, justamente contra o Gigante de Aço, em 2 a 2, na fase classificatória.

A cobrança é grande por parte da cúpula do Izabelense, já que o tradicional time do interior do estado, não disputa a elite do futebol paraense há 24 anos, ou seja, desde 1993. Os jogadores sabem da necessidade de voltar a disputar o Campeonato Paraense e atuar contra os grandes da capital Belém, como Remo e Paysandu, e ainda com a força do interior que predomina em números de participantes no Parazão.

“A gente sabe do nosso potencial atuando dentro do nosso estádio Edilson Abreu. A gente está trabalhando forte desde que começou o Campeonato Paraense da segunda divisão e a gente já sabia que tinha possibilidade de subir para a primeira divisão e Graças a Deus a gente está perto de subir para a elite do futebol paraense e se Deus quiser a gente vai subir para o Parazão 2018”, disse Ramon, meio-campo do Izabelense.

Para voltar a elite, a diretoria contratou um treinador experiente e que conhece muito sobre a Segundinha. O técnico Fran Costa, conhecido como “rei do acesso”, quer emplacar mais uma vez o seu nome e o do Izabelense. O comandante do Frangão da Estrada já conseguiu nove acessos, em 11 campeonatos que disputou e esse ano está bem próximo de mais um na carreira.

“A gente vem falando após o jogo contra o Vila Rica, que nós estamos a 90 minutos e a um  gol do acesso. Então está todo mundo consciente que vai ser um grande jogo, um jogo difícil com uma equipe de qualidade que é a do Parauapebas, mas a equipe está focada, trabalhando muito, todo mundo já concentrado para esse jogo mentalmente e fazer o possível para conquistar o nosso objetivo que é o acesso”, afirmou Fran Costa, técnico do Izabelense.

A diretoria do Frangão da Estrada espera contar com o apoio da fanática torcida de Santa Izabel, que promete invadir o estádio Abreuzão e empurrar o time rumo a elite do Parazão. O estádio tem capacidade para 2.000 torcedores, mas os órgãos de segurança pública só liberaram para 1.200 expectadores. Os ingressos para a partida diante do Parauapebas serão vendidos no valor de R$ 15.

“Eu venho trabalhando há mais de dois meses aqui no Izabelense com um único propósito realmente de buscar esse acesso. Logicamente no início do trabalho a uma certa desconfiança e insegurança. No decorrer da competição, quem acompanha começou a acreditar e hoje realmente estamos a 90 minutos a um gol do acesso, fazer um gol e não tomar nenhum e estaremos na fase principal”, finalizou Fran Costa.

A partida entre Izabelense e Parauapebas está marcada para o próximo domingo (26/11), às 15h30, no estádio Edilson Abreu, o Abreuzão, em Santa Izabel do Pará. Se a partida terminar empatada nos 90 minutos, a decisão da vaga para a final será decidida nos pênaltis.

Futebol

Parauapebas vai encarar o Izabelense fora de casa pela semifinal da Segundinha do Parazão

A partida está marcada para o próximo domingo (26/11), no estádio Edilson Abreu em Santa Izabel do Pará. Quem vencer conquista o acesso para a elite do futebol paraense
Continua depois da publicidade
Por Fábio Relvas

Os representantes das quatro equipes classificadas para a semifinal da Segundinha do Parazão: Bragantino, Izabelense, Parauapebas e Sport Belém, se reuniram na tarde desta segunda-feira (20/11), na Federação Paraense de Futebol (FPF), juntamente com a cúpula da instituição, para a realização do sorteio que definiu os dois confrontos do próximo domingo (26/11). O Parauapebas Futebol Clube (FPF) foi representado pelo presidente João Luiz, o Uai, e pelo vice-presidente, Pedro Neto.

O encontro não demorou muito e foi bem objetivo. O adversário do PFC na semifinal da Segundinha do Parazão será o Atlético Clube Izabelense (ACI), em jogo único sem vantagem para nenhuma das equipes. A partida está marcada para o próximo domingo (26/11), às 15h30, no estádio Edilson Abreu, o Abreuzão, em Santa Izabel do Pará. Quem passar para a final sobe para a elite do Parazão 2018. A diretoria do Gigante de Aço já sabe das dificuldades que vai enfrentar atuando na casa do adversário.

“Caímos contra o Izabelense, adversário no qual atuamos na primeira fase e empatamos em 2 a 2 no campo deles. O campo é ruim vamos ter dificuldade em tocar a bola. O time deles é relativamente bom, com alguns jogadores experientes e que conhecem o estádio em vão atuar. Será um jogo muito difícil, assim como foi o primeiro confronto contra eles”, afirmou Jairo Belém, diretor de futebol do PFC.

Parauapebas e Izabelense saíram da Chave A2 da Segundinha. O PFC ficou em primeiro lugar com oito pontos e o Frangão da Estrada em segundo com sete. A partida entre as equipes na fase de grupos terminou empatada em 2 a 2. O jogo foi válido pela terceira rodada da competição estadual. O atacante Aleílson marcou os dois gols do Gigante de Aço e naquela ocasião era o artilheiro com quatro tentos assinalados. Os gols do time de Santa Izabel foram assinalados por Feijão e Herê.

O time do PFC folgou nesta segunda-feira (20/11) e volta aos trabalhos amanhã pela manhã em uma academia da cidade. O time chegou até a semifinal após um jogo dramático diante da Tuna Luso Brasileira no estádio Rosenão. O Gigante de Aço ficou no 0 a 0 contra a Elite do Norte no tempo normal e a vaga foi decidida nas cobranças de pênaltis, com vitória do PFC por 6 a 5. O time está preparado para encarar o próximo adversário.

“Agora não tem como escolher adversário, escolher estádio, temos que jogar e conseguir o acesso. Merecidamente conseguimos dar esse passo adiante e seguir na sequência da competição, porém não tem nada resolvido. Vamos trabalhar forte essa semana para que a gente possa seguir nessa caminhada em direção ao objetivo que nós traçamos desde a minha chegada”, disse Léo Goiano, técnico do Parauapebas.

Semifinais da Segundinha do Parazão

Izabelense x Parauapebas – domingo (26/11), às 15h30, no estádio Edilson Abreu, em Santa Izabel do Pará

Bragantino x Sport Belém – domingo (26/11), às 15h30, no estádio Diogão, em Bragança

PFC

Tuna Luso Brasileira terá mudanças para enfrentar o Parauapebas no estádio Rosenão

O técnico Sinomar Naves ainda não definiu o time titular, mas vai ser obrigado a mudar na defesa cruzmaltina
Continua depois da publicidade
Por Fábio Relvas

Há três anos fora da elite do Campeonato Paraense, as cobranças na Tuna Luso Brasileira só aumentaram após a derrota para o Bragantino, por 1 a 0, no último domingo (12/11), dentro do estádio Francisco Vasques, o Souza, na capital Belém. O resultado deixou a Elite do Norte em segundo lugar na Chave A1 da Segundinha do Parazão com sete pontos conquistados. Isso aumentou a pressão da diretoria do clube para cima do técnico Sinomar Naves e seus comandados.

A Tuna Luso promete uma nova postura na competição e vai tentar surpreender o PFC atuando dentro do estádio Rosenão. O técnico Sinomar Naves vai ser obrigado a mudar a onzena titular que atuou na última partida diante do Tubarão de Bragança. O zagueiro Yuri foi expulso e vai cumprir suspensão automática contra o Gigante de Aço. Mas o treinador conversou com o seu elenco e acredita em um time forte que vai atuar na Capital do Minério.

“Mudaremos por conta da expulsão do Yuri, nós vamos escolher o substituto, mas a preferência é pelo Léo Azevedo (zagueiro prata da casa de Parauapebas), que até entrou no decorrer do jogo. Conversamos bastante com o grupo. Agora que realmente começa o campeonato. São os jogos decisivos, apenas um jogo e nós temos então que ter um foco total e se preparar bem para esses jogos que virão”, afirmou Sinomar Naves, técnico da Tuna Luso.

O time cuzmaltino vem treinando forte em dois períodos para tentar chegar bem no domingo e enfrentar de igual para igual a boa equipe do Parauapebas. A campanha invicta do Gigante de Aço vem sendo respeitada pela Vila Olímpica do Souza, mas nada que tire a confiança da equipe da capital Belém. A Águia Guerreira visa a vaga para semifinal e vai buscar seu objetivo até o fim da partida.

“Lá em Parauapebas a gente sabe que vai ser um jogo difícil, mas nada que a gente não possa pensar em voltar de lá classificado para a próxima fase. Temos que nos preparar bem para esse jogo, e vai ser o grande diferencial o trabalho psicológico que estamos fazendo com o grupo, e mais ainda sabedores que nós vamos ter um jogo difícil e temos que estar bem preparados em todos os aspectos para voltar de lá classificado”, disse Sinomar Naves.

A fase de quartas de final da Segundinha do Parazão é jogo único e sem vantagem para nenhuma das equipes, ou seja, se caso a partida entre Parauapebas e Tuna Luso terminar empatada nos 90 minutos, a decisão da vaga para a semifinal vai para a disputa de pênaltis. Os tunantes não descartam esta possibilidade e contam com o experiente goleiro Rodrigo Ramos, de 38 anos.

“Tranquilidade e sem afobação. Vencer com um espirito competitivo e com o sangue no olho, que eu acho que ainda falta para alguns atletas, principalmente para os mais jovens. Você tem que ter sangue no olho. A gente tem mostrado a importância que é sair daqui do estado do Pará com uma classificação como essa. A Tuna há muito tempo não disputa uma primeira divisão”, declarou Rodrigo Ramos, goleiro da Tuna Luso.

Parauapebas Futebol Clube e Tuna Luso Brasileira se enfrentam neste domingo (19/11), a partir das 15h30, no estádio José Raimundo Roseno Araújo, o Rosenão.

Quartas de final da Segundinha do Parazão

Tapajós x Sport Belém – sábado (18/11), às 15h30, no estádio do Souza, em Belém

Bragantino x Tiradentes – domingo (19/11), às 15h30, no estádio Diogão, em Bragança

Parauapebas x Tuna Luso – domingo (19/11), às 15h30, no estádio Rosenão, em Parauapebas

Izabelense x Vila Rica – domingo (19/11), às 15h30, no estádio Edilson Abreu, em Santa Izabel

Parazão

Reta final da primeira fase da Segundinha do Parazão promete fortes emoções

Duas equipes já confirmaram classificação e agora restam seis vagas para nove times na disputa
Continua depois da publicidade
Por Fábio Relvas

A primeira fase da Segundinha do Parazão entra em sua reta final. No próximo final de semana acontece a última rodada da fase de classificação com seis jogos a serem realizados. Matematicamente, duas equipes já conquistaram vaga: Parauapebas e Tapajós, enquanto três estão fora da disputa: Desportiva, Gavião Kykatejê e Paraense. Sendo assim, restam seis vagas que serão disputadas por Tuna, Bragantino, Sport Belém, Vênus, Izabelense, Carajás, Tiradentes, Santa Rosa e Vila Rica.

Segundo o regulamento da competição estadual, avançam os dois primeiros de cada chave e mais os dois melhores terceiros colocados. A ideia da Federação Paraense de Futebol (FPF), é colocar todos os jogos da 5ª rodada no mesmo dia e no mesmo horário. A princípio na tabela, as partidas estão marcadas para o próximo domingo (12/11), sendo quatro delas às 9h30, faltando confirmar o horário e o local de mais dois jogos.

Pela Chave A1, Tuna Luso e Bragantino, ambos perto da classificação com sete pontos cada, se enfrentam para saber quem fica com a primeira posição para decidir em casa na fase eliminatória. O Tubarão de Bragança é o primeiro e a Elite do Norte a segunda no critério saldo de gols. O jogo está marcado para o estádio Francisco Vasques, o Souza, pertencente a equipe cruzmaltina, na capital Belém.

Na outra partida da chave, Sport Belém e Vênus vão brigar por uma vaga no estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão. Só a vitória interessa para ambas as equipes, que estão com quatro pontos cada, na 3ª e 4ª colocação, respectivamente. Esse jogo é matar ou morrer, já que uma vitória pode classificar uma das equipes e uma derrota consequentemente vai acabar com o sonho de acesso ainda na primeira fase.

Na Chave A2, o líder Parauapebas Futebol Clube vai folgar na rodada e acompanhar de camarote os outros resultados para saber sua posição na classificação final. No momento, o PFC é o 1º colocado com oito pontos. A rodada da chave segue com Desportiva e Carajás, sem local e horário confirmado. A Desportiva Paraense é a lanterna e vai só para cumprir tabela já que a equipe de Marituba perdeu os três jogos que disputou e está fora. Para o Carajás, o Pica-Pau do Outeiro, só a vitória interessa para sonhar em conquistar a segunda ou terceira posição.

No outro duelo entre Tiradentes e Izabelense, que também segue sem local e horário, vale vaga na disputa. O Tigre é quarto colocado com três pontos e ainda sonha com uma vitória para buscar uma possível terceira vaga, enquanto que o Frangão da Estrada de Santa Izabel, briga para chegar aos 10 pontos e tirar a primeira posição do PFC e decidir dentro de casa na fase eliminatória, o empate garante o Izabelense em segundo lugar da chave.

Em relação a Chave A3, o já eliminado Gavião Kykatejê vai folgar na rodada e com isso terminou sua participação melancólica na competição. Em quatro jogos, empatou três e perdeu um, somando apenas três pontos. Duas partidas vão definir os classificados da chave. Paraense e Vila Rica duelam no estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão. A partida está marcada para às 9h30, no mesmo horário de Sport Belém e Vênus. Sendo assim, a FPF vai ter que alterar o local ou o horário de uma das partidas. O Paraense é o quinto com apenas um ponto e está eliminado, vai jogar apenar para cumprir tabela, enquanto que o Vila Rica quer uma vitória para chegar em segundo ou em terceiro na chave. O Cachorro Doido da Pedreira tem quatro pontos e segue em terceiro lugar.

Na outra partida da chave o Santa Rosa vai em busca da classificação diante do poderoso Tapajós. O jogo na tabela da FPF está marcado para às 9h30, mas sem local definido. A Pantera de Icoaraci tem quatro pontos e no momento é a segunda colocada, enquanto que o Boto de Santarém segue impossível e com 100% de aproveitamento na Segundinha do Parazão. O Tapajós já é o primeiro colocado com nove pontos. Destaque para o último resultado do Tapajós onde simplesmente massacrou o Paraense pelo placar de 10 a 0 no estádio Mangueirão.

Parazão

Parauapebas empata com o Izabelense e fica perto da vaga para a 2ª fase da Segundinha

O atacante Aleílson voltou a brilhar e marcou os dois gols do PFC, disparando na artilharia da competição
Continua depois da publicidade
Por Fábio Relvas

O Parauapebas Futebol Clube empatou, em 2 a 2, diante do Izabelense, na tarde desta terça-feira (24/10), no estádio Edilson Abreu, o Abreuzão, em Santa Izabel do Pará. A partida foi válida pela terceira rodada da Segundinha do Parazão. O atacante Aleílson marcou os dois gols do Gigante de Aço e se isolou na artilharia da competição com quatro tentos assinalados, enquanto que Feijão e Herê marcaram para o Frangão da Estrada. Com o empate, o PFC segue líder da Chave A2 com sete pontos e está perto da vaga para a segunda fase da Segundinha.

O próximo compromisso do Parauapebas será contra o Carajás, no domingo (05/11), às 16h, no estádio José Raimundo Roseno Araújo, o Rosenão. O time pode classificar com qualquer resultado, dependendo de outras partidas.

A partida: Izabelense 2 x 2 Parauapebas

A partida foi realizada de portões fechados já que os laudos técnicos não foram aprovados e os órgãos públicos não garantiram segurança para receber torcida no estádio Edilson Abreu, o Abreuzão, em Santa Izabel. Sendo assim, a torcida do Frangão da Estrada subiu nos muros, improvisou arquibancadas e assistiu dos prédios aos arredores do estádio. Antes mesmo da bola rolar, a chuva veio forte com direito a raios, mas nada que tirasse o ânimo dos torcedores. O jogo teve atraso de 15 minutos devido à falta de ambulância no estádio.

Como anfitrião, o Izabelense começou o jogo tentando botar pressão, mas não conseguiu muito êxito. Quem abriu o placar foi o PFC em grande jogada com o atacante Aleílson, que marcou, aos oito minutos de bola rolando, 1 a 0 Gigante de Aço. O Parauapebas seguiu dominando todo o 1º tempo e levou perigo diversas vezes à meta defendida pelo goleiro Redson.

O Frangão da Estrada voltou a pressionar e acabou chegando ao gol de empate. Aos 46 minutos, no último lance da primeira etapa, o estreante atacante Feijão venceu o bom goleiro Cleriston e deixou tudo igual no Abreuzão, 1 a 1. A chuva atrapalhou o andamento da partida, já que o gramado, além de ter muito buraco, ficou encharcado e dificultou o toque de bola das duas equipes.

Apesar das dificuldades dos times dentro de campo, o segundo tempo começou agitado e com gols. O atacante Aleílson marcou seu segundo gol no jogo e deixou o PFC em vantagem novamente, 2 a 1, aos 17 minutos. Só que nem deu tempo para comemorar e o Izabelense foi logo marcando o gol de empate, através do atacante Herê, aos 18 minutos, tudo igual em Santa Izabel, 2 a 2.  Depois disso ninguém mais conseguiu atacar tanto e a partida terminou mesmo no empate.

FICHA TÉCNICA

IZABELENSE: Redson; Bruno (Vanderlei), Marquinho, Júnior e Júnior Lima; Galvão (Eduardo), Pelezinho, Helisson e Ramon; Feijão e Herê (André). Técnico: Fran Costa

PARAUAPEBAS: Cleriston; Wanderson, Cris, Wanderlan e Neilson; Everton Luiz, Gilberto, Felipe Baiano (Matheus Moreno) e Thiago Potiguar; Monga (Tozim) e Aleílson. Técnico: Everton Goiano

Árbitro: Joelson Nazareno Ferreira Cardoso

Assistentes: Rafael Bastos Cardoso e Raimundo Dácio Silva da Costa

Quarto árbitro: Joquetam Moreira Guimarães

Cartões amarelos: Everton Luiz (Parauapebas) e Feijão (Izabelense)

Gols: Aleílson aos oito minutos do 1º tempo para o Parauapebas; Feijão aos 46 minutos do 1º tempo para o Izabelense; Aleílson aos 12 minutos do 2º tempo para o Parauapebas e Herê aos 18 minutos do 2º tempo para o Izabelense

Local: Estádio Edilson Abreu, o Abreuzão, em Santa Izabel do Pará

Resultados da Segundinha

Chave A2

Izabelense 2 x 2 Parauapebas

Chave A3

Tapajós 2 x 0 Gavião Kyikatejê