Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Esporte

Com gol de Cassiano, Paysandu vence Ponte Preta pela estreia da Série B

O gol único do jogo foi assinalado pelo atacante Cassiano, logo aos três minutos de bola rolando.

O Paysandu Sport Club estreou com o pé direito no Campeonato Brasileiro da Série B de 2018. O time paraense venceu a Ponte Preta, por 1 a 0, na noite deste sábado (14), no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

O gol único do jogo foi assinalado pelo atacante Cassiano, logo aos três minutos de bola rolando, depois da lambança da zaga da Macaca. A partida foi de portões fechados, devido à punição sofrida da Ponte Preta pelo STJD dos fatos que ocorreram na 37ª rodada do Brasileirão do ano passado, quando os torcedores invadiram o gramado após o rebaixamento diante do Vitória-BA. O time de Campinas pegou punição de seis jogos sem torcida.

O Paysandu volta a campo pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro da Série B diante do Londrina-PR, na próxima sexta-feira (20), às 21h30, no Estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão, em Belém. Após o final da primeira rodada, o Papão soma três pontos e é o 7° colocado na tabela de classificação.

O jogo: Deu Paysandu na estreia da Série B – Macaca 0 x 1 Papão!

O Paysandu surpreendeu a Ponte Preta logo no início da partida. O zagueiro Reynaldo fez uma lambança sozinho, errando o domínio de bola, e o atacante Cassiano chegou batendo para o fundo do barbante do goleiro Ivan, 1 a 0 Papão, aos três minutos. O time bicolor teve uma baixa aos sete minutos, quando o meia Danilo Pires sentiu sozinho a coxa esquerda e teve que ser substituído pelo lateral-direito Matheus Silva.

O time paraense era melhor em campo e em um contra-ataque rápido, o atacante Moisés rolou para a chegada de Cassiano, na hora de concluir, a zaga chegou travando. Mais uma tentativa do Paysandu, Pedro Carmona cobrou falta na área, Edimar desviou de cabeça para a chegada de Perema, que também de cabeça mandou para o gol, o goleiro Ivan defendeu para a Macaca.

Os donos da casa reagiram: após cobrança de falta de Orinho, o zagueiro Renan Fonseca raspou de cabeça e a bola passou muito perto da meta de Renan Rocha, quase o gol de empate. O atacante Júnior Santos saiu bem da marcação e chutou de fora da área, o goleiro Renan Rocha salvou o bicolor estadual. A Ponte Preta cresceu no jogo em outra tentativa de Júnior Rocha, o zagueiro Perema vacilou e o goleiro Renan Rocha teve que sair no abafa para evitar o empate.

Só dava Macaca, Júnior Santos outra vez invadiu a área e chutou, a zaga do Papão fez o corte e na volta, o próprio Júnior Santos levantou e a defesa bicolor mandou para escanteio. Em outra jogada de linha de fundo, Lucas Mineiro tocou para Marciel cruzar e a bola estourar na zaga do Paysandu, cedendo outro escanteio. O time bicolor respondeu em um escanteio cobrado por Pedro Carmona, o atacante Mike subiu livre, mas cabeceou por cima da meta de Ivan.

No segundo tempo, o time paraense chegou em cobrança de falta, mas Pedro Carmona mandou sem muito perigo por cima da meta. Mais uma lambança da zaga da Macaca, Cassiano recebeu passe e chutou para o gol, a bola explodiu contra o zagueiro Renan Fonseca. Minutos depois o zagueiro Renan Fonseca, errou novamente, e entregou nos pés de Cassiano, o atacante bicolor arriscou de fora da área, mas mandou longe.

A Ponte Preta chegou na arrancada de Orinho, que chutou forte de fora da área e parou na boa defesa do goleiro Renan Rocha. Em um contra-ataque do Papão, Mike lançou para Cassiano que chutou cruzado, a bola passou muito perto da meta de Ivan, que chance perdeu o Paysandu. O castigo para o time bicolor quase aconteceu minutos depois, quando a Macaca pressionou dentro da área até a bola chegar para o atacante André Luís, que driblou dois adversários e chutou para a defesa do goleiro Renan Rocha.

O desespero começava a bater no time da Ponte Preta, quando Paulinho tentou marcar de fora da área e mandou longe da meta bicolor. A Macaca começou alçar bolas na área, em uma delas, o zagueiro Edimar raspou de cabeça, a bola bateu em Diego Ivo e quase vai para o fundo do gol, o que seria contra. O árbitro levou até aos 50 minutos. No último lance, a bola foi levantada mais uma vez na área, o atacante Felipe Cardoso subiu de cabeça e a bola explodiu no travessão do goleiro Renan Rocha, quase o empate. Placar final: Ponte Preta 0 x 1 Paysandu.

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA: Ivan; Tony, Reynaldo (Murilo Henrique), Renan Fonseca e Marciel (Felipe Cardoso); Nathan, Paulinho e Lucas Mineiro; Felipe Saraiva (André Luís), Orinho e Júnior Santos. Técnico: Doriva

PAYSANDU: Renan Rocha; Perema, Diego Ivo, Edimar e Mateus Muller; Nando Carandina, Pedro Carmona (Willyam) e Danilo Pires (Matheus Silva); Moisés (Magno), Mike e Cassiano. Técnico: Dado Cavalcanti

Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez (PE)

Assistentes: Clovis Amaral da Silva (PE) e Cleberson do Nascimento Leite (PE)

Cartões amarelos: Nathan (Ponte Preta); Mateus Muller e Renan Rocha (Paysandu)

Gol: Cassiano, aos três minutos do 1º tempo para o Paysandu

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)

Por Fábio Relvas