Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!

Remo, Paysandu e Águia de Marabá avançam para as quartas de final da Copa Verde.

Confira também as últimas do Parazão 2017, que tem Paysandu e Remo liderando seus respectivos grupos

Por Fábio Relvas

O futebol paraense vem se destacando na Copa Verde 2017. Os três representantes do estado, Remo, Paysandu e Águia de Marabá, chegaram as quartas de final da competição sem muitas dificuldades.

O Clube do Remo enfrentou o Atlético-AC na primeira fase da competição. No jogo de ida, o Leão Azul ficou no empate fora de casa atuando no estádio Arena da Floresta, em Rio Branco. A partida terminou em 1 a 1, com o time mandante marcando primeiro com o atacante Careca, aos quatro minutos do 2ª tempo. O Remo chegou ao seu gol em um bonito chute do meia Flamel de fora da área, aos 30 minutos, igualando o placar.

Na partida de volta, a torcida do Remo fez a festa no estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão, em Belém. Quase nove mil azulinos empurraram o Leão que deitou e rolou no time adversário. Mas os gols só saíram na etapa final de jogo, com o zagueiro Henrique marcando o primeiro de cabeça, aos quatro minutos, após escanteio da esquerda. Aos 11 minutos, Tsunami que atuou improvisado na lateral esquerda, deu um corte seco em Januário e bateu no ângulo, um golaço! O terceiro saiu aos 35 minutos, quando o atacante Gabriel Lima pegou a sobra na área e fuzilou para o fundo da meta do goleiro Babau. Para sacramentar a vitória e a classificação, o atacante Jayme dominou de frente para o crime e chutou com estilo: Remo 4 x 0 Atlético-AC. O próximo adversário do Leão Azul será o Santos-AP.

Já o Paysandu encarou o desconhecido Galvez, também do estado do Acre. Assim como o Leão, o Papão também atuou no estádio Arena da Floresta, na partida de ida. Jogo morno e o placar ficou no empate sem gols. Na partida de volta, no estádio Leônidas Castro, a Curuzu, em Belém, o Paysandu encontrou um adversário tinhoso, que vendeu caro a derrota. O time paraense saiu na frente no chutaço de fora da área do meia Diogo Oliveira, aos 31 minutos da primeira etapa. Na etapa derradeira, com um futebol apático, o Papão foi deixando o adversário gostar do jogo e chegou a ameaçar a meta do goleiro Emerson. O lance polêmico da partida, aconteceu aos 47 minutos, quando o meia Ciel foi derrubado pelo zagueiro Fernando Lombardi dentro da área, e o árbitro André Rodrigo Rocha, do Tocantins, não marcou. No lance seguinte, o bicolor estadual foi para cima e o atacante Bergson acertou um chutaço no ângulo do goleiro Máximo, fechando o placar, em 2 a 0, e confirmando a classificação do Paysandu, que enfrenta o Águia de Marabá nas quartas.

Para chegar à classificação, o Águia de Marabá passou sufoco na partida de ida da 1ª fase. O Azulão foi derrotado pelo São Raimundo-RR pelo placar de 1 a 0, no estádio Vila Olímpica, em Boa Vista. O gol foi marcado pelo meio campo Ygor, que chutou a bola bateu na trave e sobrou para ele mesmo completar para o fundo das redes.

Na partida de volta, realizada neste domingo (19/03), no estádio Zinho Oliveira, em Marabá, o Azulão precisava vencer por dois gols de diferença para conquistar a vaga. Com promoção de ingressos e o fato das mulheres não pagarem, a torcida marabaense compareceu em peso para incentivar os donos da casa. O time paraense sufocou o adversário do início ao fim e os gols foram saindo naturalmente. Logo aos três minutos, Vinícius abriu o marcador para o Águia. O jovem atacante Tiago Mandi, cobrou falta com categoria e ampliou aos 40 minutos, 2 a 0, resultado que já daria a classificação ao Azulão. O time do técnico João Galvão não diminuiu o ritmo e seguiu em cima na segunda etapa, e aos dois minutos, Vinícius mais uma vez deixou sua marca e decretou a vaga para as quartas de final.

Quartas de final da Copa Verde

Os confrontos já foram definidos com todos os jogos no próximo dia 29 de março, restando à CBF – Confederação Brasileira de Futebol -realizar o sorteio para saber a ordem de quem joga primeiro em casa. São eles:

Paysandu x Águia de Marabá /  Santos -AP x Remo / Luverdense-MT x Rio Branco-ES / Luziânia-DF x Rondoniense-RO

Parazão 2017

A bola rolou para a 8ª rodada do Parazão 2017. No sábado (18/03), Cametá e Castanhal ficaram no empate sem gols e se complicaram na tabela de classificação. A partida foi realizada no estádio Parque do Bacurau, em Cametá. Já o Independente não tomou conhecimento e venceu com facilidade a equipe do Pinheirense, no estádio Navegantão, em Tucuruí . O atacante Monga recebeu na área, girou o corpo e fuzilou o goleiro Adriano Paredão, abrindo o placar aos 34 minutos de jogo. O Galo Elétrico ampliou com o outro atacante, Diego Lira (ex-Parauapebas), que pegou a sobra e mandou para o fundo do gol aos 45 minutos. O parauapebense, Magno Ribeiro, fechou o placar em um golaço, após receber lançamento, o atacante, que também passou pelo PFC, driblou o zagueiro para o meio e mandou por cobertura, aos quatro minutos da etapa derradeira. Placar final: Independente 3 x 0 Pinheirense. Galo Elétrico já está classificado para a semifinal.

A rodada seguiu na tarde deste domingo (19/03), com a partida entre Remo x São Raimundo, no estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão, em Belém. O Leão Azul embalado após goleada na Copa Verde, foi para cima do Pantera. A arbitragem marcou pênalti para o Remo do zagueiro Wanderlan em cima do ataque remista. O meia Marquinhos com muita categoria deslocou o goleiro, 1 a 0, aos 27 minutos. O árbitro Wesley do Couto assinalou outro pênalti para os azulinos em cima do lateral-direito Léo Rosa. Flamel cobrou, o goleiro defendeu e a bola acertou a trave direita da meta defendida por Roger Kath.

No intervalo da partida, o técnico Josué Teixeira, teve uma crise hipertensiva e seu auxiliar Márcio Roberto, foi quem comandou o Remo na segunda etapa. O Leão chegou ao terceiro gol com atacante Jayme, que mergulhou de peixinho após um cruzamento da direita, aos 14 minutos. O São Raimundo com o atacante Tiago Capim diminuiu o placar aos 26 minutos e ainda acertou uma bola na trave aos 49. Final de jogo: Remo 2 x 1 São Raimundo, o Leão Azul conquistou sua classificação para a semifinal sendo o líder isolado e o único invicto do Parazão 2017.

A rodada segue nesta terça-feira (21/03) com São Francisco x Paysandu, às 20h30, no estádio Jader Barbalho, o Barbalhão, em Santarém, e terá complemento na quarta-feira (22/03) com Águia x Paragominas, às 16h, no estádio Zinho Oliveira, em Marabá.

Classificação

 

Os dois primeiros de cada grupo disputam a semifinal do Parazão

Futebol

FPF divulga tabela do Parazão 2017

As finais do Parazão serão realizadas nos dias 30 de abril e 7 de maio.

A Federação Paraense de Futebol (FPF) divulgou a tabela inaugural da edição 2017 do Parazão. Em novo formato, a principal competição do Estado está prevista para começar no dia 28 de janeiro e colocará em campo dez clubes.

O atual campeão, Paysandu, faz sua estreia no Estádio da Curuzu, em Belém, no sábado (28), a partir de 16h, contra o Castanhal. Já o Clube do Remo entra em campo no dia seguinte, também em Belém, contra o Cametá no Mangueirão. Paragominas x Independente, na Arena Verde, e Águia x São Raimundo, em Marabá, completam os jogos do sábado. A rodada será completada no domingo com a partida entre São Francisco x Pinheirense, em Santarém.

Um dos jogos mais esperados do campeonato, o primeiro clássico Re-Pa está agendado para o dia 12 de fevereiro, no Mangueirão, com mando de campo do Clube do Remo. Já as finais do Parazão serão realizadas nos dias 30 de abril e 7 de maio.

Veja os grupos do Parazão 2017

Grupo A
Paysandu
São Raimundo
Cametá
Paragominas
Pinheirense

Grupo B
Remo
São Francisco
Águia de Marabá
Independente Tucuruí
Castanhal

Confira a tabela completa do Parazão 2017.

Pará

Copa do Brasil: Paysandu vence o Operário-PR e está na terceira fase

Paysandu e Operário-PR decidiram ontem (06) a vaga na próxima fase da Copa do Brasil 50 dias após o jogo de ida, disputado no dia 17 de maio no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, quando o Operário-PR levou a melhor e venceu por 1 a 0, gol de Washington. Precisando marcar, o Papão não seu sopa para o azar e fez 2 a 0 logo no primeiro tempo.

Já em Belém, na Curuzu, em noite de artilheiro, o zagueiro Gilvan garantiu o Paysandu na próxima fase da Copa do Brasil. Em desvantagem após perder por 1 a 0 no jogo de ida, o Papão precisava vencer por dois gols para garantir a vaga na próxima fase. Com dificuldades para finalizar, as chances vieram na bola parada. Primeiro, aos 37 minutos, Rafael Costa mandou a bola na área, Fernando Lombardi desviou e o zagueiro Gilvan aproveitou para abrir o placar. Depois, aos 43, nova cobrança de Rafael Costa para Gilvan, mais uma vez, balançar as redes. No segundo tempo, o Papão administrou o placar, enquanto o Fantasma foi para cima em busca de um gol da classificação, mas ficou no quase. Juba balançou o travessão em chute de fora da área, William Lira mandou de cabeça e a bola passou perto. Melhor para o Paysandu, que contou com a força da defesa para garantir o placar e avançar na competição.

1º Tempo – Como esperado, o Paysandu tentou pressionar desde o início em busca do gol. Porém, a primeira boa chance foi do Operário-PR, em chute de Washington, por cima. Depois, só deu Papão. O Fantasma abusou das faltas perto da área e pagou o preço. Primeiro, aos 37 minutos, Rafael Costa mandou a bola na área, Fernando Lombardi desviou e Gilvan aproveitou para abrir o placar. Depois, aos 43, nova cobrança de Rafael Costa para Gilvan, mais uma vez, balançar as redes.

2º Tempo – Em vantagem, o Paysandu voltou do intervalo tentando administrar o placar obtido na primeira etapa. As melhores chances desta vez foram do Operário-PR. Aos 14, Lucas cobrou falta e a bola passou perto. Enquanto o Papão apostava nas bolas paradas, o Fantasma pressionava. Aos 39 minutos, Juba chutou da entrada da área e a bola explodiu no travessão. Três minutos depois, William Lira recebeu cruzamento e mandou de cabeça, com a bola passando ao lado da trave. No fim, melhor para o Paysandu, que garantiu a vitória e a vaga.

O nome do jogo – O Paysandu não marcava há três jogos. Se o ataque não vem resolvendo, coube ao zagueiro Gilvan o papel de artilheiro para garantir a classificação do Papão na Copa do Brasil. Foram dele os dois gols na vitória sobre o Operário-PR. Primeiro, ele aproveitou o desvio do companheiro de zaga Fernando Lombardi para abrir o placar. Depois, marcou de cabeça após cobrança de falta de Rafael Costa. Foi o terceiro gol de Gilvan na Copa do Brasil (ele tinha marcado um contra o Independente-PA, na primeira fase).

Próxima fase – O Paysandu encara o Juventude na terceira fase da Copa do Brasil. O jogo de ida será no dia 20 de julho, uma quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul. A partida de volta será no dia 27 de julho, também uma quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), no estádio da Curuzu, em Belém. Já pela Série C, o Paysandu joga no sábado, às 21h (de Brasília), contra o Londrina, no estádio da Curuzu, pela 15ª rodada da Série B do Brasileiro. (Com informações do GE)

Marabá

Copa Verde: Paysandu vence o Águia em Marabá e leva boa vantagem para o jogo de volta

imageÁguia de Marabá e Paysandu se enfrentaram pelas oitavas de final da Copa Verde nesta quarta-feira, no estádio Zinho de Oliveira, em Marabá. Fora de casa, o Papão conseguiu ótimo resultado para a segunda partida, vitória por 1 a 0, com gol de falta de Celsinho. A partida de volta ocorre no dia 28 de março, no Mangueirão.

Pelo Campeonato Paraense, o Paysandu ficou com o título do primeiro turno e precisou passar pelo Águia na semifinal para chegar à decisão. A partida da semifinal terminou em 0 a 0 e o Papão venceu por 4 a 2 nas penalidades.

Sem Gols
A primeira chegada foi do Paysandu, de cabeça, no primeiro minuto de jogo; Raphael Luz recebeu cruzamento na área e cabeceou por cima o travessão. O Papão começou assustando e, logo depois, teve mais uma boa chance. Celsinho cobrou falta, Lucas desviou e Bruno Colaço fez grande defesa.

O Águia respondeu aos 15, com Charles, que cabeceou para fora após cobrança de escanteio de Flamel. O Azulão cresceu no jogo. Aos 28, a Águia fez troca de passes na entrada da área, Léo Carioca chutou forte, mas para fora. Aos 30, a equipe voltou a chegar. Valdanes cobrou falta na área e Charles desviou para defesa de Marcão.

O jogo seguiu movimentado. Aos 34 os jogadores do Papão protestaram contra pênalti não marcado. O Paysandu partiu em velocidade para o ataque, Leandro Cearense recebeu lançamento de Celsinho e foi derrubado na hora de finalizar, mas a arbitragem não marcou pênalti.

Paysandu sai na frente
Próximo aos 10 minutos do segundo tempo, houve uma sequência de boas oportunidades na partida, que terminou em gol do Paysandu. Primeiro, Celsinho partiu pelo meio, mas a defesa da Águia travou o chute e na sobra Fabinho errou feio. Logo na sequência, o Azulão saiu rápido e chegou com Valdanes, que bateu para nova defesa de Marcão.

O gol do Papão veio aos 12, com Celsinho. O meia cobrou falta venenosa na área, Raphael Luz subiu para cabecear e não alcançou, mas enganou o goleiro Bruno Colaço, indo morrer no fundo do gol. Aos 24, o Águia chegou com perigo. Valdanes cobrou escanteio, Joãozinho finalizou, mas a bola saiu pela linha de fundo. Celsinho voltou a levar perigo em cobrança de falta aos 33. O jogador bateu direto para o gol e a bola passou perto. No finalzinho, o Águia teve duas oportunidades de empatar. Primeiro com Tiago e depois com Helinton, mas ambas tentativas pararam no goleiro Marcão.

Ficha Técnica

  • Águia: Bruno Colaço; Léo Carioca (Tiago), Charles e Bernardo e Edinaldo; Mael, Robert, Geovane (Eric Lima) e Flamel; Valdanes e Joãozinho (Heliton). Técnico: João Galvão
  • Paysandu: Marcão; Roniery, Fernando Lombardi, Pablo e Lucas; Ilaílson, Ricardo Capanema, Raphael Luz (Marcelo Costa) e Celsinho (Bruno Smith); Fabinho Alves (Wanderson) e Leandro Cearense. Técnico: Dado Cavalcanti

Árbitro : Andrey da Silva e Silva – PA

Assistentes: Lúcio Ipojucan Ribeiro – PA e Luís Diego Nascimento Lopes – PA

Cartões Amarelos: 

Águia: Tiago, Léo Carioca, Robert;

Paysandu: Ilaílson, Fabinho, Pablo

Paysandu vence o Remo nos pênaltis e conquista o 1º turno do Campeonato Paraense 2016

paysandu_1O Paysandu é o campeão da Taça Cidade de Belém. O Papão só ficou com a taça após vencer o arquirrival Remo, em pleno Mangueirão, por 4 a 1 nas penalidades máximas. No tempo normal, o Papão vencia até aos 39 minutos do segundo tempo, quando sofreu o gol de empate.

Com isso, o Paysandu já está confirmado na Copa do Brasil e na Copa Verde 2017, pois ficará entre os três melhores do Campeonato Paraense.

O JOGO
Clássico é clássico e vice-versa. Remo e Paysandu fizeram um primeiro tempo com boas chances de gols. O cartão de boas-vindas foi do Papão num belo voleio de Betinho, que passou rente ao travessão. A resposta foi de Lecy, que chutou para a grande defesa de Emerson. Na sobra, Ciro tentou, mas também ficou no arqueiro.

Paysandu derrota Remo e é campeão

Paysandu derrota Remo e é campeão

Aos 30 minutos, uma infelicidade do meia Eduardo Ramos fez o Paysandu abrir o marcador. Após cobrança de falta de Marcelo Costa, o jogador do Remo jogou contra a própria rede. O árbitro, porém, assinalou para o meia do Papão. Apesar da forte chuva que caiu em Belém, a partida seguia à todo vapor. Atrás do placar, o Remo esboçou uma reação final, mas não conseguiu passar pelo bloqueio adversário.

No segundo tempo, o panorama do jogo mudou, foi praticamente um ataque contra defesa. O Paysandu recuou e deu campo para o Remo, que foi para a pressão em busca do empate. Aos 18 minutos, Welthon invadiu a área e chutou para defesa do goleiro Emerson, que jogou a bola para escanteio.

Apesar de ter três atacantes em campo, o Papão marcava atrás da linha da bola, porém, acabou surpreendido aos 39 minutos. Welthon foi derrubado pelo goleiro Emerson, que acabou expulso, e o árbitro marcou penalidade máxima. Na cobrança, Eduardo Ramos se reabilitou e levou o jogo para os pênaltis.

Na marca da cal, Leandro Cearense, Bruno Veiga, Augusto Recife e Raphael Luz foram o responsáveis pelo título do Papão. O Remo marcou apenas o primeiro com Eduardo Ramos. Léo Paraíba e Ciro desperdiçaram suas cobranças.

FICHA TÉCNICA – PAYSANDU 1 (4) X (1) 1 REMO

  • PAYSANDU – Emerson; Roniery, Fernando Lombardi, Pablo e Lucas; Ricardo Capanema, Augusto Recife, Raphael Luz e Marcelo Costa (Bruno Veiga); Fabinho Alves (Marcão) e Betinho (Leandro Cearense). Técnico – Dado Cavalcanti.
  • REMO – Fernando Henrique; Murilo (João Victor), Ítalo, Henrique e Levy; Michel, Alisson, Yuri (Léo Paraíba), Marco Goiano (Welthon) e Eduardo Ramos; Ciro. Técnico – Leston Junior.

ÁRBITRO – Joelson Nazareno,

RENDA: R$ 350.265,00 – PÚBLICO PAGANTE: 15.584  – CREDENCIADOS: 2.535  – PÚBLICO TOTAL: 18.119

LOCAL – Estádio Mangueirão, em Belém (PA)

Copa Verde confirmada para começar em 6 de fevereiro com jogo entre Fast Clube (AM) e Águia de Marabá (PA)

A primeira competição carbono zero do futebol nacional, a Copa Verde 2016, foi lançada na tarde da última quarta-feira (20), em Belém, com a presença de autoridades, incluindo o governador do estado do Pará, Simão Jatene, o prefeito da capital paraense, Zenaldo Coutinho, e do presidente interino da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Antônio Carlos Nunes.

Além de reiterar o novo formato da competição, com uma fase preliminar e, ainda, iniciativas que remetem ao processo sustentável, Nunes também anunciou que a CBF estuda financeiramente a possibilidade de criação da Copa Verde para a categoria Sub-20.

A fase inicial da Copa Verde está confirmada para começar no dia 6 de fevereiro, com o confronto entre Fast Clube, do Amazonas e Águia de Marabá, do Pará. Já no dia 17, acontece o duelo de volta, além da primeira partida entre Vila Nova, de Goiás, e Brasília, do Distrito Federal. As demais equipes iniciam diretamente na Primeira Fase, em março. Representam o Pará na competição o Paysandu, o Remo e o Águia de Marabá.

Confira os jogos:

Fase preliminar

Dia 06/02
Fast Clube-AM x Águia de Marabá-PA

Dia 17/02
Águia de Marabá-PA x Fast Clube-AM
Brasília-DF x Vila Nova-GO

Dia 02/03
Vila Nova-GO x Brasília-DF
Primeira Fase – Ida

Primeira Fase – Ida

09/03
Vencedor de Fast e Águia x Paysandu-PA
Genus-RO x Rio Branco-AC
Náutico-RR x Remo-PA
Santos-AP x Nacional-AM
Vencedor do jogo entre Brasília e Vila Nova x Luverdense
Interporto-TO x Gama-DF
Rio Branco-ES x Aparecidense-GO
Comercial-MS x Cuiabá

Primeira Fase – Volta

16/03
Paysandu-PA x Vencedor de Fast ou Águia
Rio Branco-AC x Genus-RO
Remo-PA x Náutico-RR
Nacional-AM x Santos-AP
Luverdense x Vencedor de Brasília e Vila Nova
Gama-DF x Interporto-TO
Aparecidense-GO x Rio Branco-ES
Cuiabá x Comercial-MS

Jogador do Paysandu dado como morto em hospital “volta a respirar” no IML

Uma história incrível ocorreu no fim da noite desta quarta-feira em Belém. Um jogador do time de futsal do Paysandu, Arthur Vinícius, de 17 anos, sofreu um traumatismo craniano nesta quarta-feira, foi levado ao hospital e dado como morto. Com isso, seguiu para a autopsia no IML da cidade e, depois, seria liberado para que a família fizesse o velório e o enterro. Lá, o legista de plantão observou que o jogador ainda estava vivo.

“O atleta Arthur Vinícius, do Futsal Bicolor, foi dado como falecido pelos médicos e, no IML, voltou a respirar. O Paysandu Sport Club e toda a torcida bicolor torcem pela recuperação do atleta. Força, Arthur, estamos com você”, foi a nota que a assessoria do Paysandu publicou no Twitter do clube. Pouco antes, o Papão havia publicado uma nota de pesar pela morte e que foi logo retirada.

Arthur – que defende o Paysandu desde a categoria sub-13 – foi rapidamente levado de volta Centro de Terapia Intensiva do Hospital Metropolitano de Belém, onde segue em estado grave e respirando por aparelhos.

Até a madrugada desta quinta-feira, o Hospital Metropolitano ainda não havia comentado sobre o grave erro de avaliação dos médicos de plantão.

As informações foram contestadas, em nota, pelo Centro de Perícias Científicas “Renato Chaves”, que negou que jogador tenha dado entrada ainda vivo no IML e, inclusive, que não houve nenhum registro do atleta e nem de seus familiares.

Apenas no fim da noite o HMUE emitiu nota comunicando que Arthur não havia resistido, sem citar se havia sido encaminhado pelo IML.

Yago Pikachu confirma ter recebido proposta do Flamengo para 2016

Um dos destaques do Paysandu na Série B do Campeonato Brasileiro, Yago Pikachu tem contrato com o time paraense até o fim do ano. Em entrevista à TV Liberal, afiliada da Rede Globo do Pará, o lateral-direito disse nesta terça-feira (24) negociar com três clubes, incluindo o Flamengo.

Pikachu

“Tem o interesse do Flamengo sim, mas não só o Flamengo. Existem outros clubes, um do próprio Rio de Janeiro, um de Minas Gerais, mas vou analisar com carinho e cautela. Da China houve um contato há cerca de um mês, mas não deu certo. Apenas algumas especulações. No momento não tem nenhum clube de fora do país. Caso apareça, é um caso a ser pensado” revelou Pikachu.

Com 23 anos, Pikachu, mesmo sendo lateral-direito, fez 20 gols no ano. Esse número ainda pode aumentar, já que o Paysandu enfrenta o Oeste pela última rodada da Série B.

“Eu não descarto a possibilidade de permanecer no Paysandu. Hoje eu me sinto muito mais maduro e mais preparado par sair. Acho que está na hora”, avaliou o jogador.

No momento, o Flamengo conta com os seguintes jogadores para a posição: Pará e Ayrton. O primeiro tem sua situação indefinida para 2016, enquanto o segundo deve sair.