Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Educação

Aulão do Enem será oferecido de graça em Parauapebas

As inscrições devem ser feitas pelo site da Fundação Pro Paz Cidadania, onde, também, se baixa as apostilas.

As provas do Enem 2017 serão realizadas nos dias 5 e 12 de novembro. Faltando dois meses para o exame nacional, a Fundação Pro Paz Cidadania, entidade que atende comunidades carentes nos municípios paraenses, com a parceria da Secretaria de Estado de Educação realizará neste fim de semana um aulão gratuito para os estudantes das escolas públicas de Parauapebas que buscam uma vaga nas universidades do país.

A cidade é um dos 13 municípios escolhidos para receber os professores de Belém, da Seduc e da Pro Paz, que através de um intensivão de oito horas, buscam preparar os estudantes com os principais temas do conteúdo programático do Enem, além de tirar dúvidas e dar dicas. O projeto, que teve início em junho, é de iniciativa do Governo do Estado e já beneficiou mais de 20 mil alunos nos últimos dois anos.

Além das aulas presenciais, a partir desse mês de setembro, um programa semanal será exibido pela TV Cultura.

Intensivão

Em Parauapebas, o Aulão do Enem vai ser realizado neste sábado, 9, no auditório da Câmara de Vereadores, das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas. Mas, apesar de não pagar nada, o estudante precisa fazer a inscrição pelo site da Fundação Pro Paz Cidadania: www.propaz.pa.gov.br. No site, o estudante também poderá fazer download das apostilas usadas como material suplementar.

Educação

Pro Paz Enem chega ao sul do Pará

Mais de mil alunos assistiram ao conteúdo do Pro Paz Enem nos municípios de Marabá e Parauapebas, no sudeste paraense.

O primeiro final de semana de agosto começou com uma série de aulões em diversos municípios do Estado. No total, mais de mil alunos assistiram ao conteúdo do Pro Paz Enem nos municípios de Marabá e Parauapebas, no sudeste paraense, e no distrito de Outeiro, na região metropolitana de Belém. Em Marabá, o aulão, que contou com o apoio da Prefeitura Municipal de Marabá, foi realizado no sábado e domingo (5 e 6) e teve a presença de mais de 600 alunos por dia, lotando o auditório da Faculdade Metropolitana.

Os aulões do Pro Paz Enem são realizados sempre aos finais de semana na capital (em datas específicas) e no interior do Estado e abordam os principais temas cobrados no exame, deixando os estudantes mais atualizados e preparados para as provas. Este ano, o projeto iniciou no mês de junho e percorrerá 13 municípios do Estado. Além das aulas presenciais, o Pro Paz Enem oferecerá, a partir de setembro, um programa semanal que será exibido pela TV Cultura. As provas do Enem serão realizadas nos dias 5 e 12 de novembro.

Ana Lindiner, 17 anos, aluna do terceiro ano em Marabá conta que assistiu a primeira aula do Pro Paz em 2015 e foi uma das primeiras alunas a se inscrever este ano.  “Vim pro primeiro aulão em 2015 e me apaixonei pelas aulas, fiquei muito feliz quando soube que este ano teríamos aulas de novo e convidei todo mundo na minha sala para participar também. A interatividade, o incentivo e a maneira com que a aula é dada aqui é muito legal, faz a gente ficar com mais vontade de estudar. Tenho certeza que acompanhar o Pro Paz Enem vai me ajudar muito a ser aprovada na Universidade”, afirmou.

A Secretária Extraordinária de Municípios Sustentáveis, Izabela Jatene, participou do aulão e enfatizou a ampliação da Universidade do Estado (Uepa) no município, que agora ofertará ainda mais cursos para os estudantes. “Para nós é um enorme orgulho poder estar junto com a prefeitura ofertando esta estrutura do Pro Paz Enem aqui no município. O Pro Paz Enem só acontece porque os alunos acreditam no projeto e acreditam que ele vai auxiliar nesta entrada na universidade e participam. Marabá irá ganhar uma UEPA ampliada, com novos cursos como medicina e e é para estes alunos que o Governo do Estado está construindo esta universidade. Vou ficar muito feliz em saber que muitos médicos sairão aqui do aulão para executar sua profissão aqui, na sua região, no nosso Estado”, afirmou

Com a sua terceira edição em 2017, o Pro Paz Enem é uma iniciativa do Governo do Pará, executada por meio da Fundação Pro Paz e a Secretaria Estado de Educação (Seduc) com o apoio da Secretaria de Comunicação (Secom) e Secretaria Extraordinária de Municípios Sustentáveis (Semsu) que tem como objetivo preparar estudantes para a prova do Enem por aulões sobre os principais temas do conteúdo programático do exame, na capital e em municípios do interior. Em dois anos de projeto, mais de 23 mil alunos já participaram das aulas, dos quais aproximadamente 2 mil ingressaram nas universidades Federal do Pará (UFPA) e do Estado do Pará (UEPA), sem mencionar o acesso em entidades particulares de ensino.

 “É a primeira vez que vim para a aula do Pro Paz Enem e fiquei muito satisfeito com a aula. Os professores trabalham de maneira tão interativa que a gente nem lembra que é final de semana. Venho com certeza nas próximas aulas”, afirmou Wendell Lisboa, 17 anos, também aluno de Marabá.

“Este final de semana de aulas do Pro Paz Enem para nós foi de muito trabalho e recompensa com a chegada do projeto ao sul do Pará sendo recebido com tanta alegria pela população, que lotou os auditórios. É muito bom saber que estamos respondendo às demandas dos jovens paraenses que querem uma oportunidade de crescer, estudar, entrar na universidade e escrever sua história. Com ajuda de nossos parceiros queremos estender o projeto cada vez mais”, afirmou o Presidente da Fundação Pro Paz, Jorge Bittencourt. (Ascom Pro Paz)

Parauapebas

Prefeitura lança Pedra Fundamental do Pro Paz Integrado em Parauapebas

Nesta terça-feira, 9, às 16h30, a Prefeitura e Governo do Estado lançam a Pedra Fundamental do Pro Paz Integrado e Pro Paz Mulher, um serviço que oferecerá atendimento integral e interdisciplinar a mulheres, adolescentes e crianças vítimas de violência doméstica e sexual.

O acolhimento interdisciplinar e qualificado tem como metas promover a cidadania, evitar a reincidência da violência e encorajar as mulheres a buscar apoio especializado, evitando que que a vítima tenha que passar por vários locais em busca de atendimento, tratando, em um só lugar, seus danos físicos e psíquicos.

Para isso, serão oferecidos serviços na área de segurança pública e proteção social, por meio da rede municipal de atendimento à mulher que conta com o Centro de Referência da Mulher, Defensoria da Mulher e a Casa da Mulher. O Conselho Tutelar, IML, Polícia Civil, Delegacia da Mulher, Bombeiros, Ministério Público e Defensoria Pública também são parceiros no atendimento do Pro Paz.

Pioneiro no norte do país, o Pro Paz Integrado já fez 17.032 atendimentos de 2004 a 2014, dos quais 44,8% são de violência contra a mulher. Em Parauapebas, além de receber crianças, jovens e mulheres do município e cidades vizinhas, possibilitará traçar um painel mais detalhado da infância e da adolescência na região.

Parceria
A solicitação para implantação do Pro Paz Integrado em Parauapebas ocorreu por inciativa da Prefeitura que disponibilizou a área para a construção da obra que está orçada em mais de R$ 2 milhões.

Até o lançamento da Pedra Fundamental, o terreno, localizado no bairro Jardim Canadá, passará por terraplanagem e implantação do canteiro de obras. A edificação da estrutura começará imediatamente ao lançamento da Pedra, com previsão de conclusão em 12 meses.

Serviço

O que: Lançamento da Pedra Fundamental Pro Paz Integrado

Onde: Avenida J, bairro Jardim Canadá

Data: Terça-feira (9/6), às 16h30

Vereadores

Câmara aprova doação de terrenos para Pro Paz, SENAI e SESI

Aconteceu na manhã de sexta-feira, 21, a segunda Sessão Extraordinária do ano. Os vereadores reuniram-se em plenária para apreciação e votação de sete Projetos de Lei. Sendo que 3 desses projetos, de autoria do Poder Executivo, solicitavam a doação de terrenos para a implantação de importantes projetos para o município. As demais proposições previam o reajuste do salário e do vale alimentação dos servidores públicos do município.

Pro Paz

O primeiro Projeto de Lei a ser votado foi o de Nº 7/2014 que autoriza a doação de bem imóvel situado em área urbano, em favor do Governo Federal, através da Policia Civil do estado do Pará, para a implantação do projeto Pro Paz Parauapebas.

O Pro Paz é um programa do Governo do Estado do Pará que tem como objetivo articular, fomentar e alinhar políticas públicas voltadas para a infância, adolescência, juventude e pessoas em situação de vulnerabilidade social, visando a garantia dos direitos, o combate e a prevenção da violência e a disseminação da cultura de paz.

A comissão mista de Justiça e Redação e de Terras, Obras, Serviços Públicos, Minas e Energia avaliaram a proposição como estando de acordo com os comados legais, por isso votaram a favor da aprovação. Os demais vereadores presentes também votaram a favor, sendo o projeto aprovado por unanimidade. A proposição foi votada em discussão única, devido ao pedido de urgência especial, e agora segue para sanção do prefeito.

SENAI e SESI

Os Projetos de Lei Nº3/2014 e Nº4/2014 preveem, respectivamente, a doação de bem imóvel situado em área urbana do município em favor do SESI e do SENAI para instalação de unidade operacional dessas instituições no município. Ambos os projetos foram analisados pela Comissão Mista de Justiça e Redação e de Terras, Obras, Serviços Públicos, Minas e Energia e foram aprovadas em primeira discussão por unanimidade.

O Serviço Social da Indústria (SESI) é uma instituição aliada das empresas no esforço para melhorar a qualidade da educação e elevar a escolaridade dos brasileiros. Também ajuda a criar ambientes de trabalho seguros e saudáveis e a aumentar a qualidade de vida do trabalhador. Já o SENAI – Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – é uma instituição de direito privado, mantido e administrado pela indústria e contribui para a formação profissional, a fim de atender às demandas das atividades industriais.

Segundo o vereador Bruno Soares (PP) os dois projetos vão trabalhar lada a lado, a doação foi feita separada para cumprimento de lei. Além disso, o parlamentar destacou a importância do SENAI para o município. “É um projeto de grande relevância para o município. O SENAI vai oferecer mais de 20 cursos e vai oportunizar a muitos jovens ter melhoria profissional”.

Reajuste Salarial

A Câmara de Vereadores de Parauapebas aprovou por unanimidade o aumento de 10% no salário dos servidores públicos municipais, bem como o reajuste no auxílio alimentação que passará para o valor de R$ 350, tanto para os servidores do Executivo, quanto do Legislativo.

Por Renê Silva – Ascom/CMP

Caravana Pro Paz Cidadania atende mais de 1,5 mil pessoas em Canaã dos Carajás

Por Francesco Costa – de Canaã dos Carajás
Além de padecer com os problemas decorrentes da delicada situação de saúde da filha, que sofre com convulsões desde o primeiro mês de vida, a dona de casa Eglá Silva, 30 anos, moradora do município de Canaã dos Carajás, no sudeste do Estado, enfrentava uma grande dificuldade para conseguir tirar a carteira de identidade da menina, hoje com 4 anos de idade.

3O documento era necessário para que a família pudesse dar entrada no pedido de auxílio-doença para a criança, benefício concedido para pessoas impossibilitadas de exercer atividade profissional. “Os médicos nos orientaram a buscar esse benefício porque ela dificilmente vai conseguir trabalhar. Além disso, o tratamento é caro. Temos de pagar plano de saúde, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, e tudo isso é muito dispendioso”, explicou.

Foi graças à Caravana Pro Paz Cidadania, que chegou nesta quarta-feira (24) ao município de Canaã dos Carajás, que a pequena Geovana, filha de Eglá, conseguiu a carteira de identidade e o CPF, especialmente concedidos a ela, pois, em geral, a idade mínima para se expedir os documentos é a partir dos 14 anos de idade.

Quem também aproveitou o mutirão para resolver pendências familiares foi a professora Valdete Fernandes, 45 anos. Moradora da Vila Planalto, na sede de Canaã, ela é sogra da jovem Sandreia Silvestre, que tem 21 anos e é natural do município de Água Azul do Norte, também na região sudeste do Estado. Sandreia é a mãe de duas crianças, uma das quais é neta de Valdete, e nunca teve nenhum documento. Por conta disso, os dois meninos, um com 4 anos e outro com 5 meses de vida, também ainda não puderam ser registrados.

4“A gente tem tentado resolver a situação desde que ela entrou na família, ano passado, mas nunca tivemos sucesso, porque nos outros órgãos essa questão é mais demorada. Aqui, no entanto, já peguei a minha senha e estou com esperança de resolver o problema o mais rápido possível”, frisou, logo que chegou à Escola Municipal Tancredo Neves, onde o atendimento foi feito.

Para Valdete, o mutirão facilita muito a vida da população, principalmente por conta da agilidade do atendimento. “No caso da minha nora, como ela já é maior de idade, a gente teria que buscar uma solução no fórum ou no cartório e, nesses locais, o processo é mais demorado, então o mais interessante de virem serviços como esses para o interior é que eles resolvem com maior rapidez”, destacou.

Ao todo, ao longo do dia de trabalho na cidade, a Caravana Pro Paz Cidadania fez 1.526 atendimentos, entre os quais 508 emissões de carteira de identidade; 321 fotografias; 309 CPFs; 242 carteiras de trabalho; 105 atendimentos jurídicos e 41 certidões de nascimento.

Para o prefeito Jeová Andrade, a ação teve uma grande importância, pois, assim como a maioria dos municípios da região Carajás, Canaã sofre com um intenso fluxo migratório, formado, na maior parte, por pessoas que vão para a cidade em busca de uma oportunidade de emprego, em projetos como a mina Sossego, que opera com a extração de cobre, e o grandioso projeto de minério de ferro Carajás S11D, que vai implantar no município uma nova mina e usina de beneficiamento de ferro, expandindo, ainda mais, a atividade mineradora na região.

“Costumamos dizer que, junto com esses projetos, vêm também os problemas sociais, sendo que os problemas chegam antes dos investimentos. Um dos principais, sem dúvida, é a falta de documentação para a população. Daí a importância dessa ação em parceria com o governo do Estado, que tem se mostrado sensível e disposto a ajudar a resolver as nossas demandas”, disse o prefeito.

Segundo ele, o município ficou três anos sem emitir carteira de identidade, serviço que só agora foi retomado. “A nossa demanda reprimida era muito grande. O trabalho do governo do Estado certamente vai ajudar a tirar o nosso povo do isolamento que significa não ter documento”, ressaltou.

Justiça

Parauapebas ganhará uma unidade do Pro Paz Integrado

Em reunião no último dia 20 de abril, representantes do Programa Pro Paz e da Prefeitura de Parauapebas firmaram uma parceria que vai garantir a implantação de uma unidade do programa Pro Paz Integrado, atendendo não apenas a população do município como também de cidades vizinhas. A previsão, de acordo com o gerente de infraestrutura do Pro Paz, Jorge Bittencourt, é que a unidade seja inaugurada no primeiro semestre de 2014, em uma área cedida pela Prefeitura, atendendo a uma solicitação da própria gestão municipal. “Recebemos uma solicitação da Prefeitura de Parauapebas para uma parceria em que ela cederia o terreno e o Estado ficaria a cargo das obras estruturais”, explica. Já nesta primeira quinzena de maio, uma equipe do Pro Paz fará uma visita técnica para avaliar o espaço”, antecipou.

Para a coordenadora do Comitê Gestor do Pro Paz, Izabela Jatene, esta parceria marca um processo de expansão e municipalização do programa estadual. “O nosso grande desafio é fazer com que ainda mais municípios possam contar com os serviços do Pro Paz, incentivando essa parceria entre as gestões municipal e estadual e a sociedade. Percebemos que é cada vez maior o interesse das administrações municipais pelo programa, assim como aconteceu agora com Parauapebas”, declarou.

Para a vereadora Luzinete Rosa Batista, os benefícios do Pro Paz Integrado para Parauapebas e municípios vizinhos é inquestionável. “Parauapebas é um dos municípios paraenses que recebe o maior número de pessoas vindas de outras cidades e até de fora do estado, então precisamos trabalhar para que os jovens, crianças e mulheres saiam da condição de vulnerabilidade oferecendo proteção social”, avaliou.

O Pro Paz Integrado assegura os direitos básicos relacionados à saúde física, emocional, mental e reprodutiva de crianças e jovens. Baseado em uma filosofia que prega a cultura de paz por meio do combate à violência e exploração sexual de crianças, adolescentes e mulheres, o projeto oferece, por meio de uma ação integrada com outros organismos estaduais, acolhimento psicossocial especializado e também serviços médico, psicossocial, de defesa social e perícia, promovendo o atendimento integral, interdisciplinar e de qualidade às vítimas e suas famílias em um só espaço.

A coordenadora do Projeto Pro Paz Integrado, Eugênia Fonseca, ressaltou a importância do projeto, que tem o reconhecimento do Ministério da Saúde. “A implantação dessa unidade vai garantir que a população receba um atendimento humanizado, adequado e eficiente”. O formato implantado pelo Governo do Estado está entre os 10 modelos, que estão sendo avaliados pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, para se tornar referência nacional em atendimento integrado na área da saúde, destinado a crianças e adolescentes vítimas de violência sexual.

Para a titular da Secretaria da Mulher de Parauapebas, Terezinha de Jesus Gonçalves dos Santos, a parceria com o Pro Paz, além de garantir um melhor atendimento para crianças, jovens e mulheres, possibilitará ao município traçar um painel mais detalhado da infância e da adolescência na região”, disse. A implantação do projeto vem ajudando a reduzir a revitimização, a superação dos traumas das vítimas e suas familiares, e incentivando a importância da denúncia.

Atualmente, existem quatro unidades do Pro Paz Integrado: duas em Belém – na Santa Casa de Misericórdia e no Centro de Perícias Científicas Renato Chaves -, uma em Santarém, no Baixo Amazonas, e o último em Bragança. Para o mês de junho está prevista a inauguração de outras três unidades, nos municípios de Altamira, Paragominas e Tucuruí. No ano passado, foram realizados 3.641 atendimentos nas quatro unidades existentes do Pro Paz Integrado.

Fonte: APN