Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Redenção

Instrução do processo da Chacina de Pau D’arco começou ontem em Redenção

A chacina ocorreu em 24 de maio do ano passado, quando dez trabalhadores rurais foram mortos após confronto com policiais civis e militares

O processo de instrução do caso da chacina de Pau D’arco, no Pará, começou nesta segunda-feira (2). Serão três semanas de audiências, abertas ao público, no salão do Júri do Fórum do município de Redenção.

Segundo o Ministério Público do Estado, na primeira semana serão ouvidas 16 testemunhas do MP, entre elas, sete sobreviventes que permanecem no programa de proteção a testemunhas.

Na segunda semana, irão depor as testemunhas de defesa e na terceira, os 17 policiais envolvidos no caso, dos quais dois também estão sob proteção.

A chacina ocorreu em 24 de maio do ano passado, quando dez trabalhadores rurais foram mortos após confronto com policiais civis e militares durante o cumprimento de um mandado de reintegração de posse na fazenda Santa Lúcia, no município de Pau D´arco, no sul do Pará.

Após essa fase de instrução, o processo segue para as vistas do Ministério Público, que fará as alegações finais e posterior envio ao juízo que decidirá se pronunciará ou não os réus. Pelo Ministério Público atuarão os promotores Leonardo Jorge Lima Caldas e Alfredo Martins de Amorim.

Pará

Ação emergencial vai restabelecer o tráfego em vicinais de 17 municípios do Sul e Sudeste do Pará

O investimento por município não poderá ultrapassar o teto de 400 mil reais, ressaltando que as obras serão realizadas não para reconstruir vias, mas para restabelecer a trafegabilidade

Uma parceria entre a Secretaria de Estado de Transportes (Setran), o Centro Regional de Governo do Sudeste do Pará e a Defesa Civil vai possibilitar a intervenção em 17 municípios do Estado que tiveram caracterizadas situações de emergência, em função das fortes chuvas que têm atingido, especialmente, as regiões sul e sudeste do Pará.

Em reunião de diretoria ocorrida na manhã desta segunda-feira (2), no auditório da Setran, com a participação do secretário Regional de Governo, Jorge Bittencourt, e de representantes da Defesa Civil, o secretário de Estado de Transportes, Kleber Menezes,  informou a todos sobre a autorização do governador Simão Jatene para que ações imediatas sejam realizadas na região, no sentido de garantir a trafegabilidade nas vicinais.

Os trabalhos serão garantidos por meio de convênios com as prefeituras que não tenham restrições fiscais e previdenciárias. No caso daquelas que tenham, as ações serão via contratação direta com dispensa de licitação, após análise da Diretoria Técnica da Setran e aval da Consultoria Jurídica do órgão.

Serão beneficiados os municípios de Conceição do Araguaia, Redenção, Tucumã, Itupiranga, Pau D’Arco, São Félix do Xingu, Quatipuru, Santa Maria das Barreiras, Eldorado dos Carajás, Cumaru do Norte, Marabá, Água Azul do Norte, Rio Maria, Bannach, Xinguara, Oriximiná e Parauapebas.

“A necessidade de cada município é que nos dirá o valor do investimento, que não poderá ultrapassar o teto de 400 mil reais, ressaltando que as obras serão realizadas não para reconstruir vias, mas para restabelecer a trafegabilidade, devolvendo à população o direito de ir e vir”, explicou o secretário Kleber Menezes.

Por Karlla Catete

Tecnologia

Redenção: Ministro lança Programa Internet para Todos no Sul do Pará

Iniciativa já investiu mais de 3 bilhões de reais em todo o território nacional

A cerimônia de apresentação aconteceu na manhã deste sábado, 24, no Plenário da Câmara Municipal de Redenção e reuniu centenas de pessoas, como o Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, Gilberto Kassab, entidades políticas, como prefeitos e vereadores da região Sul do Pará, secretários de governo, além de empresários e a sociedade civil.

O programa é uma iniciativa do Governo Federal e tem como objetivo promover o atendimento a localidades e distritos onde inexista oferta de acesso à internet em Banda Larga, por meio do Programa Governo Eletrônico – Serviço de Atendimento ao Cidadão – GESAC.

“Esse momento é histórico, quando conseguimos trazer o ministro para lançar esse programa, e claro, estou lisonjeado com essa novidade. Há 5 anos nós pagávamos cerca de 8 mil reais para termos Internet em nossa empresa, e hoje a gente vê que esse recursos, essas torres, Internet por fibra ótica serão retiradas, serão deixadas para trás, e as grandes empresas certamente terão custos menores e em razão dessa nova tecnologia, iremos ser privilegiados com a instalação de novos geradores de emprego na nossa região, e isso vai dar um ‘bum” no sul do Pará”, declarou o prefeito de Redenção, Carlo Iavé.

O deputado federal, Joaquim Passarinho, PSD, disse que a região precisava de boas novas e declarou que a comunicação hoje é prioridade para a sociedade. “As pessoas aqui dessa região não têm tido direito à comunicação. Se sairmos dez quilômetros do núcleo urbano já não temos mais como nos comunicar. Antigamente, se falava em saúde e educação, hoje, o primeiro ponto é a comunicação, precisamos nos comunicar. As pessoas precisam ter o direito de se comunicar com o mundo, e nós agora teremos esse direito. O sul do Pará precisava de boas novas”, finalizou o deputado.

O Internet Para Todos, segundo o Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, levará banda larga para escolas, hospitais e localidades sem conectividade a partir do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações estratégicas (SGDC), em órbita desde maio de 2017.  Desde sua fase de implantação no Brasil, foram investidos mais de 3 bilhões de reais e o programa funcionará por meio de convênios com as prefeituras.

“Hoje nós estamos fazendo aqui o lançamento do programa que poderá instalar até 200 antenas por dia, com isso, atender à todas as localidades que hoje não conseguem estabelecer comunicação alguma. Queremos alcançar a todos os lugares e proporcionar uma maior comodidade para a população”, afirmou Kassab.

O deputado estadual Gesmar Costa (PSD) disse que ” o programa de acessibilidade à banda larga trará agricultura de precisão às áreas rurais, melhorando a eficiência da produção rural e conectará a população dessa região do Estado ao mundo, garantindo a inclusão social e, consequentemente, a melhoria na qualidade de vida da nossa gente”.

Logo após o evento, o ministro, em companhia dos deputados Gesmar Costa e Joaquim Passarinho, participou de uma reunião com correligionários políticos da região.

Política

Redenção: Justiça condena ex-prefeito por não pagar servidores

A condenação é da ultima administração ocorrida entre 2009 a 2012. Dela, ainda cabe recurso.

Após ser condenado em primeira instância pela justiça a dois anos e dois meses de prisão, o ex prefeito de Redenção, Wagner Fontes (PTB), disse ainda não ter sido notificado sobre o caso.

De acordo com o Ministério Público, a condenação se deu após o ex-gestor não cumprir uma determinação judicial na qual teria que pagar os salários de uma servidora pública, que durante sua administração, ocorrida de 2009 a 2012, deixaram de ser repassados.

Questionado sobre a decisão, o ex-prefeito e atual vereador em Redenção disse que só vai se manifestar dentro do processo e através de seu advogado. ”Eu ainda não fui notificado pela justiça, mas se há alguma condenação eu tenho certeza que não é por furto nem por desvio de dinheiro público. A condenação é da ultima administração que aconteceu de 2009 a 2012, eu não sei porque essa determinação não foi cumprida e o juiz me condenou”, disse.

A denúncia foi feita ao judiciário pela então secretária de finanças à época, Kátia Pacheco. “Não é o  caso dessa servidora, mas o que eu quero dizer é que quando entrei na prefeitura tinha umas pessoas que suavam a camisa, atendiam bem a população, ajudavam a tocar a cidade pra frente, e tinha outras que só funcionavam no “ferrão”, assim como também tem aquelas que não fazem  o que é mandado e aquele grupo de gente que não queria trabalhar, e se fosse hoje, eu cortaria mais baixo ainda, porque eu trabalho 24 horas à disposição da população, mas tem gente que é servidor público e não quer servir ao público. Então, o que aconteceu foi que eu deixei de pagar algumas pessoas que não estavam trabalhando e as mesmas entraram na justiça cobrando seus vencimentos, mesmo sem ter trabalhado”, declarou.

Diante dos fatos apresentados no processo, Wagner Fontes não deve ir para a prisão. Sua pena foi convertida em serviços comunitários. Da decisão ainda cabe recurso e o ex-prefeito afirmou que vai recorrer.

“Certamente eu ainda tenho alguns “graus” de defesa eu vou exercer meu direito, e se no final eu errei de não ter pago essa senhora, então eu, como cidadão brasileiro, tenho que ser punido. Todas as vezes que eu erro eu dou a mão à palmatória, se for preciso eu prestar serviço comunitário eu presto, só não gostaria de ser preso por conta disso, porque também já não é justo. Vou verificar o grau de recurso que tem e vou recorrer”, concluiu.

Até a conclusão desta reportagem Wagner Fontes aguardava ser notificado.

Polícia Federal

Redenção: Operação da Polícia Federal prende sete pessoas envolvidas em fraudes no seguro desemprego

Segundo dados estatísticos do MTE, rombo causaria um prejuízo de quase 800 milhões de reais aos cofres públicos.

A movimentação era intensa logo nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira, 22, em frente ao prédio do Ministério do Trabalho e Emprego em Redenção. As viaturas da Polícia Federal chamaram a atenção de moradores que foram surpreendidos com mais um escândalo envolvendo servidores públicos.

A operação “Seguro Fake”, coordenada pelo delegado da PF,  Leonardo Araújo de Almeida, foi realizada simultaneamente em dois Estados, no Pará, nas cidades de Redenção, e Conceição do Araguaia, e em São Luiz, São José do Ribamar, no Estado do Maranhão, e resultou da desarticulação de um grupo criminoso especializado em fraudar o Seguro Desemprego. “Foram identificados em cada um dos casos, ações similares de fraudes e outras ações que pra a gente, foi até surpresa ter detectado, são ações novas. Os fraudadores a cada dia inventam um novo meio de burlar o sistema de controle e conseguir fazer uma inserção fraudulenta de Seguro Desemprego. Identificamos que um mesmo requerimento do benefício que teve uma inserção fraudulenta, por exemplo, aqui em Redenção,  teve acerto de dados cadastrais pelo SINE (Sistema Nacional de Emprego)  de Conceição do Araguaia e posteriormente pelo SINE do Estado do Maranhão”.

As investigações iniciaram há cerca de dois  anos e com ao apoio da Caixa Econômica Federal, que forneceu imagens de circuito interno de segurança, a polícia conseguiu flagrar, em apenas 10 minutos, 42 tentativas de fraudes em uma única agência. “Essa operação é um projeto piloto entre a Superintendência da Polícia Federal aqui no Estado do Pará e a sede da PF em Brasília em parceria com o Ministério do Trabalho. Nós estamos desenvolvendo uma nova metodologia de investigação, que ela sai daquela pessoa que é o beneficiária final da fraude e foca em cruzamento de dados, de forma a permitir que sejam identificados o real beneficiário da fraude, os aliciadores, as pessoas que são utilizadas como laranja e realmente, dando uma maior efetividade às investigações e otimizando os resultados. Essa nova interação entre as agências, possibilita que o crime seja combatido com menos burocracia, a gente cria uma maior integração, agrega tecnologia, inteligência e capacitação de servidores de forma a atingir realmente a organização criminosa como um todo, desde o cabeça até aquela pessoa que fica responsável pelo saque”, destacou do Rômulo Rodovalho – Chefe da Delegacia de Combate ao Crime Organizado.

 Cerca de 80 agentes foram  às ruas afim de cumprir 19 mandados de prisão e  27 de busca e apreensão. Em Redenção 7 pessoas foram presas, 4 mulheres e 3 homens, entre elas, a diretora do MTE, Priscila Alcântara, e um contador, identificado com Manoel da CONTEC, os nomes dos outros envolvidos não foram divulgados.

 Ainda segundo o delegado Rômulo, se o grupo tivesse logrado 100% de  êxito no esquema  o prejuízo seria de mais de 700 milhões de reais aos cofres públicos. “Trata-se de uma organização criminosa que foi desmontada. Infelizmente tem servidores públicos envolvidos, tem os aliciadores e laranjas. É uma fraude que, segundo os dados estatísticos do MTE, se todos os benefícios que tentaram ser inseridos no sistema fossem sacados, causaria um rombo de quase 760 milhões de reais”.

A investigação deve continuar,  e, para ajudar nas nos trabalhos, a justiça já autorizou quebra de sigilo telefônico dos envolvidos.

Foram apreendidos diversos documentos, requerimentos de Seguro Desemprego, vários cartões cidadão, computadores, notebooks, celulares e veículos que serão submetidos à perícia.

O assessor de pesquisa estratégica do Ministério do Trabalho, João Agra, afirmou em coletiva de imprensa,  que o MTE está colaborando com as investigações, e que a diretora do órgão, Priscila Alcântara, que já responde por dois processos administrativos,  será exonerada do cargo.

O presos, que já foram encaminhados ao presídio de Redenção, podem responder por inserção de dados falsos no sistema de informática, estelionato e associação ou organização criminosa. “A investigação se concentrou nos agentes credenciados, tanto os que trabalham na agência do MTE,  quanto no SINE, que têm autorização fornecida mediante uma senha, para acessar o sistema e fazer as inserções do seguro desemprego,  porque o sistema detecta quem fez a inserção e que fez o procedimento. Então, nós temos uma vinculação difícil daquele agente público negar. A  partir daí, nós fizemos O  trabalho de investigação mais aprofundada em alguns casos, e detectamos que alguns contadores estão criando empresas fantasmas para gerar vínculos empregatícios fictícios e alimentam o sistema para tentar evitar o bloqueio desse benefício, mas o sistema bloqueia e deixa rastros, essas pessoas que estão criando pessoas jurídicas fictícias a gente tem rastreado e conseguido identificar, razão pela qual algumas hoje foram objetos de cumprimentos de mandados, além dessas pessoas, nós identificamos diversos aliciadores, que já é outra modalidade de fraude, as pessoas que procuram interessados em aderir ao esquema criminoso, seja fornecendo apenas os dados ou conta bancária, e também há pessoas que conseguem dados de terceiros sem que os mesmos tenham conhecimento e passam a criar requerimentos fraudulentos, então, nós conseguimos identificar de onde parte a fraude, o agente envolvido que está no meio criando dados que possibilitam isso, quem está na ponta fazendo o aliciamento e por fim aquele que aderiu voluntariamente ao esquema em troca de uma pequena quantia em dinheiro em troca de retribuição”, concluiu Leonardo Araújo de Almeida.

Em razão da prisão dos servidores públicos, os atendimentos ficarão suspensos nas agências do MTE de Redenção e do SINE de Conceição do Araguaia por cerca de 15 dias.

Polícia

Redenção: Homem é assassinado com cinco tiros dentro de sua própria casa

O crime marca o 25º assassinato este ano no Sul do Pará

Em Redenção, a noite deste domingo (18) foi marcada por mais um crime bárbaro: Eder Gonzaga Dantas, de 22 anos, foi assassinado a tiros na cabeça quando estava sentado no sofá de sua residência, localizada na Rua Maria Iêda, no setor Serrinha. O crime ocorreu por volta das 20h.

Segundo informações, dois suspeitos chegaram à residência de Gonzaga de moto, quando o que estava na garupa entrou na casa e disparou cinco tiros contra a vítima, que morreu deitada no sofá onde estava assistindo televisão.

Os policiais militares que atenderam a ocorrência fizeram buscas na área, mas os autores do crime não foram localizados.

Agora são 25 assassinatos este ano no Sul do Pará: Redenção lidera com 9 mortes; Ourilândia, 5; Floresta 4; São Félix do Xingu, 3; Tucumã, 2; Xinguara e Conceição, 1. Média de uma morte a cada dois dias.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Redenção

Polícia Federal realiza Operação Acerto de Contas em Redenção

Quatro pessoas foram presas em flagrante ao sacarem benefícios fraudulentos de Seguro Desemprego

Redenção/PA – A Polícia Federal prendeu em flagrante, hoje (9), quatro pessoas que estavam sacando dinheiro nos caixas eletrônicos da agência da Caixa Econômica Federal, em Redenção: acontece que o dinheiro era fruto de benefícios fraudulentos de Seguro Desemprego. A Operação Acerto de Contas surgiu a partir de informações prestadas pela Caixa sobre um padrão de saques fraudulentos em datas e horas determinadas. Os policiais federais se infiltraram na agência e surpreenderam os suspeitos logo após sacarem o dinheiro das fraudes, em um flagrante esperado nas primeiras horas do dia.

Um dos criminosos é conhecido por já praticar fraudes, há anos, na cidade, além de aliciar pessoas que emprestam o nome para os benefícios ilegais em troca de um pedaço do dinheiro. Foram apreendidos celulares, cerca de R$ 9 mil em dinheiro, além de um carro e uma moto usados pelos suspeitos.

De acordo com dados do Ministério do Trabalho e Emprego e da Força Tarefa da PF, para combater este tipo de fraudes, só no ano passado, foram evitadas irregularidades na casa de meio bilhão de reais graças a ação conjunta da PF e do MTE na identificação de padrões dos criminosos.

A Polícia Federal de Redenção vai intensificar as investigações e infiltrar agentes federais nos pontos de saques de cidades vizinhas, além de Redenção, identificando e prendendo quem tentar sacar o fruto das fraudes. A PF ainda orienta que ninguém empreste cartão e senha para terceiros, pois podem ser envolvidos nas fraudes investigadas.

DELEGACIA DA POLÍCIA FEDERAL DE REDENÇÃO
Fone: 3242 9807

Fonte: Agência de Notícias da Polícia Federal

Inauguração

Senac inaugura nova sede em Redenção na sexta-feira (8)

Senac atende cerca de 30 mil pessoas por ano no Pará, com ações de educação para o trabalho no setor do Comércio de Bens, Serviços e Turismo

Na próxima sexta-feira, 08 de dezembro, o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) inaugurará as novas instalações no município de Redenção, localizado na Avenida Santa Tereza, s/n., lote 09, quadra 75, no bairro Vila Paulista.

O Núcleo de Educação Profissional no município será inaugurado com a presença do presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado Pará (Fecomércio/PA), Sebastião Campos, que também preside o Conselho Regional do Senac.

O novo núcleo possui ambientes pedagógicos bem equipados, contando com salas de aula convencionais, laboratório de informática, sala multifuncional e com estrutura adequada às normas nacionais e de acessibilidade, ampliando a capacidade de atendimento do Senac no município de Redenção.

A nova unidade vai ofertar cursos de formação inicial e continuada, com programação diversificada em segmentos de mercado como: Gestão, Comércio, Informática, Comunicação, Design, Educacional, Social e Artes, nas modalidades de educação presencial e a distância. O Senac também irá realizar o Programa de Aprendizagem Profissional Comercial, para atender empresas do município.

Desde 2010 o Senac está presente em Redenção, por meio de parceria com o Sindicato Patronal do Comércio (Sindicomércio-PA). Mediante a abertura do novo Núcleo, a instituição firma suas bases no município, oferecendo educação profissional de qualidade, a fim de contribuir com o desenvolvimento da região através da formação de pessoas com perfil profissional de competência.

Com mais de sete décadas de existência no Brasil e atuação em todos os estados e no Distrito Federal, o Senac atende cerca de 30 mil pessoas por ano no Pará, com ações de educação para o trabalho no setor do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, transformando vidas e histórias com o conhecimento.