Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Indústria

SINOBRAS realiza ações com colaboradores durante a Copa do Mundo

A Copa do Mundo faz o país inteiro acompanhar a seleção brasileira de futebol, e a SINOBRAS programou ações para que nenhum colaborador perca os grandes lances dos jogos do Brasil.
Continua depois da publicidade

A cada quatro anos, os brasileiros se preparam para viver grandes emoções. É a Copa do Mundo que faz o país inteiro acompanhar a seleção brasileira de futebol. Este ano, o mundial acontece na Rússia, nos meses de junho e julho, e a SINOBRAS programou ações para que nenhum colaborador perca os grandes lances dos jogos do Brasil.

Torneio de embaixadinhas, concurso de decoração dos setores, dispensa de colaboradores nos horários dos jogos do Brasil e telões espalhados pelas unidades são algumas das atividades que prometem animar a torcida. O torneio de embaixadinhas vale medalhas para os três primeiros colocados. Já o setor vencedor do concurso de decoração “Com a cara do Brasil” será premiado com um troféu.

Para os setores das unidades que não podem parar devido à produção, os jogos serão transmitidos em TVs e telões localizados em áreas estratégicas para que nenhum colaborador fique de fora da torcida na SINOBRAS.

Pará

Justiça do Pará vai funcionar em horário especial durante jogos do Brasil na Copa

A portaria que estabeleceu a mudança foi publicada no Diário da Justiça do TJPA
Continua depois da publicidade

Os órgãos do Poder Judiciário do Pará terão horário de funcionamento especial durante os jogos do Brasil na Copa do Mundo de 2018, que acontece na Rússia.

A portaria que estabeleceu a mudança foi publicada no Diário da Justiça do Tribunal de Justiça do Estado do Pará.

Os juizados especiais adjuntos, que têm expediente somente no período vespertino, não funcionarão nos dias de jogos.

Além disso, de acordo com o documento, os prazos processuais que se iniciarem ou se completarem nesses dias serão prorrogados automaticamente para o primeiro dia útil subsequente.

O primeiro jogo da seleção está marcado para o dia 17 de junho, domingo.

Segundo a portaria, no dia 22 de junho, em que a seleção brasileira joga às 9 horas, não haverá expediente, ficando determinado compensação com o acréscimo de uma hora nos expedientes dos dias 13, 14, 15, 18, 19 e 20 de junho, independente da jornada de trabalho.

No dia 27 de junho, quarta-feira, em que a seleção brasileira joga às 15 horas, o expediente se encerrará às 13 horas, sem necessidade de compensação.

Segunda fase

Caso a seleção brasileira se classifique para a fase seguinte (oitavas de final), podendo participar do jogo no dia 02/7 (segunda-feira) ou no dia 06/7 (terça-feira), não haverá expediente no dia do jogo, ficando determinado a compensação com o acréscimo de uma hora nos expedientes dos dias 16 a 19 de junho, e 23 e 24 de junho, independente da jornada de trabalho.

 

Serviço sanitário russo libera exportações de frigorífico do Pará

Continua depois da publicidade

imageO Rosselkhoznadzor – o Serviço Sanitário da Rússia – liberou ontem o frigorífico Rio Maria para exportar carne bovina para o país. A Rússia é o segundo maior importador de carne do país, perdendo apenas para Hong Kong (China).

Localizado no sul do Pará, o frigorífico Rio Maria produz atualmente 150 toneladas de carne bovina  por dia, segundo a Abrafrigo – Associação Brasileira Frigoríficos.

Notícias

Rússia habilita dois frigoríficos do Pará

Continua depois da publicidade

As empresas habilitadas para exportar são o Frigorífico Rio Maria Ltda (SIF 112) e o Mafripar Matadouro Frigorifico (SIF 4413).

BataguassuNews/Olair Nogueira

O Ministério da Agricultura informou nesta quinta, dia 29, que dois frigoríficos do Pará foram habilitados pelo serviço sanitário russo, o Rosselkhoznadzor, e agora podem exportar carne bovina para os países que integram a União Aduaneira formada por Belarus, Casaquistão e Rússia. Segundo o governo, “a iniciativa faz parte do processo de negociações que vêm ocorrendo entre as autoridades russas e brasileiras nos últimos anos. Os embarques podem ter início imediatamente”.

O Ministério da Agricultura informa que 19 empresas foram selecionadas para participar, entre 16 e 19 de setembro de 2013, da feira 22ª World Food Moscow, das quais oito são frigoríficos. Por meio de nota, o secretário de Relações Internacionais do Agronegócio, Marcelo Junqueira, diz que “a notícia ratifica a boa relação que há entre o Brasil e a Rússia, bem como o efetivo trabalho do Ministério da Agricultura, sob a orientação do ministro Antônio Andrade, de buscar novos mercados e de ampliar os já existentes”.

As empresas habilitadas para exportar são o Frigorífico Rio Maria Ltda (SIF 112) e o Mafripar Matadouro Frigorifico (SIF 4413). Nos primeiros sete meses o Brasil exportou 177,7 mil toneladas de carne bovina para o mercado russo, que resultaram no faturamento de US$ 700,7 milhões. Em relação ao mesmo período do ano passado, o volume cresceu 7,3% e a receita caiu 2,3%. Vale lembrar que agora são 56 frigoríficos brasileiros habilitados pelo Rosselkhoznadzor, mas apenas 24 deles estão exportando, por causa das restrições temporárias impostas pelo serviço sanitário. Os russos mantêm as restrições à importação de carne bovina de todos frigoríficos de Mato Grosso, Paraná e Rio Grande do Sul, que entraram em vigor em junho de 2011.

Fonte: Agência Estado

Notícias

Embargo

Continua depois da publicidade

Via Luiz Carlos Azedo

A presidente Dilma Rousseff tem um encontro marcado com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, amanhã. Na pauta, o embargo russo às carnes bovina e suína brasileiras que atinge estados como Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Paraná, Santa Catarina, Goiás e Pará. Também será discutida a compra de equipamentos militares russos.

Missão russa amplia número de vistorias em frigoríficos. Técnicos também acrescentaram o Estado do Pará ao itinerário do grupo

Continua depois da publicidade

A missão de técnicos russos que veio ao Brasil para avaliar frigoríficos com embarque de carnes restrito para aquele país ampliou de 19 para 21 o números de estabelecimentos que serão vistoriados. O acréscimo deve-se à inclusão no Pará na lista de Estados a serem visitados, que conta também com Rio Grande do Sul, Paraná e Mato Grosso, que estão embargados desde junho de 2011, além de Goiás e Santa Catarina.

Na tarde desta segunda-feira, 23, a equipe esteve reunida com integrantes do Ministério da Agricultura (Mapa), em Brasília, para definir detalhes do itinerário dos técnicos, que se dividirão em três grupos para visitar estabelecimentos de aves, suínos e bovinos. Ao contrário do que foi informado anteriormente pelo Mapa, todas as indústrias sofrem restrições temporárias da Rússia e não há plantas pleiteando habilitação para exportação.

Oito técnicos já estão no Brasil e o nono integrante da equipe chegará ao País no dia 31 e ficará em Brasília, para tratar de questões relativas à documentação com o governo brasileiro. A reunião final da missão está prevista para 3 de agosto, em Brasília.

A missão de técnicos russos começa a avaliar frigoríficos de bovinos nesta terça-feira 24, no Pará, onde devem ser avaliadas unidades no município de Xinguara.

Em 2 de agosto, quinta-feira, a equipe irá ao Rio Grande do Sul e visitará a planta do Frigorífico Silva, em Santa Maria. “As indústrias estão completamente preparadas. O Ministério da Agricultura fez autoria, os controles de qualidade estão adaptados aos dos russos. Estamos praticamente prontos para escutar que retomamos este mercado”, afirma o diretor executivo do Sindicato da Indústria de Carnes e Derivados do Rio Grande do Sul (Sicadergs), Zilmar Moussalle.

Ele ressalta que, no caso do Marfrig a restrição não causou tantas perdas, pois os embarques puderam ser redirecionados para outras plantas. Contudo, no caso do Frigorífico Silva, que possui apenas uma unidade, em Santa Maria, o fim do embargo é muito importante. “É sempre mais um mercado”, argumenta. “Estamos ansiosos para ouvir o sim dos russos.”

Também serão visitados o Laboratório Nacional Agropecuário (Lanagro) de Pedro Leopoldo, Minas Gerais, postos de vigilância agropecuária na fronteira, unidades de vigilância agropecuária estaduais, fazendas e granjas.

Aves e suínos
Outros dois grupos de técnicos irão avaliar estabelecimentos de aves e suínos. Nesta terça-feira, 24, os destinos serão as unidades da Brasil Foods de abate de aves e a de suínos, ambas em Lajeado, no Rio Grande do Sul.

Na quarta-feira, 25, os frigoríficos visitados serão o Alibem, de suínos, em Santa Rosa e o Frinal, de aves, em Garibaldi. Na quinta-feira, 26, será a vez da planta da Alibem, de suínos, em Santo Ângelo, e Laboratório do Ministério da Agricultura em Porto Alegre (Lanagro).

Fonte: Portal DBO com informações do Ministério da Agricultura