Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Obras

Redenção: Novo quartel do 7º BPM deve ser inaugurado no dia 22

Foi o que garantiu o secretário Regional de Governo, Jorge Bittencourt, em maio último, em visita à cidade
Continua depois da publicidade

Falta apenas 11 dias para que o novo quartel da Polícia Militar em Redenção seja inaugurado. Foi o que disse o secretário Regional de Governo, Jorge Bittencourt, que esteve na cidade no último dia 22 de maio. Segundo ele, àquela altura faltava apenas o mobiliário a instalação de Internet. “Falo com muita tranquilidade e afirmo que em 30 dias estaremos inaugurando o quartel da PM” disse Bittencourt.

O novo quartel da PM está localizado na Rua Sebastião Alves da Silva, no Setor Alto Paraná. Segundo os moradores daquela área da cidade, as obras começaram há quase quatro, mas, somente agora, ano eleitoral, será entregue ao 7ª Batalhão da Policia Militar de Redenção.

Edivaldo Pereira é morador da Rua Sebastião e disse que com a chegada do quartel acredita que tanto a segurança quanto a infraestrutura vão melhora. “Eu estou contado os dias para que cheguem logo esses 30 dias, pois meu estabelecimento comercial foi assaltado três vezes este ano. E, com a chegada da polícia, vou dizer, vai diminuir a criminalidade e acredito que o asfalto chegará aqui”, espera o empresário

A rua em que está situado o novo quartel da Policia Militar é caótica no que diz respeito à infraestrutura. Nunca foi asfaltada e durante todo o dia, a movimentação é intensa e a poeira toma conta do lugar. “Penso que a gestão pública precisa asfaltar com urgência a rua que dar acesso ao novo quartel e facilitar a trafegabilidade dos militares”, opina Eduarda Milena, moradora da Rua Sebastião Alves da Silva.

No dia 21 do mês passado, a cúpula do governo do Estado, junto com o presidente da Assembleia Legislativa do Pará, deputado Márcio Miranda, sum senador, um deputado federal e outro estadual, ao lado do secretário regional, Jorge Bittencourt, estiveram em Redenção para assinar um convênio de 10 quilômetros de asfalto e uma Van para transportar pacientes de hemodiálise. A PM acredita que um, dos 10 km, seja destinado à rua onde está situado o novo quartel.

Susipe

Ex-secretário de Justiça e Direitos Humanos do Pará assume a Susipe

Michell Mendes Durans da Silva substitui o coronel Rosinaldo da Silva Conceição, que retorna à Polícia Militar do Estado após um ano no cargo.
Continua depois da publicidade

Foi publicado na edição desta quinta-feira (7) do Diário Oficial do Estado, o decreto de nomeação do novo superintendente do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe). O advogado Michell Durans, ex-secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos é quem assume o comando do sistema prisional paraense por determinação do governador do Estado, Simão Jatene.

Michell Mendes Durans da Silva tem 38 anos e substitui o antecessor da pasta, coronel Rosinaldo da Silva Conceição, que retorna à Polícia Militar do Estado após um ano no cargo. O novo superintendente é formado em Direito pela Universidade da Amazônia (Unama), tem pós-graduação em Ciência Penal pela Rede de Ensino Luiz Flávio Gomes e especialização em Direito Penal e Processual Penal pelo Instituto Damásio de Jesus, além de licenciamento em Criminologia e Medicina Legal.

Por Timoteo Lopes – AGP

Marabá

Abertura da InterCorte teve a presença do governador Simão Jatene

Centenas de pecuaristas lotaram o auditório do Centro de Convenções. O evento segue até amanhã com oficinas e palestras
Continua depois da publicidade

Aconteceu na noite de ontem, segunda-feira (21), a abertura da InterCorte, evento produzido pela empresa Terra Viva, do Grupo Bandeirantes de Comunicação, cujo objetivo é promover informação para que o produtor rural melhore seu negócio. Responsável pela realização da InterCorte em Marabá, Maurício Fraga Filho, presidente da Acripará (Associação dos Criadores do Pará), disse ao Blog que, como o Pará tem o quinto maior rebanho entre todos os Estados; e Marabá tem o quinto maior rebanho
entre todos os municípios do Brasil, ele entendeu que estava na hora de trazer a InterCorte para a cidade.

Trata-se do mais importante evento itinerante da pecuária nacional, realizado em algumas das principais cidades do Brasil com produção pecuária. A solenidade de abertura aconteceu no auditório do Centro de Convenções de Marabá e teve a presença do governador Simão Jatene entre outras autoridades e personalidades do mundo político.

Na ocasião, foi oficializada a criação da APC (Aliança Paraense da Carne), com diretoria composta pelo presidente da Acripará, Maurício Fraga Filho; Karen Destro, da Uniec (União Nacional da Indústria e Empresas da Carne); Daniel Freire, do Sindicarne (Sindicato da Carne e Derivados do Estado do Pará); e Carlos Rodrigues Lima, vice-presidente da Aspas (Associação Paraense de Supermercados).

A APC assume o compromisso de unir suas forças, capacidades e recursos, a fim de apropriar para a cadeia produtiva da carne os recursos tecnológicos e de inovação, elevar, equilibrar e estabilizar a rentabilidade dos negócios dessa cadeia.

Também foi criada a Frente Parlamentar da Pecuária do Pará, que tem como finalidade reconhecer e valorizar a pecuária sustentável como atividade essencial para o desenvolvimento socioeconômico e para a melhoria da qualidade de vida da população paraense. O decreto foi assinado pelo presidente da Alepa (Assembleia Legislativa do Estado do Pará), deputado Márcio Miranda.

Na oportunidade, ocorreu também o lançamento do Guia de Negócios de Marabá, elaborado pela Associação Comercial e Industrial de Marabá em parceria com a Codec (Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará) e que contém um diagnóstico da economia local.

Ainda como parte da solenidade de abertura da InterCorte, a Codec assinou com Sindicato dos Produtores Rurais de Marabá Contrato de Comodato cedendo pelo período de 20 anos a área de 55 mil metros quadrados em que está o Parque de Exposições “José Francisco Diamantino”.

Também durante o evento, a Alepa condecorou com o Mérito Legislativo “Newton Miranda” aos seguintes pecuaristas, que chegaram há décadas à região, fincando raízes aqui e ajudando a desenvolvê-la: Jair Seixas Gonçalves, José Luiz Dantas (Zezinho Dantas), Manoel Caetano de Jesus (Manelão), Maurício Pompeia Fraga Filho, Mauro Lúcio de Castro Costa, Renata Régis e Paulo Afonso Costa.

Em seu discurso, ao se reportar acerca da união dos pecuaristas da região, com o objetivo de elevar cada vez mais a qualidade da carne, o governador Simão Jatene disse que é isso que o país, a Amazônia e o mundo precisam, pois, não dá para imaginar que, com o crescimento da população mundial e da renda, que não se tenha cada vez mais necessidade de proteína animal.

“E, sem dúvida, a pecuária ainda vai ser um elemento importante durante um longo tempo, mas para isso nós precisamos ter a inteligência de produzir preservando. E esse esforço é um belo exemplo", afirmou ele.

Também participaram da abertura do evento o prefeito de Marabá, Tião Miranda, o senador Flexa Ribeiro; os deputados estaduais Sidney Rosa e Dirceu ten Caten; o titular do Centro Regional de Governo do Sudeste do Pará, Jorge Bittencourt; o presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec), Fábio Lúcio Costa; o secretário estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Thales Belo; Adnan Demachki, representante da classe produtiva; além de prefeitos da região e outras autoridades locais.

PROGRAMAÇÃO

Terça-feira (22)

Bloco 2 – Produzir Melhor

14h – Pecuária de Cria: tecnologias para aumentar a quantidade e a qualidade dos bezerros produzidos – Pietro Baruselli
14h40 – Como agregar valor na cadeia de produção de carne com a utilização das tecnologias no sistema de cria – Luciano Penteado
15h20 – Genética: um investimento programado e de alto retorno – Gabriela Peixoto

15h50 INTERVALO

16h30 – Resultados superiores através de uma genética de qualidade – Juliana Ferragute
17h Biotipo e Conformação Animal influenciando na produtividade – Hilario Ferrari
17h30 – Case 1953 – Fabio Dias
18h Debate com palestrantes – Mediador: Tobias Ferraz

20h – BEEF HOUR

Quarta-feira (23)

Bloco 3 – As Vantagens da Produção Responsável

8h – Manejo para intensificação de pastagem na Pecuária de Corte – Walter Ribeiro
8h30 – A municipalização do licenciamento ambiental rural -Rubens Borges Sampaio e Paulo Rogerio de Almeida
9h – A visão do Ministério Público – Daniel Cesar Azeredo Avelino
9h30 – Programa de Regularização Ambiental e Compensação de Reserva Legal – Thales Belo

10h – INTERVALO

10h30 – Os Pilares da Pecuária Sustentável – Adriano Pascoa
11h – A importância da representatividade nas questões da legislação ambiental – Jordan Timo
11h30 – Aspectos jurídicos da regularização ambiental – Samanta Pineda
12h – Debate com palestrantes – Mediador: Tobias Ferraz

Bloco 4 – Integrar para Crescer

14h – ACRIPARÁ – O Pecuarista do Pará como protagonista dos desafios do setor – Maurício Fraga Filho
14h30 – A história do associativismo no Mato Grosso – Amado de Oliveira Filho
15h – Pecuária: Quem manda da porteira para fora? – Maurício Veloso

15h30 – INTERVALO

16h – A Aliança Paraense da Carne e a Integração da Cadeia Produtiva da Pecuária – Francisco Victer
16h30 – Ações da CNA em prol da Pecuária de Corte – Antônio de Salvo
17h – GPB – Produtores unidos na busca do melhor caminho – Oswaldo Furlan Júnior
17h30 – Case Pecuária Verde – Mauro Lúcio
18h – Debate com palestrantes – Mediador: Tobias Ferraz

Por Eleutério Gomes – Correspondente em Marabá
Curionópolis

Governo do Estado aprova investimentos de mais de R$7,5 milhões em Curionópolis

A cidade vai receber do governo do Estado 4 km em asfalto e 4 km em iluminação em LED na PA-275
Continua depois da publicidade

O prefeito de Curionópolis, Adonei Aguiar (DEM) e o Procurador Geral do município, Dr. Júlio César Sá estiveram nesta quinta-feira (12) na Secretaria dos Municípios Sustentáveis, em Belém, e foram recebidos pela Secretária Izabela Jatene, de quem receberam a confirmação de que o município será beneficiado com recursos financeiros do estado na ordem de R$4,5 milhões para serem aplicados em Asfalto (FRD).

Segundo Adonei Aguiar, o recurso será aplicado nos bairros Alto da Glória, Miguel Chamon, Av. Brasil (frente ao Cemitério) e Jardim Panorama.

Também foram informados que o município receberá iluminação em LED na PA-275, desde a Estação Conhecimento, no Bairro Serra Leste (saída p/ Eldorado), até depois do Posto Serra Leste ( saída p/ Parauapebas), perfazendo um total de 4 quilômetros de extensão, o que deixará a cidade mais iluminada e segura.

Os investimentos anunciados para Curionópolis chegam a R$7,5 milhões.

“Quero agradecer ao Governador do Estado, Simão Jatene, que após 8 anos, abriu as portas do Governo do Estado para o município. Agradeço também aos deputados estaduais Marcio Miranda, presidente da Alepa, Eliel Faustino, líder do governo, e ao deputado federal Helio Leite pela ajuda no desenvolvimento que sempre garantiram à Curionópolis”, disse o prefeito.

Pará

Através de rede social, governador Jatene diz que fica

Ontem, 7, venceu o prazo constante da Lei Complementar 64/90 para que os candidatos se descompatibilizassem dos seus cargos.
Continua depois da publicidade

O governador do Pará, Simão Jatene, publicou hoje em sua página no Facebook uma nota onde declara que se manterá no cargo até o final do mandato. Ontem, 7, venceu o prazo constante da Lei Complementar 64/90 para que os candidatos se descompatibilizassem dos seus cargos em tempo hábil para concorrer nas eleições de outubro próximo. Confira a íntegra da nota:

Amigas e amigos,

Em respeito e gratidão a todos os paraenses, venho até este espaço para informar minha decisão de continuar à frente do executivo estadual, cumprindo até o final, se assim Deus o permitir, o honroso mandato de governador do Estado que nos foi conferido por três vezes pela maioria da nossa população.

Sempre acreditei e defendi que os interesses coletivos devem se impor aos projetos pessoais ou familiares, particularmente na atividade política, e já dei demonstração disso quando, em 2006, mesmo podendo ser candidato à reeleição, me mantive no cargo até o final do mandato. Ainda que não desconheça que tal comportamento pode surpreender e até incomodar a quem pensa diferente, continuo acreditando no nosso Estado, na nossa gente e em uma forma diferente de fazer política.

Àqueles que divulgaram que eu estaria disposto, a qualquer custo ou preço, a deixar o cargo para não ficar sem mandato e oportunizar a candidatura de membro da minha família, espero, nessa oportunidade, contribuir para que revejam seus conceitos, inclusive sobre política e políticos.

Ao grande número de pessoas que nos incentivaram e defenderam a nossa desincompatibilização, argumentando a importância de continuarmos contribuindo na vida pública, agradeço profundamente as avaliações generosas. Mas entendo que, diante das atuais circunstâncias, a melhor forma de contribuir com o Estado é permanecer no cargo e lutar para que o Pará não retroceda, mesmo que isso nos impeça de concorrer nas próximas eleições.

Aos amigos, que da mesma forma e, às vezes, com argumentos bem mais contundentes, sempre defenderam a importância de concorrer à novo mandato, até como mecanismo de proteção, face a falta de princípios e limites de alguns adversários, a minha eterna confiança de que, se quanto à justiça nada temos a temer, quanto à essa gente só Deus e o voto popular podem proteger.

Aos paraenses, minha permanente gratidão e compromisso com nosso Estado na certeza de que, mais uma vez, juntos, independente de diferenças, continuaremos protegendo o Pará de mãos e corações inescrupulosos, que tanto mal já fizeram ao nosso Estado na busca de saciar sua desmedida fome de riqueza e poder.

Que Deus nos dê sabedoria e nos ilumine nesses tempos estranhos e difíceis para o nosso Brasil.

Marabá

Governador inaugura obras e assina convênios em Marabá

Em coletiva, perguntado sobre seu futuro político, Jatene deixou a resposta no ar; disse que sua escolha será a que for melhor para o Estado do Pará
Continua depois da publicidade

Por Ulisses Pompeu e Eleutério Gomes – Correspondentes em Marabá

“A única certeza que vocês todos podem ter é que a minha escolha não será apenas a que é melhor pro Jatene. Será a que, pelo menos eu acredito, que seja melhor para o Estado do Pará”. Foi o que respondeu o governador Simão Jatene, nesta sexta-feira (6), em relação ao seu futuro político, durante coletiva em Marabá, após inaugurações e assinaturas de convênios. Logo depois, indagado se isso significava que continuaria a alcançar metas e enfrentar desafios à frente do governo do Estado, Jatene foi sucinto ao responder: “É possível”, frase seguida de uma gargalhada.

A programação do governador na cidade começou pelo Bairro do Amapá, onde ele inaugurou a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Cosanpa. Um investimento de R$ 116 milhões, o sistema consiste na coleta e tratamento, por meio de filtragens, dos dejetos da rede de esgotamento sanitário de residências.

Após inaugurar a ETE, o governador disse que é, sem dúvida, uma das mais modernas estações de tratamento de esgoto do estado, agradeceu a cada um dos paraenses, especialmente aos servidores da Cosanpa, e disse da expectativa de que aquele equipamento seja cuidado, para que se possa tê-lo atendendo, de forma correta e eficiente, à população por muitos anos.

Pertencimento

“O investimento aqui foi de R$ 116 milhões. E, particularmente, nesses tempos atuais, de tanto desencanto, descrença e descrédito, é absolutamente necessário que a gente procure recuperar ou construir – já que nunca tivemos isso tão forte – a ideia do pertencimento coletivo,” disse o governador, explicando que só dessa forma é que se pode entender o que é a coisa pública: “É  algo que é feito com o dinheiro de todos, todos têm o direito de usar, mas todos têm também o dever de cuidar”.

Depois, ele inaugurou o Bloco IV da Universidade do Estado do Pará (Uepa), um prédio de três pavimentos construído em um terreno de 1.600 metros quadrados, com 12 salas de aulas gerais e mais seis para tutoria, além de espaço para as coordenações dos cursos de graduação; professores, reunião, informática; laboratórios, uma piscina, entre outros. O local também possui elevador e estrutura adaptada para pessoas com deficiência.

Desafio

Jatene, que assinou também um termo aditivo para aquisição de equipamentos de hemodiálise para o Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), lembrou que, quando assumiu o governo, havia apenas três hospitais públicos de média e alta complexidade em todo o estado, todos em Belém: a Santa Casa, o Hospital dos Servidores e o Hospital das Clínicas. Recorda ainda que, quando decidiu implantar os hospitais regionais, não faltou quem dissesse a ele que aquilo não daria certo, que não tinha como levar média e alta complexidade ao interior.

Recentemente, contou o governador, uma dessas pessoas o encontrou e reconheceu que havia errado na avaliação: “Então, isso não é uma vitória do governo ou do governador. É uma vitória desse estado, coletiva”.

“Hoje eu tenho a satisfação de dizer o seguinte: dos 10 hospitais públicos do país, classificados como ONA-3, que é o mais elevado nível de avaliação de hospital, dois estão no interior do Pará e eu não posso deixar de dividir isso com cada um dos paraenses,” comemorou o governante estadual. Até o final deste ano, antecipou o governador, o Estado do Pará terá 21 hospitais públicos, sete vezes mais do que ele encontrou.

Parcerias

O governador entregou, ainda, mais 65 veículos para as unidades militares de Marabá e municípios da região e 13 caminhões coletores de resíduos sólidos à Prefeitura de Marabá.

Foram assinados convênios entre o governo do estado, por meio da Secretaria de Saúde Pública do Pará (Sespa), com as prefeituras da região para ampliação dos Hospitais Municipais. O governo garantiu ainda, por meio da Secretaria de Transportes (Setran), apoio emergencial a municípios atingido pelas fortes chuvas da época. Houve também a assinatura do Termo de Acordo de Cooperação Técnica do Projeto de Supervisão Militar, objetivando a realização das atividades específicas na Escola Municipal Rio Tocantins e a entrega de linha de crédito do CredCidadão, entre outros benefícios.

O prefeito de Marabá, Tião Miranda, agradeceu pelo atendimento das emendas, que deixou como deputado e disse que as parcerias são importantes para o crescimento dos municípios, por isso elas devem ser ampliadas e têm de avançar.

Simão Jatene agradeceu o carinho com que foi recebido em Rio Maria, onde celebrou convênios com vários municípios nos sentido de ajudá-los, a enfrentar o inverno rigoroso que “maltratou as pessoas e as estradas”.

Ferramenta

Sobre as grandes obras que seu governo tem feito pelo estado, Jatene disse: “Tudo isso é um grande sonho, vocês é que fizeram tudo isso, eu fui apenas a ferramenta. Governador, prefeito, deputado, presidente, devem entender cada vez mais que quem transforma a sociedade é a própria sociedade, quem constrói é o cidadão com o imposto que paga e com as escolhas que faz”.

“Se alguém aqui tem de agradecer, esse alguém sou eu. Eu é que tenho de agradecer a confiança de vocês, que nos honraram e no permitiram, por três mandatos, ser governador deste estado. Muito obrigado pela confiança, muito obrigado pela crença, muito obrigado pelo carinho, muito obrigado pela solidariedade”.

Participaram das inaugurações em Marabá o presidente da Amat Carajás e prefeito de São Domingos do Araguaia, Pedro Paraná, além de outros prefeitos da região; os deputados federais Arnaldo Jordy e Joaquim Passarinho; o secretário de Segurança Pública e Defesa Social do estado, Luiz Fernandes Rocha; o secretário Regional de Governo, Jorge Bittencourt; o secretário de Transportes do estado, Kleber Menezes; o secretário de Saúde do estado, Vitor Mateus; vereadores, ex-vereadores e secretários municipais. O governador também foi recepcionado por cerca de 100 alunos do Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente (Caic).

Este slideshow necessita de JavaScript.

Marabá

Em Noite de festa, governador Simão Jatene entrega Centro de Convenções de Marabá

Jatene destacou o trabalho coletivo e disse que o empreendimento foi feito com o dinheiro de todos os paraenses
Continua depois da publicidade
Por Eleutério Gomes – de Marabá

Com a presença de grande comitiva política, além de prefeitos, vereadores, empresários e outros convidados das regiões sul e sudeste do Estado, o governador Simão Jatene (PSDB) inaugurou na noite de ontem, sexta-feira (15), o Carajás Centro de Convenções “Leonildo Rocha”, em Marabá. É o segundo maior espaço de eventos do Pará, orçado em R$ 31 milhões e com 13.500 metros quadrados. Presentes à solenidade, Shirley Rocha e Andressa Rocha, respectivamente viúva e filha do empresário
Leonildo Rocha, falecido em 2013, homenageado com o nome no centro.

Ao chegar ao local, o governador recebeu homenagens da Banda de Música “Waldemar Henrique”, que executou a música “No meio do pitiú” e com danças realizadas por grupos indígenas e agradeceu o carinho com que foi recepcionado.

Primeiro a discursar, o secretário de Estado de Turismo, Adenauer Góes, falou da importância do equipamento público que estava sendo inaugurado e disse que, agora, é muito importante que a classe empresarial se apodere dele e veja, não apenas como um instrumento para promover a cultura, mas também para gerar emprego e renda. Orgulho de ser paraense A secretária Extraordinária de Municípios Sustentáveis, Izabela Jatene, confirmou as palavras de Adenauer e disse estar emocionada naquele momento, por estar participando da entrega de tão importante obra que vai colaborar no desenvolvimento da região.

O presidente da Amat (Associação dos Municípios do Araguaia Tocantins), Pedro Patrício de Medeiros – Pedro Paraná -, prefeito de São Domingos do Araguaia, destacou em sua fala o fato de o governador não prometer que vai dar dinheiro para prefeitos, mas que sempre os socorre quando procurado.

Márcio Miranda, presidente da Assembleia Legislativa do Estado e já considerado pré-candidato ao governo do Pará, disse que o Centro de Convenções deve ser motivo de comemoração porque vê “um Brasil do lado lá em um Brasil do lado de cá”, como obras como a que estava sendo inaugurada, em tempo de crise. “E é importante que cada um de nós tenha isso dentro de si. O orgulho de ser paraense, o orgulho de morar no Pará, o orgulho de comparar nosso estado com outros estados da federação e até mesmo com o Brasil”, disse Miranda, se referindo ao fato de o Estado estar com os compromissos financeiros e com o pagamento dos servidores em dia.

Agradecimento

Andressa Rocha, filha do homenageado, disse que Leonildo Rocha tinha muito orgulho de ser filho de Marabá e que fazia questão de trazer para o município tudo de melhor. Agradeceu a homenagem e também a toda a família e aos amigos de Leo da Leolar.

O presidente da Acim (Associação Comercial e Industrial de Marabá), Ítalo Ipojucan Costa, também discursou e falou da visão estratégica e da capacidade de gestão com que Simão Jatene tem governado o Estado do Pará. Destacou os projetos estruturantes que o governo do Estado tem para a região e disse que “somos agraciados por sermos contemplados nesse universo e acreditamos que as coisas vão acontecer”.

Tião Miranda, prefeito de Marabá, disse que o Centro de Convenções é “o futuro à frente de Marabá”, afirmando que a cidade é pujante, que cresce a cada dia, ao mesmo tempo complicada de se administrar, porque são vários núcleos e uma zona rural muito extensa. “Mas, com trabalho e parcerias a gente vai vendo as coisas acontecerem”, destacou ele, se referindo à parceria do governo do Estado.

Construção coletiva

Emocionado, Simão Jatene, que também inaugurou o Centro Regional de Governo, dentro do Centro de Convenções, agradeceu o modo como foi recebido em Marabá, disse que hoje as pessoas registram muitas imagens nos celulares, nas máquinas fotográficas, nas filmadoras, mas o carinho só se registra no coração: “Muito obrigado pelo carinho de vocês, muito obrigado pela forma absolutamente carinhosa com que eu sou recebido quando venho aqui a Marabá”.

Ao falar do Centro de Convenções, ele disse que bobo é quem acha que consegue fazer tudo sozinho. “Toda construção é necessariamente coletiva, é necessariamente fruto de muitas mãos e muitos corações”. Afirmou que, de nada adiantaria ter o dinheiro, o projeto e a vontade política se não fosse o suor dos operários que construíram o empreendimento. Por isso, a cada grande obra que inaugura – prosseguiu Jatene – , ao lado da placa com os nomes das autoridades, faz questão que outra placa seja colocada com o nome de cada operário que trabalhou ali.

Um pedaço de cada um

“Eu ficava imaginando, quando via a placa com o nome das autoridades, que o neto delas um dia passaria por ali e diria, ‘olha, o meu avô participou disso aqui; e por que que o neto do trabalhador, que suou, que fez o milagre de transformar o seu suor em parede, em telhado, o milagre de fazer essa transformação, não tem a chance de poder dizer ‘o meu pai tem um pedaço dele aqui nessa obra’?”.

Disse que uma coisa é pública porque todos têm o direito de usar, mas também têm o direito de cuidar. “Isso é que faz a coisa público. Eu jamais tenho a ideia de que estou aqui, estou trazendo essa obra. Que bobagem! O dinheiro que está aqui é de cada um dos paraenses, de alguns que sequer vão ver este Centro de Convenções. E é isso o que cada vez mais a gente precisa despertar dentro da gente, essa percepção, essa compreensão de interesse coletivo”, disse o governador.

“Não basta a história do ‘eu’, do ‘meu’, do ‘teu’. O que dá força é o ‘nosso’, o ‘nosso’ é que tem o condão de fazer a transformação. Amigos, é por isso que para mim isso tem muito significado. O meu grande sonho é que cada um de vocês possa perceber e dizer o seguinte: ‘É, nós fizemos uma coisa legal, tem um pedaço nosso em cada um desses espaços’”, refletiu Jatene, desatacando que quem constrói tudo é o cidadão com o imposto que paga, com as escolhas que faz, com sua ação cotidiana.

Após descerrar as placas do Centro de Convenções e do Centro Regional de Governo, o governador conheceu todos os espaços do empreendimento.

A programação do primeiro dia se encerrou com shows de Jeolma, Liah Soares, Pinduca, Lia Sofia, entre outros, e prossegue neste sábado com feira de artesanato, palestras, apresentações teatrais, ação cidadania, e mais shows, com cantores locais.

(Fotos/ Eleutério Gomes e Agência Pará)

Política

Em Santarém, Jatene diz que Marcio Miranda (DEM) está definido como candidato do PSDB ao governo do Pará em 2018

Marcio Miranda foi eleito presidente da Assembleia Legislativa do Pará para os últimos três biênios (2011/2013 ,2014/2016 ,2017/2019)
Continua depois da publicidade

Uma notícia política que pode incrementar a corrida pela sucessão de Simão Jatene no ano que vem foi divulgada esse fim de semana pelo jornalista Miguel Oliveira, editor do Portal OESTADONET, de Santarém.

Segundo o jornalista, Jatene disse em entrevista que o deputado estadual Márcio Miranda (DEM) será o candidato dos tucanos à sucessão dele ao governo do estado nas eleições de 2108. Afirmou ainda que, caso necessário, cumprirá integralmente o mandato, desistindo de uma provável candidatura ao Senado.

A revelação foi feita por Jatene em conversa com o jornalista Miguel Oliveira logo após o encerramento da solenidade de assinatura da ordem de serviço para construção de terminais hidroviários na região, na noite de sexta-feira(24), no auditório da Associação Comercial e Empresarial de Santarém.

Na rápida entrevista, exclusiva, perguntado se o vice-governador Zequinha Marinho poderia assumir o governo em definitivo, Jatene foi taxativo:

“Essa possibilidade não existe. Ou saímos os dois ou eu fico no governo até o final”, descartando um hipotético acordo para que Marinho comande a campanha de Márcio Miranda ao governo e a dele ao Senado.

O editor perguntou a Jatene se ele será candidato? Jatene respondeu que “ainda não está definido”.

Quando questionado quem seria o candidato ao governo? Jatene respondeu: “O Márcio Miranda, tá definido!”

O Zequinha assume o governo? Não. Essa possibilidade não existe. Ou saímos os dois ou eu fico até o final do mandato.

Mas aí o senhor não é candidato e nem permite que sua filha Izabela seja? Eu tenho que resolver primeiro essa situação das outras candidaturas para depois pensar no que eu vou fazer. Se precisar, eu fico no governo.

Miguel Oliveira afirma ainda que durante seu discurso na solenidade, Jatene alfinetou por diversas vezes seus adversários políticos, chegando a elevar o tom das críticas ao se referir à corrupção.

“Eu tenho 50 anos de vida pública, não consegui comprar televisão, fazenda, avião. Me expliquem como isso é possível de se conseguir na política?  Na campanha me acusavam de gostar de pescar. Esse era o defeito que encontraram em mim, mas é um defeito muito menor ao defeitos deles, que é de se apropriar da coisa pública”.

Sem citar nomes, o governador criticou políticos que fazem campanha antecipada, prometendo ou usando o discurso que estão entregando obras para a população. ” A obra é do povo, ninguém entrega nada”, alfinetou.

A reportagem foi publicada originalmente no OEstadonet

Marcio Miranda

O deputado estadual Márcio Miranda é o atual presidente da Assembleia Legislativa (Alepa), tem 57 anos, nascido no dia 19 de agosto, é natural de Pavão (interior de Minas Gerais).

Ele chegou ao Pará, com seus pais e irmãos no início da década de 70. É médico graduado pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Cirurgião geral com mais de 25 mil intervenções e capitão reformado da Polícia Militar (PM) do Estado do Pará.

O primeiro mandato de deputado em 2002 veio com 23.996 votos.

Em 2006, foi reeleito, com 60.390 votos, sendo o mais votado nas cidades do interior – recebeu votos em 134 municípios.

Já em 2010, sua popularidade cresceu, conseguindo mais de 67.530 votos, obtendo a preferência na maioria das localidades interioranas e ocupando a segunda colocação geral entre os eleitos.

Em 2014, foi o deputado estadual mais votado no Estado, conseguindo mais de 82 mil votos, uma votação expressiva que lhe permitiria inclusive uma vaga na Câmara Federal. Esse crescimento é fruto de trabalho parlamentar reconhecido, tanto que é o presidente da Assembleia Legislativa do Pará pelos últimos três biênios (2011/2013 ,2014/2016 ,2017/2019).