Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Redenção

Polícia Civil apreendeu maconha e crack em Redenção

Além da droga, vários objetos, como relógios, bonés, aparelhos celulares, e balança foram apreendidos.
Continua depois da publicidade

A Polícia Civil, atendendo a uma denuncia anônima, realizou, na manhã do último domingo (12), mais uma operação e conseguiu apreender mais de 6 quilos de maconha prensada, 700 gramas de crack, oito aparelhos celulares, 10 relógios de pulso e uma balança de precisão.

A ação aconteceu no Setor Marechal Rondon e a droga foi apreendida na casa de Jackson da Silva França e Leonardo da Silva Souza. Porém, ante a chegada das autoridades, eles fugiram deixando tudo para trás.

No inicio deste mês a Polícia Civil já havia apreendido 10 quilos de maconha, também no Marechal Rondon. Ontem, mais uma boca-de-fumo foi desmantelada, o que, segundo cálculo dos policiais, deixa aos traficantes um prejuízo de R$ 70 mil.

Redenção

PM fecha boca de fumo, apreende drogas, mas traficantes escapam

Única pessoa levada para procedimento na delegacia de Redenção foi um menor de idade flagrado com droga na moto
Continua depois da publicidade

A Polícia Militar apresentou na tarde desta quarta-feira (1º), na Delegacia de Polícia Civil, um adolescente de 17 anos de idade. Uma equipe de policiais estava fazendo ronda ostensiva de rotina no setor Vila Maria, quando deparou-se com o jovem apreendido em atitude suspeita. O menor estava em posse de uma motocicleta Honda 125, cor vinho, sem placa, e lhe foi dado ordem de parada. Na revista, os agentes da lei encontraram uma pequena quantidade de maconha que estava escondida no banco da motocicleta.

Após a abordagem, os policiais indagaram onde o menor havia conseguindo comprar a droga ele apontou o local onde tinha adquirido o entorpecente.

Mas, segundo a polícia, o adolescente informou a casa errada para despistar e oferecer a chance para que os traficantes fugissem.

A casa onde estava escondida toda a droga foi localizada na Rua Costa e Silva, no Setor Marechal Rondon II, o local servia como ponto de vendas do entorpecente.

Na residência, foram apreendidos seis aparelhos celulares, seis tablets de maconha prensada, cocaína e duas balanças de precisão, além de outros objetos.

A apresentação do menor e dos objetos ocorreu por volta das 17h30 desta quarta-feira, na Delegacia de Polícia Civil para procedimentos cabíveis.

Segundo a polícia, o jovem apreendido completará 18 anos no próximo domingo (5). A droga e os equipamentos, segundo avaliação dos próprios policiais, estariam avaliados em R$ 70 mil.

Parauapebas

Mulher executada em possível acerto de contas com o tráfico

No local do crime, policiais militares encontraram uma cápsula de bala de calibre ponto 40, de uso exclusivo das forças de segurança
Continua depois da publicidade

Mais uma execução, provavelmente por dívida com traficantes aconteceu em Parauapebas no final de semana. Marcela da Silva Leite, 33 anos, foi executada com vários tiros, dentro da quitinete onde morava, num condomínio da Rua João Pessoa, Bairro Liberdade I, por volta das 22h30 de sábado (28). A Polícia Civil ainda não tem pistas dos matadores, mas, testemunhas, que pediram para terem a identidade preservada, disseram que ela era “avião” do tráfico e acreditam que foi assassinada em acerto de contas.

Segundo o sargento A. Pereira, da Polícia Militar, que fazia ronda junto como soldado Júnior Pereira, eles foram informados do crime pelo rádio e seguiram para o local. Na quitinete já encontraram Marcela, que era maranhense de Imperatriz, morta a tiros sobre uma cama.

Pereira conta que os primeiros levantamentos apontam que uma dupla de moto chegou ao condomínio, pulou o muro e já foi direto no quitinete da mulher, onde a mataram e fugiram pela rua de trás do condomínio.

No local, ainda de acordo com o policial miliar, foi encontrada uma cápsula de calibre ponto 40, tipo de munição de uso exclusivo das forças policiais em pistolas.

Ele acredita que a arma tenha sido roubada em assalto ou até assassinato a policial, como vem acontecendo na capital, Belém, e em outras cidades. A. Pereira disse, inclusive, já ter conhecimento de que um indivíduo anda cometendo assaltos na cidade armado de pistola ponto 40.

Parauapebas

Jovem acusado de tráfico e roubo executado no Palmares Sul

Moisés de Lima, após levar o primeiro tiro, ainda correu por 400 metros, mas foi perseguido pelos pistoleiros e baleado mais três vezes
Continua depois da publicidade

Envolvido com os crimes de tráfico de drogas e roubo, segundo a Polícia Civil, o jovem Moisés Ribeiro de Lima, 23 anos, foi executado com quatro tiros por volta das 15 horas de ontem, domingo (8), no Assentamento Palmares Sul, onde morava com a mãe Gelzamares Ribeiro de Lima, com o pai Raimundo Ribeiro de Lima e com a esposa, identificada pelo prenome de Késia.

Ele estava na sala de casa, com a família, jogando videogame, quando dois homens chegaram em uma motocicleta Honda Bros, preta, de placa não identificada, e dispararam o primeiro tido contra Moisés pela janela da casa. O rapaz ainda correu cerca de 400 metros e tentou se abrigar em outra casa da vizinhança.

Os pistoleiros, porém, o perseguiram, encurralaram e dispararam mais três vezes contra ele, duas no peito e uma na cabeça, acabando com a vida de Moisés, que morreu instantaneamente, enquanto os matadores fugiram para rumo ignorado.

O investigador de Polícia Civil Odorico Almeida, que esteve no local fazendo o levantamento do crime, disse à Reportagem do Blog que Késia, também envolvida com tráfico e receptação, contou que Moisés de Lima toda semana pegava uma peça de crack, de um fornecedor, no valor de R$ 100,00 para fracionar e revender.

A partir dessa informação, Almeida acredita que Moisés estaria devendo ao fornecedor e que pode ter sido executado por acerto de contas. O policial afirma, ainda, que Késia sabe quem é a pessoas que fornecia a droga ao marido, mas se recusa a informar para a polícia.

“Ela nega o tempo todo. Dissemos a ela que precisávamos saber, pois isso seria o fio da meada para chegarmos ao culpado, mas ela nega saber a identificação do fornecedor”, afirma o policial.

Jacundá

Polícia Militar desmantela ponto de tráfico de cocaína em Jacundá

Após investigação com homens à paisana, uma guarnição deu o bote certeiro e tirou de circulação mais quatro traficantes
Continua depois da publicidade

Em Jacundá, a PM, após receber denúncias de que havia um ponto de tráfico de entorpecentes na Rua Sudel, Bairro Industrial, resolveu investigar antes de colocar as mãos nos suspeitos. Assim, por determinação do comando da 18ª CIPM (Companhia Independente de Polícia Militar) determinou que homens à paisana fizessem o levantamento do local. O que eles observaram foi uma movimentação intensa de pessoas no endereço indicado.

Com essa constatação, a guarnição composta pelo major Rogério, comandante, e pelos cabos Benilson e Costa cercou a casa suspeita, de onde um dos ocupantes ainda tentou fugir quando percebeu a presença policial. Ele pulou vários quintais, mas o esforço foi em vão, pois, acabou preso.

Foram capturados: Amanda Silva Sousa, Rednei Gleidiane Macieira Góes, Robson Silvestre da Silva e Madson Cley Ferreira Dias. Na casa foram apreendidas: 66 petecas de cocaína, uma balança de precisão, um revólver cal 38, quatro munições quatro celulares, um colete balístico e 122 reais.

Parauapebas

Polícia flagra bandidos transportando TV roubada em motocicleta, no Alto Bonito

Guarnição chega à residência dos elementos, onde encontrou maconha e outros objetos roubados. Três foram presos
Continua depois da publicidade

Por volta das 12h desta terça-feira (19), durante a ronda de rotina, a Polícia de Parauapebas flagrou dois elementos em uma motocicleta, transportando uma TV de 49 polegadas, na Rua Domingues Cardoso, bairro Alto Bonito.

Durante a abordagem, Talison Rodrigues Souza (19 anos) e Lucas dos Santos Machado (18 anos) foram questionados quanto à origem do aparelho eletrônico, quando alegaram que o mesmo pertencia a uma tia. Como não conseguiram sustentar esta versão, acabaram confessando o roubo e levando a guarnição da polícia à sua residência, onde se encontrava o terceiro elemento, um menor de 16 anos.

No local, foram apreendidas 45 trouxas de maconha, tendo os bandidos confessado a comercialização da droga. Além disso, também foram encontrados na casa, diversos objetos roubados de uma chácara no bairro Novo Horizonte. Os três foram conduzidos à delegacia, assim como todos os objetos coletados pela Polícia.

Parauapebas

Preso casal por tráfico de drogas em Parauapebas

A dupla usava a filha recém-nascida para não levantar suspeitas
Continua depois da publicidade

Igor da Silva de Sousa e Fabiana Brito de Oliveira foram presos pela Polícia de Parauapebas nesta segunda-feira (18), com 84 gramas de crack, quando estavam a caminho para entrega da droga. Para não levantar suspeitas, o casal – que já possui passagem na polícia por tráfico de drogas e confessou o delito – também transportava na moto a filha recém-nascida.

Junto à dupla, foram apreendidos, além da droga, a criança, a moto usada para o transporte e o valor de 45 reais.

 

Parauapebas

Polícia de Parauapebas flagra bandidos a caminho de “casinha”

Um dos suspeitos foi interceptado e faleceu a caminho do Hospital Municipal
Continua depois da publicidade

Nesta quinta-feira (14), por volta das 11h30, uma guarnição do 23º Batalhão da Polícia Militar de Parauapebas foi avisada de que dois homens em uma moto estavam armando uma “casinha” para executar alguém. O informante deu a localização dos suspeitos e a equipe policial, em carro descaracterizado, seguiu para o ponto da emboscada. No morro Nova Vitória avistou dois suspeitos em uma motocicleta, na Avenida Faruk Salmen, mais precisamente no cruzamento com a Rua Inglaterra.

Ao perceber que o passageiro estava armado, a guarnição seguiu a motos, mas, os homens perceberam e passaram a atirar nos PMs, que responderam à altura, atingindo um deles. Durante a confusão, o outro abandonou a moto na Rua Tocantins e conseguiu fugir pelos fundos de uma das residências da rua.

Já o baleado, Landison Lisboa de Oliveira, foragido do Crama (Centro de Recuperação Agrícola Mariano Antunes), de Marabá, foi removido ao Hospital Municipal, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Com Landison, foram encontradas uma pistola de brinquedo e uma escopeta calibre 12.