Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Concurso

Sesc-PA abre concurso com 870 vagas e salários de até R$ 5,6 mil

62 delas imediatas e as demais para formação de cadastro reserva. O período de inscrições fica aberto entre os dias 16 de outubro e 9 de novembro.

O Serviço Social do Comércio do Pará (Sesc-PA) abriu um novo processo seletivo com 870 vagas em diversos cargos, sendo 62 delas imediatas e as demais para formação de cadastro reserva. Os cargos de todos os níveis de escolaridade terão lotações nas unidades do Sesc em Belém, Ananindeua, Benevides, Castanhal, São Francisco do Pará, Inhangapí, Salinópolis, Capanema e Paragominas.

Com salários iniciais entre R$ 973,00 e R$ 5.622,00, mais benefícios, são ofertadas vagas para cargos de Auxiliar de Cozinha, Ajudante de Motorista, Salgadeiro, Auxiliar de Açougueiro, Saladeiro, Padeiro, Chapista, Auxiliar de Administração, Técnico em Enfermagem, Técnico em Radiologia, Recreação, Técnico em Eletrotécnica, Auxiliar de Saúde Bucal, Técnico em Hidroginástica, Musculação, Treinamento Funcional, Avaliação Física, Iniciação Esportiva, Enfermeiro, Médico, Engenheiro Eletricista, Músico, Merendeiro, Administrador de Portaria, Massoterapeuta, Professor de Educação Física, Professor Pedagogo, Fisioterapeuta, Assistente Técnico, Artífice de Manutenção, Auxiliar de Serviços Gerais, Vigia, Orientador Pedagógico e outros – veja o edital de abertura.

As inscrições acontecem no site da banca Coned – www.coned.com.br – de 16 de outubro a 9 de novembro. As taxas de participação variam entre R$ 55,00 e R$ 75,00, de acordo com o cargo em disputa, sem possibilidade de isenção.

Os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva, prevista para ocorrer no dia 3 de dezembro, com aplicação nas cidades de Belém, Salinópolis e Castanhal. Serão aplicadas questões de Língua Portuguesa, Matemática, Conhecimentos Pedagógicos, Conhecimentos Básicos de Informática, Legislação do Sesc e Código de Ética Conhecimentos Específicos. Para conseguir a aprovação, será necessária a obtenção de pelo menos 50% dos pontos totais.

A validade da seleção será de dois anos, contados a partir da homologação de resultado, prazo que pode ser prorrogado uma vez pelo mesmo período.

Educação

IFPA oferece 80 vagas para cursos técnicos em Parauapebas

As inscrições para os cursos de Eletromecânica e Meio Ambiente serão realizadas nos dias 11 e 12 de maio, na sede da instituição.

A partir desta quinta-feira (11), o campus Parauapebas do Instituto Federal do Pará (IFPA) abre inscrições para dois novos cursos técnicos subsequente, em Eletromecânica e Meio Ambiente. Ao todo, o IFPA oferece 80 vagas para ingresso nos cursos subsequente, respeitando a distribuição de vagas pelo Sistema de Cotas. As aulas dos dois cursos ocorrerão no turno noturno e têm duração de 2 anos.

As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas, presencialmente, das 8h às 12h e das 14h às 18h, na sede do campus, localizada na PA 275, S/N, próximo à portaria da Floresta Nacional de Carajás. Para se candidatar a uma vaga, é necessário que o interessado tenha concluído o Ensino Médio ou equivalente. O preenchimento do formulário de inscrição e do formulário socioeconômico é de inteira responsabilidade do candidato.

Para se inscrever no processo seletivo, o candidato deve apresentar, no ato da inscrição, Cadastro de Pessoa Física (CPF); certificado de conclusão do Ensino Médio ou equivalente; histórico escolar de conclusão de Ensino Médio ou ensino equivalente; documento oficial com foto e assinatura. No ato da inscrição, o candidato deverá escolher apenas um único curso ofertado.

O processo seletivo tem duas etapas. Sendo a primeira a fase de inscrições e a segunda a realização de redação em Língua Portuguesa, a ser realizada no dia 14 de maio. A sala e horário das provas serão divulgados em breve pela instituição. Os candidatos aprovados no processo seletivo deverão fazer a matrícula nos dias 19 e 22 de maio.

Como técnico em Eletromecânica, o profissional é habilitado a executar serviços de manutenção e reparos em equipamentos mecânicos e instalações elétricas em baixa tensão; atuar na execução de serviços de manutenção em equipamentos elétricos e eletrônicos, inclusive em equipamentos de acionamentos de cargas em processos industriais; executar e supervisionar a execução dos serviços de manutenção; auxiliar na elaboração e avaliar planos de manutenção; e administrar equipes, metas e resultados de manutenção eletroeletrônica industrial, comercial e predial.

Já o técnico em meio ambiente compreende os processos de gestão ambiental nos ecossistemas naturais, os impactos ambientais e poluições ambientais, processos produtivos e saúde coletiva para garantir a preservação e conservação do meio ambiente natural através do controle nos estabelecimentos urbanos e rurais. Tem a função de gerenciar esses diversos segmentos para garantir o desenvolvimento social, econômico e político da região, atua na organização de programa de educação ambiental, redução, reuso e reciclagem. Identifica os problemas ambientais, analisa suas consequências, operacionaliza e executa ações de preservação, conservação, otimização, minimização e remediação dos efeitos e causas.

Os cursos da forma subsequente são organizados e planejados para proporcionar formação profissional técnica de nível médio ao aluno, ampliando a qualificação profissional e inserção no mundo do trabalho. Ao concluir o curso, o aluno recebe diploma de técnico de nível Médio.

PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

Os candidatos com deficiência que desejarem participar do Processo Seletivo devem solicitar, por meio de formulário, atendimento especial nos dias 11 e 12 de maio e, também, laudo médio original e expedido no prazo máximo de 12 meses, atestando o topo e o grau de deficiência, com referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças (Cid) e provável causa da deficiência. As pessoas com deficiência terão igualdade de condições com os demais candidatos no que se refere ao processo e critérios de aprovação. Com informações da Assessoria de Comunicação do IFPA – campus Parauapebas.

Ensino superior

Unifesspa anuncia oferta de 1.100 vagas para 2017

Vagas são para os campus de Marabá e Xingura

A Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) vai ofertar 1.100 novas vagas em 32 cursos de graduação, em 2017. O Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) aprovou durante a última reunião ordinária realizada no mini auditório do PDTSA, a minuta do edital do processo seletivo de ingresso nos cursos de graduação por meio do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) para o ano que vem. O edital deve ser divulgado até o final de novembro.

Serão ofertados no campus de Marabá os cursos: Agronomia, Ciências Econômicas, Direito, História, Ciências Sociais, Geografia, Pedagogia, Física, Matemática, Química, Ciências Naturais, Sistemas de Informação, Geologia, Engenharia de Materiais, Engenharia de Minas e Meio Ambiente, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Engenharia da Computação, Engenharia Química, Psicologia, Ciências Biológicas, Saúde Coletiva, Letras – Língua Inglesa, Letras- Língua Portuguesa e Artes Visuais.

No Campus de Xinguara será ofertado o curso de História; no campus de Rondon do Pará serão ofertados os cursos de Administração e Ciências Contábeis, Matemática; no campus de Santana do Araguaia o curso de Matemática. No Campus de São Félix do Xingu, o curso de Letras-Língua portuguesa.

Bonificação de 20%

O Consepe aprovou a resolução N.º 94/2016, que estabelece parâmetros para a utilização do SiSU em 2017, mantendo a bonificação de inclusão regional. A medida tem como objetivo estimular o acesso à universidade pelos estudantes que residem nos municípios que integram as regiões de influência nas cidades onde a Unifesspa possui campus instalado, além de Imperatriz e Araguaína. Para esses candidatos que tenham cursado pelo menos um ano do ensino médio nessas regiões, será atribuído um acréscimo de 20% na nota final do ENEM. A Unifesspa também adotará, para todos os cursos, a reserva de 50% das vagas para estudantes que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas, em cumprimento à lei 12.711/2012 (Lei das Cotas).

Por maioria dos votos, os conselheiros aprovaram a manutenção do bônus, ressaltando a importância do critério de inclusão regional para a democratização do ensino superior. “Essa bonificação tem por trás um aspecto social e econômico muito importante, um significado, mostrando que a Unifesspa tem estratégias e mecanismos concretos que criam a possibilidade da inclusão”, defendeu o professor José Stênio, professor do Instituto de Estudos em Desenvolvimento Agrário e Regional (IEDS), acompanhado pela maioria dos conselheiros na votação pela manutenção do bônus.

Queixas

O Consur já manifestou recentemente posição contrária à Proposta de Emenda à Constituição 241/2016, recentemente renumerada para PEC 55/2016 no Senado Federal. Na visão da Unifesspa, A PEC 241, cujo teor configura o congelamento, por 20 anos, dos gastos públicos sociais, representa seríssimo retrocesso ao projeto de nação almejado pelo povo brasileiro. “Ela inviabilizará o cumprimento do Plano Nacional de Educação (PNE) que apresenta a meta de investimento mínimo na ordem de 10% do PIB na educação, bem como as metas referentes ao plano de expansão do ensino superior federal. Por conseguinte, essa grave retrogradação na agenda social estipulada às universidades federais atingirá sobretudo as mais novas”.

Com a sua existência, em pouco mais de três anos, dobrou-se o número de alunos, passando-se de 2.360 em 2013, para 4.678 em 2016. Ademais, foram criados 16 novos cursos de graduação e o número de servidores (professores do magistério superior e técnicos administrativos em educação) saltou de 182 para 483, nesse período.

Também, houve melhora na infraestrutura com a ampliação da área construída e a criação de novos laboratórios. Decerto, uma ampliação significativa para o processo de implantação, porém, ainda insuficiente para atender às necessidades da crescente comunidade acadêmica.

O fato, portanto, é que a Unifesspa ainda não está consolidada. Em 2017 e 2018, devem ingressar mais de dois mil alunos na graduação, dos quais mais da metade dos ingressantes serão dos cursos novos criados a partir de 2014, e que só registrarão as primeiras egressões em 2018.

“Para garantir a integralização dos novos cursos, são necessários mais de 80 laboratórios e a ampliação da área construída para 42 mil m². Também é urgente a contração de novos professores e técnicos administrativos”, diz nota do Consur.

Educação

Seduc disponibiliza 7.620 vagas nas Escolas de Educação Tecnológica do Pará

As inscrições para os Processos Seletivos 2016 para ingresso nos cursos técnicos de Nível Médio (integrado a educação profissional, Proeja e Subsequente) iniciam nesta  segunda-feira (25), para escolas de Ensino Técnico do estado do Pará. As inscrições ocorrem pelo site da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), o www.seduc.pa.gov.br, até o dia 10 de fevereiro.

As seleções visam o preenchimento de 3.780 vagas ofertadas em 95 cursos técnicos, na modalidade Ensino Médio Integrado e Educação Profissional (EMI); 920 vagas em 23 cursos para Educação Profissional de Jovens e Adultos (Proeja), e 2.920 em 73 cursos na modalidade Subsequente. A divulgação dos classificados será no portal da Seduc, no dia 12 de fevereiro.

De acordo com o edital, serão ofertadas vagas nas cidades de Belém, Marituba, Benevides, Cametá, Tailândia, Monte Alegre, Oriximiná, Santa Izabel do Pará, Vigia de Nazaré, Itaituba, Paragominas e Salvaterra. Entre as áreas disponíveis, destacam-se os cursos de Técnico em Edificações, Técnico em Eletrônica, Técnico em Eletrotécnica, Técnico em Informática, Técnico em Mecânica e Técnico em Segurança do Trabalho. As aulas estão previstas para iniciarem no dia 28 de março.

Educação

Candidatos já podem consultar vagas disponíveis do Sisu 2016

Sem títuloEstudantes que fizeram o Enem 2015 e receberam nota cima de zero na redação já podem consultar, a partir desta quarta­feira (6), os cursos e instituições que participam do Sisu 2016 sistema de seleção unificada no ensino superior, que considera o exame como critério de escolha.

Ao todo, são 228 mil vagas distribuídas em 131 instituições públicas de todo o país. O processo de inscrição começa na próxima segunda­feira (11), e se encerra na quinta (14).

O resultado será divulgado no dia 18. As vagas do Sisu estão disponíveis no site do sistema.

O resultado do Enem 2016, que neste ano registrou 7,7 milhões de inscritos, estará disponível nesta sexta.

Cada candidato pode indicar duas opções de vaga e verificar, ao longo dos dias, a nota de corte das graduações selecionadas. Não há cobrança de taxa para inscrição no Sisu.

Fonte: Folha

Parauapebas

Clientes desrespeitam vagas de estacionamento reservadas para deficientes físicos

Em Parauapebas, condutores com deficiência física e dificuldade de locomoção têm enfrentado muito mais problemas do que os já são impostos pela sua própria condição. Na hora de estacionar seus veículos, as vagas reservadas por lei geralmente estão ocupadas por quem não tem deficiência alguma.

vaga deficiente

Para Geová Botelho, vice-presidente da Associação das Pessoas com Deficiência Física de Parauapebas (APDFIP), falta consciência: “essas pessoas têm que saber que aquelas vagas não são delas, nem por um segundo. Naquele rápido momento em que ela encostou, pode ser a hora que um deficiente vai precisar usar e isso já aconteceu várias vezes”, diz.

Geová lembra que os maiores supermercados e o shopping da cidade têm as vagas reservadas e bem sinalizadas, mas boa parte dos clientes não respeita a sinalização. “Às vezes a gente fica ali, questiona o dono do carro, fala com o dono do supermercado… Mas ele não tem como fiscalizar todo mundo, é uma questão de educação, mesmo”, ressalta.

O Estatuto da Pessoa com Deficiência (Lei 13.146 de 2015) reserva 2% do total das vagas de estacionamentos públicos e privados para pessoas com deficiência física e mobilidade reduzida. A lei diz que o desrespeito a essa determinação sujeita os infratores à punição prevista no artigo 181, inciso VII, do Código de Trânsito Brasileiro (multa e remoção do veículo).

Segundo o coordenador do Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT), a fiscalização não está ocorrendo ainda nesses estabelecimentos porque a lei só entrará em vigor a partir de janeiro de 2016. “Por essa razão, tanto shoppings, quanto estacionamentos privados de supermercados ainda não estão sendo fiscalizados pelo órgão de trânsito”.

Parauapebas

UFPA realiza Vestibular Especial para preenchimento de 220 vagas

images (1)

A Universidade Federal do Pará (UFPA) está com inscrições abertas para dois Processos Seletivos Especiais (PSE), com 220 vagas distribuídas nas cidades de Parauapebas, Belém e Ananindeua. As inscrições serão realizadas até o próximo dia 10 de fevereiro. 

As vagas do PSE-3 são para dois novos cursos, o de Engenharia Ferroviária e Logística, no Campus de Belém, que oferece 30 vagas e o de Ciência e Tecnologia, no recém-criado Campus de Ananindeua, que tem 50 vagas abertas. Os interessados podem se inscrever nesta página até as 22h do dia 10, a taxa no valor de R$ 20 deve ser paga até o dia 11.

O Campus de Parauapebas (PSE-2) oferece 50 vagas para o curso de Direito e 90 vagas divididas igualmente entre os cursos de Engenharia Civil e Engenharia Mecânica. As inscrições são realizadas neste site e a taxa custa R$ 60. 

Diferenças na seleção

O PSE para Belém e Ananindeua irá utilizar somente o desempenho do candidato no Exame Nacional do Ensino (Enem) 2013 como critério de seleção, portanto não haverá aplicação de provas. Apenas os participantes do Enem 2013 que obtiveram pontuação maior ou igual a 500 pontos na redação e 400 pontos em cada prova objetiva, referentes às quatro áreas do conhecimento avaliadas poderão participar. Confira mais informações no Edital

Já o Vestibular Especial do campus de Parauapebas terá apenas uma fase, a ser realizada em um único dia. Os candidatos serão submetidos a uma prova objetiva de conhecimentos gerais, com 55 questões, e uma redação. As provas serão aplicadas em 23 de fevereiro, das 8 às 12h, somente no município de Parauapebas. 

Cada disciplina terá cinco questões, sendo Língua Portuguesa/Leitura, Matemática, História, Geografia, Física, Química, Biologia, Filosofia, Sociologia, Literatura e Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol). A redação terá pontuação máxima de 10 pontos. Detalhes no Edital

Belém e Ananindeua

Como o PSE para os cursos de Engenharia Ferroviária e Logística e Ciência e Tecnologia utilizará o desempenho no Enem, os candidatos que cursaram todo o ensino médio nos estados do Pará, Amapá, Amazonas, Roraima, Rondônia, Acre e Tocantins terão um bônus de 10% sobre a pontuação obtida no Exame. 

Para receber esse benefício o estudante terá que comprovar a condição no ato da sua habilitação. Do total de vagas, 50% delas será destinada ao sistema de cotas, distribuídas entre cotas relacionadas a cor, renda e estudantes oriundos de escolas públicas. 

Vale

Vale abre 108 vagas para jovens de Curionópolis e Vila de Serra Pelada

A Vale receberá inscrições presenciais para o Programa Formação Profissional (PFP) em Curionópolis e Vila de Serra Pelada nos dias 3 e 4 de fevereiro. São 108 vagas técnicas para as áreas de Mecânica, Eletromecânica, Eletroeletrônica, Eletrotécnica, Elétrica e Mineração. Os interessados podem comparecer pessoalmente à Casa do Professor, na Avenida Nova República s/n, na Vila de Serra Pelada, ou à Escola Juscelino Kubistchek, na Rua Tucupi nº 28, em Curionópolis. Também é possível fazer a inscrição online de 30 de janeiro a 4 de fevereiro pelo site www.vale.com/oportunidades.

O objetivo do programa é formar mão de obra nas comunidades em que a Vale está presente, com a qualificação técnica, e promover o desenvolvimento local, por meio do acesso à educação, ao emprego e à renda. Para todos os postos ofertados, é necessário apresentar certificado de conclusão de Curso Técnico, RG e CPF, mas não é exigida experiência prévia.

O programa é dividido em duas etapas. Na formação teórica, com duração de três a cinco meses, os jovens estudam em tempo integral em instituição de ensino parceira da Vale, participando de um curso de qualificação técnica. Já na formação prática, durante seis a 12 meses, os aprovados dão continuidade ao seu desenvolvimento por meio de experiência profissional em uma das áreas da empresa.

Os participantes receberão bolsa-auxílio de R$ 900 na fase de formação teórica. Já na fase prática do treinamento, a bolsa é de R$ 1.477, com direito a benefícios como assistência médica e odontológica, transporte, alimentação e seguro de vida.

Processo seletivo

Após a inscrição, os candidatos passarão por outras etapas eliminatórias: provas de Português e Matemática; entrevista coletiva; avaliação psicológica; dinâmica de grupo ou entrevista técnica com gestor; e exames médicos.

Serviço

Inscrições presenciais para Programa Formação Profissional

Quando: 3 e 4 de fevereiro

Onde:

Casa do Professor – Av. Nova República, S/N, Vila de Serra Pelada 

Escola Juscelino Kubistchek – Rua Tucupi, 28, Curionópolis

Inscrições online: www.vale.com/oportunidades

Quando: 30 de janeiro a 4 de fevereiro

error: Conteúdo protegido contra cópia!