Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Política

Deputado federal Beto Salame e Gol se reúnem em nova tentativa de manter voos da empresa em Marabá

Solução passa pela boa vontade do Governo no Estado na cobrança do ICMS

O deputado federal Beto Salame (PP/PA) e executivos da Gol Linhas Aéreas Inteligentes debateram na manhã desta quinta-feira (18) uma solução para evitar a suspensão de voos não só em Marabá mas em todo o Estado do Pará, que está com quase 200 decolagens a menos.

De acordo com a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), em levantamento recente, o impacto da crise é maior nos aeroportos do interior do Estado. Em Marabá, os voos programados tiveram redução de 38,7% (caindo de 89 para 49).

Segundo Alberto Fujerman, diretor executivo de Relações Institucionais da Gol, a empresa hoje tenta equacionar prejuízos gerados pela crise econômica reduzindo rotas. Ele admitiu, porém, que da forma como está ninguém ganha. “Nem nós ganhamos nem o Estado. E a população fica desassistida”.

A proposta inicial de Fajerman condicionava a suspensão do voo Belém–Suriname para voltar a atender Marabá três vezes por semana, mas isso poderia implicar na perda de incentivos como o ICMS cobrado pelo Estado, que hoje é de apenas 9% para a empresa. Beto Salame não considera, porém, que a extinção da rota represente uma solução para a suspensão de voos regionais.

Ao final da reunião, Salame, o prefeito de Santarém, Nélio Aguiar, o ex-prefeito de Marabá João Salame e os executivos da Gol, ficaram de apresentar uma proposta que não só mantenha quatro voos na rota Marabá–Belém, mas que também atenda cidades onde os aeroportos não podem operar Boeings, como Itaituba , Santarém e Redenção, no sul do Pará, que poderão receber aviões menores, como o modelo Caravan.

Na próxima semana os executivos da Gol irão participar de reunião em Belém com secretários do governo estadual. Como o realinhamento das rotas envolve a cobrança de ICMS, o tema envolverá no debate o Governo do Estado. (Assessoria Parlamentar)

Rotas

Azul ampliará oferta de voos no Pará na alta temporada e terá novo mercado temporário: Belém-São Paulo

Frequências extras serão operadas em dezembro e janeiro em Belém e Santarém, com proposta de atender acréscimo de demanda da estação

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras adicionará voos extras em Belém e Santarém em dezembro e janeiro, período de alta temporada de verão. Entre as novidades está o novo mercado temporário da companhia, que ligará a capital paraense a São Paulo (Viracopos) sem escalas. Ainda, a empresa terá frequências semanais extras para o Recife e São Luís, além de ligações adicionais entre Santarém e Manaus. Os voos também servirão aos Clientes da Azul Viagens, operadora de turismo da Azul.

“Fizemos um amplo estudo de malha para incluir os voos extras na cidade. Apostamos em mercados que naturalmente têm um acréscimo de demanda para o verão, e, desta forma, todos os Clientes da região poderão viajar de/para diversas regiões do país, sobretudo a lazer, que é o principal foco destas inclusões”, destaca Daniel Tkacz, diretor de Planejamento de Malha da Azul.

Mais de 40 cidades brasileiras receberão voos extras da Azul durante o verão: São Paulo (Viracopos, Guarulhos e Congonhas), Belo Horizonte, Rio de Janeiro (Santos Dumont), Porto Alegre, Recife, Curitiba, Salvador, Fortaleza, Natal, Goiânia, Cuiabá, Campo Grande, Maceió, Porto Velho, Florianópolis, Belém, Manaus, João Pessoa, Aracaju, São Luís, Navegantes, Teresina, Palmas, Fernando de Noronha, Ji-Paraná, Cacoal, Santarém, Petrolina, Juazeiro do Norte, Caldas Novas, Foz do Iguaçu, Passo Fundo, Chapecó, Cabo Frio, Ilhéus, Porto Seguro, Uberlândia, Ribeirão Preto, Bauru, Valença, Lençóis e Presidente Prudente. Entre os destinos internacionais, Fort Lauderdale/Miami, nos Estados Unidos, e Punta del Este e Montevidéu, no Uruguai, terão ligações complementares.

Em todo o país e no exterior, a Azul operará mais de três mil voos extras.

Azul Viagens – Assim como acontece todos os anos, a operadora de turismo da companhia terá assentos dedicados nos voos de alta temporada. A Azul Viagens conta com diversos pacotes (com múltiplas opções de roteiros e hospedagens, assim como datas de saída e aeroportos de origem) para todo o Brasil e também para o exterior, com pagamento em até dez parcelas ou por meio de pontos do TudoAzul, o programa de vantagens da Azul.

Passagens e pacotes – Os bilhetes para os voos extras – alguns ainda estão em aprovação na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) – estão disponíveis por meio de todos os canais de venda Azul: website (www.voeazul.com.br), callcenter (4003 1118 para capitais e regiões metropolitanas e 0800 887 1118 para demais regiões), assim como nos balcões da companhia nos aeroportos onde está presente. Também por meio destes canais, os Clientes podem adquirir pacotes da Azul Viagens, assim como no site da operadora de turismo (www.azulviagens.com.br).